Ir para conteúdo
  1. fisiculturismo

    fisiculturismo

  • Conteúdo Similar

    • Por Juju5858
      Boa noite pessoal! A um tempo atrás fiz um tópico perguntando sobre o uso da OXA. Até então estava fazendo o uso de anticoncepcional e havia começado a malhar a pouco tempo. Gostaria da ajuda de vocês pra conseguir fazer um ciclo bem sucedido (se acharem que eu devo)!!
      Sobre mim:
      Idade: 23 anos 
      Altura: 1,62
      Peso: 55 kilos 
      Medicações em uso (Anticoncepcional, etc...): Parei com o anticoncepcional a 3 meses
      Problemas de Saúde: Nenhum
      Tempo de treino: Continuos a 6 meses (Já malhei antes mas passei mais de 1 ano parada)
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: Nenhum
      Dieta: 
       8:00 -  2 fatias de pão de integral/ ou duas bananas com avenía , café sem açúcar
      11:00 horas - Omelete com legumes 

      Treino das 12:15 as 13:15 ( no meu intervalo de almoço)
      13:15 Carne de panela com mandioca e arroz integral- / peito de frango assado com arroz integral e legumes entre outros... (compro aquelas marmitas fit congeladas, porque n tenho tempo para preparar)
      15:00 - Whey - 30 grs 
      19:00 - Sanduíche de pão integral com patê de frango/ salada de frutas s/ açucar (compro na faculdade, esse horário que chego)
      22:30- jantar, mesmo padrão do almoço.
      Sobre o cardápio não tenho muita noção de quantidade, vou comprar a balança, pelo que eu vi aqui é o mais correto... 
      Meu objetivo é ganhar massa magra e perder gordura. Principalmente a gordura das costas que tem me incomodado muito! Eu comecei academia pesava 49kg, engordei 6 kilos porém Acho que mais da metade foi de gordura rsrs, estava comendo muito carboidrato. 
      Além do treino e dieta estou fazendo procedimento estético, com aplicação de enzimas para ajudar na queima de gordura na região das costas. 
      Meu tempo é bem corrido, mas quero me esforçar o máximo pra ver uma boa mudança!! Consigo treinar no máximo 4 vezes na semana, vocês acham insuficiente? É oque eu consigo fazer, minha rotina é bem puxada, trabalho, estudo, cuido da casa e ainda tenho um bebezinho rsrs mas não quero que isso me impeça! 
       
      MEU TREINO A/B (Quem montou foi o instrutor da academia,  não sei se está correto)...
      SEGUNDA E QUINTA 
      AGACHAMENTO SMITH/ AGACHAMENTO HALTERES (BI-SET) 3X12
      LEG PRESS 3X12 E AGACHAMENTO ISOMETRICO 30SEG (BI-SET) 
      LEG PRESS 45 
      (PAUSA DESCANSO)
      MESA FLEXORA E STIFF BARRA (BI-SET) 3X12 
      CADEIRA EXTENSORA
      AGACHAMENTO SUMO HALTERES
      GÊMEOS SENTADO
      TREINO HIT DE 10 MIN NO FINAL
      TERCA E SEXTA
      Abdômen/ bíceps / dorsal/ ombro (não muito meu foco mas farei por obrigação) rs 
      TREINO HIT DE 10 MIN NO FINAL
      Pensei em um ciclo de 6 semanas com oxa landerlan
      1-2 5mg 1 hora antes do treino
      3-4 10 mg duas vezes ao dia
      5-6 5 mg 1 hora antes do treino
      Uma pergunta idiota: eu tomo a oxa todos os dias ou apenas quando for treinar? kkk
      aceito sugestões sobre tudo!!
      OBS: Pretendo iniciar o ciclo na próxima segunda dia 10.



    • Por rafatuti
      Eu treino faz um bom tempo, já fui atleta de competição de muay thai, sempe mantive a academia e tal.... No auge eu pesava 86kg com 1,76 e 12% de gordura.
      Recentemente tive um problema familiar, o qual me afastou da academia por 2 anos....
      Estou 11kg mais magro, e com certeza bem mais gordo..., e sem tempo e disposição para treinar como antes. Estou fazendo um treino que sempre deu resultado e tomando os mesmos suplementos: Whey, NO2, BCAA e albumina noturna.
      O pessoal da academia assustou ao me ver, pois eu não era "frango" e agora sou =] ... e sugeriram eu incrementar a suplementação com Halovar e Hstane.
      Li muito sobre mas sempre fica aquela dúvida e gostaria de ler a opinião de vcs ...
      Já decidi que vou comprar isso fora daqui, nos USA pela ultra falsificação e etc, mas o que estou em dúvida mesmo é:
      Compro Halovar ou Hstane?
      TPC é realmente necessário?
      A última dúvida veio ao ler a quantidade de relatos de pessaos que tiverem diarréia, fraquesa com TPCs A e B, gente que aconselha um TPC e outros que falam que é lixo.... E de qualquer forma, na dosagem de 2 comprimidos dia, realmente é necessário?
      Não quero um ganho monstruoso, quero só não perder tempo, pois agora eu tenho pouquíssimo ehehe...
      Enfim, gostaria da opinião de vocês , valeu
      Edit: Achei esse link e sanei muitas dúvidas:
      Vocês podem deixar opiniões claro! Pois agora fiquei indeciso se compensa ou não tomar isso...
    • Por Davizir Cutler
      O ciclo ficara assim:
      1-6 H STANE = HALOVAR 1-4 EFEDRA 30 - 45 MG + 210 MG DE CAFEINA A CADA FRANOL 6-9 CLEMB 1 - 5 MLS + CETOTIFENO + CAFEINA 6-10 STANO ORAL 60 mg tsd tpc
      1-2 40mg tamox 2-4 20mg tamox shotgun mfr-1
      creatina
      dieta 4g proteina/kg / carbos de 2 a 2,5 g de carbos/kg / gorduras moderadas de 1 a 0,5g /kg
      Bem essa é a ideia ja que venho a 4 meses de cutt mt restrito perdi 17 kilos, e pretendo inicar esse visando maior qualidade muscular, perca de bf e se possivel ganhar o maximo de massa magra junto.
      Será que funciona?

    • Por lucasalt
      Boa noite a todos,
       
      A minha única dúvida é em relação ao horário de tomar o comprimido pois como malho 6 hrs da manha, posso fazer o ciclo ao contrario ?
       
      Ao acordar - depois de malhar - 1 comprido 
      dou um intervalo de 12 horas entre as doses.
      E ai tomo com algum carboidrato.
       
       
      Posso fazer assim ?
    • Por Samuel Moura Rosa
      Mais hipertrofia com suplementação
      Como soubemos, a insatisfação com os resultados alcançados, a busca pela perfeição e a crescente ambição em alcançarmos níveis superiores de hipertrofia muscular/definição muscular/redução de percentual de gordura, leva a indústria de suplementação a uma crescente procura pelas fórmulas ideais para satisfazer seus compradores.
      Pré-hormônios e estimulantes hormonais
      Neste ciclo ambicioso, onde o resultado extremo é mais relacionado com os esteróides anabolizantes do que com o treinamento e a alimentação, nasceu uma outra linha de suplementação promissora: os Pré-Hormônios, geralmente importados, e os Estimulantes de Produção/Liberação Hormonal.
      Baseados na ação dos esteróides anabólicos, esta espécie de suplemento promete uma maior produção e/ou liberação hormonal de Testosterona e de Hormônio do Crescimento, e seria uma escolha intermediária entre a suplementação básica e a “bomba”.
      O grande atrativo para o público geral é que estes tratam-se de produtos considerados legais, vendido liberadamente (no caso dos vendidos aqui no Brasil), com o julgamento pessoal de não estarmos cometendo um ato moralmente antiético, e ainda, sem os possíveis efeitos colaterais dos esteróides, mas com ação semelhante a estes.
      Os suplementos conhecidos no Brasil como Pré-Hormônios são classificados como compensadores protéicos, multivitamínicos e minerais, pois em sua composição nutricional só apresentam estes macro e micronutrientes.
      ZMA
      O chamado estimulante para a liberação de testosterona (ZMA - aspartato de monometionina de zinco), tem sua base nutricional no Zinco, Magnésio e Vitamina B6.
      Estimulante de GH
      Já o estimulante de produção do Hormônio do Crescimento (GH ou HGH), apresenta certa proporção de proteínas, Vitamina C, B6, Cromo e Colina.
      Estes suplementos são apresentados com nomenclaturas atrativas ao consumidor, como estimulantes do Potencial Genético, ou ainda em conjunto, como Combo Genético.
      Estimulantes de produção hormonal não são hormônios
      Então na verdade não são Pré-Hormônios, mas no máximo possíveis estimulantes de produção hormonal. E deles não podemos esperar as mesmas modificações corporais esperadas dos hormônios ou pré-hormônios, pois os resultados vendidos pelas empresas desta linha de suplementos são baseados em pesquisas envolvendo a Testosterona e o hormônio do Crescimento, e não o Zinco, o Magnésio, o Cromo, e as Vitaminas B6 e C.
      Portanto, cria-se apenas a relação, entre o que podemos esperar dos verdadeiros hormônios (incluidos em pesquisas), e da composição química do produto nacional.
      Considero um pouco injusto cobrarmos do Zinco, do Magnésio e das Vitaminas o crescimento muscular, a redução de massa gorda e a definição muscular que os hormônios realizam.
      Que a Testosterona e o Hormônio do Crescimento são dois hormônios primários no crescimento muscular e no gasto lipídico, não resta dúvida alguma. Mas ainda existe uma distância imensa entre o que estes hormônios promovem e o que estes “anabolizantes naturais” são capazes de alcançar.
      Verdadeiros pré-hormônios
      Os verdadeiros Pré-Hormônios são substancias que ocorrem naturalmente no organismo, assim como são os hormônios. No caso da Testosterona, são os precursores deste hormônio principal, produzidos na glândula adrenal. Entre eles estão o Colesterol, seguido em cadeia pela Pregnenolona, a Dehidroepiandrosterona (DHEA), a Androstenediona, para ai sim ser convertida em Testosterona.
      Mas veja bem, esta linha de suplementação é mais promissora que à anterior, mas não pelos resultados obtidos em pesquisas experimentais, e sim por tratar-se de produtos importados, não produzidos e sem liberação para venda aqui no Brasil.
      Sendo assim, existem duas possíveis relações que garantem o interesse do público leigo na aquisição dos pré-hormônios importados: a crença que tudo que é importado, preferencialmente dos EUA, apresenta melhor qualidade que os produtos nacionais.
      Qualquer porcaria importada, tratando-se de suplementos, tem credibilidade no Brasil. Mas poucos sabem que somente os pré-hormônios (quando declarados no rótulo) e a efedrina têm venda proibida por lá, e que lá pode-se lançar e vender qualquer suplemento, desde que declare-se uma meia dúzia de vitaminas que ali estão, ocultando a real composição.
      E o segundo motivo que atrai o interesse de alguns menos informados, diz respeito à associação entre a proibição da venda de um produto e sua real potencialidade. Ou seja, tudo que é proibido é que dá resultado!
      Se os Anabolizantes são tão potentes e tem sua venda proibida, então os suplementos proibidos são os que mais se assemelham a ação dos anabolizantes. Tratando-se de pré-hormônios, e importados então! Sujeitos assim, que desejam um produto não indicado para ingerir, deveriam experimentar um ciclo de Creolina com Soda Cáustica!
      Pré-hormônios apresentam os mesmos efeitos colaterais dos esteroides anabolizantes
      Segundo autores mais renomados na área do treinamento de alta intensidade (não apenas cientistas teóricos), existe um consenso que os PHs, referindo-se tão somente aos verdadeiros pré-hormonais, tendem a apresentar à longo prazo efeitos indesejados semelhantes aos próprios hormônios, de maneira mais pronunciada que os efeitos anabólicos esperados.
      Além de apresentarem um valor de venda altíssimo, os PHs podem apresentar efeitos androgênicos notáveis, semelhantes aos envolvidos com drogas mais efetivas, além de possível hepatotoxidade por tratar-se de comprimidos ingeridos via oral, sendo processados inevitavelmente pelo fígado. Em relação aos efeitos anabólicos, as modificações são muito pequenas, se relacionarmos ao custo financeiro que apresentam.
      Podem sim apresentar modificações satisfatórias em sujeitos com deficiência de produção natural de testosterona, tendo portanto ação repositora, não construtora. Agora para atletas que já fizeram uso de alguma droga verdadeiramente anabólica, a ação destes pré-hormônios poderá deixar a desejar.
      Não acredite em propagandas 
      Agora tratando-se desta linha de suplementação vendida liberadamente no Brasil, todo e qualquer comentário favorável (como ação anabolizante primária) parece ser informação de má fé, ou simplesmente desinformação. Analisando a tabela nutricional podemos constatar que estes não passam de suplementos compensadores de baixo nível.
      Nem ação repositora hormonal eles apresentam. Ação hormonal verdadeira e considerável só poderá ser notada com a administração de hormônios ou seus respectivos pré-hormônios, de GH ou Testosterona.
      Se realizarmos uma simples comparação de composição química/nutricional entre os suplementos “chamados Pré-Hormônios produzidos no Brasil” (ou até mesmo aqueles importados e com venda liberada aqui), e os produzidos nos EUA (com venda proibida no Brasil), poderemos fortalecer ainda mais nossas convicções de que ainda está por vir (se é que uma dia existirá) um produto considerado natural e com mesmo efeito anabólico dos conhecidos esteróides anabolizantes.
      Estudos vão e virão, e o Treinamento Intenso, a Dieta, a Suplementação básica Construtora e o Descanso continuam à ser as estratégias mais eficazes, para quem tem paciência e consciência.
×
×
  • Criar novo...