Jump to content
Sign in to follow this  
phenrique1020

Dieta: quantas calorias diárias e qual divisão de macros? 40-40-20?

Rate this topic

Recommended Posts

Olá, pessoal.

Assim como hoje está sendo meu primeiro acesso ao site, logicamente este está sendo meu primeiro tópico pedindo a ajuda de vocês.

Eu venho pesquisando há mais ou menos um mês sobre como dividir os macronutrientes em minha dieta, assim como a minha ingestão calórica. Não sou profissional nisso mas pratico exercícios físicos e musculação há mais ou menos 3 anos (digo abertamente que há mais ou menos um ano que criei vergonha na cara e decidi mudar). Quando consegui perder 20 kg em um mês, seja eles de água ou não, eu não sabia nem pensava em procurar saber mais de dietas. Apenas fechei a boca e segui uma dieta básica de peito de frango, batata-doce e ovos, retirando arroz e feijão, passado por meu professor da academia. Até que mudei e comecei a pesquisar mais.

Então vamos aos fatos:

Eu fiz um calculo sobre meu peso e altura e constatou-se que que devo consumir 3410 kcal/dia -20% (devido aos exercícios que faço de 4~5 dias/semana), sendo o total 2728 kcal/dia. Quero fazer uma dieta com os macros 40-40-20, mas estou achando a qtde. de calorias alta demais para um dia só. Sendo que tenho 1,76m de altura e 120 kg acho essa ingestão de kcal alta demais.

Minha pergunta é: vocês acham que essa caloria/dia está adequada para meu tipo físico (endomorfo)? E os macros 40-40-20 seria uma boa para reduzir meu peso do jeito certo ou seria isso mesmo? Eu, quando sigo a dieta à risca, consumo em média 1900~2000 kcal/dia, podendo nem chegar a isso, mas não sinto nem um tipo de vertigem ou algo do tipo.

Aguardo a ajuda de cada um de vocês e peço desculpa se minhas dúvidas viraram quase um artigo. Peço desculpas também se saí da regra do fórum, sendo que, como eu disse, é a primeira vez que acesso o mesmo. Obrigado!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

   Não encontrei no seu texto quais são os macronutrientes associados às referidas proporções. Normalmente a gente cita proteínas por primeiro, gorduras totais por segundo e carboidratos por terceiro. Se for essa a distribuição que você pretende, isso é praticamente uma dieta paleolítica. Ou quem sabe, você já entrasse em cetose e caísse numa low carb. O blog do Dr Souto é uma referência que daria as recomendações necessárias pra esse assunto.

 

   Agora, se os macros forem 40% de carbos, 40% de proteínas e 20% de gorduras, seria uma dieta tradicional, baseada em pirâmide alimentar. Só que a pirâmide está desequilibrada, ao meu ver, pois as gorduras, pelo menos para o praticante de musculação, precisariam subir aí pra oscilarem em torno de 30%. Na mesma direção, pra ter energia suficiente, os carboidratos precisariam subir pra 40 a 50% pra assegurar energia pra treino intenso. Já as proteínas, se você for natural, podem baixar pra ficarem entre 25 a 30%, que mesmo assim assegurariam o 1,6 g/kg necessários pra esportes de força.

   Há um site chamado BodyRecomposition, mantido por um fisiologista chamado Lyle McDonald, onde ele debulha essas informações. Há os artigos e os livros dele. Esse cidadão costuma ter um mantra que reza o seguinte: 1) estipule seu saldo calórico a ser consumido (já com o deficit ou superavit para emagrecer ou engordar); 2) deste saldo retire a quantidade necessária pra proteínas; 3) com o saldo remanescente de (2), defina as quantidades de gordura e carboidratos, a depender do que queira seguir (dietas cetogênicas, peleolíticas, tradicionais, etc).

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, Jaraqui disse:

Olá,

 

   Não encontrei no seu texto quais são os macronutrientes associados às referidas proporções. Normalmente a gente cita proteínas por primeiro, gorduras totais por segundo e carboidratos por terceiro. Se for essa a distribuição que você pretende, isso é praticamente uma dieta paleolítica. Ou quem sabe, você já entrasse em cetose e caísse numa low carb. O blog do Dr Souto é uma referência que daria as recomendações necessárias pra esse assunto.

 

   Agora, se os macros forem 40% de carbos, 40% de proteínas e 20% de gorduras, seria uma dieta tradicional, baseada em pirâmide alimentar. Só que a pirâmide está desequilibrada, ao meu ver, pois as gorduras, pelo menos para o praticante de musculação, precisariam subir aí pra oscilarem em torno de 30%. Na mesma direção, pra ter energia suficiente, os carboidratos precisariam subir pra 40 a 50% pra assegurar energia pra treino intenso. Já as proteínas, se você for natural, podem baixar pra ficarem entre 25 a 30%, que mesmo assim assegurariam o 1,6 g/kg necessários pra esportes de força.

   Há um site chamado BodyRecomposition, mantido por um fisiologista chamado Lyle McDonald, onde ele debulha essas informações. Há os artigos e os livros dele. Esse cidadão costuma ter um mantra que reza o seguinte: 1) estipule seu saldo calórico a ser consumido (já com o deficit ou superavit para emagrecer ou engordar); 2) deste saldo retire a quantidade necessária pra proteínas; 3) com o saldo remanescente de (2), defina as quantidades de gordura e carboidratos, a depender do que queira seguir (dietas cetogênicas, peleolíticas, tradicionais, etc).

Entendi, Jaraqui.

No caso seria 40 - proteina, 40 - carbo - 20 - gordura. Então eu teria que reduzir a qtde de proteina e aumentar um pouco no carbo?

Fiz essa tabela hoje com os alimentos a serem consumidos por mim diariamente, mas não atingi os limites de nenhum dos macros. Veja:

 

Horários   Alimento Calorias Carboidratos Proteínas Gorduras Totais Fibras Sódio Gramas mL Unidade    
                             
07h00 Café da manhã Pão de forma light 136 0 3,5 0,8 1 184 - - -   Proteína 150
    Requeijão light 80 1,1 2 7,5 - 70 - - 1   Déficit 44,2
    Leite integral 120 10 5,8 6 0 105 - 200 -      
                          Carboidrato 150
09h00 Lanche da manhã Banana maçã 130 33 2 0,5 4 2 - - 2   Déficit 13,5
                             
12h00 Almoço Arroz Integral 120 25 3 1 2 0 100 - -   Gordura 50
    Feijão carioca 105 26 7,2 0 9 4,8 40 - -   Déficit -7,4
    Peito de frango cozido 151 0 29 3 0 0 100 - -      
    Batata Doce 125 28 2 1 0 0 100 - -   Calorias 2100
    Folhas - - - - - - - - -   Déficit 303
                             
15h00 Lanche da tarde Pão de forma light 136 0 3,5 0,8 1 184 - - 1      
    Requeijão light 80 1,1 2 7,5 - 70 - - -      
                             
17h00 Pré-Treino Shake subst. De refeição 210 - 17 2,6 5 253 - 335 -      
                             
20h00 Janta Ovo cozido 284 2 23 20,7 - 43,2 - - 4      
                             
22h00 Ceia Leite integral 120 10 5,8 6 0 105 - 200 -      
                             
  Total   1797 137 106 57,4 22 1021 340 735 8      

 

O que eu posso fazer para melhorar esses índices? Te agradeço.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu não sou muito adepto da comida light, nem gosto de fazer lanches contendo fundamentalmente somente um dos macronutrientes. A cada refeição eu tento ingerir ao menos 15 g de gordura para que me bata uma saciedade. A proteína eu também busco distribuí-la ao longo do dia.

 

Por isso eu tiraria todos os lights e o shake e colocaria comida mesmo... 

Seguem alguns exemplos:

  • arroz integral, batata doce, batata inglesa, aipim e macarrão integral;
  • castanha de caju, castanha do pará, nozes, granola integral, farelo de aveia
  • azeite de oliva e banha de porco
  • feijão, grão de bico, lentilha e evilha
  • ovo caipira, alcatra, salmão, frango caipira (preferir cozidos e assados ao invés de fritos)
  • leite desnatado
  • maçã, mamão, banana, abacaxi, manga, etc
  • alface, tomate, cenoura, brócolis, etc (sempre montar uma salada tri-color)

Segue um cardápio em que eu tentei comer bonitinho....

http://www.myfitnesspal.com.br/food/diary/VozaoVsBF?date=2015-12-02

Repare que tem até um chocolatinho (biscoito da sorte que o Pepe Legal dava pro cachorrinho dele) perdido ali no meio.

No entanto, observe que eu consumi ao final do dia quase 60 g de fibras. Isso me faz "esquecer" de ter fome.

O cuidado a ser tomado é a necessidade das contas baterem, isto é, você pesar os alimentos e, ao final do dia, chegar a um consumo calórico 15 a 30% abaixo do que foi o seu gasto calórico, caso seu objetivo seja cutt (diminuir o percentual de gordura corporal).

 

Pessoalmente eu só como produto processado quando estou sob tortura, ameaçado, com síndrome do pânico, cinco a seis horas sem comer, etc. Exemplos: iogurte, danoninho, biscoito recheado, cheetos, etc.

 

Quando tudo está sob controle um vez a cada 21 dias eu solto o Godzilla eu como e bebo pra caralho, sem medir nada. Toco o fôda-se mesmo. Depois corro atrás do preju...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passo 1: Estrutura da dieta
Isso de comer de 3 em 3 horas ou não terá resultados hoje em dia já se sabe que é um mito, a frequência das refeições não é tão relevante assim pros resultados e sim o que você come diariamente. Nada impede de você comer de 1 em 1 hora como até mesmo de 6 em 6 horas.
Mas usaremos essa estrutura de se alimentar de 3 em 3 horas por ser a mais simples de montar uma dieta.

A partir da hora que você acorda, coma de 3 em 3 horas. Por exemplo, se uma pessoa acorda as 7:30, ficaria assim: refeição 1 as 7:30~8:00; refeição 2 as 11:00, refeição 3 as 14:00, refeição 4 as 17:00; refeição 5 as 20:00; refeição 6 as 23:00. Dormir por volta de 00:00.




Passo 2: Proteínas
Um bom nível de proteínas gira em torno de: 2g~3g para kg que você pesa.
É interessante ter proteínas em todas as refeições, com um foco especial na refeição logo após seu treinamento, nesse horário você deve colocar pelo menos 30% da proteína da sua dieta.

Então, coloque 30% da sua proteína na refeição logo após o treinamento e divída o resto pelas demais refeições (dê prioridade de mais proteínas para a refeição que deve vir 1~2 horas antes do seu treino e para a última).




Passo 3: Carboidratos e gorduras
Já com as proteínas na dieta, veja quantas calorias falta até chegar no número que você conseguiu no passo 2 e complete com carboidratos e gorduras.
Sei que é chato ouvir isso novamente, mas aqui é extremamente pessoal. Mas claro que sempre há uma base para dar.

Independente do objetivo é legal colocar no mínimo 1g de gordura para kg que vc pesa. Você pode distribuir essa quantia de gordura pela dieta à vontade, apenas evite jogar na refeição pós-treino, pois os carboidratos são mais importantes nesse horário.

Agora com os níveis de gordura mínimos já encaixadas na dieta, vamos ao restante das calorias:
Para ganho de massa magra: Jogue todo o resto das calorias em carboidratos. Coloque 50% desses carboidratos na refeição pós-treino e o resto divída pela dieta.
Para perda de gordura: Geralmente as pessoas tendem a perder mais gordura em dietas com baixo carboidrato, portanto adcione ainda mais 0,1~0,5g/kg de gordura na dieta e o restante em carboidrato (50-100% desses devem estar na sua refeição pós-treino).



Passo 4: Dia do lixo
O dia do lixo é um dia da semana que você tira para relaxar e comer como/quando quiser. É importante para quebrar a rotina, matar a vontade de algumas coisas que ficam restritas durante a semana.

Para quem busca ganho de massa magra não precisa se preocupar muito, coma à vontade mas sem exageros.
Para quem está em dieta de redução de gordura se torna um pouco mais delicado, não devemos extrapolar tanto as calorias. Uma faixa legal é jogar 50% a mais do que você usa na sua dieta (se você faz uma dieta de 2000kcal, no dia do lixo você pode comer até 3000kcal). Mas deixo claro que o dia do lixo em cutting é necessário, 


Passo 5: Manutenção da dieta
Agora sua dieta está pronta, parabéns. Mas você deve sempre estar atento para modificações.

Nas dietas de ganho de massa magra: Verificar se esta ganhando peso e que peso é esse: gordura ou músculos? Se estiver ganhando muita gordura, é legal abaixar as calorias. Se não estiver ganhando peso algum (passar mais de 2-4 semanas sem ganhar nenhuma grama), é hora de aumentar as calorias.

Nas dietas de perda de gordura: Com o tempo o metabolismo tende a se acostumar e com isso a perda de gordura fica minimizada/nenhuma. Portanto, ao passar 1 semana sem perder nenhum kg, está na hora de abaixar as calorias. Não tire das proteinas, sempre vá retirando os carboidratos e gorduras (preferencialmente tirar os carboidratos).

Uma dica: Nunca se pese ou tire medidas depois do dia do lixo, no geral nesse dia as pessoas comem muitas comidas lotadas de sódio e isso pode causar uma retenção hídrica, que pode influênciar o peso e medidas e acabar confundindo os resultados da dieta. Procure sempre verificar peso/medidas, no mínimo, 2 ou 3 dias após o dia do lixo. Exemplo: Se faz o dia do lixo no domingo, não use a segunda, terça-feira para checar os resultados.

Edited by Wellingtoncorrea

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By maurice
      Temos a taxa metabólica basal, uma quantidade de energia necessária para manter nossos órgãos em funcionamento. Sem ingestão de comida(energia), não sobrevivemos.
      Você sabia que dietas restritivas fazem com que percamos uma certa quantidade de massa de nossos órgãos? Sim, quando fazemos uma dieta restritiva, não perdemos apenas gordura e massa muscular, perdemos massa de nossos órgãos.
      Artigo: https://www.cambridge.org/core/journals/proceedings-of-the-nutrition-society/article/metabolic-adaptations-during-negative-energy-balance-and-their-potential-impact-on-appetite-and-food-intake/92FC7CC3D00F801FBC1B8F4A164ADECD
      Imagem abaixo sobre custo energético de cada órgão(lado direito da imagem) e dentre outros fatores que afetam nosso gasto e ingestão energética.

    • By Robin hood
      Fala galera do forun, beleza ? 
      Meu nome é Adriano e já tenho um tópico aberto aqui sobre aes, porém quis abrir esse para obter informações sobre alimentos no qual eu possa acrescentar na minha dieta.
      Tenho 1.77 de altura e peso 81 kg 
      Treino 5/6 X por semana. 
      Minha dieta e composta por 
      160 de proteína 
      160 carbo 
      80 gordura 
      Divido essa quantidade em 6 refeições 
      Queria que a galera me ajudasse no conhecimento de alimentos no qual eu possa adicionar na dieta. Valeu forte abraço. 

    • By Neloco
      Galera Bom dia,
       
      Estou voltando a malhar e estava procurando uma proteina para ajudar e acabei em deparando com esse whey, porém procurei laudos e relatos mas não encontrei nada sobre eles, algum de vocês já usou?


×
×
  • Create New...