Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Bigu

É uma boa associação BCAA + Creatina?

Avalie este tópico:

9 posts neste tópico

Olá galera!!!
Sou novo nesse fórum, cujo curti pra caralho, a galera é super de boa, a maioria entende bastante, tirei uma pá de dúvidas aqui e já ta no favoritos!!! eheheeh

Seguinte:
Comprei BCAA, com o objetivo de definição! Ae consegui um resultadozinho, nada muito "OOOh, que homem definido", mais já deu pra notar uns gominhos a mais no abdomem, um peitinho mais durinho, coisa e tals (ps: eu já malho faiz muito tempo, só que fiquei mó cara parado por causa de uma lesão no punho num treino de Rugby)!
Bom, ae depois de pesquisar muito e falar com muitos entendidos do ramo, decidi começa a toma creatina!

O que rola é o seguinte: eu to com Creatina e BCAA aqui, já passei da fase de adaptação da Creatina, sendo que já estou na minha segunda semana de uso.
Agora, chegando aonde eu queria chegar: É uma boa associação BCAA + Creatina? Qual a melhor maneira de tomá - los (no sentido de que horas devo tomar?)? Nescessito tomar algum carbo pra melhores resultados na absorção de ambos???

Desde já, grato!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

acho q a maria vai fala p/ vc toma em imediato no pos treino os 2 junto com um carbo de alto ig, mas eu tomaria o carbo de alto ig com a creatina em imediato e o bcaa meia hora dps...

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
acho q a maria vai fala p/ vc toma em imediato no pos treino os 2 junto com um carbo de alto ig, mas eu tomaria o carbo de alto ig com a creatina em imediato e o bcaa meia hora dps...

[]'s

Bom, vlw!!!

Queria saber daonde obter essa fonte de carbo de alto ig (e o que é ig mesmo?) e se devo tomar algo tipo Malto pra ajudar no pique da malhação.

Aproveitano a tirano uma dúvida rápida aqui: o que é treino tipo 2-1-4? ehehehehe... []'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

BCAA não serve pra muita coisa, é dinheiro jogado fora. Os aminoácidos de cadeia ramificada estão em quantidades bem maiores que esses suplementos numa whey e tb na albumina.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
BCAA não serve pra muita coisa, é dinheiro jogado fora. Os aminoácidos de cadeia ramificada estão em quantidades bem maiores que esses suplementos numa whey e tb na albumina.

concordo parcialmente.. bcaa`s sao bons sim, mais whey possui maiores concentraçoes...

Tome bcaa pós treino imediado junto com creatina e malto!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Se contém maiores concentrações para que usar os suplementos de bcaa?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Bom, então vo ve se compro uma Albumina e uma Malto pra ajuda na suplementação!

Como devo tomá- los? (BCAA. Creatina, Albumina e Malto)

De onde posso obter um carbo de alto ig? E como devo usá- lo junto com esses suplementos?

Ah, e depois me expliquem o que eh um treino tipo 2-1-4?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Bom

Dando uma olhada pelo fórum, deu pra tira umas conclusões!

Disso que eu vo tomar (BCAA+Creatina+Malto+Albumina), deverei tomar da seguinte forma: (por favor, me corrijam se eu estiver errado)

Albumina = Ao acordar e antes de durmir 20g batidos com leite + uma fruta (ou é melhor só antes de durmir?)

BCAA = Antes do treino e imediatamente após

Creatina = Imediatamente Após

Malto = 30g Imediatamente Após

tá certinho???

E alguma boa alma me explica o que é um treino tipo 2-1-4?

Grato :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Gostou? Compartilhe!
  • Conteúdo Similar

    • Por Rodolfo Peres
      Em um passado não muito distante, a preocupação das mulheres era apenas com a balança. Estar magra, já era o suficiente. De alguns anos para cá, os padrões mudaram, e hoje o desejo em ter um físico mais "forte e definido" é crescente. Tanto que no consultório, posso seguramente estimar que no mínimo 60% dos meus pacientes é do sexo feminino. Com poucas exceções, o desejo é o mesmo: Gostaria de aumentar minhas coxas, meus glúteos, não aumentar muito a massa muscular da minha região superior e deixar meu abdômen levemente definido!
      Parece fácil. Mas não se enganem. Para conseguir esse objetivo é preciso muita determinação no treinamento, associado a uma dieta com algumas peculiaridades:
      Conter proteínas distribuídas adequadamente entre todas as refeições diárias (peito de frango, peixes magros, carne bovina magra, ovos, mix proteicos, caseína). Considero esse item o mais difícil de ser cumprido, visto a pouca variedade de alimentos proteicos que nossa alimentação usual nos oferece. Uma dica é utilizar ovos na primeira refeição; carnes no almoço e jantar; e complementar os demais horários com proteínas de absorção lenta na forma de suplementos, como caseína ou mix proteicos. Agora, caso exista a possibilidade de comer peito de frango, peixes magros, carnes bovinas magras ou claras de ovos ao longo do dia, melhor ainda! Apresentar uma correta distribuição dos carboidratos de baixo/médio índice glicêmico ao longo do dia (batata doce, mandioca/macaxeira/aipim, inhame, arroz integral, macarrão integral, pão integral) ingerindo-os em maior quantidade apenas ao acordar, logo antes e logo depois do treino. Nos demais horários, caso não se realize alguma atividade física que proporcione maior gasto energético, a ingestão de carboidratos deverá ser bem controlada. Muitas vezes, temos que ignorar nossos hábitos culturais em pró de nossas necessidades nutricionais. Como por exemplo, podemos citar alguém que trabalhe sentado após o almoço (nossa refeição principal culturalmente falando). Essa pessoa não deveria ingerir grandes quantidades de arroz, feijão, batatas, macarrão e outros alimentos fonte de carboidratos nesse horário, visto que seu gasto energético será baixo nas horas posteriores a essa refeição. Não negligenciar a ingestão de gorduras “especiais” (azeite de oliva, abacate, oleaginosas, linhaça, salmão, óleo de coco, etc), além do suporte adequado de vitaminas, sais minerais e fibras. Muitas pessoas ainda possuem medo de ingerir gorduras, mas sabe-se da importância desse nutriente na composição de um programa alimentar. A questão é saber escolher as fontes e combiná-las adequadamente com os demais alimentos. Quanto à suplementação alimentar, devemos ressaltar que o fator determinante não será o sexo, mas sim a intensidade do exercício. Ou você pensava que um homem com um treino “leve” deveria suplementar melhor do que uma mulher com um treino “forte” apenas pelo fato dele ser homem? Dentro da academia, visando grandes objetivos, não existe nada de sexo frágil!
      Agora, devemos considerar a diferença entre as intensidades nos treinamentos para a região inferior e superior. Normalmente, os treinamentos para a região inferior são mais intensos, necessitando obviamente de uma suplementação proporcional. Normalmente trabalho com mulheres, os mesmos suplementos que usaríamos com homens envolvidos em um treinamento sério. São eles: whey protein, BCAAS, glutamina, creatina, vitaminas antioxidantes, waxy maize. A questão é adequá-los de acordo com a intensidade do treino!
      Como exemplo, podemos citar uma mulher com nível elevado de treinamento para quadríceps ou posterior de coxa e glúteos. Uma sugestão de suplementação seria:
      Logo antes:
      Whey protein hidrolisado; Waxy maize; BCAAS; Beta-alanina; Glutamina. Logo antes do treino prefiro utilizar uma whey protein hidrolisada, devido a sua absorção ultra-rápida. O uso de waxy maize (amido modificado), tem apresentado grandes resultados, devido a sua absorção rápida, porém com fornecimento constante de energia durante o exercício, sem apresentar hipoglicemia de rebote. Os BCAAS são os aminoácidos mais utilizados como fonte de energia durante o exercício, apresentando-se como anti-catabólicos nesse momento. A suplementação com Beta-alanina tem se apresentado muito favorável para melhora do rendimento no treino, visto que retarda a queda dos níveis de PH sanguíneo. A glutamina, aminoácido mais abundante no plasma sanguíneo, apresenta queda em seus níveis em um treinamento mais intenso. Portanto sua suplementação prévia é uma boa medida.

      Logo após:
      Whey protein isolado; Waxy maize; BCAAS; Glutamina; Creatina; Vitamina C. Após o treinamento, prefiro o uso de whey protein isolado ao hidrolisado, visto que tem se observado melhores resultados com proteínas de absorção um pouco mais lenta nesse momento. Inclusive, muitas vezes introduzimos um pouco de caseína nesse “shake”. O uso de waxy maize auxilia na absorção de todos os demais compostos além de auxiliar na reposição de glicogênio (reserva de carboidratos). BCAAS e glutamina possuem função anti-catabólica nesse momento, devido a serem aminoácidos muito recrutados durantes o treinamento. Sua presença no “shake” pós-treino favorece muito o processo recuperativo. A creatina (muito temida por várias mulheres), quando presente em uma dieta adequada em carboidratos, não apresenta problemas quanto à retenção hídrica. A vitamina C complementa o “shake” pela sua ação antioxidante.
      Agora, a mesma mulher, realizando um treinamento com menor intensidade para a região superior, poderia se beneficiar reduzindo as quantidades ingeridas dos suplementos listados acima, ou ainda, usar apenas BCAAS antes do treino e whey protein isolado, waxy maize e creatina no pós treino. Lembrando que não existem regras! Tudo irá depender da intensidade do treinamento. Inclusive, em treinos realmente intensos, a introdução de cafeína (respeitando a tolerância individual), arginina AKG, citrulina, ácido D-aspártico, ribose, dentre outros suplementos, poderiam ser utilizados. Mas para isso, também teríamos que considerar além da intensidade do treino, a disponibilidade financeira da paciente, visto que uma suplementação como essa apresentaria um custo elevado.
      Ao realizar alguma atividade aeróbica em outro horário do dia (em jejum, por exemplo), uma sugestão seria a utilização apenas de BCAAS e glutamina logo antes e logo após o exercício. Com essa suplementação, conseguimos reduzir a quebra de proteínas musculares proporcionada pelo exercício aeróbico, mas mantendo a utilização de gordura corporal como fonte de energia. Essa dica de suplementação (BCAAS + glutamina) quando usadas antes e após o treinamento com pesos, tem grande validade para mulheres que apenas desejam manter sua massa magra enquanto reduzem o teor de gordura corporal. Um pouco de cafeína antes da atividade aeróbica também poderá ajudar tanto em maior utilização de gordura corporal como fonte de energia quanto como um maior estímulo para a performance na atividade.
      Sempre digo que a única parte do corpo da mulher que é impossível de se obter grandes resultados com um bom programa de treino/dieta é a região dos seios, devido a seu alto teor de gordura. Para isso, um bom cirurgião plástico será necessário (caso se deseje maior volume), pois com a redução do teor de gordura corporal, inevitavelmente os seios reduzem de tamanho. Inclusive, em períodos pós-cirúrgicos (colocar uma prótese de silicone nos seios), nos quais é necessário ficar um período em repouso, a dieta deverá ser mantida. A principal diferença será a redução no consumo de carboidratos (devido à ausência da atividade física), mas mantendo a ingestão de proteínas elevada, para auxiliar no processo de cicatrização.
      Essas foram apenas algumas dicas, pois para se obter grandes resultados, nada melhor do que um bom treinador e um nutricionista para periodizarem o treinamento e dieta. Recentemente, tive um grande sucesso no consultório com a paciente Lívia Gitahy, que em três meses transformou seu físico completamente. Ela foi muito bem acompanhada pelo treinador Fernando Guaitoli durante todo o período. O segredo? Treinamento e dieta levados a sério! E quanto à dieta, ela usou todos os artifícios descritos acima! Quer um resultado semelhante? Então mãos à obra!
    • Por Karol7
      Duvida galera! Altura: 180, peso atual: 79,  idade: 27, bf : 17,5
      Passei por uma cirurgia e perdi 7 kilos
      fiz um bulking de 3 meses ingerindo em torno de 3100kcal 
      recuperei tudo perdido e mais um pouco e ganhei muita massa! Agora preciso secar,  diminui minha dieta para 2,300 kcal por dia ( sim é alto mas sou atleta profissional e meu metabolismo é altíssimo, treino 6x por semana entre quadra academia, muitos desses dias 2x ( manha e tarde ) 
      Mas agora estou fora de competições por causa da lesão! 
      Começarei meu ciclo de oxan segunda feira ( 24/04 ) 10mg primeiras 3 semanas/  20mg semanas 4, 5, 6 depois 10mg na setima e deu!
      Minha pergunta é, se vcs indicam o uso de creatina junto com o ciclo de OX! 
      Mãe sim quantos mg, e durante todo o ciclo de OX? 
      Meu principal objetivo é tonificar, e perder gordura que ganhei com o bulking ( gordura prevista, mas que agora preciso perder ) 
      agradeço desde já!
       
    • Por Maximiliano Meyer
      Pessoal, estou fazendo um treino para ganho de massa muscular e para isto estou mantendo além do treino diário e da alimentação adequada a suplementação com Whey + Creatina.
      Porém tenho 1 dúvida quanto à suplementação. Faço o treino na noite, geralmente das 23 às 00. Tomo o shake antes e após. Como moro bem perto da academia o intervalo entre 1 e outro é de no máximo 60 minutos. Fiquei me perguntando se assim não estou administrando mal a ingestão dos suplementos. Por outro lado, caso eu tomasse um pela manhã e outro pela noite não sei se faria o efeito desejado.
      Alguém pode me dar uma dica quanto a isso?
       
      Obrigado
    • Por FelipeM
      Então gente... tenho 17 anos treino a quase 2 anos só com whey, e agora eu partir para um suplemento diferente. Fui a uma loja e o vendendor queria me empurrar uma creatina importada da STS (pois a da Universal estava em falta, e pelo que eu pesquisei seria a melhor opção), então eu discretamente tirei uma foto e vou postar aqui para ver se alguém conhece e se há algum relato sobre seu uso (já que não encontrei nada no google /medo).
      Vlwss