Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
-Anonymous-

Duvidas sobre hcg e anastrozol no blast and cruise

Avalie este tópico:

Post Destacado

Bom galera iniciarei meu primeiro blast and cruise, mais estou em duvidas quanto as proteçoes.

O protocolo será:



Blast:

1-10 propionato 600mg/sem

1-10 boldenona 600mg/sem

6-10 oxandrolona 80mg/tsd



Cruise:

1-6 enantato 200mg/sem



A duvida é quando entrar com anastrozol e hcg? E qual dose utilizar? Como previnir o efeito rebote?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por BigBossFrank
      Fala galera boa noite, estou com uma dúvida que está me incomodando, vou começar um ciclo de boldenona, testo e Diana ou oxan, queria usar Diana, mas não me aconselharam, disseram que oxan é certeza no ciclo, mas já vi alguns aqui com Diana!!! Mas e aí galera? Posso seguir com a Diana ou não é mesmo viável, tenho 1,83 de altura e no momento com 75 kg, perdi muito devido a pandemia e não ter como malhar 
    • Por brunotm
      Bom dia,
      Tenho 26 anos, já malho há uns 8-10 anos, fiz alguns ciclos de oxandrolona/stan e deca/durateston há alguns anos, mas resolvi começar um novo ciclo visando bulking e, posteriormente, cutting se necessário. Gostaria de uma avaliação e ajuda de vocês.
      Segue, em anexo, minha avaliação nutricional de franguináceo e ciclo para análise:
       
      CICLO - BOLD + DECA + TESTO (10 SEM.):
      - SEMANAS 1-8 (Bulking):
      Deca 200mg/sem. (100+100)
      Boldenona 200mg/sem. (100+100)
      Durateston/enantato 500mg/sem. (250+250)
      Xantinon intraciclo
      Vit E 400UI/dia
      Vit D intraciclo??
      Anastrozol 0,5mg DSDN (apos 7 dias de ciclo)
      Tamoxifeno 20mg intraciclo - se ginecomastia
      HCG 250UI 3x/semana
       
      - SEMANAS 9-10 (Cutting):
      Enantato 500mg/sem. (250+250)
      OU GH
      Xantinon intraciclo
      Vit E 400UI/dia
      Vit D intraciclo??
      Anastrozol 0,5mg DSDN
      HCG 250UI 3x/semana
       
      - TPC - SEMANAS 12-16 - APÓS 2 SEMANAS DO FINAL DO CICLO:
      Tamoxifeno 20mg/dia por 04 semanas
      HCG 500UI 2x/semana por 03 semanas
      Silimarina pós-ciclo
       
       
      Aguardo a avaliação de vocês. To disposto a toda e qualquer crítica. Obrigadão desde já! 😉
       


    • Por fisiculturismo
      Em vídeo super sincero publicado em seu canal no YouTube, a atleta Dora Rodrigues revelou todas as drogas esteroides anabolizantes que usa para ficar com o shape incrível para os campeonatos de fisiculturismo.
      Essas foram as substâncias anabolizantes que a atleta confessou usar:
      Testosterona em gel bioidêntica; Masteron; GH; Oxandrolona; Turinabol; Clenbuterol; Anastrozol. Outras drogas:
      Finasterida. Efeitos colaterais relatados:
      Queda de cabelo (testosterona); Espinhas (oxandrolona); Retenção (turinabol).  
      O que você acha das substâncias utilizadas pela atleta?

    • Por Mestre
      Isso as vezes causa polêmica, e algumas pessoas escolhem o Propionato para ciclos de Cutting com a ideia de que ele aromatiza menos, e por esse motivo daria uma menor retenção de água e tendência ao acumulo de gordura.
      Na escolha do éster de Testosterona, o que difere basicamente é o tempo de ação e a meia-vida da substância.
      Apesar de algumas pessoas dizerem que o éster de cadeia mais curta como o Propionato e o Fenilpropionato, teriam a tendência de reter menos água causado por menores efeitos estrogênicos e, isso por aromatizar menos, não é bem assim que algumas obras e autores trazem essa informação, onde é citado por alguns autores, de que ésteres não alteram a atividade do esteroide pai de maneira nenhuma, e não colocam o uso de Propionato de Testosterona como droga boa para rotinas de corte1.
      Por isso que algumas pessoas que defendem que "Testosterona é Testosterona", independente da forma de administração e do éster.
      Oque se criou a cerca disso, foi meramente empírico, onde por observação ao longo dos anos se criou o fato entre as pessoas do meio do Fisiculturismo, de que Testosterona esterificada por um éster de cadeia mais curta, retem menos água por aromatizar menos.
      A única coisa mais científica a cerca disso, foi um estudo2 publicado feito em macacos, onde se cita que Testosterona esterificada por éster mais longo originou nos testes uma maior quantidade de Estrogênio no corpo, mas o modo da ação farmacológica que levou a isso, não foi bem compreendido e explicado.
      Dentro do conceito farmacológico da ação, podemos dizer que uma Testosterona baseada em um éster ao ser aplicada no formato Intramuscular, ela forma um depósito muscular, e a liberação do depósito é feita de forma gradual seguindo algumas regras dependendo do éster usado3.
      Após liberado do depósito muscular e entrando para a corrente sanguínea e metabolizada, ela é Testosterona, independente de qual éster estava anteriormente associado à ela na hora antes da aplicação.
      Algumas pessoas dizem que o Propionato aromatiza menos, pois entende-se que com uma meia-vida menor isso seria possível, mas quando se faz um uso de qualquer éster de Testosterona, aplicando ele com doses bem acima do uso clínico e fazendo isso com aplicações frequentes, que é oque fazemos em um ciclo, isso faz com que qualquer éster de Testosterona atinja no corpo oque em farmacocinética se chama Css, ou seja, a concentração em estado de equilíbrio4, e independente de qual éster de Testosterona está sendo usado, e usando ele em doses indicadas para ciclos e de forma regular, a Css irá chegar de qualquer maneira.
      Elaborado por Mestre fórum FISIculturismo
      Referências:
      1 -  William Llewellyn’s, Anabolics E-Book Edition 2011
      2 - Journal of Andrology, Vol. 24, No. 5, September/October 2003
      3 - Steroid Pharmacology -  Pharmacology 101
      4 - Farmacologia Integrada, Roberto De Lucia Jan/2008.
×
×
  • Criar novo...