Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Priscila P

Cobavital x Carbamazepina

Avalie este tópico:

3 posts neste tópico

Olá preciso de ajuda....

Preciso iniciar tratamento com a Carbamazepina indicada pelo neurologista porém estou desesperadamente precisando ganhar peso e comprei Cobavital.O que fazer posso tomar os dois remédios??

O problema é que estou mais preocupada com o peso do que com a ansiedade e a enxaqueca!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

O Cobavital tem Cloridrato de ciproeptadina, que é um anti-histaminico, portanto é melhor consultar o seu neurologista.

na bula da carbamazepina não diz nada sobre interações com anti-histaminicos ou propriamente a ciproeptadina.

Porem diz algo importante quanto ao funcionamento do cobavital.

INTERACOES MEDICAMENTOSAS: A INDUCAO DE ENZIMAS HEPATICAS CONSEQUENTE AO TRATAMENTO COM CARBAMAZEPINA PODE DIMINUIR A ATIVIDADE DE MEDICAMENTOS QUE SAO METABOLIZADOS NO FIGADO.

Não sei quanto isso pode prejudicar a ação da cobamamida, já que ela é metabolizada no figado.

Mas por via das duvidas, existe o Enzicoba, que nao há anti-histaminico, porem não vai da aquela fome que você sente quando toma cobavital...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

O Cobavital é um anti-histaminico, ciproheptadina, o mecanismo pelo qual ele provoca fome é diminuindo a quantidade de serotonina, um neurotrasnmissor, produzido no cerebro, isso leva ao aumento do apetite.

Substancias como a sibutramina para emagrecer fazem o contrario aumentam os neurotransmissores serotonina e noradrenalina, isso inibe a fome por diversos mecanismos um deles aumento da leptina. Cobavital tb contem cobamamida que é uma coenzima da vitamina b12 importante no processo anabolico.

A carbamazepina é bloqueador dos canais de sódio das membranas dos neurónios. Ele regula os neurotransmissores, principalmente o GABA, e diminui a responsividade eletrica no seu cerebro um mecanismo pelo qual é usado para convulsões.

Os dois são depressores do sistema nervoso central, então um pode potencializar o efeito do outro.

Logo por serem medicamentos que agem em neurotransmissores e deprimem o sistema nervoso, não acho uma boa misturar. Só seu neurologista poderá decidir isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Gostou? Compartilhe!