Ir para conteúdo

Um pouco de verdade sobre esteroides: perde-se tudo após o ciclo?

Avalie este tópico:


Post Destacado

  • Moderador

Há um tempo atrás muitos de nós acreditavam que bastava ciclar e fazer uma boa TPC que você manteria boa parte dos ganhos, que quanto mais você ganhasse melhor, que fazer front load e kick start era muito bom porque você conseguiria ganhar 2-4 kg por semana nas primeiras semanas, lol.

Acreditamos que ciclar deca e dura era bom para um bulk e que pra secar, trembo, testo, masteron, stano fariam a mágica, e depois TPC novamente. Outros acreditaram que blast e cruise era a salvação, que você poderia se manter on fire até atingir seu objetivo, e depois fazer uma linda TPC q estava tudo certo.

E as mulheres sempre na esperança de que aquela linda garota wellness tem um ciclo especial, e que se ela seguisse seria igual. Ou quantas de vocês meninas não se impressionaram em ganhar 4-6kg com simples stano/oxan e depois viram tudo ir para o ralo após o ciclo, e não entendem porque a garota wellness continua sempre gostosa.

Ou você jovem que não consegue entender o porquê aquele bodybuilder estar sempre grande ou o men’s physique que está sempre seco.

Nós erramos, os ganhos de um ciclo são apenas temporários, principalmente para aqueles que fazem TPC.

A TPC é muito pouco eficiente, é apenas uma medida mais rápida de colocar as coisas em ordem. Mas como manter os ganhos de 1000-2000mg de hormônios semanais se após uma TPC seu corpo vai estar produzindo apenas os ~50mg semanais de testosterona (ou ~4mg semanais na mulher)? 

Atletas que mantém um shape grande e seco dificilmente param com os hormônios ou vivem em intervalos curtos de parada.

Lógico que para os atletas das categorias mais leves (culturismo clássico, ~70-80 kg) e para as atletas femininas bikini/wellness é plausível manter um shape razoavelmente bom natural em OFF (~8-12%de BF) se sua genética for de alto nível.

Ciclos com deca, boldenona, testosterona, drogas de meia-vida longa em geral, são muito supressivos e após o uso você vai passar meses com eixo inibido enquanto se perdem seus ganhos.

Somente os frangos (tipo ciciar com 60-70kg, tendo 1,70~1,80m de altura) se iludem com esses ciclos, porque eles ganham 10~15kg e por adaptação o corpo conseguem manter boa parte, simplesmente porque naturalmente ele conseguiria aquilo se fosse mais dedicado e paciente.

Os caras mais novos também parecem responder melhor a TPC, recuperação do eixo mais rápida, isso facilita.

Mas não me perguntem sobre ciclo mágico, não existe, o que você mantém após um ciclo é somente aquilo que você conseguiria natural.

Ter grandes ganhos é burrice, ganhar rápido é ilusão (muita retenção), esperar manter o que ganhou após uma TPC é ingenuidade, a menos que vc seja frango, aí até com PH vc vai bem.

abraços, dudu haluch

- texto retirado da página do Dudu Haluch

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um texto desmotivador, eu diria. Da ótica de quem acredita que vai estabelecer um marco, uma virada espetacular em seus resultados de forma vitalícia ao "ciclar". Pelo que leio por ai e li aqui, é um caminho a ser percorrido enquanto se quiser manter o shape conquistado.. De tempos em tempos, o atleta tem de refazer seu ciclo, gradativamente aumentando as doses pra manter o nível dos resultados ou aumenta-los. Entendi errado?

 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Exato. Na verdade é algo muito simples de entender.

Eu sempre uso pra explicar às pessoas o exemplo do álcool. Se o cara quer sair pra noitada e ficar doidão, ele começa a beber. Em determinado ponto da noite ele já está naquele grau de embriaguez que queria. Se ele parar de beber o que vai acontecer? O que ele precisa fazer pra continuar bêbado?

A ideia é a mesma. O cara pra continuar bêbado tem que continuar bebendo senão o efeito passa e ele volta a ficar sóbrio. Com esteroides não é diferente. A pessoa só atingiu determinada condição por causa da droga no organismo, se ele retira a droga, o corpo tende voltar ao estágio natural. Por isso que não existe essa de "depois é só manter". Pra manter, tem que continuar usando.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito boa a postagem....muito ruim pra minha coragem hahahahaa

Pensei em iniciar...mas não sabia se Teria que continuar dps loucamente...ja vi que se quiser manter, e não murchar como um balão furado, terei que seguir este ritmo pro resto dos meus dias...Não. ..Não quero isso :(

FiquFiquei triste...mas eh o que ttem pra mim....paciencia, dieta e rezar MT pra ter algum ganho considerável :???:

 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...

Sendo uma mulher com muita dificuldade de hipertrofiar, será que rola de manter parte dos ganhos? A lógica é que se meu corpo natural não chega naquilo, ele não é capaz de manter os ganhos? Porque se for assim, não vale, ainda mais pelos riscos de colaterais :(

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Sendo uma mulher com muita dificuldade de hipertrofiar, será que rola de manter parte dos ganhos? A lógica é que se meu corpo natural não chega naquilo, ele não é capaz de manter os ganhos? Porque se for assim, não vale, ainda mais pelos riscos de colaterais :(

Como explicado no texto, quem é iniciante pode ser que consiga manter alguma coisa se os ganhos forem dentro do limite genético da pessoa, mas isso tudo vai depender da sua dieta. Geralmente quem não consegue ganhar peso é porque está errado na comida (erro aliás, cometido por 90% das pessoas em geral).

Um ciclo leve fará você ganhar volume e a tendência depois é seu corpo voltar ao estágio natural, mas pode ser sim que você mantenha alguma coisa. É difícil dar certeza pois são muitas variáveis envolvidas.

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Locemar,  

Sou uma franga kkkkkk

Tenho 72k e 1.71m....pensando em fazer um ciclo com Oxan somente. ..20mg por 8 semanas...meus objetivos não são altos...apenas mais um pouco de ganho, 2...4k, pois estou ficando muito "seca" p meu tamanho :/  e até começar a  aparecer os ganhos que fazem diferença, não queria ficar assim...Então se eu continuar C a dieta e o mesmo treino q uso durante o ciclo, após,  tenho chances de não "murchar" demais? 

E mais uma dúvida, estou usando na dieta, 2g de proteína p cada k de peso...ciclando eu teria q aumentar essa ingestão?  

Mas td isso é só uma hipótese ainda...nada concreto. Sei q ainda sou MT novata  p isso...

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

A sua genética vai determinar o quanto você irá perder. Não posso te prometer se irá manter boa parte dos ganhos ou se irá perder tudo pois são fatores subjetivos que podem mudar de pessoa pra pessoa. O certo é que ninguém mantém tudo que ganhou num ciclo, isso é fato. Claro que se após o uso você mantiver sua rotina e dieta as perdas serão menores.

O uso de esteroides aumenta tua síntese proteica. Seu corpo trabalha mais rápido e absorve melhor os nutrientes então deve-se sim aumentar a ingestão de proteínas. O que não adianta é continuar comendo da mesma forma após o término que é um erro muito comum quando as pessoas acham que comendo mais irão manter o que ganharam no ciclo e por isso acabam engordando. A dieta deve sempre ser ajustada pra realidade de cada um.

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre o texto eu diria: "Exato"

*Passam-se anos e eu continuo vendo um gama de adolescentes iludidos entrando nas academias e quem em três ou quatro meses buscam resultados de anos treino. 
**Outro erro quanto uso prematuro na minha opinião: O sujeito na maioria das vezes não conhece seu corpo no que diz respeito a treinamento de alta intensidade, ele acredita saber treinar, mas não sabe, ele acredita saber exigir mas não exigi, enfim...

Os mitos sobre este assunto são dos mais variados e a discussão é longa...

Att
 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Moderador
Em 03/11/2015 13:30:13, ailinha disse:

E, levando em consideração um pouco a "saúde", qual o intervalo mínimo entre ciclos para se manter e elevar os ganhos em mulheres?

Não existe tempo certo, tudo vai depender do organismo da pessoa e do tipo de droga(s) usada(s). Algumas pessoas têm mais colaterais que outras, algumas tem organismo mais resistente. A dose e o tempo do ciclo também influencia muito. São vários fatores a serem analisados e o que melhor vai definir se a pessoa pode continuar usando ou não são os exames clínicos para controlar as taxas hormonais, colesterol, fígado etc.

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Mestre desfixou tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
  • Conteúdo similar

    • Por Nocivo
      Gostaria de tirar uma dúvida , tenho um capital de investimento 25k(25 mil reais) e gostaria de saber quais equipamentos séria necessário para produzir steroids anabolizantes(oral) maquinário, sal, toda uma estrutura para montar um LAB Underground
       
      Não sou químico ou algo dessa área minha área é financeira mas sempre estive dentro da musculação e gostaria de seguir esse mundo quem sabe né!? Todas as dicas serão de grande ajuda! Obrigado pela atenção.
       
      Att. Sr.Nocivo
    • Por Toxi
      Visto o grande número de usuários que buscam respostas sobre ciclos, estou elaborando meu próprio guia de ciclo e TPC. O texto é breve e direto, não vou explicar a ciência por ter escolhido isso e aquilo, até porque poucos leem.
      É importante que saiba que ninguém vai montar um ciclo pra você aqui no fórum, se precisa de ajuda especializada procure um coach. Eu e outros aqui no fórum prestamos esse tipo de serviço, é melhor que fazer coisas no escuro.
      A primeira coisa a se definir é o objetivo: bulk (aumento de massa muscular) ou cut (diminuição de gordura corporal)? Alguns ainda preferem classificar bulk em limpo e sujo, pra mim só existe bulk que não deve ser nem totalmente limpo e nem muito sujo. Importante lembrar que antes de fazer qualquer ciclo, você precisa ter certeza de que sua dieta e treino estão adequados, é preciso fazer uma contagem do gasto calórico diário e definir a ingestão de proteínas, carboidratos e gorduras conforme seu objetivo, do mesmo modo, é preciso avaliar encurtamentos musculares, desvios posturais e músculos deficientes pra elaborar um treino que seja o adequado pro seu corpo. Se você está naquela de que tal exercício é bom pra isso, evitar comer tal alimento é o ideal pode abandonar aqui, sem dieta e treino esqueça de usar esteroides. Esqueça!
      Quando se trata de hormônios anabolizantes, sempre é preciso estar magro pra poder usar. A gordura corporal atua como um órgão endócrino, ela sequestra os esteroides e os converte em estrogênio (que em excesso vai te engordar mais ainda, além de aumentar sua propensão a outros efeitos colaterais) além de que a gordura também gera uma condição inflamatória através da produção excessiva de citocinas inflamatórias, isso combinado com esteroides não é legal, você tem um risco muito mais elevado de dano vascular, cardíaco e trombose. E é importante lembrar que danos vasculares são irreversíveis.
      Pois bem, tendo isso em mente o ideal que sempre preconizo é o seguinte: bulk se você tem até 12~13% de BF, cut se você tem até 14~15% de BF e se tiver mais que isso apenas dieta. Só dieta mesmo, termogênico só se usa com menos de 10% de BF. E sempre ter um peso mínimo para usar esteroides, antes de usar qualquer hormônio você precisa pelo menos saber treinar e comer adequadamente, pois os esteroides não fazem nada além de potencializar o resultado da sua dieta e do treino. Homens com menos de 70kg não devem e mulheres com menos de 50kg não devem nem pensar em usar, porque nesse ponto é extremamente fácil melhorar as medidas sem o uso de hormônios.
      Todo mundo pensa que só se progride usando hormônios. Saudades da época que você fazia o necessário para ter resultados, e isso normalmente se limitava a treino e dieta, que aliás, quase ninguém faz direito.
      "Ah, mas eu faço dieta e treino certinho."
      Sua dieta é composta em mais de 80% de alimentos não-industrializados? Ela respeita sua necessidade biológica de ingestão de cada nutriente? Sabe qual a quantidade de minerais e vitaminas está ingerindo? Sabe quantas calorias tem sua dieta? Seu treino é adequado a seus desvios posturais ou é aquele treino que você faz os exercícios que pegam bem? Respeita seu descanso? Você chega a falha muscular em pelo menos 1 série de cada exercício?
      Talvez não esteja tudo tão certinho assim, não é...
      Eu também vos deixo a "equação de Toxi", é um algoritmo bastante simples pra saber de certeza quando não usar esteroides. A equação é a seguinte:
      Para HOMENS
      (Sua altura em centímetros) + (Percentual de Gordura %BF) - 100 - (Seu Peso) <= 20
      Para MULHERES
      (Sua altura em centímetros) + (Percentual de Gordura %BF) - 100 - (Seu Peso) <= 25
      Ou seja, a soma da sua altura com o seu BF, menos o seu peso e menos 100 não pode dar um valor acima de 20 caso seja homem e 25 caso seja mulher. Vamos exemplificar, um homem com 1,80m de altura, BF de 14% e 90kg de peso ficaria assim:
      180 + 14 - 100 - 90 = 4
      Agora, se você está dentro desses números, não quer dizer que seja adequado usar esteroides, isso apenas quer dizer que você tem um mínimo de aporte muscular e que está fazendo algo direito, por isso talvez (eu disse talvez) posas cogitar o uso de esteroides. Lembrando que se você homem tem mais de 16% de BF ou mulher tem mais de 30%, esqueça o uso de esteroides, vá fazer dieta e treinar até atingir um valor adequado!
      Se não se encaixou nesses modelos, esqueça de usar esteroides. Apenas em casos muito específicos é que se pode burlar essa equação, mas este não é um guia para avançados, apenas para indivíduos que estão começando o uso de hormônios.
       
      E agora, quais esteroides escolher?
       
      A primeira etapa é classificar os hormônios pra não confundir seis com meia dúzia. Existem um receptor celular chamado de Receptor Androgênico, ele é sensível a certos tipos de esteroide e pouco responsivo a outros. Existem os esteroides que atuam através deste receptor e outros esteroides que atuam por outras vias bioquímicas, sendo assim, o ideal caso você vá combinar hormônios, é usar esteroides de diferentes vias pra evitar competição dos hormônios por uma via, enquanto a outra está sendo pouco utilizada. A classificação é a seguinte:
      Forte atividade relacionada ao receptor androgênico: deca, boldenona, oxandrolona, trembolona, masteron, turinabol e primobolan.
      Fraca atividade relacionada ao receptor androgênico: dianabol, hemogenin, stanozolol e halotestin.
      A testosterona é um hormônio um tanto neutro, ela tem sinergia com qualquer esteroide e eu recomendo que esteja sempre presente em ciclos masculinos.
      Antes de exemplificar os ciclos, é importante dizer que qualquer droga pode ser usada tanto pra bulk quanto pra cut, a diferença é que algumas aparentemente funcionam melhor de uma maneira do que as outras. Eu mesmo já vi vários ciclos de bulk com oxandrolona e stanozolol trazerem bons resultados, assim como cuts contendo deca e dianabol serem muito efetivos. Mas vamos demonstrar alguns modelos de ciclos conforme exemplificamos até agora.
       
      Exemplos de ciclos MASCULINOS
      Ciclo iniciante cut ou bulk (o melhor pra se começar)
      1-8 Testosterona 300~600mg/semana
      3-8 Pode adicionar algum oral em 30mg/dia (stano, diana ou oxan)
       
      Ciclo cut ou bulk (iniciante e intermediário)
      1-8 Testosterona 400~600mg/semana
      3-8 Oxandrolona 40~60mg/dia
       
      Bulk intermediário (ideal para %BF mais baixo)
      1-8 Testosterona 400~600mg/semana
      5-8 Dianabol 40~60mg/dia
       
      Ciclo intermediário cut ou bulk
      1-10 Testosterona 400~600mg/semana
      1-10 Boldenona 400~600mg/semana
       
      Ciclo intermediário cut ou bulk
      1-8 Testosterona 400~600mg/semana
      3-8 Stanozolol 40~60mg/dia
       
      Ciclo intermediário Bulk
      1-8 Testosterona 400~600mg/semana
      1-8 Deca 200~400mg/semana
       
      Bulk intermediário/avançado (ideal para %BF mais baixo)
      1-10 Testosterona 400~600mg/semana
      1-10 Deca 200~400mg/semana
      6-10 Dianabol 40~60mg/dia
       
      Cut intermediário/avançado (ideal para %BF mais baixo)
      1-12 Testosterona 200~500mg/semana
      1-12 Boldenona 400mg~600mg/semana
      6-10 Stanozolol 40~60mg/dia
       
      Bulk avançado (somente para usuários experientes e com BF baixo)
      1-10 Enantato de testosterona / 500~800mg
      1-10 boldenona / 400~600mg
      1-10 deca / 400~600mg
      5-10 Dianabol / 50~60mg
       
      Cut avançado (somente para usuários experientes)
      1-12 Testosterona 200~500mg/semana
      1-4 Oxandrolona 40~60mg/dia
      5-12 Trembolona 175~350mg/semana
      5-12 Masteron 175~350mg/semana
       
      Exemplos de ciclos FEMININOS
      Ciclo Iniciante
      1-6 Oxandrolona 15mg/dia
      7- Oxandrolona 10mg/dia
      8- Oxandrolona 5mg/dia
       
      Ciclo Intermediário bulk ou cut
      1-8 Primobolan 200mg/semana
       
      Ciclo Intermediário Bulk ou Cut
      1-7 Stanozolol: ORAL 20mg/dia; INJET 50mg/dia sim, dia não
       
      Ciclo Intermediário Bulk ou Cut
      1-8 Boldenona 150~250mg/semana
       
      Ciclo Avançado Bulk
      1-8 Deca 50~200mg/semana
       
      Ciclo Avançado Bulk ou Cut
      1-10 Boldenona OU Primobolan 100~200mg/semana
      7-10 Oxandrolona OU Stanozolol 10~20mg/dia
       
      Um ponto importante também a ser destacado são os protetores usados intra ciclos para otimizar sua recuperação na saída deles, lembrando sendo que um aporte vitamínico adequado é essencial para isto funcionar. O uso de HCG é sempre uma opção válida em qualquer estrutura de ciclo, pois dessa forma o corpo ainda é estimulado a produzir hormônios por conta própria. Uso de inibidores de aromatase (IA) como anastrozol, letrozol ou exemestano, podem e devem ser utilizados mediante apresentação de sintomas de conversão acentuada de testo livre em estrogênio, cuidado com o uso indiscriminado para não lhe causar queda muito brusca neste hormônio que pode acarretar em diversos colaterais indesejados, e ainda pode lhe dificultar a recuperação pós ciclo. Diferentes estudos comprovam que níveis ideais de prolactina e estrogênio melhoram a sensibilidade a insulina, a queima de gordura e também o anabolismo. Não se deve zerar estrogênio e prolactina, apenas mantê-los controlados. Existem muitos sintomas da alteração no estrogênio, mas alguns, como problemas sexuais, podem ocorrer tanto no excesso quando na falta de estrógenos e prolactina, por isso o ideal é sempre monitorar com exames de sangue. Saber como estão os hormônios apenas pelos sintomas é pra quem já é experiente, e fez muitos exames de sangue, associando os resultados a sintomatologia, não será tão eficiente você apenas ler quais são os sintomas e tomar os devidos procedimentos.
      Vitaminas essenciais que devem existir sempre, ciclo e TPC, poderíamos citar: Vitamina E, C, D, minerais como magnésio e zinco e aminoácidos como a Taurina, que contribui para a saúde testicular. Isso seria uma base.
      Vamos as dosagens (um modelo):
      Vitamina ? 5~10 mil UI/DIA 
      Vitamina E: 400 ui /DIA
      Vitamina ? 500~1000 g / DIA
      Magnésio: 300-400 mg/DIA
      Zinco: 20~40 mg/DIA
      Taurina: 1000~2000mg/DIA (durante o ciclo e/ou na TPC)
      HCG (durante 75% do ciclo): 500~750 ui/SEMANA ( 2 ou 3 aplicações de 250 ui)
      IA: (Sempre preferir de farmácia antes de manipulados): 1 comp a cada 3/4 dias e diminuir o intervalo caso sinta necessidade. OBS: Ao chegar ao fim do ciclo aumentar o espaçamento entre as doses para poder tira-lo durante a TPC.
      O uso de Oxandrolona, Stanozolol, Oximetolona (hemogenin), Turinabol, Dianabol e mesmo o uso dos outros esteroides em doses mais altas acaba por causar estresse no fígado, por isso, você pode optar por usar um protetor hepático. A recomendação aqui é o uso de Acetilcisteína (também conhecido por NAC) na dose de 600 a 1200mg por dia e SAM-E na dose de 200 a 500mg por dia. Esqueça Tribulus e Xantinon, eles não tem real efeito para quem usa esteroides. Leia o tópico abaixo, se tiver dúvidas.
       
      A Terapia Pós Ciclo (TPC)
       
      Esta é uma parte crucial em qualquer ciclo, mas que muitos dão pouca importância. Boa parte dos usuários de esteroides está interessada apenas nos resultados que os hormônios oferecem, mas poucos dão a devida atenção aos efeitos colaterais indesejáveis e como remediá-los após o uso. 
      Terminado o ciclo, alguns colaterais ficam se mantém no usuário e precisam ser tratados, os mais perceptíveis são decorrentes do desbalanço hormonal (acne, tristeza, depressão, impotência sexual, desânimo, etc.), colaterais bastante comuns, mas não tão perceptíveis são a hipertensão, colesterol alterado, danos vasculares e elevação de marcadores inflamatórios. Problemas mentais podem ocorrer de maneira silenciosa também, muitas vezes o indivíduo não percebe a mudança mental que ocorreu consigo mesmo. Alguns medicamentos e suplementos podem ser incluídos em uma TPC para atenuar esses colaterais e restabelecer o mais rápido possível suas taxas alteradas, vou por abaixo as substâncias mais utilizadas (e eficazes) usadas atualmente nas terapias pós-ciclo de esteroides:
      - TAPER DOWN
      Não é uma substância, mas sim um método. Consiste em reduzir vagarosamente a dose dos esteroides ao fim do ciclo, por alguns é o chamado modelo pirâmide. Permite uma transição mais tranquila do estado com perfil hormonal bastante androgênico e anabólico (usando esteroides) para o estado pouco androgênico e anabólico (sem esteroides). Em homens não funciona, não vou explicar aqui os motivos porque iria alongar muito o tópico.
      - Ashwagandha - 400 a 600 mg antes de dormir
      Adaptógeno que regula o cortisol, eleva naturalmente a produção de testosterona, além de ser anticancerígeno. Tem leve efeito calmante.
      - Longjack - 200 a 400 mg antes de dormir
      Ótimo efeito antioxidante, também eleva a testosterona naturalmente, especialmente em indivíduos com deficiência na produção deste hormônio (como é o caso de indivíduos após o uso de testo).
      - Ginkgo Biloba (ginkomed) - 80 a 200 mg antes de dormir
      Um dos melhores suplementos para tratar colaterais mentais, pode ser usado durante e após o ciclo. Além disso, alivia colaterais vasculares por melhorar a pressão arterial. Recomendo o uso.
      - Vitamina E - 200 a 400mg em refeições com gordura
      Protetora do fígado, antioxidante, contribui para elevar a testosterona em casos de deficiência. Recomendo o uso durante o ciclo e após, o ideal é usar sempre (mesmo que não esteja usando esteroides).
      - Vitamina D3 - 5000 a 10.000ui em refeições com gordura
      Incontáveis benefícios contra o câncer, diabetes, deficiência de testosterona e sistema imune. Recomendo o uso contínuo também, visto que demora semanas pra concentrar na corrente sanguínea e trás benefícios apenas a longo prazo. Usar apenas na TPC não adianta.
      - HCG (Gonadotrofina Cariônica Humana) - 500 a 5000 ui por semana
      Esse hormônio simula o hormônio Luteinizante (LH) que é quem induz a produção de testosterona pelo testículo ou pelo ovário. Recomendo usar na TPC apenas quando não usar intra-ciclo, mas pra mim, doses de 500 a 750 ui por semana durante o ciclo é mais eficiente.
      - DHEA (dehidroepiandrostenediona) - 50 a 100 mg por dia (preferencialmente antes de dormir)
      Hormônio produzido pela glândula supra-renal, é base pra produção de testosterona ou estrogênio. Também tem efeito calmante, neuroregulador, contribui para elevar a testosterona pós-ciclo e reverter a disfunção erétil.
      - Tamoxifeno - 10 a 40 mg por dia (eu prefiro dividir a dose em 2x ou tomar tudo antes de dormir)
      Modulador seletivo do receptor de estrogênio: compete pelo estrogênio em tecidos específicos, como na hipófise, pituitária e nas mamas. Aumenta o hormônio Luteinizante (LH) o que eleva a testosterona.
      - Clomifeno - 25 a 100 mg por dia (eu prefiro dividir a dose em 2x ou tomar tudo antes de dormir)
      Modulador seletivo do receptor de estrogênio. Age de maneira similar ao Tamoxifeno, há quem prefira misturar ambos, eu gosto de usar apenas um, geralmente prefiro Tamoxifeno porque tem menos colaterais e o custo/benefício é melhor.
      - Anastrozol - 0,5mg de 4 em 4 dias até 1mg por dia
      Medicamento inibidor de aromatase, age desativando a enzima aromatase que é quem converte hormônios androgênicos em estrogênio, também eleva o LH. É meu IA preferido, gosto de usá-lo durante o ciclo quando precisa controlar o estrogênio, mas também após o ciclo caso esteja acompanhado de HCG. Em doses baixas é eficiente sozinho pra uma TPC, podendo até excluir o uso de Tamoxifeno ou Clomifeno. A combinação de Anastrozol e DHEA costuma ser muito boa para tPC. Causa rebote, mas se você reduzir a dose devagar isso não é problema. Nunca vi um caso de rebote de Anastrozol quando feito o desmame, diminua a dose pela metade a cada 1 ou 2 semanas até suspender o uso e não vai ter problemas.
      - Exemestano - 12,5 a 175 mg por semana
      Medicamento inibidor de aromatase, muito mais potente que Anastrozol, caríssimo, porém não causa rebote. Nunca compre manipulado, medicamento manipulado não funciona e é sempre preferível pegar um anastrozol de farmácia que custa 50~60 reais do que qualquer manipulado. A dose deve ser usada com cautela.
      - Letrozol - dose bastante variável
      Mais potente dos inibidores de aromatase, precisa ser usado com muita cautela, é fácil zerar o estrogênio e ficar se sentindo mal por semanas. Recomendo cautela a quem for usar e começar sempre com uma dose baixa, como 1/4 de comprimido a cada 4 dias.
      - Ômega 3 - 1 a 10 g por dia (podendo usar mais)
      Suplemento básico intra e pós-ciclo, deve estar presente na vida de todo usuário de esteroides. Melhora o colesterol e diminui os marcadores inflamatórios. Mesmo doses de 1 ou 2 g por dia já trazem ótimos benefícios. Apenas use ômega 3 animal (de peixe ou tubarão), pois o vegetal possui péssima biodisponibilidade.
      - Creatina - 3 a 5 g por dia (podendo usar mais numa fase de saturação)
      Ótimo suplemento para melhora da força, hidratação celular e captação de glicogênio pelo músculo. Gosto de prescrever na TPC de ciclos bulk, especialmente para manter a força e rendimento muscular. Uso de 1 a 2 meses contínuo, depois é recomendado uma pausa, até porque tem o efeito reduzido depois desse período.
       
      Importante lembrar que não existe TPC pra uma droga ou pra outra, alguns esteroides costumam agredir mais o corpo, por tanto requerem uma TPC mais intensa e duradoura, enquanto outros não. Para ciclos com drogas orais e normalmente menores que 6 semanas, o uso de fitoterápicos e suplementos já é suficiente. Para ciclos com drogas injetáveis por tempos maiores de 6 semanas a TPC precisa ser mais intensa, você pode usar apenas algumas ou todas as substâncias indicadas. HCG e Anastrozol na TPC não requer uso prolongado, 3 a 4 semanas costuma ser suficiente, mas os fitoterápicos e suplementos você pode usar por muito mais tempo. Minha indicação é que a TPC tenha a mesma duração do ciclo (obviamente não precisa usar tudo do começo ao fim).
      Praticamente todos esses itens você pode encontrar ou solicitar manipulação no site da http://www.barbozaomanipulacao.com.br/ e utilizando o cupom CASSIO10 ainda garante 10% de desconto.
       
       
      Exames de sangue
       
      Após um ciclo ou mesmo após uma TPC é importante fazer exames de sangue para identificar o que foi alterado durante o ciclo, abaixo cito os principais exames de sangue a serem feitos (mas não necessariamente os únicos):
      - TESTOSTERONA TOTAL E LIVRE
      - HEPATOGRAMA (TGO, TGP, GAMA GT)
      - 25-HIDROXIVITAMINA D
      - CREATININA
      - UREIA
      - HEMOGRAMA COMPLETO
      - FERRO SÉRICO
      - FERRITINA
      - PERFIL LIPIDICO (LDL, HDL E TRIGLICERÍDIOS)
      - CORTISOL PLASMÁTICO
      - ESTRONA - E1
      - ESTRADIOL - E2 
      - PROLACTINA
      - PSA
      - PROTEÍNA C REATIVA
      - HOMOCISTEÍNA
      Além disso, é recomendado que usuários recorrentes de esteroides façam exames mais específicos, como ultrasom hepático, eletrocardiograma e/ou ecocardiograma para identificar alterações no fígado e coração que possam não ser detectadas nos exames sanguíneos. Leve para alguém capacitado ver os exames, principalmente se algo estiver fora dos valores de referência (mínimo ou máximo).
       
      Confira o tópico abaixo, ele ajuda a encontrar substâncias para sua TPC e proteção intra-ciclo.
       
      O tópico foi escrito por mim (TOXI) com ajuda do @FrancoSirena e ainda pode sofrer alterações.
    • Por Iseenlive
      Oxandrolona ciclo feminino.
      Bom, vamos lá..
      Treino a um pouquinho mais de um ano, há uns 3 meses estou com personal. Em janeiro irei numa nutróloga afim dela me passar certas coisinhas pra me ajudar tanto no ganho de massa quanto dar aquela secada na gordura restante... entretanto sempre gosto de pesquisar bastante pra já ter uma noção do que ela poderá me falar, e pra tambem, caso as coisas não ocorram como o planejado. 

      Tudo que encontrei na internet sobre oxandrolona e ciclo feminino foram informações bem variadas, desde tpc pra mulheres até que mulher não precisa de tpc... enfim, gostaria de uma possível sugestão de ciclo/dose e afins pro meu caso... 
      Tenho 20 anos
      1,65 cm
      58-60kg
      Tambem vi bastante informação sobre alguns suplementos pra serem usados durante o ciclo pra evitar alguns colaterais...
       
      Obrigaduu
       
    • Por clari
      Depois de fazer ciclos e atingir o shape desejado, é possível manter esse shape sem usar mais esteróides? Ou "Uma vez ciclando, para sempre ciclando"?
      Sei que essa pergunta deve ser muito feita, mas gostaria de ler as opiniões pessoais de vocês acerca disso. Obrigada.
    • Por Fábio da silva
      Já treino a algum tempo e gostaria de saber como ciclar. Com esses esteroides? A dose , por quanto tempo etc
       
×
×
  • Criar novo...