Jump to content
  1. Marcos...V

    Marcos...V

  2. Apollo Galeno

    Apollo Galeno

  • Similar Content

    • By Robson Jr
      Fala rapaziada, blz? Pretendo iniciar o primeiro ciclo da seguinte forma e queria saber a opinião de vocês sobre, penso em usar apenas testo mesmo, o que acham? 
      Treinei por pelo menos 2 anos direto e durante pouco menos 1 ano fiquei ocupado demais e não treinei direto e também não me alimentei bem, meu peso caiu e chegou a 58kg atualmente peso 64kg (já consegui chegar a 70 antes de perder tanto), tenho apenas 1,60m (kkk) 
      Comecei os treinos com 49kg/1,51 e logo iniciei na nutricionista 
       
      Estrutura do Ciclo:
      1-12 Enantato de testosterona 500mg/sem (2x 1ml SEGUNDA - QUINTA)
      1- 12 Anastrozol 0,5mg DSDN 
       
      TPC (18 dias após última aplicação):
      Tamoxifeno:  1-2 40mg dia 
                           3-4 20mg dia
                           5-6 10mg dia
      Clomifeno:    1-3 100mg dia 
                           3-6 50mg dia
       
      O Que acham da TPC? Segue dessa forma ou mudo algo? 
      No caso do Anastrozol usar só se sentir alguma sensibilidade ou seria mais jogo já iniciar o ciclo e usar ele DSDN? 
       
      Espero um feedback legal sobre o ciclo e tpc de vocês mais experientes 
      Pretendo comprar tudo pela AlphaPharma (Alguém conhece e recomenda?), tô entre duas marcas que vendem, medpharma e nanopharma, qual seria a melhor escolha da testosterona?
      Se tiverem algum outro lugar bom pra recomendar também aceito
    • By Bravo Costa
      Boa tarde Marombas e Marombas
      Iniciando amanhã mais um projeto. Agora o negócio fica sério kkk Após experimentar a reação de cada AEs que usarei, montei um ciclo relativamente longo, porém faseado... Foi pensado com tempo em cada momento, cada dieta... mas pode ser que durante o ciclo ocorram alterações normais.
      O objetivo agora é ganho seco. Quantos kg? Não me importo, pois sei que pelo menos qualidade muscular ganherei. kkkk
      Se trata do 5º ciclo... O 4º ciclo foi postado no link https://fisiculturismo.com.br/forum/topic/117258-bulking-testo-e-deca-bold-kick-start-e-fecha-ciclo/ O cruise foi uma experiência muito bacana (baixando BF) e foi relatado no link https://fisiculturismo.com.br/forum/topic/117269-planejamento-do-5°-ciclo/
      Então, postarei o ciclo por fase. Ao final de cada fase, postarei as fotos, os relatos, as informações antropométricas e como será a fase seguinte... Quem me conhece já tem ideia do que vem por ai kkkk 
       
      Idade: 41 anos
      Altura: 1,86m
      Peso e medidas antropométricas: POSTAREI NO PRIMEIRO DIA DO CICLO
      Medicações em uso: em Cruise COM Enantato 150mg/semana + Deca 50 mg/semana
      Problemas de Saúde: condromalácia patelar nível 2 nos 2 joelhos e hérnia de disco L5-S1 e algumas protusões na lombar... atualmente sem dores.
      Tempo de treino: há mais de 6 anos e últimos 2 anos com musculação pesada
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: https://fisiculturismo.com.br/forum/topic/117258-bulking-testo-e-deca-bold-kick-start-e-fecha-ciclo/
       
      Divisão de treino e horário do mesmo: ABC 2x (A = peito + tríceps + ombro; B = costas + bíceps + trapézio; C = pernas) estourando ao máximo e buscando exaustão - final da tarde. Além disso, farei corrida 3x na semana, sendo 1x HIIT (8x 400m) e 2x Aeróbico, termino com abdominais - pela manhã.
       
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo + Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia: Cada fase será apresentado o ciclo e dieta, seguindo a seguinte ideia:
      Fase Pré-Ciclo: Iniciando com a Boldenona para empilhamento (éster longo). Dieta NDC baixando pouco mais as calorias para banho de definição.
      Fase início do Ciclo: adicionando Dianabol para Kick Start. Dieta retomando à NDC com adicional gradual de calorias. Anastrozol para manutenção do baixo E2.
      Fase Ciclo: apenas boldenona e trembolona. Dieta com aproximadamente 500 KCal de superávit... conforme resposta, estudarei aumentar as calorias, não passando de 800 KCal.
      Fase Pós-Ciclo (lapidação): Trembolona e Masteron. Dieta baixando lentamente o superávit calórico, até a NDC. Esta fase poderá ser suprimida caso o BF já esteja num padrão aceitável durante o ciclo.
       
      AMANHÃ, POSTAREI AS FOTOS, AS MEDIDAS INICIAIS E O PROTOCOLO DA PRIMEIRA FASE.
       
      "SER MELHOR DO QUE AGORA!" (Bravo Costa, 2018) 
       
       
    • By CMS
      Boa noite a todos!!!! Pessoal sei que parece repetitiva essa estoria, mas espero estar criando o topico de forma correta e no local correto....
      Antes de tudo parabenizar a todos que contribuem para o forum pois tenho retirado muitas informações nos ultimos tempos bem uteis, mas vamos aos fatos.... Estou com 41 anos, farei 42 agora em dezembro, 1,93 cm, 78 kg.... fui praticante de mtb durante muitos anos mas por questoes adversas interrompi essa atividade a alguns anos, e a praticamente 2 anos venho praticando musculação, me dedicando o maximo que posso uma vez que minha vida é uma enorme correria e meu trabalho me rouba bastante tempo, mas procuro nunca faltar os treinos levo com bastante seriedade..... inicio do ano tive uma pneumonia, demorei muito para diagnosticar pois imaginei que fosse uma gripe, passei praticamente 3 semanas doente antes de ir ao medico e descobrir que se tratava de pneumonia, uma vez diagnosticada entrei nos antibioticos por 3 semanas. tive uma recuperação boa.... fiquei um pouco abalado pois perdi uns quilos que tinha conseguido com muito custo ao longo dos meses que estava treinando, e ganhar massa para mim era algo bem custoso. meu peso sempre esteve na faixa dos 69kg, desde os 17 anos eu pesava isso...o que ocorre é que no final da pneumonia entrei numa depressao bem grande, tenho historico de depressao mas algo que aprendi a controlar com o tempo, mas depois da pneumonia a coisa ficou seria, e junto com isso tive perda de libido, que me afetou mais ainda psicologicamente. na epoca consultei uma endocrinologista que me pediu exame de testo livre e shbg, resultados: shbg: 36,0 nmol/l e testo livre: 10,80 ng/dl. A medica me disse que os resultados eram normais e que eu deveria esperar um pouco pois tinha tomado muito medicamento e que a pneumonia poderia ter me abalado psicologicamente.... esses exames foram feitos 2 meses apos a pneumonia. esperei mais um mes e nada de melhoras, nem no psicologico nem libido. e ai cansei.... ja vinha lendo a respeito de trt mas nao tinha conhecimento aprofundado, nao tenho hoje tambem mas um pouco melhor do que na epoca... entao na ocasiao consegui 3 ampolas de durateston da landerlan, e resolvi por conta propria fazer uso do medicamento, tendo conhecimento dos riscos ja tinha em mente voltar a endocrinologista e fazer um acompanhamento.... enfim.... o durateston foi uma maravilha, fiz aplicaçoes a cada 15 dias.... nunca me senti tao bem em toda minha vida, depressao foi pro espaço e libido a mil....ja tinha conhecimento sobre inibição do eixo e sabia que parar iria me remeter novamente ao quadro depressivo que eu estava, nao tinha interesse em descontinuar o uso, quando vi os beneficios que o medicamento me trouxe decidi que entraria em trt. mas infelizmente voces devem saber a dificuldade de encontrar profissionais capacitados para lidar com isso, moro em uma cidade de interior muito pequena e nao consigo por aqui pessoas especializadas no assunto. portanto so poderei fazer uma boa consulta em janeiro quando estiver em Brasilia... por isso gostaria que me ajudassem a respeito de algumas duvidas....como escrevi anteriormente estava usando o durateston a cada 15 dias. como tinha uma certa dificuldade de conseguir o durateston peguei uma receita e fui para o deposteron. no final de 15 dias da aplicação do durateston usei o deposteron, e ai as coisas deram uma mudada... logo no dia seguinte da primeira aplicação do deposteron senti nitidamente perda de libido, mas enfim imaginei que por ter uma absorção mais lenta logo voltaria ao normal, e assim continuei o uso a cada 10 dias. quando comecei a segunda caixa de deposteron resolvi fazer um check up de coração. a cardiologista me passou uma bateria de exames de sangue entre eles testo total e livre, fiz monitoramento cardiaco e coraçao estava otimo... na ocasiao do exame como tinha que colher amostras de sangue nao queria tomar deposteron na vespera para que isso nao alterasse muito os exames de sangue nem monitoramento cardiaco. por isso acabei prolongando um pouco a aplicação do deposteron para nao aplicar muito perto da data dos exames e ai veio a merda.... passei um periodo de 17 dias sem aplicar nada, notei que a força nos treinos foi diminuindo, e fui perdendo a fome aos poucos, inclusive massa, cheguei a perder 4 kilos.... os exames de sangue estavam ok, colesterol, figado, tireoide e por ai vai... mas a testosterona total estava em ridiculos 150ng/dl e a livre em mortais 2,58 ng/dl.... fiquei muito assustado pois ja tinha tomado como disse 3 ampolas de durateston, uma a cada 15 dias e 4 deposteron, um a cada 10 dias. imaginei que poderia haver um empilhamento e mesmo passando um periodo de 17 dias sem aplicar nada fiquei surpreso de ver resultados tao baixos... sera normal essa testosterona ter caido tao rapido? na epoca que eu estava tomando o durateston e na sequencia o deposteron estava indo bem nos treinos, ganhei bastante massa e estava com muita força. e quando interrompi por esses 17 dias como relatei senti a força diminuir brutalmente, cheguei a perder 10 kg de força em alguns exercicios.... passado os exames e assustado com os resultados decidi aplicar deposteron a cada uma semana.... rapidamente a força e a fome foram voltando, e ganhei massa novamente, libido boa, mas ereção nao esta 100% em aguns periodos.... e agora estou nessa.... como disse so poderei me consultar em janeiro, mas ate la gostaria que me ajudassem nas seguintes duvidas.... queria resaltar que amanha estou fazendo exames para verificar a testo, e pedi tambem estradiol...
      1- voces acham normal minha testosterona ter despencado tao rapido?
      2- tenho medo de ter atrofia nos testiculos, o que devo usar para evitar isso?
      3- ate hoje nao senti qualquer sensibilidade que me indicasse uma ginecomastia, devo me preocupar com isso?
      4- o que pode estar causando dificuldade na ereção?
      5- voces acham que uma ampola por semana, 200mg é muito para trt? vi relatos que o certo seria 100mg por semana, e que o ideal que fosse subcutanea
      para finalizar gostaria de informar quer a intençao da minha trt é ficar num quadro melhor de saude psicologica e em todos beneficios que me trouxe, disposição, força, fome.. para muitos meu shape pode parecer ridiculo, 1,93 e 80 kilos, muitos vao dar risadas, mas so eu sei da evolução que tive com intermedio dos medicamentos, como disse pesava 69kg desde os 17 anos, fico muito feliz em ver a evolução que tive e o ganho de massa. nao tenho intençao de ficar enorme, somente manter a disposição que tenho hoje para os treinos pois treinar virou uma paixao e como disse me dedico ao maximo dentro das minhas possibilidades, e tudo para mim tem sido novo, ate mesmo no que diz respeito a alimentação pois eu praticamente nao me alimentava direito antes disso tudo. fico feliz com os ganhos que estou tendo e quero aos poucos melhorar isso.... desde ja agradeço a atenção e espero que me ajudem.... abs....
    • By Locemar
      Para verem que mexer com hormônios não é tão simples como a maioria pensa.
       
      761ecf33220b6e4953126153a1f665cd.mp4
    • By contribuinte
      MEDICINA
      Excesso de testosterona mata células nervosas
      Cientistas descobrem que hormônio masculino em altas quantidades pode provocar redução de funções cerebrais e tendências suicidas
      --------------------------------------------------------------------------------
      Da Redação
      Musadeq Sadeq/AP - 19/9/06
      Halterofilistas utilizam testosterona para aumentar a massa muscular: riscos à saúde mental
      Uma nova pesquisa pode ter desvendado por que pessoas que abusam do uso de esteróides costumam apresentar alterações de comportamento. O estudo da Universidade de Yale (Estados Unidos) — divulgado ontem pela revista científica Journal of Biological Chemistry — indica que o excesso de testosterona pode matar células nervosas, provocando agressividade e tendências suicidas. Esteróides anabolizantes usados clandestinamente por halterofilistas e por adolescentes interessados em ganhar massa muscular têm o hormônio masculino como um dos principais componentes.
      Os testes comprovam que, embora a testosterona seja vital para o crescimento, a diferenciação e o desenvolvimento celular, grandes quantidades da substância estimulam a autodestruição das células, num processo conhecido como apoptose ou “morte celular programada”. O fenômeno é algo importante para o cérebro, já que o órgão precisa se livrar de alguns dos neurônios. No entanto, quando ocorre com muita freqüência, a perda demasiada de células pode trazer sérios problemas.
      Os cientistas cultivaram células de neuroblastoma — um tumor extracraniano mais comum em crianças — com altas concentrações de testosterona. Após períodos relativamente curtos (entre seis e 12 horas), eles notaram a ativação de um programa de morte celular. “Testosterona de menos é ruim, demais é ruim, mas, na medida exata, é perfeito”, avalia Barbara Ehrlich, que assina o artigo ao lado dos pesquisadores Manuel Estrada e Anurag Varshney. “Podemos mostrar que quando há altos níveis de esteróides, há muita testosterona, e isso pode destruir as células nervosas. Sabemos que quando se perde células cerebrais perdem-se funções.”
      Comportamento
      De acordo com a pesquisa, mudanças de comportamento, humor e memória podem ser uma conseqüência da ação dos esteróides no funcionamento dos neurônios. No entanto, em entrevista ao Correio, Ehrlich ressaltou que os resultados ainda são preliminares. “Nosso trabalho observou neurônios cultivados em laboratório”, explicou. “Podemos inferir algumas conseqüências, mas estudos futuros feitos por equipes médicas ainda serão necessários.”
      A experiência também foi feita com o hormônio feminino estrogênio. Para a surpresa dos pesquisadores, ao que tudo indica, essa substância parece ser neuroprodutiva. No mundo dos esportes, por melhorarem o desempenho de atletas e ajudarem na recuperação após exercícios físicos, o uso de complementos com testosterona é passível de punição. “Da próxima vez que um cara musculoso em um carro esporte lhe fechar na rua, não fique louco — só respire fundo e pense que isso pode não ser culpa dele”, disse Ehrlich, em nota à imprensa.
      Editor:João Cláudio Garcia // joao.garcia@correioweb.com.br
      Subeditor: Silvio Queiroz
      e-mail mundo@correioweb.com.br
      Tels 3214-1195 • 3214-1197
      Texto retirado da seguinte fonte: link quebrado removido
×
×
  • Create New...