Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Relato cutting, efeitos do combo E.C. Com fotos.


Musclezilla
 Compartilhar

Post Destacado

1 DIA

Uns 20-30 minutos, talvez um pouco mais ou menos, começou o efeito, tomei sentado na mesa junto do almoço e na hora de me levantar o colateral era óbvio, uma leve tontura, um pouco de desorientação, aquela sensação “sem norte”. Não demorou muito para passar (10-15 minutos), o treino seria ás 14hrs, que no caso era mais ou menos uma hora depois de tomar. De começo deu aquela sensação “220 VOLTZ”, ficar ligado e tal, mas relembrando NADA ABSURDO. Tive um BOM gás, nada absurdo, mas uma diferença sensível. Inclusive na questão de fadigar mais tarde. O ar também parecia menos escasso, como se não precisasse ficar puxando ar o tempo todo, umas poucas puxadas e pronto, nada de falta de ar ou respiração ofegante.

2 DIA

Treino de pernas. Detalhe: não tenho boa vascularização, nem no meu último cutting eu tinha; minha pele está bem branca pela falta de sol e consigo ver minhas veias VERDES mas nada saltadas, sem relevo, mas nesse treino de pernas na hora de pegar a barra do agachamento (pra equilibrá-la nas costas) deu uma certa diferença na definição das veias dos deltoides e algo do peito também. Lembrando, era treino de pernas, então pra mim essa foi uma vasodilatação um pouco acima do normal, o treino foi bom, razoavelmente mais fácil, nada absurdo e nem fora do normal, mas de leve. De noite senti uma certa ardência/incomodo nos olhos e dor de cabeça. Não posso afirmar que seja exatamente pelo franol, eu não tenho o melhor sono do mundo mesmo sem droga e meus olhos as vezes pedem água pelo fato das horas no computador e et-cetera. Já nesse dia, comecei a ponderar sobre o uso da aspirina como coadjuvante.

3 DIA

Peito, tríceps e abdômen. Nada de muito diferente, eu estava bastante focado, consegui ter uma execução mais ou menos do mergulho nas paralelas – é um exercício que eu fazia muito antigamente e tô tentando voltar a executá-lo, mesmo que seja 5 repetições ou nem isso por série. Na hora de tomar a cafeína e o Franol até senti um pouco de tontura, bem mais leve do que no primeiro dia (esse primeiro dia foi bem punk perto de ontem e hoje) e no mais, tudo ok.

4 DIA

Não treinei, eu opto por treinar 4-5 vezes na semana e as vezes acho melhor dar um descanso no meio dos treinos e treinar no sábado. Tomei assim mesmo o E.C. (lembrando que até agora nada do uso da aspirina) e não tive maiores mudanças ou diferentes reações.

5 DIA

Acordei com sono (esse lance do sono é o que me deixa mais precário, mas tô trabalhando em corrigir isso), de qualquer maneira me alimentei direito e tomei o E.C. que me deu uma zoadinha na cabeça mas quase imperceptível (ele deixa um pouco desnorteado, mas agora foi só uma cócega). O treino rendeu, especialmente o levantamento terra que fiz com aumento de carga e a desenvoltura foi boa também. O bom desse troço é que ele acorda mesmo, não te faz ir pra academia igual o Lêonidas, mas dá uma acordada legal.

6 DIA

Dia de descanso, aproveitei e fui jogar basquete com uns amigos (até pra fazer algum aeróbico, porém sem jejum), jogamos quase duas horas (não chegou a tanto). Nada de anormal, a disposição até que tava boa, ah, o colateral das dores de cabeça tava bem presente neste dia.

7 DIA

Domingo de descanso e último dia nessa dose. Nada em específico pra se tomar nota, exceto uma certa sensação de fraqueza que atribuo a privação de carboidratos, de qualquer maneira acho prudente relatar.

8 DIA

Caguei no peidar e não fui no treino. Pior erro até agora, mas aumentei a dose como tava no script, e o efeito foi quase o mesmo que o do primeiro dia. Dá um pouco de tremilique e a cabeça viaja na maionese (até o jeito de falar meio que muda, fica mais eufórico, mais afobado...). Não é exatamente uma dor de cabeça, mas uma sensação estranha, o mais próximo que posso dizer é o tal do desnorteamento. Tô bem cansado pela privação dos carbos e talvez até pelo calor, mas vamo que vamo. De noite a dor de cabeça tava quase insuportável, agora sim tô pensando seriamente em tomar aspirina junto.

OBS DO DIA 8 (escrito um dia depois): caras, ontem DEU MEDO. Uma dor de cabeça muito forte, a respiração, a sensação do “bem estar/mal estar” ontem tava muito diferente, o colateral pegou legal mesmo, tive que tomar um remédio pra dor de cabeça e conseguir dormir depois das 3 da manhã... A sensação era terrível, achei que ia me foder de vez, deu medo, mas me acalmei, tentei ver como estava a pulsação e tudo normal...

9 DIA

Depois do puta cagaço do dia anterior, fiquei receoso na dosagem, pesquisei um pouco a respeito e fiz algo bem proveitoso: tomei a primeira dose em um horário e a segunda só 4 horas depois (eu sabia que deviam ser doses separadas, mas não do espaço de 4 horas). Resultado: boa disposição de treino - por mais que a privação de carbos esteja me matando - e sem colaterais muito fortes, apenas o leve desnorteamento. Pra tirar a prova dos 9, medi a pressão arterial e pro meu alívio estava 120/80, perfeita.

NOTA-> pra quem tá acompanhando e quer se motivar, leia: caras, agora dá bastante vontade de desistir, de jogar toalha, mas eu NÃO VOU e tenho certeza que no final vou ler esse texto e rir, esse relato aqui tá sendo na hora e acho bom partilhar isso já que vocês podem ler e achar que fui bem sucedido sem ter vontade de largar tudo, não é assim. O cansaço, o enjoo e a fraqueza são fortes, mas a vontade de atingir o objetivo e vislumbrar meu corpo muito mais próximo do que eu quero são esmagadoramente maiores. Não usei nenhum supressor de apetite e nem nada, tô na fé mesmo e é isso aí.

10 DIA

Treino de pernas, o mais fudido. Deu pra fazer agachamento de boa até, me assustei na hora do leg press, meu coração tava a mil. Caras, o bagulho se mexia dentro do meu peito como se fosse de outro planeta. A impressão é que meu coração tava quase no meu diafragma. Quem já assistiu a saga Alien sabe do que eu tô falando... Fora essa recorrência, tudo ok no treino e na tarde.

11 DIA

Treino de peito e tríceps. Aumentei um tantinho a carga do supino, deu pra fazer 10-8-6 reps. Fiz o treino bem afobado, geralmente levo 60 minutos ou um pouco mais e dessa vez fiz bem rápido, uns 45 minutos, sem alterar muita coisa, acho que tava pilhadão. No mais sem efeitos muito adversos. Ah, hoje foi dia de Arnold Classic 2014, assistir o show já dá um up na motivação, especialmente na parte de comer o que TEM que comer pra trincar.

12 DIA

Essa porra de carnaval é uma droga. Academia fechada por QUATRO DIAS. Seria meu treino de costas (dorsal, lats, romboide e eretor) e bíceps, mas academia fechada. Dormi mal no dia anterior (eita porra), tomei o EC normal e ta ok. Também foi dia de tirar medidas, postarei logo abaixo. Tiro as medidas todo dia primeiro do mês, de manhã, em jejum, sem tomar nem água.  Só acordo e vou pras medidas (acho o método mais fiel), e ta legal até.

13 DIA

Dia cuzão pra caralho, caguei demais aqui no meu foco... Mano, acabei indo dormir as SETE DA MANHÃ. Sem desculpas.

14 DIA

Por mais que o sono fosse a parte fraca, a dieta tá seguindo sem deslizes, hoje a academia fechada e tal, vou pra outra cidade num show de uns amigos e aí vou aproveitar pra um espaço em “off”. Comer algumas coisas fora, pra evitar a estagnação, adeus homeostase.

15 DIA

Acabou que não fui no show e não sai da dieta, só não to batendo os macros nesses dias de academia fechada e to dormindo ridiculamente mal. Acordei as 17h, mano, aí eu quase não tive escolha se não tomar o Franol e a cafeína mais cedo, tomei com espaço de 1 hora só. Pra que, coração a 200km/h... Tô me sentindo um lixo pela parte do descanço, e academia fechada só piora. Minha motivação foi que minha mãe, brother, minha mãe falou que vai parar de fumar, fazer dieta e exercício por que eu sou exemplo pra ela.  Esse momento valeu toda dor e esforço. Agora é tirar a poeira dos ombros, levantar minha bunda e voltar a fazer direito. Lembrando, tô a 3-4 dias cagando no treino e descanço, a dieta não saiu da linha, mas não bati os macros. É foda, galera, tô relatando isso por que essa porra TEM que dar certo e quero mostrar da forma mais nua e crua como acontecem erros e que todos eles tem conserto.

16 DIA

Acordei no horário, me alimentei direito. Só pra relatar: ontem, como não espacei as doses devidamente, até na hora de dormir meu coração parecia pesado no peito e foi complicado pegar no sono, mas consegui.

17 DIA

Meu sono tá em crise, o descanso tá quase nulo. Ainda não consegui retomar as rédeas e até faltei vários, vários treinos. Uma lástima, mas uma doença a ser curada. Os efeitos do Franol tão fortes e a dor de cabeça mais frequente. O complicado mesmo: o sono.

18-21 DIA

Em resumo esses dias eu tomei tudo corretamente, mas como tava entrando em crise na dieta/descanso, não vou relatar por que não vale a pena. Mas retomei as rédeas e tá tudo certo, nenhuma novidade no efeito.

22 DIA

Aumento da dose (45mg efedrina + 400mg cafeína em um dia e 45mg E + 500mg C no outro dia). Dose final. Nada de tremilique ou efeitos indesejados, o coração dá uma aceleradinha, mas nada desesperador (como já ocorreu previamente). Esta é minha dose final, primeiro dia de aumento da dose e também meu dia do lixo/trash day/supravit. Pra ficar bem claro, meus erros na dieta até agora foram não ter batido os macros em alguns dias, mas jamais havia saído dela (comido outras coisas) e então hoje sim, hoje comi até ter dor na barriga e vontade de vomitar. Objetivo? Criar um supravit, um aumento calórico grande pra manter o metabolismo a todo vapor. Não comi nada de doces em excesso, único doce da dieta foi meia dose de malto. Aproveitei pra comer arroz, macarrão, carne moída, suco, leite e o mais piorzinho: pão-de-queijo. Enfim, não esculachei a porra toda, mas comi em grandeee quantidade. Agora os carbos vão beirar o 50g e o 0g.

23 DIA

Treino de pernas, nesse o coração vai a mil no leg press que segue o agachamento. É o treino mais violento e o coração acelera mais que sempre, só que tomando as doses com um bom espaço de tempo, fica tranquilo...

24 DIA

Dia de descanso (é quarta-feira, logo depois do treino de pernas), doses normais, no anoitecer começou a porra da dor de cabeça do caralho. Vale salientar que nessa etapa, meu coração dá uma acelerada uns 20-45 minutos depois da dose, mas não dura mais que 15 minutos e aí fica ok.

25 DIA

Treino de peito e tríceps, de novo insônia, mesmo assim fui treinar, só que mais tarde. A insônia desse negócio é braba, especialmente por ser aí que eu mais peco.

26 DIA

É, maldita, puta, vagabunda, essa insônia fodeu meu treino. Só.

27 DIA

Sábado, normal, nada a relatar.

28 DIA

Efeitos normais, dia de pesagem, tô com 92,1 kg.

29 DIA

Dormi mal, acordei no horário, fui pro treino de abs/dorsal/lombar/bíceps ou bíceps e costas se prefererirem. Os efeitos do Franol foram um pouco mais fortes, nada demais. Nesse treino, eu tenho uma enorme gama de certeza que foi o mais exaustivo de todos, talvez da minha vida. Voltei do treino e cai no sofá de qualquer jeito, peguei no sono, imóvel, respirando muito forte, pensei que ia vomitar e desmaiar na academia. Foi bem pesado pro meu SNC, e a noite tive dores de cabeça. Portanto como foi um treino foda e um treino que deveria ter-se colocado em prática na semana passada, amanhã é dia de descanso em treinos anaeróbicos.

30 DIA

Dia de descanso. Abri a última caixa do Franol, no caso foram 4 e essa é a única remanescente. Última semana, últimos dias e lá vamos nós. Tive que encurtar o espaçamento de tempo entre as doses e a noite até a madrugada o coração acelerou de uma maneira um tanto anormal, mas não muito assustadora como já havia acontecido. Fora isso, beleza.

31 DIA

Glória, irmãos de ferro! Acordei, levantei a bunda e fui treinar. Talvez pela primeira vez na vida posso dizer que consegui ver claramente minhas veias do deltoide, isso ANTES do treino. Caras, mesmo em baixo BF minhas veias não saiam, acredito que seja sim algum efeito do Franol. Em falar que hoje foi deltoides/trapézio/antebraço e na hora do treino de antebraço começaram a aparecer algumas boas ramificações. Pra muita gente isso é bem comum, pra mim, acredito que é algo inédito dessa forma. Veias mais aparentes que nunca, ainda não tão saltadas nem nada, talvez na foto nem apareçam... mas ao vivo, quem já viu como era e como tá, dá sim uma boa diferença.

32-33 DIA

Falhei com o treino, segui a dieta e com o E.C. Nada a realatar.

34 DIA

Ante-penúltima dose de Franol. Fiquei esse tempo todo peludo, agora na finaleira fui numa clínica que faz depilação a laser e tirei um pouco o meu couro Tony Ramos. Baguio doído, a pele ficou meio irritada em alguns pontos. A dose do Franol foi ok.

35 DIA

Dor de cabeça à noite, bem na hora de dormir. Hora de descansar e ir pra – finalmente – última dose de Franol. Logo mais, foto, com o resultado de 2 semanas de cutting seguidas de 35 dias com auxílio de E.C. Lembrando, meu cutting não acaba, mas já vai um antes e depois pra galera analisar os efeitos e etc...

36 DIA

36 dias... Trinta e seis dias de Franole cafeína. Que mix, hein. Último treino em efeito direto e última dose, fracionada em 3 horários com um extra de 225mg de cafeína a mais que o normal. Treino de ombros, terminei bem, rápido e certinho. Só que realmente, não deu pra  dar aquele descanso no sono anterior e na chegada em casa foi tomar o whey e quase apagar de sono.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

É isso, galera, bagulho é louco mesmo, dá uma acelerada no coração, dá uma ligada pra te deixar esperto e acho que auxilia a queima da gordura sim, até na retenção líquida ele dá uma espantada. Pior colateral dele, pra mim, foi sem sombra de dúvidas a insônia. E é algo que eu JÁ tinha, tenho uma certa pré-disposição (eu diria) pra dormir depois de um certo custo e o E.C. só acentuou isso.

Lembrando que não fiz exames, nem antes, nem no meio e não pretendo posteriormente, nos próximos dias. Não pelo fator da efedrina. Essa foi minha irresponsabilidade, porém quando meu coração mais me assustou, consultei a medição da minha pressão e estava perfeita... 12/8. Claro, sempre tive a pressão sanguínea bem controlada, nenhum problema cardíaco e etc...

Outra coisa, o Franol, originalmente é uma droga bronco-dilatadora, remédio pra Asma. Tive Asma quando era menor, e já fiz uso desse tipo de substância (não necessariamente o Franol/efedrina), aquelas “bombinhas” e tal. Não sei se tem algo a ver, acho prudente deixar isso registrado, já que não tive colaterais forteees, talvez haja uma relação com o uso de substâncias do gênero quando mais jovem.

As minhas veias nunca foram aparentes, e agora finalmente nas últimas semanas de uso começaram a aparecer mais. Descrevo como aparentes, SEM alto relevo. Nada de veias saltadas, ainda. O caso é que elas eram bem escondidas, até no meu primeiro cutting e agora imagino eu que elas nunca estiveram tão aparentes. Caras, não é nada demais, 80% de quem treina tem as veias bem mais saltadas e aparentes, quero dizer que PRA MIM que não tinha nada praticamente, já é alguma coisa. Alguma coisa que pré-treinos como o Nano X9 não me trouxe.

Vale a pena? Vale. Vale até pela experiência, essa foi minha primeira droga usada para fim estético/muscular. Os colaterais são totalmente toleráveis, deixo o julgamento a cada um.

Durante todo o relato, não falei meu aspecto físico e nada do gênero, não de forma clara e sucinta. Deixo a foto do antes do cutting e depois do E.C.

ANTES

post-125303-0-64264600-1395978956_thumb.

MEIO/DEPOIS DO E.C.

post-125303-0-32342500-1395979007_thumb.

Sem esquecer que meu cutting tá na metade ou um pouco além da metade e ainda vou queimar bastante gordura até o final deste cutting, pode apostar.

Posteriormente coloco uma tabela com minhas medidas, se alguém achar interessante.

OBS:

Quero lembrar que treinei dos meus 14 aos 15, tendo alguns resultados bonzinhos e depois infelizmente fiquei parado por 2 anos, tendo “dado uma banda” na academia por umas duas ou três semanas SÓ, quando tava com 16; e com 17 voltei de vez e com muito sangue nozóio, agora com 18 relato o uso da minha primeira droga na minha fase de cutting.

Minha vasodilatação nunca foi das melhores, nem quando eu estava no estado da primeira foto (15 anos), até já usei (após a foto) o tal NanoX9 Hardcore Series, mas tive um efeito QUASE PLACEBO. Acreditem como preferirem, mas não coloquei muita fé naquele pré-treino, aliás, sempre tive muita insensibilidade com cafeína (não costumo ficar ligadão e nem nada do gênero, mesmo depois de várias xícaras de café preto).

 

Pode crer, tá aí o relato :] 

Editado por Musclezilla
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tudo sobre esteroides

Curso sobre esteroides anabolizantes!

Domine o uso de esteroides neste curso de 8 módulos do médico Dr. Luiz Tintore

Clique aqui para conhecer

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar

  • Conteúdo similar

    • Por Rian.odm
      Gostaria de compartilhar com vocês o conteúdo de um e-Book, produzido pelo Diogo Montenegro (Atleta Men's Physique Pro), sobre o básico da nutrição esportiva.
      Acredito que esse material ajudará a qualquer um que queira se informar mais a respeito da nutrição e a entender melhor todo o conceito por trás de cada dieta. É um pouco extenso, porém fiquem a vontade para pular para o que mais lhe interessarem.
      Importante frisar que este conteúdo foi disponibilizado gratuitamente.
      Colocarei abaixo os capítulos da forma como foram escritos.
      Capítulo 1: Calorias
      Acredito que aqui é o início e centro de tudo, se você não sabe o que são calorias então sinto te informar que você não sabe absolutamente nada sobre dieta. Mas fique calmo, acredito que assim como você e muitos outros que estão começando no meio fitness eu nem sempre soube o que são todos esses termos complicados e como isso poderia afetar o meu shape.
      No começo, sinceramente eu pensava que era apenas treinar e no máximo tomar um suplemento e pronto, não teria mais nada a se fazer! Demorou um bom tempo para entender que se eu quisesse ganhar algum campeonato realmente bom e me tornar alguém nos palcos do fisiculturismo, precisaria estudar muito mais e o “buraco” seria muito mais embaixo.
      O fisiculturismo é a formula 1 da nutrição, aqui é onde testamos muitas coisas e fazemos só aquilo que realmente funciona e é milimetricamente calculado, cada grama de comida pesada, cada ml de liquido a ser ingerida e cada hora do dia precisa ser planejada para garantir o sucesso no palco. Se você não quer pesar comida, não gosta de cozinhar e acha que é “só tomar as paradas” para ficar grande, então sinto muito, mas esse livro não é para você.
      Muitas pessoas me perguntam sobre genética no fisiculturismo e como isso afeta o esporte, minha opinião é que com toda certeza o fisiculturismo assim como em todos os outros esportes está sujeito a ter indivíduos biologicamente superiores e que naturalmente vão se sobressair, como por exemplo Ronnie Coleman, Arnold e Dorian Yates, que são caras que tem metabolismos que não se comparam a de pessoas “normais”, entretanto, as leis que vou mencionar aqui de calorias e balanço energético querendo ou não regem o mundo e com toda certeza é o que vai fazer você que está começando chegar ao nível profissional que eu estou hoje.
      Calorias são o combustível que movem o nosso metabolismo, assim como a gasolina produz micro explosões através do processo de combustão e gera energia para que os automóveis possam se locomover as calorias geram energia para que seu corpo possa fazer todos os processos que ele precisa que sejam feitos.
    • Por Keyte Luciana Cerqueira
      Tive 3 gestação e na minha última ganhei a famosa pochete , entrei na academias em abril conseguir ganhar um pouco de massa mas ainda não consegui perde a flacidez nem definir os músculos, preciso de ajuda para poder levantar minha autoestima. Minha maior dificuldade é a vontade de comer doce após o almoço tem dias que deixo de almoçar para não comer doce. Tenho interesse de começar a malhar todos os dias da semana para que possa chegar aos meus objetivos.
       
      Idade: 37anos 
      Altura: 1,60
      Peso: 60kg
      Medicações em uso (Anticoncepcional, antidepressivo, anti hipertensivo, etc...):
      NÃO 
      Problemas de Saúde e histórico de cirurgias:
      NÃO 
      Exames de sangue hormonais recentes OU que tiver recente= POSTE FOTOS (não abrimos arquivos em PDF anexados)
      NÃO
      Tempo de treino:  Abril /2021 3 vezes na semana faltando alguns dias. Comecei a fazer uso do Whey e Creatina a 15 dias.
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: NÃO 
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: NÃO 
      Divisão de treino e horário do mesmo:
      Malho 03 dias na semana a noite , sendo segunda-feira treino PERNA; quarta-feira treino glúteo sexta-feira treino PERNA.
      Dieta com quantidade de proteína/carboidrato/gordura por dia:
      Café da manhã: Pão com café ou cuscuz c/ovo  ou batata doce
      Almoço: arroz, salada, ovo frango, verduras. 
      Janta: Pão com café ou cuscuz c/ovo ou batata doce ou Inhame ou Aimpim.






    • Por Vemgraciane
      Olá pessoas, então preciso de ajuda e vi que aqui vcs orientam real quem quer melhorar. Treino desde 2016. Treino e faço dieta flexível, contando macros, pesando comidas e suprindo minhas calorias diárias desde 2019. Inicio de 2020 deu uma quebrada mas consegui ficar de boa na alimentação e assim que pude voltei pra academia. Fui sedentária desde sempre, aquela magra que tem mais gordura que massa rsrs. Mas mudei, tenho foco, sem frescura que furar dieta e dou meu máximo nos treinos. Tento sempre progredir de carga e tudo mais. Consegui ganhar massa e perder gordura. Meu percentual inicial de gordura em 2019 era quase 25%. Agora tá na faixa dos 20% (usei a calculadora do gorgonoide, quase sempre bate com a avaliação da academia). Mas já esteve na faixa dos 18% (bons tempos).
      Entretanto não tenho sucesso em ganhar volume/peso. Pq digo isso? Pq no maximo que cheguei malhando e comendo cerca de 2700kcal dia foi em 53 kg. Não ganho coxas e posteriores, gluteo nem se fala. Superiores com foco aparecem que é uma blz. Sem falar que esse peso não me agrada, sou franzina e magrinha, mesmo comendo muito e sendo forte, noto que pego as mesmas cargas das mulheres muito maiores que eu na academia.
      Enfim, tô feliz pq me encontrei e já melhorei muito, já não sou mais uma tança desgovernada. Sei que quase tudo é dieta, agua, treino, descanso. Mas tbm sei que não é só isso. Cheguei nos 30 e quero dar um gás. Sei que não vou ficar gigante(ainda), mas quero ir além, ganhar uns bons kg de massa e definição e sobretudo manter. Então tenho aqui meu primeiro frasco de oxandrolona da vida haha. São 200 cap de 10 mg. Manipulado numa farmácia de confiança. O médico que receitou tbm pôs na receita a silimarina. 
      Ahh, sou baixa renda gente, então não me julguem. O que pude fazer fiz. Exames gerais que deram ótimos resultados. Nenhum indicio de alteração hormonal, parei com o anticoncepcional tem uns 3 anos amem, vit D ok, colesterol ok (o "Bom" bem alto) e é isso eu acho. Minha dieta é básica porem eficaz, e sim sempre muito repetitiva pq sou só uma, cuido de casa, bicho, estudos, marido. Então faço uma caralhada de comida por vez: tem peito de frango desfiado, tem arroz, feijão (sem mistura), batatas em geral, cenoura, abobrinha, beterraba, tudo básico...quando saio do peito é peixe. Ovo...muito ovo. Banana, leite, whey, pasta de amendoim, goma de tapioca, muita aveia, mingau de arroz. Agora tô comendo 2400kcal dia, sem muito critério, só batendo no myfitnesspal, tô com 52kg. Não tenho feito cardio, mas farei.
      O treino, bem esse que tô fazendo agora tá meia boca, o cara da academia nova passou um treino full body bem fraco. Mas a estrutura do local é ok, tem equipamentos que ate hj não tinha usado, tipo o pra levantamento pelvico e flexor nórdico. Queria um treino bacana pra esse ciclo.   
       
      Idade: 30 anos
      Altura: 1,55m
      Peso: 52kg
      Medicações em uso (Anticoncepcional, antidepressivo,anti hipertensivo, etc...): clenil pra asma
      Problemas de Saúde e histórico de cirurgias: tenho asma mas cuido 
      Exames de sangue hormonais recentes OU que tiver recente= em anexo
      Tempo de treino: 4 anos. Sendo 2 anos com dieta OK
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: Nenhum
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: oxandrolona manipulada 200 cp 10 mg; Tenho muitas dúvidas (me ajudem nisso) por ser o primeiro ciclo e pq quero conseguir manter aquilo que ganhar. Então pensei em: num ciclo de 10 semanas: fazer 1°sem 1cap dsdn; 2°sem 1cap por dia; 6 semanas tomando 2caps dia de 8-8h; volto pra 9°sem 1cap ao dia; e ultima semana 1cap dsdn. 
      Divisão de treino e horário do mesmo: treino de 5 a 6 dias na semana em geral pelas 3h da tarde, não tenho nenhum treino digno pra postar aqui sinceramente me ajudem.
      Dieta com quantidade de proteína/carboidrato/gordura por dia: 2400Kcal dia, sendo 1g de gordura por kg de peso, 2g de proteina por kg de peso e o restante carbo. Mas costumo consumir um pouco mais de proteina em alguns dias e menos de carbo. no geral fica 20% de prot, 20% de gordura e 60% carbo. No myfitnesspal isso dá 360g de carb ; 120g de prot; e 53g de gord.
      Em geral divididos nessas refeições:
      Cafe: em geral panqueca de ovo aveia e goma, recheio pasta de amendoim ou queijo ricota ou ketchup
      almoço: peito de frango com arroz e feijão, ou macarrão, ou pure de batatas. e sempre que dá incluo legumes.
      lanche: vitamina de banana, leite, whey, pasta de amendoim e aveia
      jantar: mesmo do almoço
      Fora isso é agua, cafe com adoçante e algum chá. nd de mais.
       










    • Por fisiculturismo
      A maioria do suplementos alimentares termogênicos e pré-treino contém cafeína como principal elemento ativo. No senso comum popular, recomenda-se não se consumir cafeína em momentos próximos de dormir, porque o sono seria prejudicado.
      A sabedoria popular acaba de ser confirmada pela ciência. Uma pesquisa descrita na Science Translational Medicine foi realizada com 3 (três) mulheres e 2 (dois) homens, monitorados por 49 (quarenta e nove) dias. Foram quatro as situações de estudo:
      penumbra e pílula placedo; penumbra e pílula com 200 mg de cafeína; luz intensa e pílula placedo; luz intensa e pílula com 200 mg de cafeína; Foram medidas as taxas de melatonina (hormônio do sono produzido pela glândula pineal).
      Os participantes que tomaram a cafeína na situação de penumbra tiveram um atraso de aproximadamente 40 (quarenta) minutos no ritmo circadiano noturno, em comparação àqueles que tomaram o placebo.
      Concluiu-se que a cafeína bloqueia os receptores celulares no neurotransmissor adenosina, relacionado com a promoção do sono e redução da agitação. 
      Portanto, se quiser uma boa noite de sono, cuide-se para tomar o seu suplemento com cafeína em horário adequado. Lembre-se que o estudo comprovou que 200 mg de cafeína já são suficientes para alterar o sono. Os suplementos pré-treino ou termogênicos costumam ter doses muito maiores (há suplementos com mais de 600 mg de cafeína por dose).
      Fonte: Coffee disrupts the body’s internal clock
×
×
  • Criar novo...