Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Cirurgia, mudança de hábitos, mente e corpo sãos


Post Destacado

Cirurgia, mudança de hábitos, mente e corpo sãos

Por Rodrigo Muzi

Mais do que emagrecer, a cirurgia bariátrica a que fui submetido há seis anos me garantiu saúde e qualidade de vida.

Tenho 33 anos. Em 2010, então com 27 anos, cheguei a 130 quilos. Vinha de algumas tentativas frustradas para emagrecer. Fiz várias dietas, praticava atividades físicas. E como nada deu resultado decidi pela cirurgia.

O que buscava naquele momento era saúde, pois devido ao meu excesso de peso já estava com pressão alta e início de diabetes. Confesso, inclusive, que quando o sinal de alerta começou a piscar eu já estava desmotivado e absolutamente sedentário.

Certo da minha decisão, operei, mudei de hábitos, de vida e estou muito satisfeito com o resultado alcançado até agora. Já eliminei 60 kg e saí do manequim 60 para o 40. E com 60 quilos a menos o esporte voltou para a minha vida.

Troquei de profissão e voltei a estudar – desde 2013 estou cursando Educação Física na faculdade Universidade Vila Velha e me preparando para entrar no mercado de trabalho. Estou muito feliz com minhas escolhas e o melhor de tudo... Tenho conseguindo trazer para minha vida os conhecimentos e teorias acadêmicas.

É uma caminhada diária em busca de corpo e mente sãos... E nessa jornada, além de me empenhar nos treinos de força e da periodização dos treinos desenvolvidos por mim mesmo, ainda conto com o acompanhamento de um nutrólogo e de nutricionista,

Meus treinos são por intensidade de grandes grupos pelo sistema ondulatório, sempre adequando as cargas no limite. Optei por esse sistema porque a periodização ondulatória induz a aumentos percentualmente maiores na força muscular se comparado ao modelo linear.

Atualmente, treino musculação cinco vezes na semana e procuro sempre aliar esta atividade com outros esportes, como surfe, altinha, futevôlei, ciclismo e natação. Como moro numa cidade litorânea, consigo conciliar bem essa “programação”.

Além da prática esportiva, a alimentação é fator essencial nesta “nova vida”. Como de três em três horas e minha dieta é à base de carboidrato, legumes, frutas e proteínas. Como tenho um gasto de energia diário muito grande, a suplementação complementa tudo aquilo que não tenho como absorver através de alimentos. Consumo Whey Protein, Caseína, Creatina, Glutamina e BCAA. Olho para trás e fico satisfeito com o que vejo. Volto a dizer... Mais do que emagrecer, o que, de fato, ganhei de presente foi saúde. Saúde e vida! E é isso o que vale!

1501812_10202959984903461_384742942_n.jpg

1891172_10203464129186753_1498629763_n.jpg

10520599_10205547569871468_5732808691317067606_n.jpg

IMG_1155.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Sinedrol

Emagreça rápido sem passar fome!

Conheça o suplemento que tem feito grande sucesso nas redes sociais com vários relatos de emagrecimento

Clique aqui para conhecer

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
  • Conteúdo similar

    • Por br3nnr
      Olá pessoal, início pedindo um norte quanto ao que proceder com o shape no momento.
      Minha ideia seria remover um pouco dessa camada de gordura abdominal que me incomoda um pouco e depois subir pra um off-season bem feito.
      Fiquem a vontade pra ajudar!
       
       
       
      Idade: 24
      Altura: 187
      Peso: 80
      Medicações em uso (Anticoncepcional, antidepressivo,anti hipertensivo, etc...): nenhuma
      Problemas de Saúde e história de cirurgias: nenhum
      Exames de sangue hormonais recentes OU que tiver recente= sim
      Tempo de treino: 2/3 anos
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: nenhum
       
      Divisão de treino e horario do mesmo: Segunda  a Sexta 17h - 19h (1:20  de treino + aeróbico) Aeróbico: 30 minutos -  Também aeróbico em jejum todos os dias (45 minutos).
      Panturrilha e abdômen dia sim/dia não.
      A- Quadríceps e ombro.
      Mobilidade antes do treino.
      Agachamento livre - 1 série pra aquecimento 10kg cada lado pra 15 repetições, 4 séries pra 8/12 repetições.
      Leg 45° - 4 séries 12/18 repetições 
      Agachamento articulado - 4x12 
      Extensora - 4x15
      Flexora - 4x10
      Cadeira flexora - 4x10
      Elevação lateral
      Puxada queixo 
      Elevação frontal no pulley 
      Desenvolvimento ombro com alteres
      Posterior de ombro na máquina.
      B- Peito + tríceps (4x8/12)
      Peito máquina 
      Fly inclinado 
      Supino declinado 
      Peito no pulley (inferior de peito)
      Máquina peitoral (esse apenas 3 séries pra exaurir o restante do músculo) 
      Tríceps testa 
      Tríceps corda 
       
      C- Costas, Trapézio e e bíceps (4x 8 a 12)
      Barra pra aquecer 4x
      Puxada frente 
      Puxada baixa 
      Remada curvada 
      Remada unilateral 
      Levantamento terra 
      Encolhimento trapézio
      Bíceps máquina 
      Rosca unilateral
      Rosca martelo 
       
       
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia:
      Proteína: 160
      Carboidrato: 90gr 3 dias pra 250 high 
      Gordura: 60gr
      Obs, com excessão da primeira refeição que não tem carbos, as demais eu dou variada nelas batendo sempre os macros do dia.
       
      Refeição 1: 90 gr frango + 3 ovos brancos
      Refeição 2 (almoço) : Músculo moído 150gr + 100 arroz + caldinho do feijão (esse eu não peso) + legumes e salada 
      Refeição 3: 120gr frango + aveia + banana 
      Refeição 4: 120gr frango + arroz ou batatas 
       
      + Whey da integral que jogo no café sem açúcar pra bater as proteínas (fica bom demais).  
      EU sempre peso todos os alimentos e régulo dentro dos meus macros do dia. O que acontece é que sempre dou uma mudada por comodidade mesmo, tenho total disponibilidade de manter os mesmos alimentos por dia. 
      Proteínas que uso são peito de frango + Músculo moído. Carboidratos são arroz branco, batata inglesa, banana, aveia e pão integral e fonte de gordura gosto de abacate + azeite (tô com 30 pacotes de 120 gramas de abacate congelado no freezer) kkk

       
       
      Líquidos: 4 - 5 litros dia
      Fotos 

       





    • Por fisiculturismo
      Assista à entrevista com o atleta de fisiculturismo Alexandre Cardoso e descubra como um desnutrido conseguiu se tornar um campeão de fisiculturismo. Essa história motivacional demonstra que todo mundo pode ter o shape que quiser, basta ser disciplinado e se dedicar. Além do vídeo, publicamos uma entrevista escrita.
      1) Nome completo:
      Alexandre Cardoso e Silva.
      2) Como é conhecido(a) no meio do fisiculturismo (apelido):
      Vin Diesel, Torero, Careca.
      3) Data de nascimento:
      26/01/1990.
      4) Cidade em que nasceu e cidade em que vive atualmente:
      Brasilia/DF.
      5) Qual esporte praticava antes da musculação:
      Atletismo, durante 10 anos.
      6) Quando começou a treinar com pesos e por qual razão:
      Comecei a treinar com 15 anos, para melhorar o rendimento no Atletismo e porque eu era diagnosticado com desnutrição.
      7) O que mudou na sua vida depois que começou a treinar:
      Tornei-me uma pessoa mais determinada, disciplinada e motivada a alcançar metas. Aprendi que não devo esperar por outras pessoas, caso eu queira algo, devo buscar e batalhar por esse objetivo.
      8 ) Treina sozinho ou com parceiro:
      Sempre estou cercados de parceiros de treino, ter alguém ao seu lado orientando, corrigindo e ajudando faz toda a diferença. Vamos dizer que tenho vários parceiros, há alguns mais fixos, como é o caso da minha namorada, que treina comigo em média umas 3 vezes na semana. Particularmente, é a melhor parceira para o treino de membros inferiores, os amigos choram muito e acabam puxando o treino para trás.
      9) Como é a série atual de treinamento:
      Geralmente treino ABCDE, um grupo muscular por vez, de maneira bem estruturada e periodizada. A programação em média dura de 3 a 4 semanas, sempre tentando melhorar os fundamentos de hipertrofia.
      Por ter feito muitos anos de atletismo, tenho facilidade em elaborar treinos intervalados de alta intensidade. Não sou adepto de treinos tensionais, creio que não vale a pena correr os riscos que ele oferece.
      Não faço e não gosto do aeróbico em jejum, também não acredito em treinos hipercurtos. No entanto, o principal é não tem o que inventar, o treinamento resistido é básico. Vou pela metodologia de tempo sob tensão.
      10) Qual é o exercício de musculação preferido:
      Agachamento livre.
      11) Qual é a sua filosofia de treino e motivação:
      Treinar é uma palavra forte, tento buscar e alcançar o programado, superar o que é difícil de fazer, tentar melhorar a cada repetição. Acredito muito no treinamento, ele faz uma diferença enorme nos atletas e até mesmo nas pessoas que não o são, o treinamento bem feito e intenso não faz mal a ninguém, pelo contrario, só colheremos frutos.
      Podemos dizer que eu sou o cara que gosta de treinar mais do que qualquer outra coisa na vida, é uma necessidade básica, uma válvula de escape, é tudo.
      12) Qual foi a maior carga que já levantou no supino reto e no leg:
      Em relação o Leg Press, não sou fã de colocar cargas absurdas, troco ele pelo agachamento. Já cheguei a agachar com 190kg, até o talo, nada de 90 graus. Supino reto, 120kg.
      13) Como é a sua dieta e suplementação atualmente:
      Alimentação rica em proteínas, com carbo baixo. Suplementação é bem básica: whey isolado, glutamina e manipulados.
      14) Qual é o alimento que mais gosta e que tem mais dificuldade de resistir quando está em dieta para perda de gordura:
      Tenho muita dificuldade, adoro porcarias, doces e tudo que se imaginar.
      15) Sofre alterações de humor quando está em dieta restrita:
      Muito, fico puto da vida, qualquer coisa me estressa, me tira do sério e sou meio grosso com as pessoas.
      16) Quais são os suplementos alimentares (produto e marca) que mais gosta (efeitos ou sabor):
      Whey Protein, o melhor é o de cookies.
      17) Quais são os suplementos alimentares (produto e marca) que menos gosta (efeitos ou sabor) ou que considera desperdício de dinheiro (sem efeitos):
      Baunilha, não desce de jeito nenhum.
      18) Qual foi a melhor experiência nesse tempo todo de treino:
      Todos os dias aprendo coisas novas, conheço cada vez mais o meu corpo.
      19) Quais são as suas medidas corporais (peso, percentual de gordura, circunferência de bíceps e de coxa):
      Depende do período, na maior parte do tempo, estou com 83kg, 5% de BF e tenho 1,73m. Não sou complexado com medidas, não sei a circunferência dos meus braços e coxas, não faço questão de saber. Meu parâmetro é o espelho.
      20) O que as pessoas dizem sobre seu aspecto corporal com musculatura avantajada:
      As pessoas ficam impressionadas com as minhas coxas.
      21) Que dicas daria para quem pretende ingressar no mundo do fisiculturismo:
      Disciplina e sem mimimi. Falar que vai subir é fácil, o difícil é se preparar e apresentar algo em cima dos palcos.
      22) Opinião sobre anabolizantes esteroides:
      Não sou contra e nem a favor, cada um tem seus objetivos e metas a cumprir. Se quiser usar, é bom buscar um acompanhamento especializado e seguro, mas fique ciente que a conta uma hora vai chegar, tem um preço alto a se pagar (saúde).
      23) Quais são os atletas do fisiculturismo nacional e internacional que mais admira:
      Ronnie Coleman, Arnold Schwarzenegger, Kai Greene, Phil Heath e Felipe Franco.
      Contatos do atleta:
      Email: alexandretraining@gmail.com Telefone: 61-99234-9694 Instagram: https://www.instagram.com/alexandreifbbpro/ Facebook: https://www.facebook.com/alexandre.cardoso.395 Agradecimentos:
      Academia Club 22: https://www.22winbox.com.br
    • Por mwagner_dm1_pmrs
      Sou portador de Diabetes Tipo 1 desde 2017, a partir desse momento deu um start na minha vida, resolvi mudar. Sempre gostei de esportes, jogava futebol e treinava de forma moderada musculação, mas quando descobri Diabetes vi que tinham muitos portadores dessa doença desmotivados, depressivos, pensando que o mundo acabou, que não poderiam ser mais do que uns doentes com pensamentos medíocres e vidas medianas. Pois então me dediquei a musculação, pra melhorar a minha saúde e mostrar que é possível colocar um físico de respeito e sair desse mundinho da derrota e da comodidade! Quando comecei meus treinos, pesava 82 kg, consegui uma boa evolução num curto espaço de tempo, porém foi interrompida, pois passei no Concurso da Policia Militar do RS (Brigada Militar) e tive que me dedicar ao curso, fora as corridas, fazia abdominal, flexão e barra. Quem acreditaria que um diabético seria capaz de passar por uma preparação de 9 meses na polícia, pois bem, eu passei, e era um dos melhores fisicamente do meu curso, desde o início nunca me coloquei pra baixo, sempre quis ser o protagonista da minha história. Já me formei soldado há um ano e agora voltei o foco ao projeto diabeticonospalcos pra mostrar pra todos que é possível vencer independente das dificuldades no caminho, quero motivar outras pessoas a mudarem de vida através de uma vida saudável, não precisa viver uma vida de atleta, mas sim uma vida saudável, por que apesar de ter uma doença, é possível ser saudável. Acompanhem











    • Por Locemar
      Salve a todos. 
      Em meados de Julho de 2019 eu tive um rompimento completo do tendão do tríceps. Era uma tendinite que havia começado há uns 10 anos e foi se agravando. Fiz fisioterapia, ressonância, osteopatia, mas aos poucos o treinamento com pesos foi minando a resistência do tendão até que num belo dia, durante um treino de defesa pessoal, num esforço que eu fiz (sem torção nem chave de braço) meu tendão se rompeu e foi dali para o hospital com o braço quase paralisado. 
      Até procurar um ortopedista, marcar a ressonância, esperar o resultado sair, levar pro médico avaliar e marcar a cirurgia deu pouco mais de 1 mês. Então dia 28 de Agosto eu estava na mesa de cirurgia pra darem um remendo no meu braço. 
      Recuperação tranquila e em 3 meses eu estava com o braço totalmente pronto para atividades normais (dirigir, carregar sacola de mercado, trabalhar, arrumar a casa, etc) mas mantive a fisioterapia até final de dezembro. 
      Em janeiro deste ano, fui liberado para retornar aos treinos, obviamente de forma leve, respeitando o corpo e o tempo parado, e o pior, totalmente zerado de hormônios.
      Durante 4 meses de recuperação em mantive apenas 40mg/dia de tamoxifeno. Em janeiro de 2020 fiz mais de 50 exames laboratoriais para avaliar como estaria meu organismo após 15 anos de esteroides e depois quase 6 meses sem esteroides. 
      Como obviamente minha testo estava baixa (dentro do que se considera normal, mas baixa) e eu não entraria com nenhuma droga até me readaptar ao treino, resolvi fazer uma experiência. Discute-se muito a respeito da eficácia do tribulus e maca peruana para ajudar no aumento de testosterona. Alguns estudos apontam total inutilidade enquanto outros dizem ajudar em indivíduos que tem deficiência na produção. Pois bem, importei no site iHerb Tribulus da AllMax 750g com 90% de saponina, Maca Peruana Raw da NOW  750mg e Vitamina D 5000ui da NOW. 

      Minha intenção era refazer todos os exames após usar estes potes e ver se mudaria algo. Mantive então:
      - Tribulus 1500mg/dia
      - Maca Peruana 1500mg/dia
      - Vitamina D 10.000ui/dia
      Durante este período, fui aos poucos recuperando meu fôlego (que estava péssimo) e ganhando força além de perder um pouco de gordura. Todo o braço esquerdo ainda está muito atrofiado. A perda de força do tríceps foi absurda e o bíceps esquerdo ainda está sofrendo para se igualar ao direito. Ainda sim, tive progresso principalmente nos treinos de pernas e costas. Pernas eu ainda fazia alguns movimentos de agachamento na academia de um amigo, mas não eram treinos com uma rotina fixa e tinha semana que eu nem ia.
      Sendo assim, irei postar agora os 2 exames comparativos de 6 de Janeiro e 6 de Março, bem como as minhas fotos atuais com 1 mês e meio de treino. E para dar o bom exemplo...
       
      Idade: Faço 40 anos agora em setembro
      Altura: 1,90m
      Peso: 109~110kg (o mesmo peso que eu tinha com uso de aes). Iniciei com 70kg (sim, era só o pó da rabiola).
      Medicações em uso (Anticoncepcional, antidepressivo,anti hipertensivo, etc...): Atualmente sem nada. Em 2016 precisei fazer uso de alguns antidepressivos durante pouco mais de 1 ano, mas já estou totalmente sem.
      Problemas de Saúde e história de cirurgias: Enxaqueca controlada e um tríceps remendado. Tenho os dois LCAs de ambos os joelhos rompidos ☺️ Já operei as duas mamas por ginecomastia.
      Exames de sangue hormonais recentes: Colocarei tudo logo abaixo.
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: Então...vou fazer 22 anos de treino e 15 ciclando. Nunca usei trembo (e nem pretendo); masteron só usei 1 vez; stano injetável só usei na época do winstrol em ampola e basicamente meus ciclos são variando testo, deca, dianabol (que me dou muito bem) e as vezes boldenona. Já experimentei hemogenin poucas vezes. Evito ao máximo esteroides orais e meus ciclos geralmente ficam na casa de 200 a 600mg por semana. Masteron me fez perder muito cabelo embora eu ja tenha notado uma gradativa queda ao longo do tempo, provavelmente pela manutenção da testosterona. Neste período parado o cabelo cresceu consideravelmente com uma ajudinha de Minoxidil + propilenoglicol + 17 alfa estradiol
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: Vou iniciar com propionato de testo com aplicações diárias subcutâneas de 35ui (mais ou menos 35mg/dia ou 245mg/sem)
      Divisão de treino e horário do mesmo: Atualmente estou com ABC de segunda a sábado. Retornarei ao boxe esta semana para ter um aeróbico pois estava sem nada até então. Sou péssimo pra ficar na esteira ou bicicleta. Mês que vem retorno à defesa pessoal. 
      Dieta com quantidade de proteína/carboidrato/gordura por dia: Com o eixo hormonal desfavorável, a perda de gordura tá difícil mas também não estou muito regrado na dieta. Procuro bater 2g de proteína por dia e tento reduzir o carbo. Vale lembrar que nunca fui de me manter em dieta restrita calculando milimetricamente gordura e carbo. Meu gasto calórico com musculação, boxe e defesa pessoal era alto então mesmo escapando numa hamburgueria final de semana ou uma pizza, ainda mantinha qualidade razoável.
      Segue agora as fotos comparativas. Abaixo, um parâmetro de como eu era (desculpe as fotos fora de posição, nunca fui de tirar foto posando e nunca fiz qualquer relato neste fórum).

      Abaixo...minha situação lastimável durante os meses parado em recuperação...

      E abaixo...as fotos tirada nesta segunda 10/03/2020. Notem na foto de costas a diferença absurda de um tríceps para o outro. (o tríceps operado foi o esquerdo mas na foto está invertido)


      O tríceps esquerdo aparentemente ficará mais encurtado que o outro. Percebo que a cabeça longa é a que mais sofreu na história então vou ter que lutar pra meter volume aí novamente. 

      E agora....os exames. Na esquerda, feitos em 06/01 e na direita, 06/03.









       
         Aqui eu queria entender por que raios essa ferritina está alterada assim.  

       



      Aqui, pelo resultado, eu tenho algumas considerações. 
      Não sabemos ao certo o que fez os valores mudarem, se foi apenas a Vit.D, o combinado dos suplementos ou o fato deu ter retornado aos treinos consistentes. Ou até mesmo a junção de tudo. A testo total se manteve, mas variou um pouco a livre e a biodisponível. Nada expressivo também o que dá pra concluir alguma coisa sobre a eficiência destes produtos no aumento da testosterona.



      Por fim, vale lembrar que não estou desesperado pra me recuperar. Não pretendo competir, não pretendo entrar em dieta super restritiva e meu relato é apenas para avaliar exames laboratoriais após 15 anos quase ininterruptos de esteroides, bem como o impacto dos tais suplementos na produção de testosterona que tanto falam por aí. 
      Sobre a libido, naturalmente neste período senti ela diminuir, mas não ficou zerada. Na verdade me senti até melhor assim do que quando a testo tava alta e as vezes dificultava para me concentrar por ficar pensando besteirinhas.
      O psicológico não senti qualquer alteração. Me mantive bem o tempo todo, sem desânimo, sonolência ou preguiça. 
      Pretendo fazer novos exames dentro de 1 mês para avaliar como a testo ta batendo aqui. Tenho um bujão de 30ml de prop da Gold Labs e ficarei com ele até o final. Tenho também 3 ou 4 potinhos de dianabol da Gold e 20ml de deca. Não sei quando vou usa-los e nem se irei usa-los. No momento quero reduzir meu percentual de gordura melhorando a taxa hormonal e retornando aos aeróbicos.
      Ainda manterei a Vit.D diariamente em 5000ui e esqueci de mencionar que entrei com creatina 10g há 2 semanas. Na dieta, complemento com whey concentrado quando não consigo atingir os macros do dia. 
      Fiquem a vontade pra sugerir qualquer coisa, fazer qualquer comentário, fazer qualquer pergunta, tirar um sarro ou apenas me desejar boa sorte.
       

       
×
×
  • Criar novo...