Ir para conteúdo

Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra (bíceps martelo): como fazer [certo!] e benefícios 🏋

Aprenda como fazer rosca bíceps direta com halteres pegada neutra (bíceps martelo) da melhor maneira (execução correta) com nosso personal trainer Luan Viana. Conheça os erros mais comuns para conseguir mais benefícios para os músculos bíceps, braquiorradial.

Luan Viana
  • , 2458 visualizações

Passo a passo para execução correta:

  1. Posicionar os pés de forma paralela ou ântero-posterior (um pé à frente e outro atrás);
  2. Jogar o quadril levemente para trás;
  3. Colocar o cotovelo levemente à frente;
  4. Fazer a flexão do cotovelo com a pegada neutra na amplitude máxima, até aproximadamente a altura da articulação do cotovelo.

Animação (gif):

Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição inicial Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição intermediária Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição final Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição intermediária
Baixar animação

Músculos trabalhados:

  • Bíceps;
  • Braquiorradial.

Imagens do movimento:

  • Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição inicial
  • Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição intermediária
  • Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra: posição final

Erros comuns:

  • Passar muito o peso da articulação do cotovelo;
  • Fazer a flexão do ombro;
  • Movimentar o tronco (balanço).

Vídeo explicativo:

Assinar nosso canal no YouTube

Participaram da produção do(a) Rosca bíceps direta com halteres pegada neutra:

Entre para seguir isso  
Entre para seguir isso  

Comentários

Comentários Destacados

Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Luan Viana
      Posicionar-se em frente da barra e fazer a pegada ligeiramente mais aberta do que a largura dos ombros; Manter a coluna ereta; Deixar o tronco paralelo ou quase paralelo com o solo e bem estabilizado, assim como o pescoço; Trazer a barra próxima ao peito com os cotovelos bem abertos, unindo as escápulas ao final; Voltar a barra com o máximo de amplitude possível, alongando bem lá embaixo.
    • Por Luan Viana
      Ajustar o suporte do banco para firmar as penas e dar estabilidade ao movimento; Pegar a barra com os polegares voltados para fora (supinada) e na abertura correspondente ao prolongamento do ombro; Manter o tronco bem ereto; Flexionar ao máximo os cotovelos; Alongar o máximo que puder.
    • Por Luan Viana
      Ajustar o suporte do assento para firmar as pernas durante a execução; Fazer a pegada neutra (polegares para trás); Deixar a coluna ereta; Estabilizar os cotovelos (manter a equidistância durante a execução); Trazer os cotovelos rentes ao tronco; Alongar bem ao final (amplitude máxima); Estufar bem o peito ao alongar.
    • Por Luan Viana
      Posicionar os pés na largura dos ombros; Pegar a barra na largura do ombro, com o polegares voltados para dentro; Manter os joelhos semiflexionados; Com os braços completamente estendidos, levantar a barra abduzindo o ombro e flexionando os cotovelos (levar os cotovelos bem acima, no máximo de amplitude possível, e não para trás).
    • Por Luan Viana
      Ajustar o suporte do banco para firmar as penas e dar estabilidade ao movimento; Pegar a barra na largura próxima do supino (abertura um pouco maior do que a largura dos ombros) com os polegares voltados para dentro (pronada); Manter o tronco estabilizado e reto; Flexionar os cotovelos até a barra tocar no tórax (unir bem os cotovelos para trabalhar bem a dorsal); Alongar bem a musculatura ao final.
×
×
  • Criar novo...