Ir para conteúdo
  • Conteúdo Similar

    • Por BigBossFrank
      Fala galera boa noite, estou com uma dúvida que está me incomodando, vou começar um ciclo de boldenona, testo e Diana ou oxan, queria usar Diana, mas não me aconselharam, disseram que oxan é certeza no ciclo, mas já vi alguns aqui com Diana!!! Mas e aí galera? Posso seguir com a Diana ou não é mesmo viável, tenho 1,83 de altura e no momento com 75 kg, perdi muito devido a pandemia e não ter como malhar 
    • Por Beapereira
      Boa tarde, sou nova aqui, tenho dificuldade em ganho de massa muscular, perco mt fácil oq ganho, ja fiz um ciclo uma vez mas sem orientação correta, busco alguma ajuda sobre uma dieta também, tenho um treino montado para mim, gostaria muito de um auxílio de vocês, malho a um tempo ja tive um corpo com mais massa muscular do que estou hoje, aguardo alguma ajuda e desde já agradeço
      Idade: 22 anos 
      Altura:1,65
      Peso:57,900 kg
       
      Medicações em uso:(tomei mes passado a primeira dose do anticoncepcional mas n pretendo continuar, tomo lavitan mulher 5G multivitaminico e lavitan vitamina d de 1000 ui)
      Problemas de Saúde e história de cirurgias:
      Exames de sangue hormonais recentes OU que tiver recente= NEnhum problema de saúde fiz todos os exames completos recentemente 
       
      Tempo de treino: 4 anos
       
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: ja tomei stano, a 2 anos fiz um ciclo errado sem orientação tive muito colateral de espinha e a voz engrossou 1 ml durante 4 semanas tomei 1 vez por semana 
       
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: não tenho ciclo proposto gostaria da sugestao de voces 
       
      Divisão de treino e horario do mesmo:
      Divisão: Treino A e B// 5x na semana// treino as 15hr da tarde
      (Treino a: seg qua sex
      Aquecimento:10 min caminhando e 
      mobilidade de tornozelo:2x15
      Mobilidade de quadril:2x20
      Elevação de quadril unilateral isometrico:4x20’
      Após aquecer fazer: Leg 45:15-10-12
      Agachamento alternado:3x20(30’ seg inter)
      Agachamento lateral 3x10 conj com agach sumo 3x10
      Cadeira extensora:3x 5” iso+8rep+5”iso+8rep
      Flexao de pernas na cadeira ext:3x8 unilateral na fase ex
      Subida no step:4x8)
      Treino B:braço e ombro e costas 
       
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia: no momento n to com uma dieta, alguma sugestão?
       
      Fotos: 









    • Por bronze.com@yahoo.com
      Iniciei sábado, dia 16/05/20, a dieta do HCG. Lembrando que os dois primeiros dias são a fase do “ataque”, onde já utilizei 1 comprimido sublingual do HCG antes das 3 principais refeições, e a dieta foi livre (gordura, açúcar e carboidrato livre, inclusive em excesso).
      Hoje iniciei a dieta fazendo o “Apple Day”, onde consumo somente 6 maçãs no decorrer do dia como alimento! Água e chá liberados.
      Amanhã começo a dieta restrita em açúcar, gordura e carboidrato!!! 500 calorias diárias. Amanhã postarei todas as refeições para vocês acompanharem!!!
       
       
    • Por Benchy
      Então pessoal, beleza? 
      Costumo acompanhar o fórum aqui em off mas agora criei vergonha na cara e criei um perfil hehe. 
      Idade: 20 anos. Tempo de Treino: 1 ano e meio. Ciclos:  Nenhum (0 de experiencias com hormônios/PH's e etc). Objetivo do ciclo: Ganhos limpos se possível. Altura: 1,70 Peso: 72 kg BF: uns 12~13% Pretendo adquirir um enantato de testosterona de 10mls cuja concentração é 300mg/ml. Fiquei pensando então qual seria a melhor forma de utiliza-lo. Aqui vai o protocolo:
      1-5 Enantato 450mg/semana 6-6 Enantato  750mg 6-8 Diana 50mg/dia Os meus níveis de testo durante o ciclo ficariam o seguinte: Day 1: 450mg T, 0mg E/D/T (450mg)
      Day 2: 407.6mg T, 0mg E/D/T
      Day 3: 369.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 4: 334.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 5: 302.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 6: 274.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 7: 248.4mg T, 0mg E/D/T
      Day 8: 675mg T, 0mg E/D/T (450mg)
      Day 9: 611.4mg T, 0mg E/D/T
      Day 10: 553.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 11: 501.5mg T, 0mg E/D/T
      Day 12: 454.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 13: 411.4mg T, 0mg E/D/T
      Day 14: 372.6mg T, 0mg E/D/T
      Day 15: 787.5mg T, 0mg E/D/T (450mg)
      Day 16: 713.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 17: 646.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 18: 585.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 19: 529.9mg T, 0mg E/D/T
      Day 20: 480mg T, 0mg E/D/T
      Day 21: 434.7mg T, 0mg E/D/T
      Day 22: 843.8mg T, 0mg E/D/T (450mg)
      Day 23: 764.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 24: 692.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 25: 626.9mg T, 0mg E/D/T
      Day 26: 567.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 27: 514.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 28: 465.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 29: 871.9mg T, 0mg E/D/T (450mg)
      Day 30: 789.7mg T, 0mg E/D/T
      Day 31: 715.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 32: 647.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 33: 586.7mg T, 0mg E/D/T
      Day 34: 531.4mg T, 0mg E/D/T
      Day 35: 481.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 36: 886mg T, 0mg E/D/T (750mg)
      Day 37: 802.4mg T, 0mg E/D/T  (INICIO DIANA 50mg/DIA)
      Day 38: 726.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 39: 658.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 40: 596.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 41: 540mg T, 0mg E/D/T
      Day 42: 489.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 43: 443mg T, 0mg E/D/T
      Day 44: 401.2mg T, 0mg E/D/T
      Day 45: 363.4mg T, 0mg E/D/T
      Day 46: 329.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 47: 298.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 48: 270mg T, 0mg E/D/T
      Day 49: 244.6mg T, 0mg E/D/T
      Day 50: 221.5mg T, 0mg E/D/T
      Day 51: 200.6mg T, 0mg E/D/T
      Day 52: 181.7mg T, 0mg E/D/T
      Day 53: 164.5mg T, 0mg E/D/T
      Day 54: 149.1mg T, 0mg E/D/T
      Day 55: 135mg T, 0mg E/D/T
      Day 56: 122.3mg T, 0mg E/D/T
      Day 57: 110.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 58: 100.3mg T, 0mg E/D/T (INICIO TPC)
      Day 59: 90.8mg T, 0mg E/D/T
      Day 60: 82.2mg T, 0mg E/D/T
      Essa ultima aplicação de enan é pra fechar com a quantidade total.
      A TPC acredito que 20mg de tamoxifeno por algumas semanas já seriam suficientes. Pequenas doses de HCG intra ciclo acho que não é necessário pois o ciclo é curto e não possui nenhuma droga "pesada" vamos dizer assim. De proteção durante o ciclo só o tamox e algum IA para o caso de muita retenção.
      Como ainda não comecei nada (nem mesmo comprei as drogas), possibilidades de mudanças no protocolo, novas drogas e etc também são bem vindas.  
      É isto. Se caso falei alguma merda ai pode criticar HUAHUHAHUA.
      Valeu e bons treinos!
    • Por Mestre
      (Por Mestre forum fisiculturismo.com.br)
      Venho por meio deste tentar explicar duas formas distintas do uso de aplicação de TPC.
      (NUMERO UM) VOU EXPLICAR PRIMEIRO A MAIS COMUM E USUAL:
      O Meio mais comum de uso de aplicação de TPC é dada através de MSRE ou SERM que são os reguladores Seletivos do Receptor de Estrogênio que é uma classe que conta com várias substancias e as empregadas na TPC são o Clomifeno e o Tamoxifeno.(1)
      Em outros textos meus já expliquei o porque de se fazer uma TPC e o porque de selecionar o uso do Clomifeno na minha opinião, portanto não vou ficar me concentrando muito nessas explicações, e vou tomar neste numero um da TPC adotando o Clomifeno.
      Ao utilizar um Anabolizante que se converte em Estrogenio no corpo, ocorre um feedback negativo após a ligação desse Estrogenio nos receptores específicos dos hipotâlamo, isso inibindo a liberação do GnRH que por sua vez irá fazer com que não haja liberação de LH por parte da Pituitária impedindo então que tenhamos liberação de Testosterona endogena pelos Testículos.
      Portanto nessa primeira abordagem de maneira de fazer TPC, a TPC não inicia da Meia Vida e devemos esperar que a concentração total do Anabolizantes no corpo chegue bem perto do seu final, e esse tempo correto deve ser  levado em consideração visando exames medicos de preferencia, que é a forma mais precisa para se saber o momento exato de inciar a TPC dentro dessa abordagem numero um que estou explicando, ou proceder com calculos que podem ser feitos tendo em vista a Meia Vida do Anabolizante utilizado, a Dose utilizada e o Tempo de duração do ciclo, algumas calculadoras de PTC executam esse calculo de maneira aproximada.(2)
      Sabendo-se então a hora de iniciar a TPC dentro dessa abordagem numero um de sistemática,  vamos então iniciar o uso do Clomifeno que age como antagonista competitivo do estradiol nos receptores no núcleo arqueado do hipotálamo, que leva à uma produção de GnRH pelo Hipotálamo.
      Outra coisa muito pouco comentada sobre a função do Clomifeno, é que ele também aumenta a sensibilidade da pituitária ao GnRH, fazendo com que haja assim uma sinergia de ação entre Hipotálamo e Pituitária dando ainda uma maior chance de liberações elevadas de LH e FSH.(3)
      (NUMERO DOIS) FORMA ONDE SE UTILIZA ANTIAROMATASE E AGONISTAS DE DOPAMINA.
      Nessa outra abordagem podem até também usar MSRE, mas o foco principal são os inibidores de Aromatase e Agonistas da Dopamina(Doxtinex) que irão regular a produção de Estrogênio e de Prolactina.
      Nessa segunda abordagem, o inicio da TPC se inicia na Meia Vida do Anabolizante ministrado na última aplicação, e não no final da quase concentração total do Anabolizante no corpo como na primeira abordagem.
      Vou explicar o uso com Inibidores de Aromatase(Letrozol) e também com Agonistas da Dopamina(Doxtinex).
      Inibidores de Aromatase:
      Se considerarmos uma Anabolizante que se converte em Estrogenio e na Meia Vida do Anabolizante ministrado na última aplicação, iniciarmos o uso de um Inibidor de Aromatase, iremos começar ainda com doses relativamente altas do Anabolizante no corpo uma inibição da conversão em Estrogênio, e ao final da concentração do Anabolizante no corpo as doses de Estrogênio estariam muito baixas a ponto de não haver ligação do Estradiol nos receptores de Estrogênio no nucleo arqueado do Hipotálano, fato de iria desencadear também uma produção de GnRH(3), oque iria implicar em aumento de LH, FSH e posteriormente regularização na produção de Testosterona Endogena pelos Testículos.
      Agonistas da Dopamina(Dostinex):
      A Dopamina possuem um papel inibitório na liberação da Prolactina(4), e a Prolactina por sua vez quando aumentada inibe a liberação do GnRH(5) que irá diminuir a quantidade de Testosterona Endogena que será liberada pelos Testículos.
      Pois bem, existem bem claro e descrito dentro do cenário Medico e Científico que baixas doses de Progesterona podem levar a altas doses de Prolactina.
      Algumas substancias em geral agem como Progestinas que são os derivados da 19-norprogesterona, e possuem a capacidade de antagonizar com os receptores de progesterona causando uma hiperprolactinemia diminuindo assim a liberação de GnRH(5)
      Alguns Anabolizantes são Progestinas e como exemplo podemos citar dois derivados 19-nor que são a Trembolona e a Nandrolona(6) que não inibem a liberação do GnRH não por aromatizarem em Estrogenio, e sim por aumentar a liberação da Prolactina e causar uma inibição da produção endogena de Testosterona(5)
      Nesse caso o inicio de uso de Cabergolina ou Bromocriptina(4) quando feitas ainda na Meia Vida do Anabolizante ministrado na última aplicação, irão causar uma inibição da produção de Prolactina com seu efeito agonista da Dopamina, e ao baixar a Prolactina teremos o retorno da produção de GnRH pelo Hipotálamo(5) e com consequência disso o provável inicio da liberação Endogena da Testosterona.
      Refencias:
      1 –  http://www.febrasgo.org.br/pt/
      2 – https://balancemyhormones.co.uk/free-testosterone-calculator/
      3 - Dickey RP, Holtkamp DE. Development, pharmacology and clinical experience with clomiphene citrate. Human Reprod Update. 1996
      4 - Sociedad Iberoamericana de Informacion Cientifica (SIIC)  2002
      5 - Yazigi RA, Quintero CH, Salameh WA. Prolactin disorders. Fertil Steril 1997
      6 - 12659788 [PubMed - indexado para o MEDLINE]
×
×
  • Criar novo...