Carregando...
Ir para conteúdo
  1. fisiculturismo

    fisiculturismo

  2. Sereiafit

    Sereiafit

  3. Bravo Costa

    Bravo Costa

  • Conteúdo Similar

    • Por Renatinha1599
      Olá pessoal!
      Preciso de ajuda para melhorar o físico, principalmente as coxas (definição).
      Treino de 5 vezes por semana há quase 2 anos (raramente eu deixo de ir à academia). Faço musculação e Hiit (de acordo com a frequência cardíaca). Durante certo tempo fui acompanhada por um coach (que montava os treinos) e por uma nutricionista. 
      A minha evolução não foi ruim,  dos 34% de BF atingi os 14% e fiquei extremamente magra. Mesmo assim, não consegui deixar o posterior de coxas como eu gostaria. 
      Depois de um tempo sem muita evolução, por sugestão de outro coach, aumentei as calorias da dieta e logo ganhei peso e gorduras também. Minha dúvida seria como melhorar as benditas das pernas.
      Pensei em fazer um primeiro ciclo com Oxandrolona, 5mg por 4 semanas e 10 mg por mais 4 semanas, totalizando 8 semanas de ciclo no total.
      Outra dúvida seria sobre a dieta, se devo continuar focada no ganho de massa ou entrar em cutting..
       
      Gostaria de dicas e sugestões sobre o caso, indicação do ciclo ou não. 
       
       
       
      Aguardo.
       
      abaixo avaliação atual
      Idade: 36 anos
      Peso: 65 Kg
      Altura: 1,62
      BF 21%
      Peso Magro: 51 Kg
      Cintura:70
      Quadril: 104
      Coxas:63
      Ombros: 102
      Tórax/busto relaxado: 86
      Antebraço dir: 24
      Panturrilha dir: 38,5
       
      Treino atual:
      TREINO A (Posteriores, Glúteo e Abdominal Obliquo) SEGUNDA-FEIRA
      1 – Mesa Flexora Bilateral: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      2 – Stiff Guiado: 4 x 10
      3 – Elevação de Pelve: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      4 – Agachamento Livre: 4 x 10
      5 – Cadeira Abdutora: 4 x 10 (DROP SET)
      6 – Mesa Flexora Unilateral: 4 x 10 (sem descanso, uma perna de cada vez)
      7 – Abdominal: 4 x 20 (Infra no banco reto com caneleira)
       
      TREINO B (Costas, Trapézio, Biceps e Infra Abdominal) TERÇA-FEIRA
      1 – Barra Fixa Supinada: 4 x 10 (só consigo fazer 4 x 5)
      2 – Remada Baixa: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      3 – Remada Curvada Supinada: 4 x 10
      4 – Voador Inverso: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      5 – Rosca Direta Alternada: 4 x 10
      6 – Rosca 21: 4 x 21
      7 – Abdominal: 4 x 20 (Tesoura)
      8 – AERÓBICO: HIIT na esteira (30 tiros 30seg correndo + 08 seg descanso fora da esteira)
       
      TREINO C (Quadriceps e Reto Abdominal) QUARTA-FEIRA
      1 - Agachamento Livre: 4 x 10
      2 – Cadeira Extensora: 4 x 10 (DROP SET)
      3 – Afundo no Smith: 4 x 10
      4 – Leg Press: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      5 – Cadeira Extensora Unilateral: 4 x 10 (Sem descanso, uma perna de cada vez)
      6 - Panturrilha no Leg Press: 4 x REST PAUSE
      7 – Abdominal: 4 x 20 (supra com corda na polia)
      8 – AERÓBICO: HIIT na bike (10 tiros de 1 min + rápido e 1 min mais lento)
       
      TREINO D (Peito, Ombro, Tríceps e Infra Abdominal) QUINTA-FEIRA
      1 –Crossover: 4 x 10
      2 – Flexão de braço: 4 x 10
      3 – Elevação Lateral: 4 x 10
      4 – Desenvolvimento: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      5 – Triceps Corda: 4 x 10 (DROP SET)
      6 – Triceps Banco: 4 x 10
      7 – Abdominal: 4 x 1 minuto (Prancha)
      8 – AERÓBICO: HIIT na esteira (30 tiros 30seg correndo + 08 seg descanso fora da esteira)
       
      TREINO A (Posteriores, Glúteo e Abdominal Obliquo) SEXTA-FEIRA
      1 – Mesa Flexora Bilateral: 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      2 – Stiff Guiado: 4 x 10
      3 – Extensão de Quadril na polia : 4 x 10 (ultima série até a FALHA MUSCULAR)
      4 – Afundo no Smith: 4 x 10
      5 – Cadeira Abdutora: 4 x 10 (DROP SET)
      6 – Abdominal: 4 x 20 (Infra no banco reto com caneleira)
       
      Atualmente faço uma dieta com 1.800 calórias, em média.
       
       



    • Por amandaaaramosss
      Olá pessoal!
      Comecei a fazer um ciclo de oxandrolona 20mg,meu primeiro.
      Treino desde os 15 anos(já fazem 14),mas que levo a sério mesmo faz uns 4.
      Nunca fiz uma dieta,sempre procurei me alimentar de maneira saudável,mas meu fraco sempre foi os doces,e nunca passei vontade hahaha
      Bom,agora que resolvi fazer o ciclo,pq quero aumentar massa magra e dar uma definida,eu estou fazendo 6 refeições por dia,comendo 2,5g de proteína por kg... Não tô fazendo acompanhamento de nutricionista, nada. 
      Gostaria de dicas pra esse ciclo dar resultados,sou leiga em questão de anabolizante e não tomo nenhum suplemento.
      Tenho 1.60 e 54 kg
       



    • Por FaBHana
      Boa tarde, me chamo Fabiana e gostaria de uma luz! Pesquisei muito sobre ciclos para mulheres, efeitos colaterais, dieta e li bastante os tópicos e relatos do pessoal aqui do fórum. Minha história começa em 2017  fiz o primeiro ciclo com Oxandrolona pela com acompanhamento do meu ex e em 2018 com Boldenona e Masteron a mesma coisa. Consegui resultados visíveis, mas efeitos colaterais também como voz, pêlo e meu clitóris não é mais o mesmo. Conforme o tempo passou a voz deu uma melhorada, o pêlo também mas o clitóris não! Para não alongar mais eu queria muito a opinião do pessoal aqui do fórum, pois sei que dieta e treino são individuais, estou limpa a 2 anos já, consegui um shape mediano com o ciclo de carboidrato e agora querendo iniciar um ciclo de Masteron.   Idade: 28
      Altura: 1,69

      Peso: 64.5

      Medicações em uso (Anticoncepcional, etc...): No momento nenhum, mas já usei metformina, tamoxifeno e hidrocortiazida.

      Problemas de Saúde: Não
      Exames: Desde o ciclo não fiz exames específicos de Testo, mas como trabalho na área de segurança eles nos obrigam a realizar alguns exames anuais! Devido a pandemia ano passado não realizei nenhum. 

      Tempo de treino: 10 anos treinando meia boca.. 3 anos mais intensos.

      Ciclos FEITOS com dose e tempo: 1. Oxandrolona 10mg/dia por 4 semanas e 20 mg/dia 2 semanas 10mg/dia final do ciclo (2017). 2. Boldenona 0,5ml 2x por semana durante 8 semanas e 4 semanas de Bond 0,5ml + Masteron 0,5ml até o final do ciclo(2018). Nos dois tive bons resultados mas tive efeitos colaterais irreversíveis que não me atrapalham nos dias de hoje!
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: Sei que talvez irei precisar secar antes, mas gostaria das dicas e opiniões dos mestres do fórum com relação a ciclar com Masteron.
       
      Divisão de treino e horario do mesmo: como trabalho na área da segurança meus treinos são alternados entre manhã e noite mas nessa sequência meamo.
      Segunda: Inferiores (ênfase em quadríceps/abdutores)
      Terça: Superiores (ombros, peito e tríceps) +abs
      Quarta: inferiores (ênfase glúteos) 
      Quinta: Superiores (costas e bíceps)+ abs
      Sexta: Inferiores (ênfase em posteriores) +pant
      Sábado: Aeróbico em jejum 40 min elíptico
      Domingo: Aeróbico em jejum 40min elíptico
       
       DIETA: 
      Café da manhã 7:00
      3 claras +2 ovos inteiros + 2 fatias de pão íntegral
      Lanche manhã = 150 g de frango + 50g de legumes    Almoço 13:00 100g frango 150g de arroz integral 50g de legumes 0,5 co azeite Salada a vontade     Lanche 17:00 150g de frango 50g de legumes 80g de batata doce   Pré treino: Uso o da marca PROHIBIDO da 3VS + 10g de creatina da mesma Isso não interfere no meu sono   Pós treino: 40g de whey + 10g de maizena   Jantar  3 claras+ 2 ovos inteiros + legumes Salada a vontade    
      Água/dia: No mínimo 4,5l por dia
       
      A foto de roupa de academia rosa foi do ciclo de Bold + Masteron cheguei a 72kg e atualmente com 64,5kg estou bem mais magras mas consegui cortes que antes não tinha. A foto de shorts verde foi antes do final do Ano quando consegui arrisquei fazer um ciclo de carboidrato por conta. 
       
      Espero que possam me ajudar! Obrigada!
       







    • Por Thiago Carneiro
      Oxandrolona é um esteroide anabolizante oral derivado da diidrotestosterona (DHT). Ele foi projetado para ter uma separação muito forte de efeito anabólico e androgênico, e nenhuma atividade estrogênica ou progestacional significativa.
      Como ela é uma forma modificada de diidrotestosterona, apresenta as seguintes diferenças:
      adição de um grupo metil no carbono 17-alfa para proteger o hormônio durante a administração oral; substituição do carbono-2 no anel A por um átomo de oxigênio. A oxandrolona é o único esteroide comercialmente disponível com tal substituição em sua estrutura de anel básico, uma alteração que aumenta consideravelmente a força anabólica do esteroide (em parte tornando-o resistente ao metabolismo pela 3-hidroxiesteróide desidrogenase no tecido do músculo esquelético).
      A oxandrolona é conhecida por ser bastante suave no que diz respeito aos esteroides orais, bem feita para a promoção de força e ganhos de tecido muscular de qualidade sem efeitos colaterais significativos.
      Miligrama por miligrama, exibe até seis vezes a atividade anabólica da testosterona em testes laboratoriais, com significativamente menos androgenicidade.
      Esta droga é a favorita de fisiculturistas em dieta e atletas competitivos em esportes de desempenho anaeróbio/velocidade, eis que sua tendência é para promover ganho de tecido muscular puro (sem retenção de gordura ou água) e se encaixa bem com os objetivos desejados por esses atletas.
      A oxandrolona foi descrita pela primeira vez em 1962. Ela foi empregada num medicamento vários anos depois, pela gigante farmacêutica G.D. Searle & Co., que agora se chama Pfizer.
      A droga foi vendida nos Estados Unidos e na Holanda sob o nome comercial Anavar.
      A Searle também vendeu/licenciou o medicamento sob diferentes nomes comerciais, incluindo Lonavar (Argentina, Austrália), Lipidex (Brasil), Antitriol (Espanha), Anatrophill (França) e Protivar.
      A oxandrolona foi projetada para ser um anabolizante oral extremamente suave, que poderia até ser usado com segurança por mulheres e crianças.
      Nesse sentido, o laboratório Searle parece ter conseguido sucesso nesse projeto, pois, a droga Anavar demonstrou um alto grau de sucesso terapêutico e de tolerabilidade em homens, mulheres e crianças.
      Durante seus primeiros anos, o Anavar foi oferecido para uma série de aplicações terapêuticas. Dentre elas estão:
      promoção do crescimento do tecido magro durante a doença catabólica; promoção do crescimento do tecido magro após cirurgia, trauma, infecção e administração prolongada de corticosteroides; suporte de densidade óssea em pacientes com osteoporose. Na década de 1980, o FDA refinou ligeiramente as aplicações aprovadas de oxandrolona para incluir a promoção do ganho de peso após cirurgia, infecção crônica, trauma ou perda de peso sem razão fisiopatológica definida.
      Apesar de seu histórico contínuo de segurança, Searle decidiu interromper voluntariamente a venda de Anavar em 1 de julho de 1989. As vendas atrasadas e a crescente preocupação do público sobre o uso atlético de esteroides anabolizantes pareciam estar na raiz dessa decisão.
      Com a marca Anavar fora do mercado, a oxandrolona desapareceu completamente das farmácias americanas.
      Logo depois, os produtos da oxandrolona nos mercados internacionais (muitas vezes vendidos pela Searle ou sob licença) também começaram a desaparecer, à medida que o principal fabricante global da droga continuava se retirando do mercado de esteroides anabolizantes.
      Por vários anos, durante o início dos anos 1990, parecia que o Anavar estava em seu caminho para fora do comércio para sempre.
      A oxandrolona voltou ao mercado dos EUA seis anos depois. O produto voltou às prateleiras das farmácias em dezembro de 1995, desta vez com o nome Oxandrin, da Bio-Technology General Corp. (BTG).
      O BTG continuaria a vendê-lo para usos aprovados pela FDA envolvendo preservação de massa magra, mas também recebeu o status de medicamento órfão para o tratamento de perda massa magra em consequência da AIDS, hepatite alcoólica, síndrome de Turner em meninas e retardo constitucional de crescimento e puberdade em meninos.
      O status de medicamento órfão deu ao BTG um monopólio de 7 anos sobre o medicamento para esses novos usos, permitindo-lhes proteger um preço de venda muito alto. Muitos pacientes ficaram indignados ao saber que o medicamento custaria a eles (no preço de atacado) entre US$ 3,75 e US$ 30 por dia, o que era muito mais caro do que o Anavar, que havia saído do mercado há apenas alguns anos.
      O lançamento de um comprimido de 10 mg do Oxandrin da BTG, vários anos depois, não reduziu o custo relativo da droga.
      O Oxandrin continua a ser vendido nos EUA, mas agora está sob o rótulo Savient (anteriormente conhecido como BTG).
      É atualmente aprovado pelo FDA para “terapia adjuvante para promover ganho de peso após perda de peso após cirurgia extensa, infecções crônicas ou trauma grave e em alguns pacientes que sem razões fisiopatológicas definidas não conseguem ganhar ou manter o peso normal, para compensar o catabolismo da proteína associado à administração prolongada de corticosteroides e para o alívio da dor óssea que freqüentemente acompanha a osteoporose.”
      Versões genéricas do medicamento já estão disponíveis nos EUA, o que reduziu o preço da terapia com oxandrolona. Fora dos EUA, a oxandrolona permanece disponível, embora não amplamente.
      No Brasil, está legalmente presente nas farmácias de manipulação.
      A oxandrolona está disponível em mercados selecionados de medicamentos para humanos. A composição e dosagem podem variar de acordo com o país e o fabricante. A droga Anavar original continha 2,5 mg de esteroide por comprimido. A droga Oxandrin contém 2,5 mg ou 10 mg por comprimido. Outras marcas modernas geralmente contêm 2,5 mg, 5 mg ou 10 mg de esteroide por comprimido.
    • Por Iseenlive
      Oxandrolona ciclo feminino.
      Bom, vamos lá..
      Treino a um pouquinho mais de um ano, há uns 3 meses estou com personal. Em janeiro irei numa nutróloga afim dela me passar certas coisinhas pra me ajudar tanto no ganho de massa quanto dar aquela secada na gordura restante... entretanto sempre gosto de pesquisar bastante pra já ter uma noção do que ela poderá me falar, e pra tambem, caso as coisas não ocorram como o planejado. 

      Tudo que encontrei na internet sobre oxandrolona e ciclo feminino foram informações bem variadas, desde tpc pra mulheres até que mulher não precisa de tpc... enfim, gostaria de uma possível sugestão de ciclo/dose e afins pro meu caso... 
      Tenho 20 anos
      1,65 cm
      58-60kg
      Tambem vi bastante informação sobre alguns suplementos pra serem usados durante o ciclo pra evitar alguns colaterais...
       
      Obrigaduu
       
×
×
  • Criar novo...