Ir para conteúdo
  1. Apollo Galeno

    Apollo Galeno

  • Conteúdo Similar

    • Por Isabela Borba
      Início de ciclo e academias fechadas na quarentena do coronavírus
      Janeiro de 2020 começou e você se lançou à todo vapor no mundo da musculação. Você já treinava há anos e buscava melhorar ainda mais sua estética física! Era chegada a hora de usar algum esteroide anabolizante.
      Você iniciou o uso e veio a triste notícia do coronavírus: todas as academias iriam fechar! Bom, você pensou: "vou manter meu ciclo, pois, logo logo tudo voltará ao funcionamento normal". Semanas se passaram e a situação do mundo apenas piorou. Já se passaram meses, e as academias ainda não estão em funcionamento normal.
      E então, o que fazer com o meu ciclo de anabolizantes?
      Faça exercícios funcionais e aeróbios
      Primeiramente, não se desespere. As academias realmente fecharam, mas você ainda pode minimamente treinar em casa. Não se pode comparar a potência de um treino funcional em casa com um treino bem feito em uma academia com cargas.
      Entretanto, pode-se evitar a perda de massa magra com esse tipo de treino. Deve-se, ainda, manter uma média de 30 minutos de exercícios aeróbios ao dia, tanto para a saúde cardiovascular, quanto para se evitar uma deposição maior de gordura nesse período. 
      E meu ciclo de esteroides? Devo parar? Devo fazer TPC na quarentena?
      A verdade é que não há uma resposta correta. Mas, na minha experiência como médica e atleta profissional de fisiculturismo, esse é o pior momento para se interromper um ciclo.
      Quando se interrompe um ciclo de esteroides em homens, deve-se realizar uma TPC (terapia pós-ciclo) adequada para que o eixo fisiológico hipotálamo - hipófise - gônadas retorne ao funcionamento e, consequentemente, a produção de testosterona fisiológica. 
      Em conjunto, deve-se manter uma rotina de treinamentos intensos e dieta à risca para haver menor perda de massa muscular possível no período, afinal, você retornará ao seu nível “normal” de testosterona.
      A estratégia mais inteligente para os homens, então, seria manter a testosterona em uso e retirar outros esteroides, caso haja alguma associação. Por exemplo, caso você esteja utilizando deposteron associado à oxandrolona, deve-se considerar retirar a segunda droga. 
      Já no caso das mulheres, que, geralmente, utilizam os derivados de DHT (como a oxandrolona e o estanozolol) para performance, é interessante que se mantenha o uso deste tipo de esteroide em uma dose reduzida nesse período. Caso você esteja utilizando outros tipos de esteroides, considere retirar essas drogas. 
      Obviamente, tudo isso deve ser discutido e conversado com o seu médico, que analisará seus exames laboratoriais e fará sua avaliação corporal. Juntos vocês poderão discutir sobre a melhor estratégia.
      Conclusão
      Para resumir: 
      Mantenha uma rotina de treinos diários em casa; Mantenha a dieta, mesmo em casa; Converse com seu médico sobre o seu ciclo, considerando as desvantagens de pausar o uso nesse período; Mantenha o uso de creatina, e. caso você não a utilize, considere iniciar. Este suplemento irá auxiliar a retenção de glicogênio muscular.
    • Por SahAmazona
      Boa tarde,
      Então sou novata aqui.  Se fizer besteira ou falar pode puxar a orelha mas com carinho.
      O que me trouxe aqui, preciso perder gordura e volume, pretendo secar e dar uma leve definida. Levantar bumbum e secar barriguinha, ganha forma nas pernas, costas e braços, mas nada muito musculoso ou a ponto de competição ou barriga trincada com coxas volumosas.
      Sou fã de mulheres FIN, pena que não nasci com esse esteriótipo, sou um violoncelo como diz minha mãe e lutava contra a natureza, até decidir incorporara a AMAZONA ( Apelido que ganhei numa viagem pelo meu tamanho e estereotipo) 
      Enfim, entrei em dieta ( própria diga-se de passagem - seguindo mais ou menos a dieta do metabolismo acelerado, depois de milhões de dietas que nunca consegui seguir a fio, pois é inviável, valores e tempo disponível para cozinhar, resolvi fazer a minha adaptação).
      Pelo menos 02 litros de água por dia.
      CORTEI: Doces, álcool, refrigerantes, carboidratos ruim ( Paes, massa, macarrão, bolo, farinhas, biscoitos) produtos industrializados, frituras.
      Malho pelo menos 4X na semana ( 30 aeróbico, com 30/40 min musculação intercalando pernas e braços e abdominais)
      Pretendo começar com oxandrolona 10 mg 2x ao dia a partir do dia 15/01 junto com o meu queridinho Oxyelite pro que já tomo 1 capsula antes do treino.
      Whey protein 1x ao dia após malhação + 02 capsulas de bcaa + colageno.
      Tenho grande problema de flacidez, por conta dos efeitos sanfonas. Parei de treinar por 02 anos e ganhei 12 Quilos da ultima vez. Voltei a treinar mesmo em setembro, mas nunca parei de me exercitar, sempre fiz Muay Thai, pedalei, Sup, corridinha, patins....Tenho lesão da L3 a S1, o que por vezes me trava. 
      Saúde quase em perfeito estado, a não ser por um nódulo na tireoide que ainda estou investigando.( Por tal motivo o endocrino não quer que eu tome a oxa, mas sou teimosa e vou pagar pra ver)
      Em 10 dias já reduzi 3 kls.
      Tenho 1.75 de altura
      Peso de hoje: 72.5
      no dia da avaliação estava com 75.5.
      Gordura corporal: 27.7%
      Peso Gordura: 20.9
      Peso sem gordura: 54.6
      Medidas 😭
      Bìceps Esquerdo: 28.20
      Bíceps Direito: 28.56
      Panturrilha esquerda: 33.88
      Panturrilha Direita: 35.61
      Tórax: 96.67
      Cintura ( Abdominal): 82.55
      Cintura estreita: 80.26
      Cintura inferior: 93.99
      Quadril alto: 102.54
      Quadril: 110.11
      Coxa direita medial: 58.84
      coxa Esquerda Medial: 57.88
      Então, quero ajuda e opinião sobre o que relatei.
      Toda ajuda é bem vinda como disse acima tanto para tipos de treino, dieta e quando aos complementos que tomo.
       
       
       
       
    • Por luna1123
      Boa noite, quero começar o uso de oxandrolona, mas faço o uso de anticoncepcional. Estava vendo relatos de ciclos e li que o uso do anticoncepcional não é bom para que esta ciclando. É necessário parar o uso do anticoncepcional? Se sim, quanto tempo antes de ciclar?
    • Por Héverson Gomes
      O que é dieta?
      Antes de mais nada vamos entender o que significa a palavra dieta. Dieta tem origem no latim diaeta, que vem do grego diaita, que significa modo de vida.
      Normalmente quando as pessoas ouvem a palavra dieta, elas já ligam a sofrimento, a passar fome e a comer o que não satisfaz o paladar, e a emagrecer.
      Dieta não é apenas para emagrecer. Dieta serve tanto para perda, como para ganho de peso. Aí você pode me perguntar: "como assim para ganho de peso?". Será que você nunca ouviu alguém falar “eu sou muito magro, preciso engordar um pouco”, ou um atleta bodybuilder dizer "eu estou na fase de ganho de peso (OFF)"? 
      Ganhar peso é fácil?
      Você pode logo imaginar: "mas isso é muito fácil, é só ele comer muito e de tudo que ele ganha peso!". Mas este pensamento está errado. Na realidade, o ganho de peso tem que ser saudável, ou seja, ganhar massa magra com pouca quantidade de gordura.
      Isso se aplica tanto para a estética quanto para a saúde. Por isso, eu sempre digo que se dieta fosse fácil, não haveria tantas pessoas doentes.
      Qual é o segredo da dieta?
      Aí que entra o grande segredo, que é a fórmula matemática para mostrar que tanto para se ganhar peso, quanto para se perder peso, não existem milagres. É necessária uma equação de balanço calórico. 
      Caso o balanço calórico seja positivo há ganho de peso, ou seja, o indivíduo de ingerir mais calorias do que gasta ou gastar menos calorias do que ingere.
      Caso o balanço calórico seja negativo há perda de peso, ou seja, o indivíduo deve ingerir menos calorias do que gasta ou gastar mais calorias do que ingere.
      Bem, não vou me aprofundar muito nisso, pois, o assunto é bem extenso, e o objetivo do texto é falar da dieta flexível. 
      Mike Mentzer criou a dieta flexível nos anos 80
      O grande criador da dieta flexível foi o atleta Mike Mentzer, nos anos 80. Ele não usava o nome de dieta flexível, porém, usou a seguinte frase: “ Você pode se tornar altamente definido comendo nada além de sorvetes, desde que sua ingestão diária de calorias totais sejam inferior à necessidade de manutenção de calorias, então, você precisará recorrer à gordura corporal para obter energia" ( Mike Mentzer). 
      Foi como já coloquei anteriormente: a perda de gordura se dá a partir do déficit calórico, independentemente do tipo de alimento que você ingere, ao final das contas, a perda tende a ser a mesma. 
      Posso comer um monte de porcaria?
      Aí você pode estar pensando assim: "farei uma dieta baseada em doces, pizzas, lanches, fast foods e outras guloseimas". Certo? Não, está errado. Essa dieta geraria uma falta de macronutrientes e a alta densidade desses alimentos (ricos em gordura e açúcar) dificultaria a sua saciedade. 
      Não vá pensando que a dieta flexível dá liberdade para ingestão de pizzas, doces, fast foods, bolos, e etc. em todas as refeições. Não é bem assim. 
      A flexibilidade, em qualquer tipo de dieta, deve ser aplicada com consciência, com planejamento, com equilíbrio. 
      O que é a dieta flexível?
      A dieta flexível consiste em não tornar a sua dieta monótona. Há liberdade na escolha dos alimentos, mas existe um controle para que sejam batidos os macros (fontes de onde vêm as calorias) no final de um dia ou de uma semana. 
      Contando o macronutrientes
      Macros é a abreviação de macronutrientes. São eles: 
      Proteínas;  Carboidratos; Gorduras. Seu organismo deve ter uma quantidade balanceada de macros, por isso que você não deve usar apenas alimentos processados em todas as refeições. Sabemos que o organismo entende da mesma forma quando você consome 300 calorias de um filé de frango com arroz como essas mesmas 300 calorias de uma fatia de bolo.
      Para o organismo, caloria é caloria. A diferença está no balanço de macros entre uma e outra fonte de calorias, e, também, na saciedade. 
      Coma o que gosta com moderação
      Resumindo, na dieta flexível você pode ingerir o que você gosta, porém, com moderação. Vou te dar um exemplo daquilo que sempre adotei na minha dieta e apliquei na dieta de alguns atletas que preparei nos últimos campeonatos.
      Normalmente usava a teoria diária de 90-10 (noventa-dez), que seria 90% (noventa por cento) da dieta com nutrientes mais balanceados e 10% (dez por cento) de comidas mais prazerosas, tipo pizzas, lanches, bolos, sorvetes, e assim por diante. Essa flexibilidade pode ser computada diariamente ou semanalmente.
      Cada pessoa é diferente. Não dá para montar uma dieta flexível que seja realmente flexível para todos. Cada um gosta de um determinado tipo de alimento mais prazeroso e cada um tem um objetivo diferente para o cálculo de déficit ou superávit calórico por meio dos macronutrientes.
      Eu recomendo que você procure alguém especializado (nutricionista) para montar sua dieta, pois, existem vários fatores que devem ser levados em conta. 
      Minha experiência com a dieta flexível
      Para finalizar, vou contar como passei a adotar a dieta flexível. Eu sou bodybuilder competitivo desde 2007. Já fiz dietas bem restritivas, baseada em arroz, batata doce, frangos, peixes e carnes vermelhas, para não errar.
      Não vou dizer que elas não tenham dado certo, porém, ficava muito estressado. Depois que descia do palco, comia como se não houvesse amanhã. 
      Era normal ter rebote e estragar todo o shape em uma semana. Assistindo a uma palestra de um coach de bodybuilders famoso, gravei quando ele disse que flexibilizava o que os atletas dele ingeriam, e eram todos grandes atletas, indivíduos de nível profissional.
      Alguns comem hambúrgueres com batata frita, outros comiam bolo de cenoura, doce de leite, farinha láctea, barras de chocolate, e outros alimentos que normalmente são demonizados nas dietas por fazerem mal à saúde e ao shape.
      Ele citou Mike Mentzer como atleta fisiculturista do Mister Olympia que adotada a dieta flexível. Não acreditei. Fui pesquisar e vi que realmente esse ídolo do fisiculturismo adotava esse princípio (hoje muito divulgado pelo atleta Caio Bottura e por Gabriel Arones).
      Fiquei pasmo ao saber que ele ganhou um campeonato Mr. Olympia na sua categoria (perdendo apenas o overall), com um shape denso e seco, comendo nada menos que panquecas e sorvetes.
      Conhecendo a experiência de Mike Mentzer, comecei a testar a dieta flexível na minha rotina e em seguida na rotina alimentar de alguns de meus atletas com sucesso. 
      Caso você queira saber mais sobre essa estratégia excelente para dieta, pesquise mais sobre ela e veja o que se encaixa no seu perfil. Cada indivíduo é diferente. O que dá certo para alguns, não dá certo para outros. Essa é uma dieta que deve ser controlada. Há planejamento de horários e dias para se inserir os alimentos de sua preferência (aqueles proibidos que dão prazer).  Procure alguém especializado (nutricionista ou coach) e seja bem-vindo ao grupo que faz dieta com bem menos sacrifícios e muito mais prazer.
    • Por Spyke01
      Boa noite pessoal, em meados de 2013 eu acompanhava o fórum, e agora durante a quarentena redescobri aqui fazendo pesquisas sobre aes e vi o fantástico acompanhamento e alto nível aqui. Muito bacana mesmo, parabéns por terem conseguido criar esse ambiente que vejo que tem por aqui =D sou natural, comecei a treinar há 10 anos atrás, parei por 1 ano quando fui pro quartel e depois por mais 1 ano e meio no fim da faculdade, que foi quando fiquei bem gordo kkkk. Aumentei 20kg na balança, fora a massa muscular que devo ter perdido, cheguei a 110kg. Voltei a treinar início de 2018 e me mantenho no ritmo desde então. A última avaliação física que fiz foi em dezembro, estava com 96,6kg (vou postar os resultados abaixo), atualmente estou em 92,7kg, com a quarentena acho que perdi um pouco de massa muscular. Voltei pra academia essa semana e pretendo e fazer outra avaliação início do mês que vem.
      Quando voltei a treinar em fevereiro de 2018,  achei que nunca mais ia recuperar meu peso, a gordura em excesso te dá uma moleza fora do comum, e eu precisava perder muito peso. Eu já tinha boa noção de dieta e treino, então mantive a disciplina sozinho e em pouco mais de um ano eu tinha perdido 16kg na balança e ganhei um pouco de massa muscular. Tava ótimo, mas o cansaço psicológico bateu, eu dei uma aliviada (mais do que deveria) e acabei tendo um rebote. Mantive a musculação e tirei os aeróbicos, e tbm parei com a restrição calórica, achando que ia ganhar massa muscular, acabei foi engordando um pouco. Mas recuperei o tempo perdido, apesar de desde então estar mais focado apenas em manter o ritmo do que a buscar próximas metas. Vi vários dos relatos aqui, e pensei se estava disposto a ter que ficar na "paranoia" de pesar alimentos como fazia há alguns anos, e de ficar fazendo relato aqui a cada 15 dias aqui. E sim, estou disposto. Sou disciplinado, mesmo quando me falta motivação mantenho o ritmo. Essa semana já comprei a balança pros alimentos e comecei a usá-la com rigor, estou disposto a seguir o protocolo e penso dentro de alguns meses deixar de ser natural. Adorei ver que aqui estimulam doses bem baixas, diferentemente de tudo o que sempre vi em outros lugares, pois dou muito mais prioridade pra minha saúde do que pra estética. Creio que ainda não estou pronto pra começar a partir de agora com aes, meu BF ainda está alto e apesar de ter feito exercícios em casa na quarentena, estou retomando o ritmo da academia essa semana recém. Sinto que preciso ir para o próximo nível, sozinho está difícil, parece que falta o algo a mais para voltar a ir com tudo. E acho que encontrei isso aqui no fórum :)
       
      Idade: 27 anos
      Altura: 1,78
      Peso: 92,7
      Medicações em uso: apenas passando minoxidil pra queda de cabelo
      Problemas de Saúde e história de cirurgias: nada
      Exames de sangue hormonais recentes OU que tiver recente= pretendo fazer mês que vem, o último que eu tenho é do nível de testosterona que fiz por curiosidade há alguns anos atrás kkkkk 
      Tempo de treino: comecei há 10 anos atrás. Voltei a treinar início de 2018 e me mantenho no ritmo desde então.
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: nunca, ainda sou natural
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: não sei ainda, preciso de ajuda com isso. A princípio pensei em usar oxandrolona, talvez 20mg por dia por cerca de 5 semanas pra fazer um teste. Mas talvez apenas 10mg seja suficiente e poderia usar por dois meses talvez?
      Divisão de treino e horario do mesmo:
      ABCD sempre as 19h
      Segunda: peito, bíceps
      Quarta: Costa, tríceps
      Quinta: ombro, abdominal
      Sexta: perna
      Terça eu estava só correndo cerca de 40 minutos e fazendo abdominal.
      Sábado descanso
      Domingo: aeróbico em jejum 50 minutos e as vezes um hiit de tarde 
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia: 
      Atualmente estou tentando fazer uma dieta de manutenção, enquanto vou retomando o ritmo da musculação e aeróbicos com cerca de 2900 calorias. Penso em fazer assim até início do mês que vem e a a partir daí começar a fazer restrição calórica e intensificar os aeróbicos.
      190g proteína
      120g gordura
      250g carboidrato
       
      Avaliação feita em 16 de dezembro de 2019


      Dieta atual:
      Observação: no momento estou tomando multivitaminico, pois assim tento repor o que falta de nutrientes, tendo em vista que não costumo comer muita salada além de tomate e alface, e fruta normalmente apenas banana
      Creatina é o único suplemento que estou usando para 'performance'
      Acabou de chegar aqui pra mim, vitamina c e ômega 3 que normalmente uso mais pela questão da saúde tbm, além de cafeína, que costumo usar quando aperto a dieta e aeróbico

      Meu estado atual: (ainda não sei bem postar fotos aqui, se tiver algo errado me dêem um help)




×
×
  • Criar novo...