Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Locemar

Lee Priest no Hospital por pressão alta

Avalie este tópico:

Post Destacado

Post criado por Leando Twin na página dele que estou repassando pra galera. 

 

"Este é Lee Priest que chegou a bater pressão arterial 23x15. Olhos vermelhos por que os vasinhos não aguentaram e estouraram. Ou seja, pra ter um AVC não faltou muito, teve sorte.

Esse é o tipo de coisa que merece ser destacado hoje em dia com a era GH15. Eu adoro o GH15, mas algumas coisas que prega ou a maneira como ele fala é complicado.

Ele diz claramente que os esteroides anabólicos não vão te tirar nenhum dia de vida. Isso não é verdade, qualquer abusador corre o risco de morrer mais cedo que deveria.

Há alguns estudos, por exemplo, de atletas que usaram metandrostenolona ou oximetolona por algum tempo e tiveram cancêr de fígado. Veja bem, vc pode dizer que não tem ligação alguma e que isso aconteceu por que era pra acontecer pela genética, mas particularmente falando... eu não acredito muito em coincidências desse tipo.

Concordo que a mídia é muito sensacionalista , mas simplesmente dizer que os hormônios não vão te tirar um dia de vida é o mesmo que dizer que eles não tem colateral algum em qualquer dosagem e tempo de administração. É dizer que o supranatural é natural do corpo, isso não tem sentido e eu acredito que nunca vou mudar esse meu modo de pensar..."


 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade nao to esperando muitos comentários aqui. 

Nego adora pagar pau pro GH15 aqui no forum e ja rolou umas discussões sobre o quanto a galera abusa. Então todo mundo prefere "fingir que não ta vendo".

 

Mas eu sei que tem muita gente lendo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postagem de Dudu Haluch sobre o assunto:

----------------------------------------------------------------

 

DO CORAÇÃO MORREM OS BODYBUILDERS

COLESTEROL E PRESSÃO SEMPRE EM DIA MEUS AMIGOS

"os efeitos de um vigoroso esquema de treinamento com pesos, o uso de esteróides anabolizantes, e a sensibilidade androgênica, pode ter predisposto esses homens jovens a lesões do miocárdio e subseqüente morte súbita."
http://ciencia-atual.blogspot.com.br/2008/04/morte-sbita-por-abuso-de-esterides.html

Blood pressure and rate pressure product response in males using high-dose anabolic androgenic steroids (AAS).
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14609147

Abnormal neurovascular control in anabolic androgenic steroids users.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19997008
"Além disso, o aumento nos níveis de pressão arterial em usuários de AAS está associada com aumentada fluxo simpático . Estes resultados sugerem que AAS aumenta a susceptibilidade para doenças cardiovasculares em humanos."

Cardiac and metabolic effects of anabolic-androgenic steroid abuse on lipids, blood pressure, left ventricular dimensions, and rhythm.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20816133
" Jovens atletas saudáveis abusando AAS podem apresentar níveis elevados de lipoproteínas de baixa densidade e baixos níveis de lipoproteína de alta densidade . Embora os dados são conflitantes , AAS também têm sido associadas com elevada pressão arterial sistólica e diastólica e com hipertrofia ventricular esquerda, que pode persistir após a cessação AAS . Finalmente, em pequenos estudos de caso , o abuso de AAS tem sido associada com infarto agudo do miocárdio e arritmias ventriculares fatais . Em conclusão , o reconhecimento desses efeitos adversos pode melhorar a educação dos atletas e aumentar a vigilância na avaliação de jovens atletas com anomalias cardiovasculares."

Effects of androgenic-anabolic steroids in athletes.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15248788
" Por outro lado, o treinamento de resistência , sem a ingestão de AAS não conduz a um aumento da espessura da parede ventricular. AAS não afetam a função sistólica do ventrículo esquerdo , ao passo que a função diastólica pode ser prejudicada. Diferentes alterações ultra-estruturais do miocárdio foram documentados em estudos com animais . Além disso , o AAS podem induzir a hipertensão arterial . Coagulação sanguínea e fibrinólise são afetados negativamente , e vários estudos de caso de trombos existem em jovens atletas de força . Alterações na concentração de lipoproteínas no sangue , em particular uma redução no recipiente protector de HDL-colesterol , podem levar a aterosclerose precoce . Muitos relatos existem sobre mortes cardíacas em indivíduos aparentemente saudáveis - mais construtores de corpo muitas vezes e outros atletas de força . Em infartos do miocárdio fatais e não fatais artérias coronárias patentes foram comprovadas com freqüência. Além dos efeitos pró-trombóticos de AAS , uma função endotelial prejudicada e vasoespasmo são discutidos hipoteticamente como pathomechanisms . Além disso, cardiomiopatias pode ocorrer devido a abuso de AAS . Na base dos possíveis efeitos secundários cardiovasculares descritos , pode concluir-se que, em casos de morte súbita em atletas jovens , um desvio de AS deve ser excluído."

Androgenic anabolic steroid abuse and the cardiovascular system.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20020375
"As mudanças mais importantes são elevações concomitantes de LDL e diminuição de HDL , efeitos que aumentam o risco de doença arterial coronariana. E, finalmente, (6 ) a utilização dos EAA parece conferir um aumento do risco de arritmia com risco de vida que conduzem à morte súbita, embora os mecanismos subjacentes ainda estão longe de ser elucidados. Tomados em conjunto, várias linhas de evidência que envolvem uma variedade de mecanismos patofisiológicos sugerem um risco aumentado de doença cardiovascular em utilizadores de esteróides androgénicos anabólicos."

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

boa locemar... fórum ta numa modinha terrível de gh15.

 

Não só o forum, o facebook, infinitos sites...

É triste.

 

Ta certo que ele nos trouxe o que ninguem teve coragem até hoje. Informações verdadeiras dos bodybuilders freak e como chegar la.

 

Maaaaaaas, essa é a realidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a verdade é que o pessoal leem as coisas e ja sai se enchendo de aes achando que vai ficar igual aos culturistas de hoje ou aquele bombado da academia e nem sequer ligam pros riscos,mas esse lee tambem o que deve ter ja tomado pra ficar grande heim...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo faz mau, se for em excesso ate transar toda hora fará mau.

E nisso, os hormonios também estão incluídos.

O Gh15 exagera quando fala sobre isso, de nao perder nenhum dia. Claro, puro sensacionalismo.

Eu ainda continuo achando que os diuréticos sao sem duvida a pior coisa pro esporte, por que nao sao doses familiares hehe, sao doses cavalares.

Se hormonio matasse os travestis e transexuais nao durariam nenhum ano.

Ja virão a garota que esta tomando deposteron a 3 anos? Rsrs.

Tem o video no youtube.

Enfim, quanto ao Lee, ai podem ser inúmeras coisas e uma delas pode ser suas dietas loucas hipercaloricos cheias de gorduras animais e açúcar refinado, fora que ele ja tinha citado problemas cardiacos.

Ai é uma mistura de varias coisas erradas. Diuréticos, Efedrina, Maconha, Anfetamina e o mais leve, Esteroides. A dose mata.

Nego quer usar 20ui de GH por dia, é como andar no parapeito de um prédio todo dia. Um dia ele cai. "Analogia, um dia ele fica diabético forever."

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o problema é q ninguem sabe filtrar , ele fala para comer limpo qnd natural , ele diz para se treinar pesado por 3 anos e naturais , ele fala para nao beber nem usar drogas , mas a glaera so ve a parte da trembo e do mc donalds

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por Locemar
      Este tópico tem o intuito de informar sobre diversos estudos com o medicamento Finasterida, usado para tratar queda de cabelo e geralmente usado durante ciclos de hormonios para prevenir a queda.
       
       
      Infertilidade masculina associada ao uso de finasterida
      "A finasterida é um potente e específico inibidor da enzima 5a-redutase em homens. Estudos clínicos demonstraram que finasterida 1mg/dia diminui a progressão da queda e aumenta o crescimento do cabelo em homens que sofrem de queda de cabelo hereditária. Por sua influência no metabolismo dos andrógenos existe uma preocupação a respeito do seu uso, principalmente em pacientes em idade fértil. Neste trabalho são descritos 3 casos de pacientes jovens, que apresentaram piora do espermograma durante o uso continuado de finasterida 1mg revertida após a suspensão do mesmo. Dois deles tinham varicocele unilateral e o terceiro era obeso. Aparentemente o tratamento com finasterida promoveu alteração significativa na qualidade seminal. Pode-se especular que talvez a finasterida por si só não traga alteração para a espermatogênese como reportado por Overstreet et al. (1999), mas que em pacientes de risco com possíveis causas de infertilidade associadas, possa ocorrer a amplificação da influência deletéria da finasterida. Estudos futuros devem ser realizados para esclarecer a influência da finasterida nestes pacientes."
      http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0041-87812004000400009
       
      Influência da Finasterida no desenvolvimento do câncer de próstata
      "Finasteride previne ou retarda o aparecimento de câncer de próstata, mas este possível benefício e um risco reduzido de problemas urinários devem ser pesados contra os efeitos colaterais sexuais e aumento do risco de câncer de próstata de alto grau."
      http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa030660
       
      Finasterida e disfunção erétil
      "Estudos recentes com baixo grau de evidência descreveram 92% de disfunção da ereção após seu uso, o que preocupa a mídia e o meio médico. Analisando-se estudos cegos randomizados placebo-controlados, a incidência média da referida disfunção foi 15% vs. 6% em controles de usuários de finasterida 5 mg para hiperplasia prostática benigna e 4% vs. 2% em homens jovens com uso de finasterida, 1 mg, para alopecia androgenética. A maioria dos casos foi reversível mediante descontinuação da droga ou não. A prevalência da disfunção aumentou com a idade, presença de manifestações de obstrução urinária e fatores de risco cardiovascular. No total, o uso cego de finasterida aumentou discretamente o risco relativo de disfunção da ereção, possivelmente por interferência sutil na produção de óxido nítrico pelo corpo cavernoso após redução de di-hidrotestosterona, que poderia potencializar outras causas de menor biodisponibilidade de óxido nítrico e disfunção endotelial. Entretanto, quando o aconselhamentomédico sobre efeitos sexuais adversos foi fornecido junto à prescrição de finasterida, o risco da disfunção quase triplicou, criando um efeito nocebo. Em conclusão, deve se avaliar função de ereção e fatores de risco para disfunção antes e durante o tratamento com finasterida. O tipo de informação que o médico deve dar junto à prescrição deve serembasado e dosado em cada indivíduo, no sentido de fazer mais bem do que mal.(AU)"
      http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=639311&indexSearch=ID
       
      Finasterida: Mitos e Verdades
      "Um estudo, muito pequeno, analisou o esperma de três homens que estavam tomando finasterida (1 mg/dia) há cinco anos. Usando microscopia de transmissão de elétrons, a pesquisa encontrou alterações morfológicas nos espermatozoides, compatíveis com necrose. Um dos pacientes apresentou azospermia e os outros dois concentração normal de espermatozoides, porém com severa redução da motilidade. Após um ano da interrupção do tratamento, os testes foram repetidos e houve retorno dos processos normais. Existem, ainda, dois relatos de caso de severa azospermia, resultando em infertilidade (9)."
      http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0041-87812004000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
       
      Finasterida: Disfunção erétil e queda da libido
      "Em 2012, o FDA publicou os resultados de sua própria investigação sobre os efeitos adversos da finasterida. Usando dados coletados 1998-2011, este estudo identificou disfunção sexual persistente de pelo menos três meses, em 14% dos 421 casos avaliados. Enquanto a agência afirmou que um claro nexo de causalidade entre a finasterida e efeitos colaterais sexuais não tinha sido estabelecida, advertências dessas complicações foram adicionados a informação de prescrição do medicamento."
      http://www.drugwatch.com/propecia/side-effects/
       
      Efeitos colaterais persistentes da Finasterida
      "Na maioria dos homens que desenvolveram efeitos colaterais sexuais persistentes (≥3 meses) apesar da retirada da finasterida, a disfunção sexual continuou por muitos meses ou anos. Apesar de vários estudos com ratos mostraram alterações prejudiciais função erétil causada por inibidores da 5-alfa redutase, a natureza persistente dessas mudanças é uma área de pesquisa ativa. Os prescritores de finasterida e homens que contemplam seu uso devem ser avisados dos potenciais efeitos adversos de medicamentos."
       
      Risco de disfunção erétil da Finasterida
      "Efeitos colaterais relatado com a finasteride incluem:
      A disfunção erétil (impotência) Ejaculação anormal Baixo volume ejaculatório Função sexual anormal Dor testicular Ginecomastia - desenvolvimento de mamas masculinas Depressão - Merck adicionou este efeito colateral em dezembro de 2010" http://www.medicalnewstoday.com/articles/247858.php
       
      Sintomas depressivos e pensamentos suicidas entre ex-usuários de finasterida com efeitos colaterais sexuais persistentes
      "Os médicos e potenciais utilizadores de finasterida deve estar ciente do risco potencial de sintomas depressivos e pensamentos suicidas. Os resultados preliminares deste estudo demanda novas pesquisas com estudos controlados."
      http://europepmc.org/abstract/med/22939118
    • Por Lh6
      E aí galera do fórum. 
      Estou na terceira semana do meu ciclo. Enantato 300mg, boldenona 300mg, não estou com dosagens fixas, ex: 600mg semana. Vou alterando o protocolo conforme o Sheipe responde(aumento ou mantenho a dose )Período é de 12 semanas. Iniciei estava pesando 89kg ,13%bf, altura 1,88. 
      No termino da segunda semana senti uma sensibilidade no mamilo, porém entrei com o tamox, minha maior dúvida é sou muito ansioso, e venho perdendo  sono, principalmente nos 2 dias após a aplicação isso é normal ? Nunca tive nem um tipo de
      problema de saudade, ressenti fiz exames e estavam tudo ok , incluindo coração , rins, colesterol etc.. venho tendo dificuldade em respirar fundo e uns formingamento, me disseram que é pelo fato de eu ser muito ansioso. Gostaria de algumas dicas para melhorar isso, sem remédios por favor rsrs. E eu não corro risco de ter AVC , essas parada assim né ? A sobre a tpc, por mais que insistam em dizer que so devo mandar o tamoxifeno, vou  insistir nas pesquisas para usar o hcg , maior medo de todas é que pare o saco rsrs qualquer dúvida eu esclareci valeu 
    • Por Baleifous
      Fala galera, tudo bom? Vou deixar uma breve resumo meu aqui e gostaria de uma ajudinha, por gentileza.
      Tenho 30 anos e treino a 8 anos sem parar. Resolvi fazer meu 1º ciclo por curiosidade. 
      Estou no começo da segunda semana usando somente enantato de testosterona da Gold Labs. Dose de 250mg na segunda e 250mg na quinta. Só que no final da primeira semana, comecei a sentir náuseas, diarreia, falta de apetite e uma queimação na barriga na parte do umbigo. (Suspeito que estou com o fígado inflamado). Minha alimentação é normal, só como algo diferente no final de semana.
      Pesquisei aqui no fórum, mas a única coisa que li a respeito é sobre a impureza das drogas underground.
      Eu acho que vou interromper o uso, me recuperar completamente e voltar a usar um enantato de outra marca. (Tenho enantato da DuoPharma aqui também).
      O que vocês me recomendariam fazer?
       
    • Por Montanhoso
      Idade: 28 anos
      Altura: 1,76
      Peso: 149kg
      Medicações em uso: Nenhum, sempre natural
      Problemas de Saúde: pressão alta as vezes so quando nao tomo agua
      Tempo de treino: Pratico Strongman
      Ciclos feitos: Nunca
      Ciclo proposto com Aes (Marca) dose e tempo: Futuro
      Divisão de treino e horario do mesmo:
      ABCx2 na semana
      A Pernas
      B Peito, triceps e ombros
      C Costa, biceps e antebraço
      e Strongman nas Quartas a noite e Sabados a Tarde
       
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia:  alimentaçao zuada
       
      @Apollo Galeno  @Bravo Costa  poderem me ajudar
    • Por Camisfac
      Olá galera!
      Meu nome é Camila tenho 30 anos
      1,57 de altura e 60kg
      Minhas medidas são:
      Peito 92cm
      Cintura 77cm
      Quadril 102 cm
      Coxa na prega do glúteo 63cm
      Panturrilha 33cm
      Bíceps 29cm
      Treino há 3 anos e meio 6 dias por semana.
      Tento fazer uma dieta equilibrada na medida do possível, por conta de uma rotina pesada em casa.
      Meu desejo é secar abdômen o Max possível e ganhar mais massa muscular que somente com o treino e alimentação não estou conseguindo...de um ano pra cá cresci 8 kg porém a barriga veio junto.
      Desta maneira estou pesquisando bastante sobre oxandrolona e seus efeitos, tantos os bons quantos os ruins, e confesso que tenho pavor das espinhas, pois já sofri com isso e não queria passar por esse pesadelo de novo. 
      Então minha dúvida seria qto a dosagem, tempo de uso e algum remédio q diminuísse o aparecimento de acnes.
      Se alguém puder ajudar a sanar minhas dúvidas fico muito grata galera!
      Aguardo opiniões!
      😘
×
×
  • Criar novo...