Jump to content
Luiza hausenback

Qual é o melhor método contraceptivo para quem faz musculação?

Rate this topic

Recommended Posts

Em 01/06/2019 em 15:25, Luiza hausenback disse:

Oi gente tô com uma dúvida qual método contraceptivo não vai atrapalha minha evolução 

Sobre mim 

Já usei a Noregyna mensal por 3 anos parei tem 6 meses e com isso parou de desce  tbm  só sinto as cólicas mas não há sangramento

Como @Apollo Galeno disse, é o DIU de cobre e prata, seguido dos falhos camisinha, coito interrompido e tabelinha, lembrando que esses métodos podem ser somados.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 01/06/2019 em 21:57, Apollo Galeno disse:

Meu pai!!

Boa Noite....

Claro que atrapalha.

Avalie  com seu ginecologista a implantação e o uso de DIU de cobre com prata.

TMJ

Amigo,  tava esperando uma menstruação pra colocar,  e a meses não vem.  

Da pra por mesmo sem estar menstruada? 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By Alisson Kalel Cotta
      As mulheres que fazem exercícios de resistência e tomam anticoncepcional oral parecem ganhar menos massa muscular magra do que as mulheres que fazem musculação, mas não tomam anticoncepcional, dizem pesquisadores da Texas A & M University em College Station.
      Chang-Woock Lee, um dos pesquisadores, disse em uma entrevista à Reuters que os fatores que explicam as diferenças na magnitude das respostas ao treinamento de resistência entre pessoas são geralmente desconhecidos. “O estudo é significativo na medida em que identificamos um potencial novo fator que pode estar associado com as características e variabilidade das respostas musculares para um programa de treinamento de exercício resistido controlado”, acrescentou.
      O consumo de chá verde leva a mudanças epigenéticas em mulheres
      O estudo envolveu 73 mulheres com idade entre 18 e 31 anos – todas saudáveis. Todos participaram de um programa de exercícios resistidos para todo o corpo que durou dez semanas e envolveu três sessões por semana. 34 delas tomaram anticoncepcional oral, enquanto o restante (39) não o fizeram. Eles foram convidados a certificar-se de que consumiram a quantidade certa de proteína para estimular o crescimento muscular.
      Os cientistas descobriram diferenças significativas entre os dois grupos em relação ao crescimento da massa muscular magra. A massa muscular magra cresceu 3,5% entre as mulheres que não usaram anticoncepcional oral, em comparação com 2,1% entre as mulheres que fizeram.
      Os pesquisadores disseram que ficaram surpresos com o resultado das diferenças, com uma média de 60%. Suas descobertas foram apresentadas no American Physiological Society Meeting, em Nova Orleans.
      Os cientistas salientaram que a diferença só foi encontrada no ganho de massa muscular magra, enquanto os ganhos de força e as alterações nas circunferências de braço / perna foram bastante semelhantes entre os grupos.
      As mulheres que tomaram contraceptivos orais também apresentaram níveis mais baixos de três hormônios anabólicos no sangue, em comparação com as outras mulheres. Os níveis sanguíneos de cortisol foram significativamente maiores entre as mulheres que tomam contraceptivos orais, acrescentaram os pesquisadores. Hormônios anabólicos são hormônios de construção muscular, enquanto o cortisol tem o efeito oposto nos músculos.
      Anticoncepcional e DHEA
      Três mulheres que tomaram anticoncepcional oral tinham níveis mais baixos de hormônio DHEA no final do período de treinamento, em comparação com seus níveis no início. Entre todas as mulheres que não tomaram anticoncepcional oral, os níveis de DHEA não mudaram.
      É possível que os níveis variáveis de hormônios de construção muscular e de quebra de músculo tenham contribuído muito para os diferentes resultados de ganho de massa muscular magra, dizem os cientistas.
      Mais estudos necessários.
      Embora o estudo tenha observado efeitos negativos do uso de anticoncepcional oralno ganho de massa muscular no contexto do treinamento de resistência, os pesquisadores disseram que “estudos futuros são necessários para ajudar a explicar as razões por trás dos resultados”.
      Fonte: American Physiological Society
      https://nutrindoideias.com/saude-feminina/pilula-anticoncepcional-pode-prejudicar-o-ganho-muscular-das-mulheres

    • By Jaque123
      Por favor, alguém encontre o erro, não consigo baixar meu BF!
      Treino 5x por semana + aeróbico 4x por semana, (em jejum ou em pós treino) sigo dieta, e estou totalmente estagnada no peso, não consigo diminuir nada! Não sei o que posso estar fazendo de errado..
      Tenho 1.70 -  Peso: 75 kg -
      Ja fiz uso do clembuterol e muitos outros termos, antes me ajudou um pouco, dessa vez estou usando o clemb novamente ( conforme todas orientações de como usá-lo, a primeira vez de usei tive resultados excelentes!) dessa vez não tenho visto resultados. Não uso suplementação, só alimentação, a unica coisa que utilizo é o Whey no pós-treino. Tenho certa facilidade em ganho de massa, porém muita dificuldade em perder gordura, então fico sempre no limite... não vou nem pra frente, nem pra trás.. 
      Estava pensando em recorrer ao oxandrolona, pra me dar um UP.. estou desanimada com a situação... Agradeço muito se alguém puder ajudar!
      Prévia da dieta:
      Manha 07:00
      2 col. sopa tapioca + 3 claras - 1 gema c/ recheio, geléia sem acucar, ou banana.. afins.
      1 xicara de café com leite ( pouco leite);
      meio da manha 10:00
      Mix de castanhas ( varia entre castanhas(4) ou castanho de caju) ameixa, ou damasco.) OU 1 fruta.
      2 claras - 1 gema
      meio dia 12:00
      Salada á vontade ( evitando beterraba, cenoura por conta do açucar);
      1 Salada crua e 1 refogada
      Carne ou frango grelhado;
      tarde 15:00
      iorgut 0% gordura + 2 col. sopa granola c/ chia;
      2 claras;
      TREINO - 
      pré treino 18:30
      - 1 Porção pequena de carboidrato ( batata doce ou arroz integral);
      Porção de carna ou frango magros;
      21:00 Whey -
       21:40 pós treino - 40minutos depois refeição
      1 Proteina 
      As vezes + 1 fruta + gelatina sem acuçar;
      OBS: BEBO MUITAAAAAAAAAA AGUA! 
      GENTE O QUE MAIS DEVO FAZER? 
       
       
       
       
    • By morenaa
      Oi gente! Criei uma conta aqui só para poder relatar o meu primeiro ciclo.  Estava a espera da ox e ela finalmente chegou! Mas antes quero tirar uma dúvida:
      A minha é da advancedlabs de 10mg e 90caps ou seja são cápsulas e não tem como partir elas. Vou ter começar com 20mg por dia e não pretendo aumentar a dose. Vale a pena fazer um ciclo com a mesma dose do início ao fim? 
      Em breve postarei minha dieta e treino.
      obrigada pela atenção! 
      Idade: 22 Altura: 1,61 Peso: 59kg Braço: 28,5cm Cintura: 70cm Coxa: 59cm Quadril: 98cm Bf: 24% (acredito) Objetivo: ganhar massa magra Vou postando fotos ao longo do relato. 
       
    • By Renato França
      Mulheres e dificuldade de ganhar massa
      Muitas mulheres se queixam de dificuldade para ganhar massa muscular (mesmo com treino regular e dieta), flacidez, celulite, retenção hídrica e facilidade para engordar ou dificuldade de perder gordura. Não é novidade para ninguém que alimentação desequilibrada e sedentarismo contribuem para tudo isso. Mas hoje vou trazer algumas informações sobre outro fator, os anticoncepcionais, que pode ter relação com essas queixas e que está presente na vida de boa parte das mulheres em idade reprodutiva.
      Efeitos dos anticoncepcionais
      O uso de anticoncepcionais é muito difundido hoje em dia e é prescrito para diversas finalidades, não só inibir a ovulação e agir como contraceptivo propriamente dito. Mas também, em alguns casos, para controle da oleosidade da pele e acne, síndrome dos ovários policísticos, irregularidades do fluxo menstrual, hirsutismo (produção excessiva de pêlos nas mulheres). O problema é que muitas vezes para controlar um desses aspectos, ocorre a desregulação de todo eixo dos hormônios sexuais e outros sintomas surgem, ou seja, “tampa de um lado e descobre de outro”. 
      Vários desses sintomas e queixas são gerados e/ou piorados por maus hábitos de vida, resistência à insulina, dieta com alta carga inflamatória, deficiências nutricionais, má gestão do stress, etc. Então, se melhorar a dieta e atuar na correção desses desequilíbrios, não haveria necessidade do uso dos anticoncepcionais para fins secundários. Já para o fim primário, a contracepção, há métodos não hormonais que podem ser usados e isso tem de ser conversado e acordado com o ginecologista de acordo com o caso de cada paciente.
      A maior parte dos contraceptivos, seja por via oral (pílula), transdérmico (adesivo) ou anel vaginal, são contraceptivos combinados, compostos de um tipo de estrogênio associado a uma progestina. Ambos são hormônios sintéticos e, portanto, são interpretados de forma diferente do estrogênio e progesterona produzidos pelo corpo, o que leva a uma cascata de alterações hormonais. Vou falar de algumas delas que podem levar a uma maior resistência na obtenção de resultados de hipertrofia muscular e redução do percentual de gordura com a dieta e treino. Mulheres produzem testosterona
      Os hormônios sexuais, como a testosterona, circulam no sangue com uma parte ligada a albumina, parte ligada a globulina ligadora dos hormônios sexuais (SBGH) e uma parte livre (fração ativa do hormônio). É bom salientar que a testosterona é produzida em maior quantidade por homens, mas as mulheres também produzem testosterona (10 a 25 vezes menos) e ela tem funções fisiológicas importantes também no corpo feminino.
      Efeitos dos anticoncepcionais sobre a testosterona 
      Quando uma mulher toma um anticoncepcional composto por hormônios sintéticos, eles se ligam muito mais a albumina sérica do que a globulina ligadora dos hormônios sexuais (SBGH) e ocorre uma resposta exacerbada na produção de SHBG. Com uma quantidade de SHBG muito maior do que o necessário para transportar os hormônios sexuais produzidos pelo corpo, praticamente toda a testosterona fica ligada a SHBG e sobra uma fração ínfima de testosterona livre (fração ativa da testosterona). Essa baixa testosterona livre, mesmo que o valor de testosterona total esteja normal, pode levar a sintomas de deficiência de testosterona como: maior dificuldade para ganho de massa muscular, maior tendência ao ganho de gordura e retenção hídrica, baixa libido, maior sensação de fadiga e cansaço físico e mental.
      Essa alterações hormonais são confirmadas nos exames de sangue que solicito e analiso das minhas pacientes em uso de anticoncepcionais. Algumas delas demonstram maior dificuldade em evoluir em resposta a dieta e treino. Vamos a alguns dados da literatura:
      Um estudo feito por Piltonen e colaboradores (2012), no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia de Oulu na Finlândia, verificou que o uso de anticoncepcionais combinados tanto por via oral, transdérmica e vaginal, em mulheres jovens e com peso normal, levou ao aumento de marcadores de inflamação crônica (proteína C reativa), piora da sensibilidade à insulina, aumento da SHBG e consequentemente redução da testosterona livre. Ou seja, independente da via de administração as alterações metabólicas são as mesmas. Lee e colaboradores (2009) analisaram a resposta em mulheres jovens (18 a 31 anos) a 10 semanas de treino resistido e verificaram um ganho muscular 40% menor em mulheres que faziam uso de contraceptivos orais em comparação às mulheres que não faziam uso. Os autores concluíram que esse resultado negativo no grupo que tomava anticoncepcional se deveu aos menores níveis de DHEA e S-DHEA (importantes para síntese de testosterona), IGF-1 (fator de crescimento semelhante à insulina – importante para a construção muscular) e maior nível de cortisol (hormônio do stress, que tem ação catabólica). Além disso, os autores comentaram que outro fator que limitou o ganho muscular foi que as progestinas que compõe o anticoncepcional se ligam competitivamente aos receptores de testosterona, impedindo a ligação da própria testosterona ao seu receptor e assim reduzindo seus efeitos.
      Outros riscos dos anticoncepcionais
      Não comentei sobre o risco de trombose venosa, pois não era o foco do texto. Mas, basta uma lida rápida na bula de um anticoncepcional que você verá o tanto de ressalvas e alertas quanto ao aumento do risco de eventos tromboembólicos. 
      Conclusão
      A minha dica é, pense 2 vezes em tomar ou continuar tomando anticoncepcionais hormonais e converse com um médico ATUALIZADO e com visão global da sua saúde. Também não se engane pensando que os que são de baixa dosagem são inofensivos, pois essas alterações são observadas inclusive nesses casos (vejo isso na prática nos resultados dos exames de pacientes). Se quiser tirar a dúvida, minha dica é que faça regularmente exames de sangue completos para monitorar todas essas variáveis e não colocar sua saúde em risco, nem limitar seus resultados da dieta e treino.
      Por fim, não quero dizer que mulheres que tomam anticoncepcionais não podem conseguir alcançar bons resultados estéticos, porque tenho pacientes que mesmo tomando chegam a excelentes resultados. No entanto, provavelmente se não tomassem chegariam um pouco mais longe.
      Por Nutricionista Renato França
      Sócio-proprietário da Clínica de Nutrição Esportiva e Funcional Renato França em Brasília - DF Diplomado pelo The Institute for Functional Medicine (EUA) Especialista em musculação e treinamento de força pela UnB Instagram: https://www.instagram.com/nutricionistarenatofranca/ Fanpage: https://www.facebook.com/renato.franca1
    • By Natali Costa
      Boa noite, sou nova aqui, mas acompanho o grupo pela google um tempo! 
      Vou começar um ciclo de oxo começando com 5mg e atingir 20 mg e depois baixando novamente, tenho uma dúvida de se o diu mirena atrapalha o meu ganho, e se a oxo ajuda na celulite pq isso que esta me incomodando bastante. 
×
×
  • Create New...