Jump to content
Sign in to follow this  
Lamarck7

Magro, alto, e barrigudo... o que fazer??? Como perder barriga sem perder muita massa muscular? (já que tenho pouca haha)

Rate this topic

Recommended Posts

Olá! Tenho 20 anos, acho que 1,82 de altura e 71 de peso.

Sou magro, porém tenho uma barriga de chopp considerável! Tenho treinado e comido bastante, os músculos começam a crescer, mas a barriga acompanha, o que faço?

Vejam minha rotina:

08:00 Como 2 pães brancos com queijo ou manteiga, e tomo café ou leite.

9:30 treino

11:00 Feijão, macarrão, arroz, carnes, salada e ás vezes batata doce

12:00 vou trabalhar (de 12:30 ás 16:30)

- No trabalho bebo água de uma em uma hora, porém não como nada, por que não faço ideia de algo saudável pra levar e que não seja desconfortável em relação aos colegas de trabalho.

Quando saio do trabalho vou direto pra a faculdade. Acabo comendo uma coxinha e um pastel, com um del vale de 450ml ás 17:30

Tenho aula de 18 ás 22, como uma barra de whey ás 20 horas.

Chego em casa ás 22:30 e repito o almoço. Durmo ás 23:30

Ufa, que desafio, ALGUÉM ME AJUDAA? Gostaria de perder barriga sem perder muita massa muscular, já que tenho pouca! haha

 

TREINO: Peito e tríceps (seg e quin), Costas e bíceps (terça e sexta), Perna e ombro (Quarta e sábado) Domingo OFF

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, tem varios artigos nesse forum falando sobre como montar uma dieta.

Voce tem 2 opcoes:

1- Procurar um nutricionista esportivo (mais indicado).

2- Estudar mais sobre os alimentos, informação é o que não falta. ;)

Abracos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By fisiculturismo
      Em matéria publicada na revista FLEX, de dezembro de 2008, Joe Wuebben traz as oito maiores tolices de uma dieta e, ao mesmo tempo, explica como não cometê-las e o jeito correto de manter a boa forma.
      1º erro => ser sovina no café da manhã
      Comer pouco no café-da-manhã pode colocar o seu organismo em estado catabólico, o que causa a perda de massa muscular, retarda o metabolismo e impede a queima de gordura. Chris Aceto, autor do livro Championship Bodybuilding and Everything You Need to Know about Fat Loss, ensina que, com a baixa taxa de açúcar no sangue aliada à falta de proteínas recentemente digeridas, o corpo parece entrar num estado catabólico, no qual os músculos são mais queimados do que construídos. Aceto aconselha a comer grande quantidade de carboidratos pela manhã, o que aumenta o nível de açúcar na corrente sanguínea, aliviando, assim, a carga sobre as proteínas e a massa muscular.
      Veja-se que, quando se está dormindo, a condição de jejum faz com que o organismo, à procura de energia, recorra aos músculos. O ideal, segundo o artigo, é começar o dia com 80 ou 100g de carboidratos – os de rápida digestão irão imediatamente para o sangue e aqueles que são digeridos lentamente darão energia para passar o dia – e de 30 a 50g de proteínas.
      2º erro => ingerir pouca proteína
      Chega a ser ofensivo acreditar que é excessivo comer mais de 200g de proteína por dia. Aceto explica que “a proteína é igual a um reparador de danos – quando se vai para a academia, mesmo sendo um iniciante, a fibra muscular é danificada e o ingrediente primário para a sua reconstrução é a proteína”.
      A indicação da FLEX é de que o consumo de proteína precisa ser de, no mínimo, 1g por cada 1kg de nosso peso corporal todos os dias. Para hardgainers, a proporção deve ser de 1,5g a cada 1kg, por isso, a maioria dos fisiculturistas consomem, diariamente, shakes de proteína.
      3º erro => exagerar no carboidratos simples
      Wuebben clareia que a escolha dos tipos de carboidratos deve ser feita com atenção, pois, a ingestão de muitos carboidratos simples pode resultar no aumento da gordura corpórea. A melhor opção é comer carboidratos de digestão lenta, tais como inhame, batata-doce, aveia e pães integrais. Já o consumo de carboidratos simples – pão branco, doces, açúcares – deve ser mínimo, exceto, é claro, imediatamente após o treino, quando é aconselhável ingerir entre 40 e 100g de carboidratos de rápida absorção, a fim de iniciar-se a reconstrução muscular.
      4º erro => não balancear as refeições
      Em toda refeição, é preferível que a quantidade de proteínas esteja em equilíbrio com a de carboidratos, porque, consoante pontua Aceto, um prato constituído de carboidratos excessivos trará picos de açúcar no sangue, a diminuição de energia e barreiras à queima de gordura. De outro lado, quando a proteína encontra-se presente em grande número e ausentes são os carboidratos (por exemplo, tomar somente whey protein após a malhação), os aminoácidos não serão efetivamente absorvidos pelos músculos devido à carência de insulina.
      A recomendação é de que a porção de proteína seja exatamente igual a de carboidrato, um para um (1:1), com uma moderada combinação de gordura saudável. Todavia, Chris diz que “se você tem o metabolismo acelerado, sinta-se à vontade para comer mais carboidratos”.
      5º erro => eliminar as gorduras 
      É uma questão de lógica, comer gordura pode deixá-lo gordo, mas proteína e carboidrato em excesso também, logo, batatas fritas estão fora de cogitação e a boa gordura deve ser abraçada. Alimentos como ovos, salmão, carne vermelha magra e azeite de oliva são providos de “blocos de construção” para os hormônios que regulam o crescimento e a queima de gordura.
      É um erro eliminar por completo a gordura de uma dieta, pois o organismo está contantemente procurando gordura sadia, necessária à facilitação das mudanças positivas.
      A FLEX indica o consumo de uma a três gemas de ovos por dia, de carne magra uma vez ao dia – a gordura saturada encontrada num bife elevará o nível de testosterona –, de óleo de oliva em saladas, de nozes, amêndoas e amendoins. Em resumo, de 15 a 30% dos nutrientes diários devem ser provenientes da gordura saudável.
      6º erro => indisciplina 
      O fisiculturismo não é loteria; até mesmo aqueles que são agraciados geneticamente (Ronnie Coleman, Jay Cutler, Arnol Schwarzenegger) não moldaram seus físicos da noite para o dia. Isso leva tempo e, mais do que qualquer coisa, disciplina. Chris Aceto ensina que “você tem que ser disciplinado e comer corretamente todos os dias para atingir os seus objetivos e, assim, a seu tempo, o sucesso chegará”.
      7º erro => comer muito antes de dormir
      É fato que o metabolismo torna-se mais lento à noite, já que durante o dia, as pessoas são mais ativas. E, em função disso, as calorias consumidas ao final do dia ficam propensas a serem armazenadas em forma de gordura – o que acontece verdadeira e intensamente com os carboidratos.
      Isso não significa que tem-se de pular a última refeição, é só se manter longe dos carboidratos antes de ir para a cama. O ideal, de acordo com Joe, é ingerir de 20 a 40g da proteína caseína (de lenta disgestão), provendo aos músculos um afluxo constante de aminoácidos durante o sono, o que manterá o anabolismo, não o catabolismo.
      8º erro => não ter objetivo
      Em qualquer coisa que se faça, primeiramente deve-se delinear, jamais vagamente, uma meta. O objetivo precisa ser tangível, específico, claro. Com dietas não é diferente. Apenas dizer que quer ficar grande e enxuto não basta; requer-se uma dieta nutricional diferenciada. Por que os fisiculturistas devem seguir dietas diferentes antes de uma competição e fora de temporada?
      Não adianta fixar um objetivo de ganhar 10kg de massa muscular e comer como um passarinho. Você deve comer proteínas suficientes e fazer as outras coisas necessárias ao ganho de músculos, incluindo a quantia certa de carboidratos e gorduras, bem como de suplementos alimentares.
      FONTE do artigo: Revista FLEX de dezembro de 2008
    • By Luan Viana
      Posicionar-se próximo a um espaldar e apoiar a mão; Esticar as pernas; Flexionar o quadril tirando-o um pouco do solo; Contrair o abdome em todas as fases do movimento.
    • By Luan Viana
      Deitar-se no colchonete com a pernas flexionadas; Posicionar as mãos atrás da cabeça ou em frente à cabeça; Fazer a flexão do tronco com o queixo bem próximo ao peito.
    • By Talles Sucesso
      Sentar-se na bola; Posicionar as pernas de modo paralelo; Jogar o quadril um pouquinho para frente e ir deitando o tronco; Colocar as mãos na cabeça; Flexionar ao máximo o tronco; Deixar o queixo sempre em direção ao tronco, olhando-se próximo do umbigo (em outras palavras, queixo próximo ao peito); Alongar ao máximo ao final.
    • By nws1994
      Olá! Sou vegana e gostaria de ajuda/opiniões. Se puderem me ajudar, ficarei muito grata.
      Pois bem. Em meados de 2014/2015, pedi ajuda aqui no fórum porque estava acima do peso...
      Me bati um pouco, mas lá por 2016, devido às minhas tentativas de me alimentar melhor, aliada à correria do dia a dia (na época era estudante de direito e estagiava), minha gastrite nervosa e os 5km de corrida/caminhada diária consegui emagrecer. Foram 17kg.
      No segundo semestre de 2016 me tornei ovolactovegetariana e em 2017 finalmente decidi pelo veganismo.
      Com a correria dos dias atuais (agora, advogada), e aliada a perda de um irmão, literalmente broxei, e de um ano pra cá não tenho feito NADA, não me exercito de nenhuma forma, deixei o yoga que adorava e me alimento de qualquer coisa que não contenha nada de origem animal, sobretudo junk food, mas tenho consciência de que preciso mudar.
      Alguém disposto a me auxiliar de alguma forma? Seja indicando exercícios, alimentação ou exames necessários?
      Peço ajuda aqui, pois, lá trás, a despeito de ter recebido ajuda profissional, esta não foi efetiva. E com a ajuda de vocês, que sabem o que funciona e não funciona na prática, tive ótimos resultados, por isso meu retorno.
      Agradecida!! 🙏
×
×
  • Create New...