Jump to content
Sign in to follow this  
Mestre

Uso de T3 e T4 com a finalidade de diminuição de Gordura

Rate this topic

Recommended Posts

Não é aconselhável o uso de T3 e de T4 para pessoas que apenas visam a diminuição da gordura corporal, a não ser que esse aumento de gordura corporal esteja vinculado a problemas de hipotireoidismo ou uma tireopausa(diminuição de hormônios da tireoide causados pela idade mais avançada).

Os hormônios da Tireoide são como o “acelerador” do corpo se comparado a um carro, pois eles que ditam as regras de quanta energia(“calorias”) cada célula do nosso corpo estaria autorizada a utilizar para seu funcionamento.

Uma quantidade reduzida desses hormônios, que pode ser um hipotireoidismo ou uma tireopausa, leva a um consumo calórico menor, fazendo com que a pessoa possa acumular gordura com mais facilidade.

T3 e T4 são hormônios liberados pela glândula Tireoide, sendo que o T3 é o que apresenta função ativa biológica 5 vezes maior do que o T4, mas a Tireoide produz T4 predominantemente em quantidades muito maiores do que a de T3.

O T4 nos tecidos alvo é convertido em T3, e esse sim passa a ter papel fundamental no metabolismo do corpo1.

A Levotiroxina comparada em farmácias, é na verdade o T4 sintético, que nos tecidos alvo vai se converter em T32 que é propriamente dito o hormônio ativo que atua no nosso Metabolismo.

Só que essa conversão nem sempre acaba em T3 ativo para agir no nosso metabolismo, pois algumas coisas interferem nessa conversão.

Em algumas situações o corpo acaba por converter o T4 no que é chamado de T3 reverso, com função biológica inativa, e essa é a forma de autodefesa do corpo, quando ele precisa poupar energia por exemplo7.

Ao fazer dietas rigorosas onde a pessoa se submete a passar fome, ou quando o intervalo entre as refeições é longo e o corpo sente a necessidade de economizar energia, ele acentua a conversão de T4 em T3 reverso diminuindo assim o metabolismo corporal7.

Uma das coisas que colaboram para diminuir essa conversão, é o stress e a liberação excessiva de Cortisol8, que inibem a conversão de T4 em T3 originando uma conversão de T4 em T3 reverso, alguns medicamentos como os glicocorticoides também atuam nessa conversão, resultando em uma quantidade maior de T3 reverso3.

É muito comum ver pessoas do meio da musculação que praticam atividades físicas em academias, usando Levotiroxina(T4 sintético) para tentar aumentar o metabolismo afim de baixar mais facilmente o % de gordura. Mas como descrito acima, nem sempre uma quantidade grande de T4 irá resultar em uma grande quantidade de T3.

Isso ocorre, pois simplesmente existem algumas pessoas que ao ingerir Levotiroxina, acabam não obtendo o resultado desejado por deficiência na conversão de T4 em T3 ativo4.

Isso também ocorre em alguns dos tratamentos de hipotireoidismo tratados com Levotiroxina(T4 sintético), nesses casos é comum atualmente alguns médicos5 citarem a indicação do tratamento com T3 sintético também, que é a forma mais ativa dos hormônios da tireoide.

O T3 na sua forma sintética já foi vendido nas farmácias antigamente com o nome de Cynomel, mas sua comercialização foi suspensa pela ANVISA, justamente pelo fato dos abusos do uso do medicamento por pessoas que tinham a vontade de emagrecer. Hoje apenas encontramos T3 para venda com receita em farmácias de manipulação.

E no caso do uso de Levotiroxina(T4 sintético) para fins de emagrecimento onde não estiver havendo resultado, como explicado acima, e a pessoa aumentar a dose, isso poderia trazer junto com o aumento da dose do T4, todos os colaterais do produto aumentados, criando uma maior possibilidade de problemas cardíacos.

Outro problema enfrentado pelas pessoas que usam Levotiroxina(T4 sintético) para diminuir a gordura corporal, é que todo T3 oriundo da conversão de T4 em T3, causa um feedback negativo sobre a Hipófise e o Hipotálamo6, oque poderia causar após a suspensão do uso da Levotiroxina um efeito rebote, onde algumas fontes apontam para uma possível tendência de aumento de peso após a Levotiroxina ser descontinuada.

Outra coisa que as pessoas que usam Levotiroxina para emagrecer as vezes desconhecem, é que a Meia Vida Plasmática dela(T1/2) é longa, e estima-se que ela demore cerca de 3 a 4 semanas para atingir sua concentração em equilíbrio(Css) na corrente sanguínea, ponto onde ela poderia estar mais ativa no corpo agindo de forma mais intensa.

Elaborado por Mestre fórum FISIculturismo

Referências:

1 - Greenspan MF. The thyroid gland. In: Greenspan FS, Strewler GJ, editors. Basic & clinical endocrinology. 5thed. London: Prentice Hall, 1997

2 – Bula do Medicamento Puran T4 - Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda

3 - Re RN, Kourides IA, Ridgway EC, Weintraub BD, Maloof F. The effect of glucocorticoid administration on human pituitary secretion of thyrotropin and prolactin. J Clin Endocrinol Metab. 1976

4 - Equilíbrio hormonal: Como perder peso entendendo seus hormônios e metabolismo, Scott Isaacs - Novo Século Livraria e Editora Ltda, 2015 

5- Dr. João Rosário Haddad - Clínica Haddad, Maringá-PR

6- Davis PJ, Davis FB. Non-genomic actions of thyroid hormone. Thyroid 1996

7 - Fisiologia Linda Costanzo - Elsevier Brasil - Tradução autorizada da edição publicada por Saunders - Elsevier Editora 2014

8 - Transtornos Alimentares e Obesidade, Maria Angélica Nunes, José Carlos Appolinario, Ana Luiza Galvão, Walmir Coutinho - Artmed Editora, 2009

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By fisiculturismo
      Em matéria publicada na revista FLEX, de dezembro de 2008, Joe Wuebben traz as oito maiores tolices de uma dieta e, ao mesmo tempo, explica como não cometê-las e o jeito correto de manter a boa forma.
      1º erro => ser sovina no café da manhã
      Comer pouco no café-da-manhã pode colocar o seu organismo em estado catabólico, o que causa a perda de massa muscular, retarda o metabolismo e impede a queima de gordura. Chris Aceto, autor do livro Championship Bodybuilding and Everything You Need to Know about Fat Loss, ensina que, com a baixa taxa de açúcar no sangue aliada à falta de proteínas recentemente digeridas, o corpo parece entrar num estado catabólico, no qual os músculos são mais queimados do que construídos. Aceto aconselha a comer grande quantidade de carboidratos pela manhã, o que aumenta o nível de açúcar na corrente sanguínea, aliviando, assim, a carga sobre as proteínas e a massa muscular.
      Veja-se que, quando se está dormindo, a condição de jejum faz com que o organismo, à procura de energia, recorra aos músculos. O ideal, segundo o artigo, é começar o dia com 80 ou 100g de carboidratos – os de rápida digestão irão imediatamente para o sangue e aqueles que são digeridos lentamente darão energia para passar o dia – e de 30 a 50g de proteínas.
      2º erro => ingerir pouca proteína
      Chega a ser ofensivo acreditar que é excessivo comer mais de 200g de proteína por dia. Aceto explica que “a proteína é igual a um reparador de danos – quando se vai para a academia, mesmo sendo um iniciante, a fibra muscular é danificada e o ingrediente primário para a sua reconstrução é a proteína”.
      A indicação da FLEX é de que o consumo de proteína precisa ser de, no mínimo, 1g por cada 1kg de nosso peso corporal todos os dias. Para hardgainers, a proporção deve ser de 1,5g a cada 1kg, por isso, a maioria dos fisiculturistas consomem, diariamente, shakes de proteína.
      3º erro => exagerar no carboidratos simples
      Wuebben clareia que a escolha dos tipos de carboidratos deve ser feita com atenção, pois, a ingestão de muitos carboidratos simples pode resultar no aumento da gordura corpórea. A melhor opção é comer carboidratos de digestão lenta, tais como inhame, batata-doce, aveia e pães integrais. Já o consumo de carboidratos simples – pão branco, doces, açúcares – deve ser mínimo, exceto, é claro, imediatamente após o treino, quando é aconselhável ingerir entre 40 e 100g de carboidratos de rápida absorção, a fim de iniciar-se a reconstrução muscular.
      4º erro => não balancear as refeições
      Em toda refeição, é preferível que a quantidade de proteínas esteja em equilíbrio com a de carboidratos, porque, consoante pontua Aceto, um prato constituído de carboidratos excessivos trará picos de açúcar no sangue, a diminuição de energia e barreiras à queima de gordura. De outro lado, quando a proteína encontra-se presente em grande número e ausentes são os carboidratos (por exemplo, tomar somente whey protein após a malhação), os aminoácidos não serão efetivamente absorvidos pelos músculos devido à carência de insulina.
      A recomendação é de que a porção de proteína seja exatamente igual a de carboidrato, um para um (1:1), com uma moderada combinação de gordura saudável. Todavia, Chris diz que “se você tem o metabolismo acelerado, sinta-se à vontade para comer mais carboidratos”.
      5º erro => eliminar as gorduras 
      É uma questão de lógica, comer gordura pode deixá-lo gordo, mas proteína e carboidrato em excesso também, logo, batatas fritas estão fora de cogitação e a boa gordura deve ser abraçada. Alimentos como ovos, salmão, carne vermelha magra e azeite de oliva são providos de “blocos de construção” para os hormônios que regulam o crescimento e a queima de gordura.
      É um erro eliminar por completo a gordura de uma dieta, pois o organismo está contantemente procurando gordura sadia, necessária à facilitação das mudanças positivas.
      A FLEX indica o consumo de uma a três gemas de ovos por dia, de carne magra uma vez ao dia – a gordura saturada encontrada num bife elevará o nível de testosterona –, de óleo de oliva em saladas, de nozes, amêndoas e amendoins. Em resumo, de 15 a 30% dos nutrientes diários devem ser provenientes da gordura saudável.
      6º erro => indisciplina 
      O fisiculturismo não é loteria; até mesmo aqueles que são agraciados geneticamente (Ronnie Coleman, Jay Cutler, Arnol Schwarzenegger) não moldaram seus físicos da noite para o dia. Isso leva tempo e, mais do que qualquer coisa, disciplina. Chris Aceto ensina que “você tem que ser disciplinado e comer corretamente todos os dias para atingir os seus objetivos e, assim, a seu tempo, o sucesso chegará”.
      7º erro => comer muito antes de dormir
      É fato que o metabolismo torna-se mais lento à noite, já que durante o dia, as pessoas são mais ativas. E, em função disso, as calorias consumidas ao final do dia ficam propensas a serem armazenadas em forma de gordura – o que acontece verdadeira e intensamente com os carboidratos.
      Isso não significa que tem-se de pular a última refeição, é só se manter longe dos carboidratos antes de ir para a cama. O ideal, de acordo com Joe, é ingerir de 20 a 40g da proteína caseína (de lenta disgestão), provendo aos músculos um afluxo constante de aminoácidos durante o sono, o que manterá o anabolismo, não o catabolismo.
      8º erro => não ter objetivo
      Em qualquer coisa que se faça, primeiramente deve-se delinear, jamais vagamente, uma meta. O objetivo precisa ser tangível, específico, claro. Com dietas não é diferente. Apenas dizer que quer ficar grande e enxuto não basta; requer-se uma dieta nutricional diferenciada. Por que os fisiculturistas devem seguir dietas diferentes antes de uma competição e fora de temporada?
      Não adianta fixar um objetivo de ganhar 10kg de massa muscular e comer como um passarinho. Você deve comer proteínas suficientes e fazer as outras coisas necessárias ao ganho de músculos, incluindo a quantia certa de carboidratos e gorduras, bem como de suplementos alimentares.
      FONTE do artigo: Revista FLEX de dezembro de 2008
    • By maurice
      Temos a taxa metabólica basal, uma quantidade de energia necessária para manter nossos órgãos em funcionamento. Sem ingestão de comida(energia), não sobrevivemos.
      Você sabia que dietas restritivas fazem com que percamos uma certa quantidade de massa de nossos órgãos? Sim, quando fazemos uma dieta restritiva, não perdemos apenas gordura e massa muscular, perdemos massa de nossos órgãos.
      Artigo: https://www.cambridge.org/core/journals/proceedings-of-the-nutrition-society/article/metabolic-adaptations-during-negative-energy-balance-and-their-potential-impact-on-appetite-and-food-intake/92FC7CC3D00F801FBC1B8F4A164ADECD
      Imagem abaixo sobre custo energético de cada órgão(lado direito da imagem) e dentre outros fatores que afetam nosso gasto e ingestão energética.

    • By Robin hood
      Fala galera do forun, beleza ? 
      Meu nome é Adriano e já tenho um tópico aberto aqui sobre aes, porém quis abrir esse para obter informações sobre alimentos no qual eu possa acrescentar na minha dieta.
      Tenho 1.77 de altura e peso 81 kg 
      Treino 5/6 X por semana. 
      Minha dieta e composta por 
      160 de proteína 
      160 carbo 
      80 gordura 
      Divido essa quantidade em 6 refeições 
      Queria que a galera me ajudasse no conhecimento de alimentos no qual eu possa adicionar na dieta. Valeu forte abraço. 

    • By Locemar
      A pressa por resultados nos leva a busca de atalhos para os objetivos. Apesar da importância de um planejamento alimentar adequado, parece um padrão sempre as mesmas perguntas:
      - Qual sua visão sobre o clembuterol?
      - O que acha de ioimbina?
      - O que você pensa sobre efedrina com T3?
      Existem muitas drogas para emagrecimento, desde os fármacos adrenérgicos (o maldito clembuterol e efedrina por exemplo) como também psicofármacos, geralmente supressores de apetite, como sibutramina e os fármacos que interferem na absorção de nutrientes (aqueles que fazem você cagar tudo que comeu) e também os hormônios T3 e T4. Os mais buscados no meio fitness geralmente são os tireoidianos e fármacos adrenérgicos. Entenda por que você deve fugir deles.
      Estes medicamentos que influenciam diretamente no seu metabolismo utilizam mais a sua gordura como fonte de energia. Seria ótimo se você não precisasse pagar o preço pelo uso:
      1. A frequência cardíaca aumentada pode gerar ansiedade, aumento da PA e riscos cardíacos;
      2. Estagnação: seu organismo vai se ajustar a vai estagnar a perda de gordura;
      3. Rebote violento e com requintes de crueldade: ao usar um medicamento que afeta o funcionamento do seu metabolismo, na interrupção da utilização você será vítima da "termogênese adaptativa" onde o corpo irá reduzir a sua maldita metabólica, gerando um ambiente de recuperação de peso num desesperado sinal de tentativa de armazenamento de energia. Tornando seu metabolismo ineficiente, você sofrerá para recuperar seu bom funcionamento e perder gordura novamente.
      Busque a SUSTENTABILIDADE ao atingir um resultado, ou seja, sustentar o resultado atingido. O que adianta emagrecer pra engordar de novo? Use a cabeça. No final, o tempo que você quis cortar usando estes medicamentos vai dobrar, então é mais fácil ter paciência pois esperar você vai do mesmo jeito.
      - Todo termogênico "corrompe" seu metabolismo;
      - todos tem risco à saúde;
      - com a utilização destes, você negligencia o mais importante aspecto - uma mudança de hábito saudável.
      Esqueça os atalhos.
      por Vinicuis Tonioli
    • By Davizir Cutler
      Fala galera beleza? Pois é estou a 2 anos parado, e voltei aos treinos a quase 3 meses para pegar algum ritmo novamente, durante esse tempo que passei parado estava com 95 kg cerca de 10-12% de bf, machuquei meu tornozelo e tambem vieram outras obrigações, termino de faculdade TCC, TRABALHO, ser PAI, MUITAS RESPONSABILIDADES que são devido de todo homem né, então acabei relaxando e adiando cada vez mais a minha volta aos treinos devido a rotina pesada e cansativa, acabei de acostumando com comodismo de não treinar e infelizmente sou ENDOMORFO ganho peso com muita facilidade e devido a tudo isso, casamento, falta de exercicios, treino, acabei engordando cerca de 25 kg, subindo demais meu BF na situação que estou hoje, mais graças a Deus ja consegui dar uma estabelecida na casa e na vida então voltei com tudo aos treinos e apesar do BF alto, vou dar um auxilio com AES mesmo, fiz exames e tá tudo dentro das normalidades e apesar de muitos dizerem que AES sempre com BF baixo, garanto a vocês que perder peso com eles, é 200% mais fácil, experiencia própria esse meu ciclo não terá de inicio um protocolo exato de CUTT ou BULK, digamos que sera uma mescla de ambos, ja estou em dieta e ficarei ciclando por volta de 06 meses interruptos, conto com ajuda de vocês é isso ai, vou descrever aqui pra vcs como farei protocolo, PREVIAMENTE BASTANTE ESTUDADO ENTÃO NÃO SOU LEIGO NO ASSUNTO, ESTUDEI BASTANTE E SERÁ ASSIM:
      PESO ATUAL: 109 KG BF - NÃO SEI.
      CICLO DE INICIO: ( ESTOU AGUARDANDO CHEGAR OS PRODUTOS)
      PRIMEIRA ETAPA (03 MESES) QUE PODE MUDAR DEPENDENDO DOS RESULTADOS:
      1-12 : DECA 400MG/SEM
      1-12 : BOLD 100MG/SEM
      1-12 : TREMBO 50MG/DSDN
      1-12 : STANO 50MG/DSDN
      4-12 : LAXOGENIN 50MG/DIA
      1-12 OXANDROLONA 10MG - PRÉ TREINO.
      1-24 : DOSTINEX 0,5MG A CADA 04 DIAS - SOMENTE SE HOUVER NECESSIDADE, FAREI EXAMES A CADA MÊS PARA MEDIR NIVEIS.
      CLENBUTEROL: AINDA NÃO VOU USAR, SÓ MAIS PRA FRENTE, MAS SERÁ PROTOCOLO 1DS/1DN COM CETOTIFENO DURANTE 30 DIAS E PARA 15.
      outros compostos usados: antes durante depois : 
      VITAMINA C, VITAMINA D, VITAMINA E, VITAMINA A, ZINCO, LUGOL 2%, CREATINA 5G, SILIMARINA, T3, T4, IOMBINA, ALCACHOFRA EM CAPS, COLAGENO (TIPO 2), CONDROITINA, ÁCIDO HIALURONICO, GLUCOSAMINA.
      Bem esses estão sendo usados diariamente para previnir e auxiliar possiveis problemas.
      EM RELAÇÃO A DIETA, ESTOU FAZENDO JEJUM INTERMITENTE COM 2 REFEIÇÕES DIA.
      01- 200G DE BATATA INGLESA + 200G DE ALGUMA PROTEINA + 03 OVOS INTEIROS.
      02- 200G DE BATATA INGLESA + 06 OVOS INTEIROS MEXIDOS COM QUEIJO + 02 TAPIOCAS PEQUENAS.
      Não contando macros momentaneamente.
      CARDIO: 30 A 60 MIN DIA, hit CORRENDO E ANDANDO NA ESTEIRA.
      BEM É ISSO, NO MOMENTO CASO TENHA ESQUECIDO ALGO ATUALIZO DEPOIS. VAMO QUE VAMO, QUANDO DER ATUALIZO FOTOS.
×
×
  • Create New...