Jump to content
  • Similar Content

    • By bruno_rs
      E ae pessoal..

      Tenho 17 anos, 65kg, +- 168cm..
      Estou recomeçando meu treino, com objetivo na hipertrofia, e queria dar um gás de início com alguns suplementos, servindo também como incentivo pra mim nos treinos.

      Como daqui uns dias começam minhas aulas à noite, e trabalho à tarde, vou ter tempo disponível somente das 9:00 às 10:00 da manhã para treino, mas estou tentando negociar com o chefe para sair as 11:00, para poder extender o treino até 12:30, se necessário.

      Estou pensando em comprar estes suplementos para começar:

      ULTRA IPC WHEY (900G) - Nutrilatina
      ALBUMINA (1000G) - D.N.A
      100% MALTO DEXTRIN (1000G) - Bodygenics

      Esses 3 por R$117,80

      Queria saber a opinião de vocês se esses suplementos são uma boa escolha (ou se poderia aproveitar melhor esse dinheiro em outros suplementos que dessem mais resultado) e qual seria o melhor horário e maneira para tomá-los, de acordo com meu horário disponível para treino.

      Valeuu!
      abração...
    • By celo_rj2006
      Vou começar a tomar suplementos agora. Como não tenho mta grana para gastar, vou tomar apenas o whey protein, mas na loja que eu vi tem o whey protein misturado com glutamina e com BCAA. Qual seria o melhor?

      Sei que vou ter que tomar depois de treinar. Tem alguma problema eu tomar quando chegar em ksa(10min depois de sair da academia) ou o melhor é tomar na hora mesmo?

      Tem alguma outra coisa que ajude a ganhar massa mas que não passe dessa faixa de preço? Ou algo p/ incluir e tomar junto com o whey que seja barato?

      P.S. To tomando depois de malhar levedo de cerveja. Acho q não deve fazer mto efeito não mas to tomando.
    • By Clem
      Pessoal, estou indo aos EUA, e to querendo trazer uns suplementos importados..

      Qual vcs me aconselhariam?? Os mais tops p/ ganhar massa muscular e perder gordura??

      Myoplex
      Animal Pak
      Animal Stak
      Lipo ¨
      Super Charge
      NANOVAPOR
      Animal CUTS
      NO Xplode
      Hydroxycut Hardcore
      Creatina
      Algum GH ou HGH
      DHEA
      Pro hormonais
      Algum termogenico??

      Quais os principais que iriam trazer?
    • By lillyp
      Comprei o clembuterol lavizo e estou fazendo a dieta cetogênica a 10 dias ! 
      Tenho 26 anos 
      1,60 de altura
      69 kls
      treino a 4 anos mas dei uma parada de 7 meses e retornei aos treinos tem um mês e foi exatamente nessa parada de 7 meses sem treino e dieta que engordei tanto asssim!
      Quero ciclar o clemb assim:
      1=1ml
      2=1ml
      3=1ml
      4=1,5ml
      5=1,5ml
      6=2ml
      7=2ml
      8=3ml
      9=3ml
      10=4ml
      11=4ml
      12=4ml
      13=5ml
      14=5ml
      15=5ml
      Oque acham ? 
      Tem Mais Algumas dicas ou algo que eu possa acrescentar ou mudar o ciclo? 
      Agradeço a todos desde já!
      vou deixar aqui fotos e medidas.
      Medidas pescoço 34  busto 94  braço 32 cintura 79 cintura umbigo 89 quadril 106 perna 63 panturilha 39
    • By Batata...
      O que fazer quando não se pode consultar um nutricionista?
      Nem todos podemos ir a um nutricionista esportivo, seja por falta de dinheiro, seja pela falta de bons profissionais, ou por outro motivo. Este artigo não irá suprir a carência de um nutricionista, pois você dificilmente irá saber como funcionam as interações de alimentos, como podem ser manipulados ao seu favor. Por isso, é tão importante um nutricionista, mas nosso objetivo aqui é dar dicas de como montar uma dieta (repisando: para quem não pode ir a um nutricionista).
      Dieta é fundamental
      A dieta é o ponto fundamental na construção de qualquer objetivo, seja ela para ganho de massa muscular ou para perda de gordura, definição e etc. Precisamos ter uma dieta que atenda nossas individualidades, que supram nossas necessidades e que sejam feitas baseada em nossos objetivos.
      Princípios básicos de dietas
      Devemos fazer um levantamento de nossos dados, número de refeições, horários e verificar a adequação de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e micronutrientes (vitaminas e minerais) de acordo com nossas necessidades e levando em conta idade, sexo e estado fisiológico.  
      Temos que determinar o valor energético total, estimativa individual das necessidades energéticas, considerando fator atividade.
      O número de refeições deve variar entre 4 a 6 refeições/dia, podendo ultrapassar esse número. Devemos planejar e distribuir o valor energético total entre as refeições, deve-se verificar a adequação de macro e micronutrientes de acordo com cada objetivo.
      É interessante mantermos uma boa distribuição ao longo do dia e ter uma boa variedade no cardápio e utilizar maior quantidade de alimentos in natura diminuindo o consumo de alimentos muito processados. 
      Tipos de alimentos
      Alimentos e grãos integrais, como pão integral, quinoa e arroz integral devem ter preferência, ao contrário dos refinados – em geral, brancos. Eles contém uma gama de vitaminas e minerais que, durante o processo de refinamento, são perdidos, assim como as fibras. Sem falar no menor índice glicêmico, ou seja, os carboidratos neles contidos causam menos picos de insulina, que é algo importante para quem tem interesse em reduzir ou manter seu peso.
      Frutas e vegetais devem fazer parte de uma dieta balanceada. Frutas como morango, framboesa, ameixa, maçã e melão possuem muitos anti-oxidantes, que são substâncias que ajudam a prevenir a formação de radicais livres no organismo. Radicais livres, em última análise, são danosos e podem causar desde envelhecimento precoce até câncer.
      Micronutrientes são importantes
      Micronutrientes têm um papel muito importante dentro do organismo e dentro do anabolismo muscular também. São responsáveis por diversos co-fatores dentro do organismo humano e responsáveis também por uma melhor qualidade na vida. Um exemplo de co-fator que os micronutrientes participam é referente a síntese proteica, super importante para nós praticantes de musculação.
      Portanto não deixe de incluir legumes, verduras, frutas, folhas em sua alimentação. 
      Gorduras também são necessárias
      Você precisa de gorduras para sobreviver, especialmente para o funcionamento do cérebro, que é composto de gordura em 2/3, além do sistema nervoso em geral e produção de hormônios.
      Coloque ênfase em óleos e gorduras saudáveis na sua dieta: especialmente mantendo o equilíbrio de ômega 3 e ômega 6, que possuem ação anti-inflamatória, ajudando na cura e prevenção de várias condições clínicas. Minimize o consumo de gorduras saturadas de fonte animal: dê preferência a cortes magros, e laticínios desnatados.
      Altos níveis de gordura saturada estão ligados a aumento do colesterol ruim (LDL) e doenças cardiovasculares, além de cânceres.
      Evite gorduras trans, algumas ocorre naturalmente em carnes e laticínios, mas a maioria é adicionada artificialmente, e essas gorduras não têm qualquer benefício para a saúde, muito pelo contrário, aumentam o colesterol ruim, e como se não bastasse, ainda reduzem o bom (HDL).
      Ganho de Massa Muscular
      O ideal é que você ganhe 0,5Kg/semana de massa (mais que isso pode passar a ser gordura). Se não estiver conseguindo atingir esse objetivo, aumente em 10 a 20% sua quantidade calórica. Se tiver ganhando mais do que isso, diminua a quantidade de calorias em 10%.
      Definição Muscular
      Procure perder de 0,5 a 1Kg/semana (mais do que isso pode ser massa muscular). Se não estiver reduzindo o peso diminua em 10% sua quantidade calórica, se estiver perdendo mais do que isso, deixe seu déficit calórico em apenas 10%.
      Montando sua dieta
      Cada refeição deve ser estruturada para incluir uma fonte de proteína de qualidade e uma de carboidrato complexo e fibroso. Essa combinação de proteína e fibras fará com que a digestão dos carboidratos seja mais lenta, evitando picos de insulina.
      Calcule sua quantidade de calorias diárias, depois faça a divisão correta da quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras da sua dieta. A primeira regra é: sempre coma proteínas (de qualidade e carboidratos juntos, prestando atenção apenas na quantidade de cada macronutriente que você irá ingerir.
      Comer carboidratos sozinhos, principalmente carboidratos simples (doces, pães brancos, biscoitos e etc), causará um rápido aumento da taxa de açúcar no sangue. Adicionando-se proteínas irá diminuir a digestão dos carboidratos, deixando seus níveis de açúcar mais estáveis, além do que, você ficará mais saciado durante mais tempo. O consumo de proteínas em cada refeição aumentará o efeito térmico em seu corpo, acelerando seu metabolismo.
      Um bom ponto de partida para a maioria das pessoas na divisão de macronutrientes será algo em torno de:
      Carboidratos 50%,  Proteínas 30% e Gorduras 20% - com pequenas variações para mais ou para menos.
      Para você montar sua própria dieta é importante que você saiba que:
      1 grama de carboidrato possui 4 calorias; 1 grama de proteína possui 4 calorias; 1 grama de gordura possui 9 calorias (não importa o tipo de gordura, boa ou ruim, as calorias são as mesmas). Segue um sistema de  planilhas onde você pode calcular sua Taxa de metabolismo Basal (TMB) - seu valor energético total (VET) - uma planilha de alimentos para pesquisa e outra para montagem da sua dieta. 
      Uma planilha para dias "ON" com treinos e outra para dias "OFF" sem treinos e uma planilha para impressão. Há uma introdução na planilha que explica como utilizá-la.
      Tabela_Dieta_Alimentos.xlsx
      Referências:
      Phytonutrients as therapeutic agents
      Dietary fats and health: dietary recommendations in the context of scientific evidence.
×
×
  • Create New...