Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

musculaçao vicia?


dl15
 Compartilhar

Post Destacado


  • Respostas 28
  • Criado
  • Última resposta

Membros mais ativos neste tópico

Eu acho que se "vicia", eh muito mais pelo fato da pessoa achar que vai perder massa ou deixar de ganhar massa, ficando uns dias sem ir do que pelo fato de o corpo liberar uma substancia quimica... o "vicio" seria meramente mental, questao de controle da mente mesmo... se deixar levar, tu nao falta um dia sequer :lol:

[]'s

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Endorfina - O Hormônio da Felicidade

Dr.Eduardo Agostini

Hoje está provado:

O nosso organismo produz um hormônio diante de diversas situações prazerosas, que variam de pessoas para pessoas.

Tal substância tem efeitos revitalizantes, que proporciona uma sensação de euforia e contentamento, além de ser um potente analgésico natural.

A Beta-Endorfina tem uma ação central, ou seja, age no cérebro causando uma sensação de satisfação e plenitude, como se você fosse o ser humano mais feliz e realizado do planeta.

O que causa o aumento no seu nível de Endorfina?

Só você mesmo(a) você pode me responder esta questão.

Não adianta contar como eu aumento o meu nível sérico de endorfina, pode ser que você não goste daquilo que eu gosto.

O que eu posso afirmar é que para nos mantermos vivos e gozando de plena saúde é necessário que nos apeguemos a várias modalidades de relaxamento e distração que a vida nos apresenta.

Aqui vão alguns exemplos que aumentam este que é o "hormônio da felicidade".

» Lendo bons livros.

» Praticando atividades físicas diversas: musculação, natação, tênis, caminhadas e tantas outras.

» Assistindo bons filmes.

» Jogando um baralho ou uma sinuca com amigos.

» Progredindo culturalmente.

» Progredindo profissional e financeiramente.

» Curtindo música (tocando, cantando, ouvindo ou aprendendo a tocar um instrumento).

» Dançando.

» Navegando na Internet.

» Proseando com bons amigos, realmente jogando uma conversa fora, sem nunca falar mal de ninguém e muito menos falando de negócios.

» Paquerando, ou namorando, ou curtindo a família por inteira.

» Passeando, conhecendo lugares novos, viajando para o seu cantinho quando você pode curtir o repouso do guerreiro junto à sua família, seus amigos ou mesmo ao lado de seu fiel cãozinho.

» Repousando em uma banheira, ou em uma piscina.

» Dormindo um bom soninho reparador.

» Meditando. Momentos de reflexão levam a um estado de profundo bem estar e abastecimento interior.

» Fazendo oração! Respeito sua religião. Qualquer que seja ela, você participando dos cultos, ouvindo seus mentores religiosos e seguindo os passos dos mais sábios e mais iluminados, você estará sempre caminhando em direção à Luz que Nunca se Apaga.

Quais são os efeitos orgânicos e psíquicos da liberação das endorfinas?

Efeitos Orgânicos:

» Melhora o desempenho do Sistema Imunológico (aumenta a resistência geral do organismo às doenças).

» Previne uma infinidade de doenças (logo a seguir abordaremos o tema doenças psicossomáticas).

» É um potente analgésico (alivia as dores físicas e espirituais)

Efeitos Psíquicos:

» Causa euforia e contentamento. Ri-se por tudo, ou por nada, a alegria é incontrolável, o riso hilário e a felicidade é plena.

» Cura a depressão, a ansiedade e a angústia.

» Proporciona um relaxamento físico e mental total.

» Conduz o ser humano à uma elevação espiritual incrível, é a sensação do completo equilíbrio e da paz universal.

Hoje está comprovado, o câncer nasce na mente. Aquelas pessoas depressivas, tristes, sempre com os olhos no chão, as pessimistas, as egoístas, as vingativas, todas elas estão desequilibradas emocionalmente.

Este desarranjo emocional tem uma resposta mais ou menos rápida do organismo que denominamos somatização, que é a manifestação orgânica da ansiedade (angústia) e que pode sobrevir na forma de uma doença (doenças psicossomáticas), como:

- dor de cabeça (enxaqueca tensional),

- obstipação intestinal (intestino preso),

- palpitações toráxicas,

- infarto agudo do miocárdio

ou mesmo o câncer afetando qualquer órgão do corpo.

Vendo pelo outro ângulo, se você estiver em estado de graça (em paz com você mesmo e com os que o cercam) você terá saúde eternamente!

Morrerá com saúde!!!

Como é isto? É viver até os 200 anos?

Não! Não! e Não!

Se você tiver que viver até os 30 anos apenas, que viva-os intensamente.

Produza sempre os melhores frutos possíveis e por onde passar deixe o rastro do seu doce perfume provocando em todos que com você conviveram uma sensação de estarem diante de um ser humano diferente, iluminado e cuja presença é desejada e a ausência sentida.

Este estudo sobre as endorfinas é tão valioso que nos apresenta a forma de cura de diversas doenças, como por exemplo o alcoolismo, o tabagismo, as outras drogas dependências, a compulsão pelo jogo, a ninfomania e a obesidade.

Chego a afirmar que hoje fuma e bebe quem sabe e quem quer.

Quem sabe beber?

Você conhece alguém que beba um ou dois chopes apenas no sábado?

Conhece quem fume 2 cigarros por semana?

Mesmo que conheça observe que fazem parte de uma pequena percentagem dos fumantes e bebedores habituais.

A grande maioria das pessoas quando entregam-se a um vício entregam-se plenamente.

O fumante fuma um ou mais maços de cigarros ao dia.

O que gosta de uma cervejinha vai aumentando progressivamente a sua ingesta alcoólica até atingir níveis críticos, com comprometimentos na esfera orgânica, social e familiar.

Hoje está comprovado, o fumo, a bebida alcoólica, as demais drogas, causam uma sensação de saciedade do organismo justamente pelo incremento dos níveis de endorfinas. Ora, se um medicamento bloquear a ação da Endorfina no cérebro, a pessoa perderá a compulsão por esta ou por aquela dependência.

Assim hoje contamos com medicamentos como o Cloridrato de Bupropiona, que coíbe a compulsão pelo cigarro e a Naltrexona que reduz o desejo pelo álcool. Seus efeitos benéficos chegam a favorecer até 90% dos que fizerem uso das substâncias, desde que efetivamente tenham intenção de abandonarem seus vícios.

Temos medicamentos que inibem a fome compulsiva e antidepressivos que restituem os níveis normais de endorfina. Progressivamente o homem aperfeiçoará estes efeitos tornando muito mais maravilhoso este mundo.

MUITO BOM O TEXTO, VALE A PENA LER GALERA! :oops:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas fala a verdade, quem já não foi pra academia meio maus e tal, depois chegou lá, começou a série e depois se sentiu super bem?

Eu, pelo menos, sempre saio da academia muito melhor do que cheguei.

Claro, tb tem o lance psicológico, se eu não vou, sinto que estou murchando :lol:

Mas deve ter o lance da endorfina pra dar tamanho bem estar depois.

[]'s

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Comecei a musculacao esse ano... no comeco eu estava SUPER empolgado... Eu ia SEMPRE... eu sentia os resultados... eu me sentia bem quando aumentava 1 kg em alguem exercicio...

Mas agora ta phoda :lol:... to a uns 2 meses desanimadao... nao consigo aumentar os pesos... nao sinto mais TANTO resultado... falto direto... ta phoda...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar


Madrugão suplementos

Não jogue dinheiro fora

Compre suplementos bem mais baratos com o cupom de desconto do FISIculturismo.com.br

Clique aqui para obter seu cupom



×
×
  • Criar novo...