Carregando...
Jump to content

Oxandrolona (queda de cabelo)

Rate this topic


Recommended Posts


Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Similar Content

    • By Thiago Carneiro
      Oxandrolona é um esteroide anabolizante oral derivado da diidrotestosterona (DHT). Ele foi projetado para ter uma separação muito forte de efeito anabólico e androgênico, e nenhuma atividade estrogênica ou progestacional significativa.
      Como ela é uma forma modificada de diidrotestosterona, apresenta as seguintes diferenças:
      adição de um grupo metil no carbono 17-alfa para proteger o hormônio durante a administração oral; substituição do carbono-2 no anel A por um átomo de oxigênio. A oxandrolona é o único esteroide comercialmente disponível com tal substituição em sua estrutura de anel básico, uma alteração que aumenta consideravelmente a força anabólica do esteroide (em parte tornando-o resistente ao metabolismo pela 3-hidroxiesteróide desidrogenase no tecido do músculo esquelético).
      A oxandrolona é conhecida por ser bastante suave no que diz respeito aos esteroides orais, bem feita para a promoção de força e ganhos de tecido muscular de qualidade sem efeitos colaterais significativos.
      Miligrama por miligrama, exibe até seis vezes a atividade anabólica da testosterona em testes laboratoriais, com significativamente menos androgenicidade.
      Esta droga é a favorita de fisiculturistas em dieta e atletas competitivos em esportes de desempenho anaeróbio/velocidade, eis que sua tendência é para promover ganho de tecido muscular puro (sem retenção de gordura ou água) e se encaixa bem com os objetivos desejados por esses atletas.
      A oxandrolona foi descrita pela primeira vez em 1962. Ela foi empregada num medicamento vários anos depois, pela gigante farmacêutica G.D. Searle & Co., que agora se chama Pfizer.
      A droga foi vendida nos Estados Unidos e na Holanda sob o nome comercial Anavar.
      A Searle também vendeu/licenciou o medicamento sob diferentes nomes comerciais, incluindo Lonavar (Argentina, Austrália), Lipidex (Brasil), Antitriol (Espanha), Anatrophill (França) e Protivar.
      A oxandrolona foi projetada para ser um anabolizante oral extremamente suave, que poderia até ser usado com segurança por mulheres e crianças.
      Nesse sentido, o laboratório Searle parece ter conseguido sucesso nesse projeto, pois, a droga Anavar demonstrou um alto grau de sucesso terapêutico e de tolerabilidade em homens, mulheres e crianças.
      Durante seus primeiros anos, o Anavar foi oferecido para uma série de aplicações terapêuticas. Dentre elas estão:
      promoção do crescimento do tecido magro durante a doença catabólica; promoção do crescimento do tecido magro após cirurgia, trauma, infecção e administração prolongada de corticosteroides; suporte de densidade óssea em pacientes com osteoporose. Na década de 1980, o FDA refinou ligeiramente as aplicações aprovadas de oxandrolona para incluir a promoção do ganho de peso após cirurgia, infecção crônica, trauma ou perda de peso sem razão fisiopatológica definida.
      Apesar de seu histórico contínuo de segurança, Searle decidiu interromper voluntariamente a venda de Anavar em 1 de julho de 1989. As vendas atrasadas e a crescente preocupação do público sobre o uso atlético de esteroides anabolizantes pareciam estar na raiz dessa decisão.
      Com a marca Anavar fora do mercado, a oxandrolona desapareceu completamente das farmácias americanas.
      Logo depois, os produtos da oxandrolona nos mercados internacionais (muitas vezes vendidos pela Searle ou sob licença) também começaram a desaparecer, à medida que o principal fabricante global da droga continuava se retirando do mercado de esteroides anabolizantes.
      Por vários anos, durante o início dos anos 1990, parecia que o Anavar estava em seu caminho para fora do comércio para sempre.
      A oxandrolona voltou ao mercado dos EUA seis anos depois. O produto voltou às prateleiras das farmácias em dezembro de 1995, desta vez com o nome Oxandrin, da Bio-Technology General Corp. (BTG).
      O BTG continuaria a vendê-lo para usos aprovados pela FDA envolvendo preservação de massa magra, mas também recebeu o status de medicamento órfão para o tratamento de perda massa magra em consequência da AIDS, hepatite alcoólica, síndrome de Turner em meninas e retardo constitucional de crescimento e puberdade em meninos.
      O status de medicamento órfão deu ao BTG um monopólio de 7 anos sobre o medicamento para esses novos usos, permitindo-lhes proteger um preço de venda muito alto. Muitos pacientes ficaram indignados ao saber que o medicamento custaria a eles (no preço de atacado) entre US$ 3,75 e US$ 30 por dia, o que era muito mais caro do que o Anavar, que havia saído do mercado há apenas alguns anos.
      O lançamento de um comprimido de 10 mg do Oxandrin da BTG, vários anos depois, não reduziu o custo relativo da droga.
      O Oxandrin continua a ser vendido nos EUA, mas agora está sob o rótulo Savient (anteriormente conhecido como BTG).
      É atualmente aprovado pelo FDA para “terapia adjuvante para promover ganho de peso após perda de peso após cirurgia extensa, infecções crônicas ou trauma grave e em alguns pacientes que sem razões fisiopatológicas definidas não conseguem ganhar ou manter o peso normal, para compensar o catabolismo da proteína associado à administração prolongada de corticosteroides e para o alívio da dor óssea que freqüentemente acompanha a osteoporose.”
      Versões genéricas do medicamento já estão disponíveis nos EUA, o que reduziu o preço da terapia com oxandrolona. Fora dos EUA, a oxandrolona permanece disponível, embora não amplamente.
      No Brasil, está legalmente presente nas farmácias de manipulação.
      A oxandrolona está disponível em mercados selecionados de medicamentos para humanos. A composição e dosagem podem variar de acordo com o país e o fabricante. A droga Anavar original continha 2,5 mg de esteroide por comprimido. A droga Oxandrin contém 2,5 mg ou 10 mg por comprimido. Outras marcas modernas geralmente contêm 2,5 mg, 5 mg ou 10 mg de esteroide por comprimido.
    • By Elidaalviess
      Fiz um ciclo com masteron de 10ML 100mg, aplicando 0,5ml 3x na semana... 
      não fiz TCP, durante o ciclo não tive nenhum colateral, faltando uma semana para terminar o frasco interrompi pq tive COVID...
      agora estou com queda intensa dos fios do cabelo... 
      estou tomando FINASTERIDA 1m estou indo para o 4 comp...
      alguém tem alguma dica doq fazer durante ou qualquer medicamento que posso tomar....
      me alimento bem, tomo multivitaminicos, lavitam mulher, lavitam mais imunidade com vitaminas C,D,Z,S,E, colágeno hidrolisado, suplemento vitamínico mineral...
      mais a suplementação normal, Wey 100% creatina, glutamina, bcaa, carnitina e cafeína
      Altura 1,71
      peso 70kg
       
       
    • By viniciusluzika
      Fala galera blz?
      1.73
      90.7kg
      26 anos
      treino desde os 16 anos, com interrupção...
       
      Comecei meu primeiro ciclo com deposteron 200mg e oxandrolona 20mg manipulada com 500mg de tribulus
      Fiz minha primeira dose de deposteron no domingo dia 26/07 e outra na segunda 27/07 , sendo assim uma dose de ataque, que foi a pedido do meu endócrino, ai ficara toda segunda 1 dose de 200mg/ toda segunda.. 

      Oxandrolona estou tomando 2cp por dia, 1 pela amanha e outro a noite totalizando 40mg...
       
      estou pensando em jogar uma stano de 50mg em cp, tomar toda quarta e sexta...(quero a opinião de vcs sobre isso)
       
    • By Kitty Crystal
      Olá! Gostaria de uma opinião sobre o que estou pensando em fazer, treino a alguns anos, mas sempre sou aquela q faz 6 meses para 6 meses se setembro a dezembro treinei e fiz dieta corretamente perdi bastante gordura e ganhei massa até, porém agora estou pensando em iniciar um ciclo, meu namorado tbm vai fazer um então queria fazer tbm, e tbm será a primeira vez dele, bom pensei em o seguinte: 12 a 10 semanas, meu objeitivo é ganho de massa magra (bulking) Prefiro fazer com dose baixa pois tenho muito medo da voz engrossar ( trabalho com minha voz) então to bem cagona, pensando em comprar a ox da king pharma ou lander
      não faço uso de nenhum remédio, parei AC tem uns 3 meses já...
      as fotos:  a na praia é de agora e o antes e depois é de meados de outubro / 14 de dezembro mais o menos (coloquei o link no final)
      25 anos. 
      1,67 
      61kg
       
      treino dividido em : A = peito e triceps / b = costas e biceps / c = ombro e panturilha / e perna dividido em gluteo e post / e quadriceps , treino A/B/C A NOITE E perna/ gluteo faço 2 ou 3 vezes na semana ou terça e quinta ou seg, qua, sex pela manha ( ou seja tem dias que vou duas vezes na academia por dia )
      Dieta os macros seriam : 2g kg prot, 4g kg carboidrato ( inicialmente, dependendo de como o corpo reagir subo ou n ) 1g kg gord. 
      Oxandolona:
      1 sem: 5mg dia 
      2 sem: 5mg dia 
      3 sem: 10mg dia
      4 sem: 10mg dia
      5 sem: 15mg dia
      6 sem: 15mg dia
      7 sem: 15mg dia
      8 sem: 10 mg dia
      9 sem: 10mg dia
      10 sem: 5mg dia
      11: 5mg dia
      12 : 5 mg dia 
      foto:


    • By Amanda Mayrinck Hallak
      Oxandrolona e Anavar
      Muitos têm dúvidas sobre o que é oxandrolona. Essa substância é um hormônio que sempre foi encontrada no medicamento “ANAVAR”, no entanto, o laboratório responsável tirou o medicamento do mercado por não desejar ver o seu nome ligado a esteróides.
      Por isso, hoje em dia toda oxandrolona que ainda vem no anavar é falsa. A maneira mais segura de consegui-la é em forma manipulada na farmácia.
      Efeitos colaterais
      A oxandrolona é moderadamente androgênica, proporciona bom efeito anabólico e não possuiu efeitos colaterais como os demais esteróides.
      Ela é um dos anabólicos mais seguros. Para atletas, tem como efeito principal um grande aumento de força por aumentar os depósitos de fósforo creatina intracelular (fonte de combustível muscular para esforços imediatos de curta duração com ate 10 segundos aproximadamente), médio aumento da massa do músculo, além de definição muscular.
      Hepatoxidade
      Mesmo que seja considerado suave, o alfa 17 alkylated (aa) é metabolizado no fígado. Sendo assim seu uso não deve ser indiscriminado.
      É uma droga muito usada pelas mulheres por ser pouco tóxica ao corpo.
      Doses comuns nos ciclos
      Geralmente é administrado entre 30mg/dia e 100mg/dia por homens e 10mg a 30mg por mulheres em um ciclo “comum” normalmente administrada com alguma testosterona ou até mesmo usada isoladamente.
      Antes de ingerir qualquer substância com poder anabolizante, procure auxílio médico, pois tais hormônios podem ser prejudiciais à saúde do organismo. Portanto, cuidado!
      Curiosidades sobre a oxandrolona
      Sendo um esteróide oral, a oxandrolona é um composto 17aa para sobreviver ao metabolismo de primeira passagem no fígado, porém é bem suave nesse quesito também, não apresentando efeitos hepatotóxicos muito sérios (colestase hepática, peliose hepática, hiperplasias e neoplasias) atribuídos aos compostos 17aa.
      Oxandrolona e queima de gordura
      Em relação à queima de gordura, a oxandrolona pode ser chamada de um esteróide fat-burner. A gordura visceral e abdominal diminuíram em um estudo onde os pacientes com os níveis normais de testosterona usaram oxandrolona.
      Em outro estudo, a gordura total, torácica e apendicular, foi reduzida com uma dosagem baixa da droga, 20mg/dia, e sem exercício.
      Manutenção dos ganhos
      Além disso, os ganhos parecem ser sólidos e permanentes. Pode não ser muito, porém a chance de manter tudo é muito grande.
      Estudos mostram que os efeitos da oxandrolona não são dependentes da idade. Todos os estudos foram feitos em homens mais velhos e mais novos com efeitos e resultados em ambos os casos.
      Oxandrolona e ganho de massa muscular
      Oxandrolona é excelente para força e para rasgar, mas não muito para ganho de massa. Para um significativo aumento de massa ela deve ser associada a uma testosterona.
×
×
  • Create New...