Ir para conteúdo

Dificuldades para desenvolver parte superior do peito

Avalie este tópico:


Post Destacado

Malho há 6 meses, estou conseguindo um corpo melhor, mas meu peito não esta crescendo como as outras partes do corpo. Tenho dificuldade para desenvolver principalmente a parte superior, já pesquisei, procurei em vídeos, coloquei em prática, mas não está dando certo.

Poderiam me ajudar? 

Obrigado 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Moderador

Muito dos problemas para desenvolver peito dependem da técnica errada. Outra coisa pra levar em consideração é o tempo pra que isso aconteça. Com 6 meses de academia, por quanto tempo você tentou melhorar o peito? Essas mudanças são lentas mesmo e não será em 1 mês que isso vai mudar.

Se você tiver instagram, procure pelo nilton amorim moreira, ele ensina técnicas muito boas de treino que vão melhorar seu rendimento. 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Teoricamente, pegada fechada estimula mais o tríceps. O problema é saber o quanto é essa pegada fechada. A gente daqui nao tem como avaliar isto sem te ver.

E no IG dele tem dicas sobre peitoral sim, basta procurar e a maioria com vídeos. 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, Locemar disse:

Teoricamente, pegada fechada estimula mais o tríceps. O problema é saber o quanto é essa pegada fechada. A gente daqui nao tem como avaliar isto sem te ver.

E no IG dele tem dicas sobre peitoral sim, basta procurar e a maioria com vídeos. 

 

Malho peito duas vezes por semana,  não conto repetições, mas faco até a exaustão 

Obrigado locemar 

Malho peito duas vezes por semana, não conto repetições, mas faco até a exaustão 

2 horas atrás, fisiculturismo disse:

Tá treinando só peito num dia? Treinando até a exaustação em cada série? Adotando técnicas de biset, priorizando a negativa, movimentos lentos, tempo de descanso suficiente...

Dê mais detalhes do seu treinamento!

 

Malho peito duas vezes por semana,  não conto repetições, mas faco até a exaustão 

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Mas pra fazer duas vezes na semana seu treino tá muito longo. Pullover é pra costas e não peito (apesar disso gerar controvérsias) e não precisa fazer 2 exercícios pra parte superior. Supino inclinado, reto, declinado e voador já são o suficiente pra destruir qualquer peitoral.

Acho que a questão a ser avaliada aí é a sua técnica. Erros muito comuns num treino de peito:

  • Cotovelos alto demais
  • Pouca amplitude
  • Ombros elevados
  • Ombros projetados à frente

No supino reto e no declinado, tente trazer a barra na altura dos mamilos, muita gente erra em deixar os cotovelos erguidos paralelos ao solo, isso tira o trabalho do peitoral e sobrecarrega o ombro.

A amplitude é outro ponto fundamental que se vê muita gente errando. O movimento correto é trazendo a barra até o peito, ou muito próximo dele. Qualquer coisa além disso está errado.

Mantenha os ombros baixos em qualquer exercício de peito. Sabe o movimento de encolhimento dos ombros? Então, faça o inverso e empurre-os pra baixo, e mantenha essa posição durante todo o movimento.

Da mesma forma, as pessoas erram em projetar os ombros à frente, principalmente ao final do movimento. Para evitar isto, mantenha o peitoral estufado, ombros baixos e projetados pra trás, isso em qualquer exercício de peito, assim você isolar mais o peitoral.

Bem provável que com essas técnicas sua carga diminua, mas deixe o ego de lado e faça estímulo correto.

ou para curtir

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Luan Viana
      Ajustar o banco para que a pagada das mãos fique ligeiramente abaixo da linha do ombro; Ajustar a pegada das mãos para o mais próximo possível do corpo (proporciona mais amplitude ao movimento); Pegar o aparelho de modo que os punhos e cotovelos fiquem alinhados na posição de 90º (na "metade do caminho"); Fazer a extensão do cotovelo sem fazer o encaixe articular ao final; Alongar o máximo que conseguir para trás; Sempre manter alinhado o punho e o cotovelo; Manter as escápulas unidas; Deixar a cabeça em posição neutra (sem movimentação).
    • Por Luan Viana
      Deitar sobre um colchonete; Posicionar as mãos ao lado do corpo, mais ou menos na linha média do tórax; Manter a cabeça em posição neutra; Manter o tronco, quadril e pés sempre alinhados; Posicionar os pés na largura do quadril para mais conforto; Fazer a extensão do cotovelo, sem fazer o encaixe articular; Descer tudo, bem próximo ao chão, sem encostar nele.
    • Por Talles Sucesso
      Manter os cotovelos ligeiramente flexionados (evitar o encaixe articular); Posicionar os alteres na linha média do tórax; Manter o tronco (curvatura natural da coluna) e quadril completamente encostados no banco; Fixar os pés no solo; Estender a musculatura o máximo possível, quase tocando os halteres no solo; Flexionar até próximo da linha dos ombros, sem encostar um halter no outro.
    • Por Talles Sucesso
      Alinhar os halteres ligeiramente mais abertos do que a linha dos ombros (os punhos devem estar alinhados com os cotovelos no ângulo de 90º); Manter o tronco e quadril encostados no banco (curvatura natural da coluna); Fixar os pés no solo; Flexionar os cotovelos para baixo com o máximo de amplitude possível (descer os halteres além da linha do tronco) e na linha média do tórax; Estender os cotovelos ao máximo mantendo os halteres paralelos (sem encostar os halteres ao final e sem realizar o encaixe articular).
    • Por Talles Sucesso
      Deitar no banco apoiando completamente o tronco, o qual deve se mantido ereto e apoiado durante toda a execução; Manter os dois pés no solo; Pegar a barra com as mãos na largura aproximada dos ombros; Manter os cotovelos fechados; Descer a barra próximo ao diafragma (alinhar a mão e o cotovelo ao vetor do centro de gravidade); Subir a barra com o máximo de amplitude, sem fazer o encaixe articular;
×
×
  • Criar novo...