Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Marcos Gregio

Iniciando: musculação dói no começo?

Avalie este tópico:

13 posts neste tópico

Olá pessoal, eu estou meio que fora de forma e resolvi entrar em uma academia, e vou começar semana que vem, eu tenho algumas duvidas e gostaria da ajuda de voces que ja estão no ramo, eu nunca fiz musculação, muitos dizem que doi no começo, mas eu pretendo não desistir a minha duvida é em relação a suplementos alimentares, o dono da academia é um cara que sabe das coisas, mas eu gostaria de mais opniões, eu ja tenho que tomar esse suplementos alimentares, já no inicio da musculação? ou eles não são nescessarios no começo?, qual voces conhecem e recomendam pra quem esta iniciando na atividade, eu meso 1,83 cm e estou acima do peso 102 kilos, o que voces recomendam? desde já agradeço a quem puder me ajudar

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiro "NÃO INVISTA EM SUPLEMENTOS ANTES DE 4 MESES NO MINIMO DE ACADEMIA", isso se ja estiver magro ai depois de magro voce pode investir.

De inicio voce terá de fazer esteira e bicicleta pra perder gordura e ganhar resistencia..uns 3 meses deve dar!

+- 40 minutos e + 50 minutos de exercicios com repetições de 15 para iniar a ganhar reistencia.

depois disso estando com pedo na faixa ideal ai voce parte pra desenvolver mais os musculos, sempre lembrando que quando voce estiver malhando pra perder peso teu corpo tbm estara ganhando massa muscular, apesar de não parecer !!

ok

qqer duvida pergunte

abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o que o Apache disse, mas 3 meses de adaptação eu acho coisa demais.

Eu coloquei meu irmão pra treinar e em 2 meses o muleke já deu uma inchada.

1 mês é um tempo bom pra conseguir se acostumar com todos os exercícios.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Recomendaria vc seguir as orientações do teu personal em relação ao treinamento de resistencia /hipertrofia + dieta + aerobico 4/5x por 40 min no pos treino.Não tem para onde correr n,mas n se esqueca de treinar arduamente mais para frente,pois qt mais massa magra adquirir mais vc queima...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Concordo com o que o Apache disse, mas 3 meses de adaptação eu acho coisa demais.

Eu coloquei meu irmão pra treinar e em 2 meses o muleke já deu uma inchada.

1 mês é um tempo bom pra conseguir se acostumar com todos os exercícios.

è eu disse 3 meses pois ele esta bem acima do peso!

eu tenho a altura dele e peso 82 kilos e com gordura la em baixo !!

o que ele realmente pode fazer é esperar até chegar num 15% de gordura ou 12% e dai partir pra hipertrofia.....

hehe não concorda?

ai ele estando ja com peso legal não vai forçar o corpo.

abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No começo os suplementos não são tao necessarios não, o corpo se recupera mais rápido assim como ganha massa mais rapidamente também.

Reveja sua alimentação, dê bastante atenção a ela pois é a base de tudo, e sao três os fatores determinantes para alcançar qualquer tipo de resultado: alimentação, treinamento, descanso.

Suplementos como a galera disse, só mais pra frente quando as necessidades de nutrientes, e de recuperação devido a intensidade do treinamento e tudo mais forem requisitadas.

Faça aerobico 2 ou 3 vezes por semana, evite alimentos ricos em carboidratos de noite e até aquela cervejinha caso tome, o resto você vai conseguir controlar bastante na alimentação mesmo.

Boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Suplementos são mesmo necessários? Gostaria de levar meu treinamento puro, mesmo em fase avançada, sem usá-los. Mas se forem, qdo percebo que devo começar a tomá-los?

Quais suas vantagens?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depende do ponto de vista/qual objetivo/qual suplemento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Suplementos são mesmo necessários? Gostaria de levar meu treinamento puro, mesmo em fase avançada, sem usá-los. Mas se forem, qdo percebo que devo começar a tomá-los?

Quais suas vantagens?

Depende de vários fatores, como por exemplo a sua alimentação, a correria do dia-a-dia, a possivel escassez de um nutriente importante na sua dieta, seus objetivos, etc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Suplementos são mesmo necessários? Gostaria de levar meu treinamento puro, mesmo em fase avançada, sem usá-los. Mas se forem, qdo percebo que devo começar a tomá-los?

Quais suas vantagens?

Suplementos são feitos para facilitar a ingestão de nutrientes que seriam muito difíceis de ingerir com alimentos.

Dependendo do seu nível de desenvolvimento, seu corpo pode precisar de muita proteína e carbo para poder crescer, e junto com nossas responsabilidades diárias (estudo, trabalho, etc), fica cada vez mais difícil ter tempo de parar e comer.

Portanto, o uso de suplementos será muito bem vindo caso sua alimentação já esteja equilibrada e seu corpo ainda precise ingerir mais nutrientes para poder se desenvolver.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bla bla bla bla

Toma suplemento no inicio mesmo, esse papo do pessoal aí, é furada

O dia que um cara com 50cm de braço afirmar que ELE não tomou suplemento nos primeiros meses de treino, e cresceu aí até posso mudar minha opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nao é questão de nao crescer nike, é questão de desperdicio... os primeiros meses o cara vai crescer de qualquer maneira... emsmo que tenha uma serie ruim ele vai crescer.... além do mais suplementação alimentar .. é pra quem nao consegue se alimentar direito... ja a complementação alimentar a nivel profissional , é mais do que indicada.

valew.

Bla bla bla bla

Toma suplemento no inicio mesmo, esse papo do pessoal aí, é furada

O dia que um cara com 50cm de braço afirmar que ELE não tomou suplemento nos primeiros meses de treino, e cresceu aí até posso mudar minha opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E isso ai treina direito, come direito e não gasta agora com suplemento que vai fazer falta depois.

Po isso que neguinho depois fala que suplemento não adianta e parte pra coisa mais pesada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

  • Conteúdo Similar

    • Vale a pena continuar o treino de musculação tomando roacutan
      Por jmarcello
      Estou com um problema de espinhas então minha dermatologista me receitou roacutan porem esse remedio faz com que as pessoas tenham dores musculares e é recomendado que não se faça atividades como malhar durante o tratamento, então eu queria saber se vale a pena eu continuar com o treino de musculação(ainda não faço hipertrofia porque 15 anos) e com a suplementação durante o tratamento, pois  como faço academia a pouco tempo e não deu tempo de evoluir muito, acho que se eu interrompesse a musculçao durante os sete meses eu só deixaria de ganhar mas não perderia nada
    • Estreantes WFF/NABBA 2015
      Por Alan Azevedo
      Data: 09 de Abril de 2016
      Local: Colégio Misericórdia em Osasco/SP
      Rua Madre Rosello -111 - Centro
      Liga Paulista de Musculação
      Rua Antonio Agu - 1010 - Sala 16 - Centro - Osasco/SP
      Informações:(11) 997276319
       

    • Treinamento de Força e sua Influência sobre a Performance Aeróbia
      Por Gustavo Barquilha Joel
      É cada vez maior o interesse de pesquisadores sobre as respostas agudas e crônicas do treinamento de força para diversos objetivos, como o desempenho esportivo, patologias ou estética (ACSM, 2002). No âmbito esportivo é comum a utilização do treinamento de força para a melhora do desempenho, principalmente em modalidades que exigem força e explosão muscular. (FLECK; KRAEMER, 2006).
      A literatura mais antiga cita que para modalidades de longa distância deve-se treinar principalmente a resistência muscular localizada, por se tratar de atividades que utilizam principalmente as fibras de contração lenta (tipo I) e o sistema oxidativo como fonte de energia (STEGEMANN, 1979; TUBINO, 1980).
      Porém, estudos recentes demonstram que o treinamento de força pode também trazer benefícios não apenas para modalidades de força e potência muscular, mas também para modalidades de resistência, através de uma economia de movimento (HOFF et al, 2002).
      Millet at al (2002) cita que o treinamento de força de alta intensidade em quinze triatletas produziu efeitos benéficos na economia de corrida e na velocidade do Vo2max. Já Paavolainen et al. (1999) fizeram um estudo com corredores de 5 Km, sendo que este estudo era formado por dois grupos: um grupo só treinava Resistência aeróbia(RA) enquanto o outro treinava força mais Resistência aeróbia(TC).
      Como conclusão os autores não constataram aumento na medida do Vo2 max, porém, houve uma melhora no tempo de corrida no grupo TC quando comparado ao grupo que só treinou resistência aeróbia (RA). O custo energético na corrida está significantemente relacionado à tensão viscoeslática do músculo (stiffness) na fase de propulsão da perna, que é regulado pelo sistema nervoso, ocasionando um menor tempo de contato com o solo e conseqüentemente aumentando a velocidade de deslocamento dos sujeitos. (DALLEAU et al. 1998; PAULO et al, 2005).
      É importante salientar que todos os estudos citados acima são com corredores.
      Em um estudo feito no cicloergômetro, Dickson et al. (1988) também demonstraram que o TC permitiu aos sujeitos suportar por mais tempo uma atividade aeróbia sem o aumento concomitante do VO2 máx, sugerindo que um aumento na força decorrente do treinamento dos membros inferiores pode melhorar o tempo para atingir a exaustão pela diminuição da proporção da força máxima requerida para cada pedalada, o que teoricamente, aumentaria a participação das fibras do tipo I e retardaria o recrutamento maior das fibras glicolíticas do tipo II que são as fibras que fadigam mais rapidamente.
      Apesar dos estudos citados acima, ainda existe uma carência de estudos que verifiquem as variáveis do treinamento de força em relação ao desempenho aeróbio, porém é importante salientar que o treinamento de força parece não ser um vilão para atletas de atividades aeróbias, contrariando a literatura mais antiga.
      REFERÊNCIAS
      AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE – ACSM (2002). Position stand: Progression models in resistance training for healthy adults. Medicine and Science in Sports Exercise, v.34, p.364-380.
      DALLEAU, G.A.; BELLI, A.; BOURDIN, M.; LACOUR, J.R. The spring-mass model and the energy cost of treadmill running. European Journal of Applied Physiology. v. 77, n.3, p. 257-263, 1998.
      FLECK, S.T.; KRAEMER, W.J. Fundamentos do treinamento de força muscular. 3° ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2006
      HICKSON, R.C.; DVORAK, B.A.; GOROSTIAGA, E.M.; KUROWSKI, T.T.; FOSTER, C. Potential for strength and endurance training to amplify endurance performance. Journal of Applied Physiology, v.65, n.5, p. 2285-2290, 1988.
      HOFF J, GRAN A, HELGERUD J. (2002). Maximal strength training improves aerobic endurance performance. Scand J Med Sports: 12: 288-295
      STEGEMANN J. Fisiologia do esforço. Editora cultura médica. 2° edição. Rio de Janeiro, 1979.
      TUBINO G. Metodologia científica do treinamento desportivo. Instituição Brasileira de difusão cultural. 2° edição. São Paulo, 1980.
    • Inflamação
      Por Ariosvaldo
      Fiz uma aplicação de 1ml de dura e 0.7 de boldenona de 300mg na coxa esquerda. Dois dias após a aplicação o local ficou vermelho e inchado, apresentando dores e dificuldade de locomoção. Isso é normal ou tem algo de errado, como um abscesso????
    • Dieta com jejum intermitente, carbox e aplicação de enzimas e Musculação
      Por Larissa Oliveira
      Aqui vai mais um tópico relacionado a dietas e diminuição da % de gordura, e estou iniciando novamente uma dieta (já fiz várias) aliada ao “Jejum Intermitente” pra ver se tenho um bom resultado, digamos que é mais um teste que irei fazer pra ver se consigo eliminar as gordurinhas do abdômen,  e gostaria de ter opiniões, criticas e qualquer outro comentário que possa me ajudar e obter melhores resultados, já fiz várias dietas que eu mesma elaborei porque sou vegetariana e não como nenhum tipo de carne (não como peixes e nem frango kkkk), a grande maioria deu resultados,  mas minhas medidas não mudavam muito, porem via diferença na balança, mas a barriguinha continuava lá, as coxas sumiam infelizmente,  bumbum também, mas no abdômen não havia tanta diferença.
      Atualmente faço carboxterapia e aplicação de enzimas, no abdômen e no mesmo dia, não sei dizer qual dos tratamentos é o melhor porque sempre fiz os dois, e adoro os resultados, porem sou do tipo viciada em doces caseiros como mousse, gelatina, pavê entre outras gostosuras, acabo sempre caindo em tentação e realmente exagerando nos doces, então mais uma vez vou fazer algo para tentar diminuir a % de gordura corporal com a ajuda de vocês. Segue abaixo a dieta elaborada até o momento que será iniciada hoje dia 05/01 ás 22:00, que é o horário que saio da academia, pretendo fazer isso por 1 mês.
       
      Minha opinião referente às dietas em geral: Acredito que todas as dietas são boas e trazem resultados, porem cada organismo precisa de uma dieta diferenciada, claro de cortar aquele monte de besteiras que consumimos e cortar varias manias que temos na hora das refeições é essencial para dar inicio a uma vida saudável, e como eu disse ninguém e igual a ninguém, cada organismo funciona de uma forma diferenciada, então se uma dieta não te trouxe bons resultados, tente outras, tente cortar alguns alimentos, alguns hábitos, vá testando os vários tipos que existem, ir a uma nutricionista ou ao endócrino pode ajudar a descobrir o que deve cortar do seu cardápio, mas aconselho a começar cortando produtos industrializados e comer a todo momento, caso isso não dê nenhum resultado, busque ajuda, é o meu conselho, porque já fui em vários endócrinos e profissionais que cuidam da saúde, e eles passavam a mesma dieta,  comer menos, com mais qualidade e sem conservantes, com certeza é a melhor opção.
       
      Objetivo da Dieta: Reduzir % de gordura corporal.
       
       
      Dieta
      Café da manhã
      Opção 1 – 400 ml de vitamina mix com laranja, banana, maçã e granola (Sem leite, sem açúcar ou adoçante, pois a própria fruta já deixa a vitamina doce).
      Opção 2 – 400 ml de suco verde com gengibre, couve, laranja, pepino e abacaxi (sem açúcar ou adoçante).
      Opção 3 – Iogurte natural com granola e frutas.
        
      Almoço
      Opção 1 – salada de tomate, alface à vontade + 3 colheres de arroz  + 3 colheres de legumes cozidos + uma maçã.
      Opção 2 – salada de rúcula, tomate e pepino + 3 colheres de arroz  + 3 colheres de carne de soja + melão
      Opção 3 – salada de alface, grão de bico e milho + 3 colheres de arroz + 1 concha de lentilha +  melancia.
       
      Lanche da tarde
      Opção 1 – 1 Barrinha de cereal
      Opção 2 – 1 fatia de mamão
      Opção 3 – 1 Carambola
       
      Jantar
      Opção 1 – Granola com bananas.
      Opção 2 – Banana em pedaços com mamão.
      Opção 3 – Mingau de aveia.
       
      Evitar excesso de sal e açúcar.
      Beber no mínimo 2l de água por dia.
      Chás à vontade.
      BCAA antes e após o treino junto com Whey 100%
       
      Sábados: livre sem exageros.
      Domingos: dieta.
       
       
      Treino
       
      Segunda-Feira – Pernas e glúteos (completo)
      Esteira: 20 min.
      Agachamento: 5 x 10
      Leg Press: 5 x 10
      Glúteos: 5 x 10
      Extensor de pernas: 5 x 10
      Flexão Plantar: 5 x 10
      Terça-Feira – Peitoral + ombros + tríceps + abdômen
      Esteira: 20 min.
      Supino inclinado com barra: 4 x 10
      Supino plano com halteres: 4 x 10
      Extensão alternada: 4 x 10
      Abdominal: 3 x 15
      Abdominal com elevação das pernas: 3 x 10
       
      Quarta-Feira – Pernas (completo)
      Esteira: 20 min
      Leg press: 5 x 10
      Agachamento hack: 5 x 10
      Step com barra: 5 x 10
      Meio levantamento terra: 5 x 10
      Flexor deitado e em pé: 5 x 10
       
      Quinta-Feira – Descanso e recuperação
       
      Sexta-Feira – Costas + trapézio + bíceps + abdômen + membros inferiores
      Agachamento guiado: 5 x 10
      Agachamento hack: 5 x 10
      Leg press: 5 x 10
      Extensor de pernas: 5 x 10
      Sábado – Descanso ou atividades aeróbicas
      Domingo – Descanso e recuperação 
       
      Medidas Atuais:
       
      Idade: 20 Anos
      Altura: 1,59
      Peso: 63, 500
      %  de tecido gorduroso: 31,6 %
      Cintura: 79 cm
      Quadril: 93 cm
      Coxas: 58 cm
      Busto: 94 cm
      Braço: 29 cm
       
      Por favor, que tiver mais dicas, críticas ou quiser complementar algo no que falei, é só comentar, vou estar sempre online.