Jump to content
Sign in to follow this  
dogwhisperer

Evolução de cargas no crucifixo

Rate this topic

Recommended Posts

Gostaria de saber se há a necessidade de progredir cargas depois que se chega ao máximo que se pode aguentar no exercício de crucifixo c/ halteres (reto ou inclinado), pois há tb o risco de lesão no ombro se caso o peso for excessivo para a musculatura, também comprometendo a amplitude. Em termos de praticante não iniciante, que já tenha uma certa experiência e tempo de treino, claro.

 

Lembrando tb sobre executar o exercício com execução correta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se você aplicar a técnica correta e fizer uma progressão consciente e controlada das cargas não há motivos para ter receio.

 

Se vc puder fazer um vídeo executando tal exercício seria interessante para analisar os aspectos técnicos.

 

Abs!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pq stramonium?

Qto vc pega no crucifixo reto, por exemplo, com execução correta?

 

respondendo minha pergunta com outra? kkk... ta, execução correta, halter de 32Kg... mas citei 20 não achando que essa fosse realmente sua carga... kkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

respondendo minha pergunta com outra? kkk... ta, execução correta, halter de 32Kg... mas citei 20 não achando que essa fosse realmente sua carga... kkkk

A pergunta que fiz não foi "E aí? Qual é o máximo que vcs conseguem pegar no crucifixo reto ou inclinado" e sim foi a seguinte (repetindo):

 

Gostaria de saber se há a necessidade de progredir cargas depois que se chega ao máximo que se pode aguentar no exercício de crucifixo c/ halteres (reto ou inclinado)?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vocês aí falando esses pesos. Crucifixo é com o braço em mais que 90º, o mais reto possivel. Já vi muito atleta que não faz com 32kg, a execução correta é outra coisa, eu mesmo faço com no máximo 18kg pra não prejudicar a execução do exercício.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vocês aí falando esses pesos. Crucifixo é com o braço em mais que 90º, o mais reto possivel. Já vi muito atleta que não faz com 32kg, a execução correta é outra coisa, eu mesmo faço com no máximo 18kg pra não prejudicar a execução do exercício.

Pois é, por isso citei "execução correta", pois tb trabalho na máxima amplitude que posso, para poder tirar o máximo do exercício.

32Kg no halter teria q flexionar e muito os braços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, por isso citei "execução correta", pois tb trabalho na máxima amplitude que posso, para poder tirar o máximo do exercício.

32Kg no halter teria q flexionar e muito os braços.

 

cara, treino há 10 anos... 32Kg q te disse é na execução correta, não é fly... e sinceramente, dependendo do tempo de treino, 18, 20 Kg é pouco mesmo... quem ta nesse patamar, me desculpe a sinceridade, mas deveria focar mais no peck deck, pra depois pensar em fazer um crucifixo decentemente... não adianta fazer fisioterapia q não vai ter resultados... entendam, não estou menosprezando ninguém, pro meu tempo de treino acho q eu deveria é estar fazendo com mto mais, mas tbém prezo pela amplitude máxima e execução correta... resumindo, façam sim com execução correta, só não pirem mto, pq sem carga não tem hipertrofia... é a velha máxima do ponto de equilíbrio em tudo que fazemos na vida...

Share this post


Link to post
Share on other sites

cara, treino há 10 anos... 32Kg q te disse é na execução correta, não é fly... e sinceramente, dependendo do tempo de treino, 18, 20 Kg é pouco mesmo... quem ta nesse patamar, me desculpe a sinceridade, mas deveria focar mais no peck deck, pra depois pensar em fazer um crucifixo decentemente... não adianta fazer fisioterapia q não vai ter resultados... entendam, não estou menosprezando ninguém, pro meu tempo de treino acho q eu deveria é estar fazendo com mto mais, mas tbém prezo pela amplitude máxima e execução correta... resumindo, façam sim com execução correta, só não pirem mto, pq sem carga não tem hipertrofia... é a velha máxima do ponto de equilíbrio em tudo que fazemos na vida...

Eu fazia no aparelho com todas as placas como se tivesse brincando. Hoje faço crucifixo com 10kg, DEZ mesmo. Consigo fazer com 35kg se tentar, sem problemas, mas não vou fazer tudo errado. O maximo que já usei foi 18 pra preservar a amplitude. E realmente faço com só 10kg, mas faço tri-set com supino e flexão, chego no crucifixo quase morrendo já. E tem toda aquela coisa de prioridade, no meu caso o peso maior é no supino com progressão de cargas e diminuição das repetições.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu fazia no aparelho com todas as placas como se tivesse brincando. Hoje faço crucifixo com 10kg, DEZ mesmo. Consigo fazer com 35kg se tentar, sem problemas, mas não vou fazer tudo errado. O maximo que já usei foi 18 pra preservar a amplitude. E realmente faço com só 10kg, mas faço tri-set com supino e flexão, chego no crucifixo quase morrendo já. E tem toda aquela coisa de prioridade, no meu caso o peso maior é no supino com progressão de cargas e diminuição das repetições.

 

putz, mas 10 não é pouco não? pergunto por curiosidade mesmo, tipo, vc sente a fadiga muscular? há qto tempo vc treina, amigo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

putz, mas 10 não é pouco não? pergunto por curiosidade mesmo, tipo, vc sente a fadiga muscular? há qto tempo vc treina, amigo?

Em indas e vindas 7 anos, musculação em si como prioridade há 3,5 anos. Comecei frequentar academia  com 12 anos pra nadar porque tinha problemas respiratórios, com 13 comecei cardio e treinar pernas, com 14 comecei treinar de verdade, dedicar aos treinos com dieta, suplementação, acompanhamento, ciclos, foi com uns 15, 16 anos... Hoje tenho 19, mas com uma carga de conhecimento empírico e ate cientifico bem grande.

10kg não é pouco não cara faço supino com 30, 35, 45. As vezes 35, 45, 50... Depois faço 15 flexões até o nariz tocar o chão, e depois que faço o crucifixo, tudo seguido.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera, esse negócio de 10kg é pouco e 32kg é muito e/ou vice-versa é totalmente relativo e numa tentativa de equiparação é apenas um puro jogo de ego.

 

O que comanda é técnica e stress mecânico dentro do protocolo que foi proposto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera, esse negócio de 10kg é pouco e 32kg é muito e/ou vice-versa é totalmente relativo e numa tentativa de equiparação é apenas um puro jogo de ego.

 

O que comanda é técnica e stress mecânico dentro do protocolo que foi proposto.

 

Discordo... é temeroso afirmar isso, pq se fosse verídico qquer um cresceria sem aumento gradativo de cargas, como se bastasse apenas a periodização... o q deve existir, de fato, é um meio termo: cargas altas X estímulos diferenciados... em resumo, se o praticante consegue executar o movimento corretamente e já não alcança a fadiga, ta na hora de aumentar o peso...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não, vc não entendeu o que eu disse. Releia onde eu escrevi:

"O que comanda é técnica e stress mecânico dentro do protocolo que foi proposto."

 

Por uma questão de obviedade implícita, um treino devidamente periodizado vai levar em consideração progressão e variação de estímulo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By joaos
      Qual é a diferença entre crucifixo inclinado e supino inclinado com halteres?
    • By Luan Viana
      Manter os cotovelos semiflexionados (evitar o encaixe articular); Posicionar os alteres na linha média do tórax; Manter o tronco (curvatura natural da coluna) e quadril completamente encostados no banco; Manter os pés encostados no solo; Estender a musculatura o máximo possível; Flexionar até próximo da linha dos ombros, sem encostar um halter no outro.
    • By Talles Sucesso
      Manter os cotovelos semiflexionados; Posicionar os alteres na linha média do tórax; Manter o tronco completamente encostado no banco (curvatura natural da coluna); Estender a musculatura o máximo possível, quase tocando os braços no solo; Flexionar até próximo da linha dos ombros, sem encostar um halter no outro.
    • By Talles Sucesso
      Manter os cotovelos ligeiramente flexionados (evitar o encaixe articular); Posicionar os alteres na linha média do tórax; Manter o tronco (curvatura natural da coluna) e quadril completamente encostados no banco; Fixar os pés no solo; Estender a musculatura o máximo possível, quase tocando os halteres no solo; Flexionar até próximo da linha dos ombros, sem encostar um halter no outro.
    • By Luan Viana
      Ajustar o braço da máquina para a amplitude máxima; Ajustar o banco para que o punho fique ligeiramente abaixo da linha do ombro; Manter os braços ligeiramente semiflexionados e cotovelos para trás; Flexionar o peito dando um leve toque das mãos ao final; Estender completamente a musculatura na volta, em amplitude máxima.
×
×
  • Create New...