Carregando...
Jump to content

Evolução da dorsal em 6 meses (bulking extremo)

Rate this topic


Recommended Posts

Altura: 1,88m

Peso: 107-110kg 

Bf: 20 a 25% (não ligo muito pra isso)

idade: 18

Olá pessoal, há seis meses atrás resolvi adotar uma nova filosofia de treino: o treinamento de força (powerlifting, strongman). É algo que recomendo para todos os naturais, pois na minha opinião, observação e experiência, treinamento de hipertrofia só é realmente efetivo para hormonizados. O treinamento de força é o único método que realmente me deu resultados e que me mantém motivado nessa jornada.

Na primeira foto eu já possuía 1 ano de treino, tinha aproximadamente 85kg e 18% de bf, sempre fazendo aqueles treinos de hipertrofia (8-10 repetições e bla bla bla). Porém, insatisfeito com meus resultados, eu queria algo mais, e foi aí que conheci o powerlifting. Logo após comecei a estudar o método, e então, o adotei em minha rotina de treino.

Dieta:

Bem, o powerlifting não é só uma filosofia de treino, mas também de dieta (rsrsrs). Como sou pobre e desempregado, eu não tenho dinheiro para consumir muita proteína, então minha dieta foi composta pela sua maioria em carbos (muuuuito arroz kkkkk), eu literalmente começei a comer tudo o que via pela frente, sem me preocupar em ficar gordo, se tinha bolo ou refrigerante, eu mandava pra dentro sem dó rsrsrs. Mas em média, meu consumo de calorias variou entre 3500 a 5000 kcals por dia, eu realmente comi o maximo que meu corpo aguenta.

Treino:

Comecei a focar nos básicos: Agachamento, terra e supino. Fazia de 1 a 5 repetições. Adotei exercícios de strongman também, como push press e farmer's hold (esse me ajudou muito a desenvolver o trapézio e fortalecer a pegada). Eu não só aumentei minha força de forma absurda, como aumentei de tamanho. Meu supino foi de 60 para 100kg (smolov jr me ajudou muito no final) e meu terra foi de 100 para 170kg. Ganhei cerca de 23kg, uns 6kg de gordura. Remada curvada com muito peso foi o que me ajudou a desenvolver a dorsal.

O supino:

Nos últimos 3 meses eu desenvolvi uma fixação e um desejo ambicioso em aumentar meu supino. Adotei a filosofia do "bench more to bench more", comecei a fazer supino 3x por semana (apenas supino e algumas assistencias para triceps). No smolov jr, eu cheguei a fazer supino 4x por semana, o que adicionou 8kg no meu 1rm em apenas 3 semanas.

Nesses 6 meses, minha medida do peito (relaxado) foi de 109 para 120cm.

FOTOS:

Antes: https://imgur.com/AoaaQ6N

Depois: https://imgur.com/r08KixS (sem pump).

Outras medidas:

Braço: de 36 para 42cm

Circunferência do ombro: de 125 para 136cm

O resto não medi.

 

O intuito desse post é mostrar que o treinamento de força não é só benéfico para força, como também para tamanho (principalmente naturais).

Vou continuar focando no supino até o final do ano, quero estar pegando 120kg até lá. Em 2019 estou planejando um cutting, pois apesar de eu não ligar muito para o bf, ficar muito gordo não é legal.

É isso aí pessoal. Se tiverem dúvidas, estou à disposição. Lembrando que não quero pagar de guru aqui kkkk, pois sei que ainda tenho muito a aprender. Apenas quero relatar minha experiência e mostrar como ela foi benéfica para mim.

Link to post
Share on other sites

11 horas atrás, nicolasendrew disse:

É algo que recomendo para todos os naturais, pois na minha opinião, observação e experiência, treinamento de hipertrofia só é realmente efetivo para hormonizados

Acho que não é bem assim!

Como o nome indica "treinamento de HIPERTROFIA" serve para hipertrofiar o musculo!

Para mim musculação é para quem quer um corpo elegante e com pouco porcentual de gordura! Já esse seu método vejo para quem quer ser "bruto" sem se importar muito com a estética!

ou para curtir

Link to post
Share on other sites

Cada um com seus objetivos...de uns dois meses pra cá, precisei dar uma maneirada com terra e agacho devido a lesão no joelho, mas meus treinos são voltados aos básico... ótima maneira de ganhar força, porém é muito interessante saber dosar exercícios de assistência... ganha-se força, resistência...
 
Não vejo sendo um treino indicado para iniciantes, deve-se saber dosar as progressões, as series, cargas e repetições...

Em relação a dieta... como sempre digo, somos aquilo que comemos... sendo natural ou não, o grande responsável pelo seu percentual de gordura é sua alimentação...

Bons treinos...

Edited by batataney
Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Similar Content

    • By mwagner_dm1_pmrs
      Sou portador de Diabetes Tipo 1 desde 2017, a partir desse momento deu um start na minha vida, resolvi mudar. Sempre gostei de esportes, jogava futebol e treinava de forma moderada musculação, mas quando descobri Diabetes vi que tinham muitos portadores dessa doença desmotivados, depressivos, pensando que o mundo acabou, que não poderiam ser mais do que uns doentes com pensamentos medíocres e vidas medianas. Pois então me dediquei a musculação, pra melhorar a minha saúde e mostrar que é possível colocar um físico de respeito e sair desse mundinho da derrota e da comodidade! Quando comecei meus treinos, pesava 82 kg, consegui uma boa evolução num curto espaço de tempo, porém foi interrompida, pois passei no Concurso da Policia Militar do RS (Brigada Militar) e tive que me dedicar ao curso, fora as corridas, fazia abdominal, flexão e barra. Quem acreditaria que um diabético seria capaz de passar por uma preparação de 9 meses na polícia, pois bem, eu passei, e era um dos melhores fisicamente do meu curso, desde o início nunca me coloquei pra baixo, sempre quis ser o protagonista da minha história. Já me formei soldado há um ano e agora voltei o foco ao projeto diabeticonospalcos pra mostrar pra todos que é possível vencer independente das dificuldades no caminho, quero motivar outras pessoas a mudarem de vida através de uma vida saudável, não precisa viver uma vida de atleta, mas sim uma vida saudável, por que apesar de ter uma doença, é possível ser saudável. Acompanhem











    • By Luan Viana
      Posicionar-se em frente da barra e fazer a pegada ligeiramente mais aberta do que a largura dos ombros; Manter a coluna ereta; Deixar o tronco paralelo ou quase paralelo com o solo e bem estabilizado, assim como o pescoço; Trazer a barra próxima ao peito com os cotovelos bem abertos, unindo as escápulas ao final; Voltar a barra com o máximo de amplitude possível, alongando bem lá embaixo.
    • By Luan Viana
      Ajustar o suporte do banco para firmar as penas e dar estabilidade ao movimento; Pegar a barra com os polegares voltados para fora (supinada) e na abertura correspondente ao prolongamento do ombro; Manter o tronco bem ereto; Flexionar ao máximo os cotovelos; Alongar o máximo que puder.
    • By Luan Viana
      Ajustar o suporte do assento para firmar as pernas durante a execução; Fazer a pegada neutra (polegares para trás); Deixar a coluna ereta; Estabilizar os cotovelos (manter a equidistância durante a execução); Trazer os cotovelos rentes ao tronco; Alongar bem ao final (amplitude máxima); Estufar bem o peito ao alongar.
×
×
  • Create New...