Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

FIBRAS DE CONTRACAO RAPIDO


Visitante
 Compartilhar

Post Destacado

Ae cambada!To postando pra sanar uma duvida..

--

O que exatamente quer dizer fibra de contracao rapida?

Para eu estimular o processo de hipertrofia em derminado musculo, eu tenho que coloca-lo sob tensao durante o tempo X para recrutar o tipo de fibra predominante?

Ou fibra rapida esta relacionada ao tempo de contracao, ou seja, cadencia?

---

Outra duvida.. Se eu colocar uma maior carga e fizer uma cadencia menor de modo a conseguir fazer as repeticoes eu estaria estimulando o ganho de forca? O ganho de forca nao esta relacionado ao processo de hipertrofia uma vez que o processo de ganho de forca vai estimular o sistema nervoso e novas fibras, ou seja, mais fibras para sofrerem o processo de hipertrofia..

Desculpem se falei muita bobagem. Eu realmente quero saber como funciona essa relacao.

Valeu!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


  • Respostas 41
  • Criado
  • Última resposta

Membros mais ativos neste tópico

Fibra de contração rápida é o Tipo II que desmembrando-a encontramos IIa e IIx . A IIx é considerada a verdadeira fibra de contração rápida pelo seu potencial anaeróbio (glicolítica) e por possuir força de unidade alta, também a condução do impulso nervoso pelo nervo espinhal de fibras tipo II é muito alta.

Força está relacionada sim a hipertrofia pois músculos volumosos geram mais força.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como o ORACULO disse, fibras de contração rápida são fibras que realizam predominantemente trabalho anaeróbico, resumindo produzem mais força porém possuem menos resistência já que as vias anaeróbicas não são cíclicas liberando metabólitos com lactato e H+ que promovem a fadiga.

O ganho de força e a hipertrofia caminham praticamente juntos, podendo apenas enfatizar um ou outro, força é um trabalho de altíssima tensão e curta duração, já a Hipetrofia é MAIS estimulada através de um trabalho de força um pouco mais prolongado.

Porém é lógico que durante um treino de força vai haver bastante hipertrofia e durante um treino de hipertrofia haverá visível ganho de força.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

vo aproveitar o topico pra fazer mais umas perguntas..

o que exatamente vai definir qual tipo de fibra eu vou estar trabalhando? cadencia ou tempo de tensao total da serie?

periodizar o treino com periodos enfocados em fibras brancas e periodos enfocados em fibras vermelhas podem melhorar o processo de hipertrofia, ou mesmo, sair de um plateau?

valeu Personal e ORACULO!

quanto as outras perguntas, foram esclarecidas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se voce já é treinado, procure treinar sempre no seu limite!

Para sair do plateau, treine até a exaustão e de o descanso necessário para um novo treino.

Trabalhos muito pesados com repetições de 4 a 12 chegando à exaustão tendem a trabalhar todas as fibras musculares disponíveis.

O tempo de tensão total da série deve variar de 15seg (treinos mais pesados) para até 50seg, podendo exceder os 50 seg em treinos conjugados, drop-set.

Esses números que eu dei são dos treinos comumente utilizados podendo sofrer variações.

Eu divido meu treino em 3 trabalhos sempre chegando à exaustão na última repetição:

4 a 6 rep máximas

8 a 10 rep máxima

15 a 20 rep máximas (1 semana entre períodos de treinamentos de 10 a 12 semanas).

Fibras Vermelhas hipertrofiam muito pouco, não devem tomar muito tempo de treino!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fibras Vermelhas hipertrofiam muito pouco, não devem tomar muito tempo de treino!

Personal,

Concordo com vc que as fibras vermelhas(de contração lenta) hipertrofiam menos que as brancas(de contração rápida), mas discordo em um ponto: para uma pessoa que tenha predominância de fibras vermelhas, a sua hipertrofia acaba tendo uma importância mais significativa em relação à hipertrofia total do músculo, ou seja, mesmo tendo um grau de hipertrofia de menor magnitude, o seu somatório acaba tendo uma maior importância em relação à contribuição do aumento da seção transversal do músculo. Para essas pessoas creio que o treino ideal

seria intercalar sessões cujas séries tenham um menor tempo de tensão(entre 45 e 1 min.) com sessões com maior tempo de tensão(entre 1 min

e 1min30seg), o que estimularia mais a hipertrofia sarcoplasmática, que nesse caso teria uma maior importância na hipertrofia total. Claro que a hipertrofia miofibrilar seria de longe a mais importante(não só das fibras brancas, mas também das vermelhas), mas a hipertrofia sarcoplasmática

principalmente das fibras vermelhas não deveria ser desprezada levando-se em conta pessoas que tenham um padrão ectomorfo com predominância de fibras vermelhas.

Um abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Porém, em exercícios máximos com altas cargas, com níveis baixos e médios de repetições, as unidades motoras com fibras do tipo I que são relativamente mais fracas não ficarão descansando! Entrarão também no processo de contração já que a carga que você colocou está exigindo força máxima, ocorrendo o recrutamento de unidade motoras de fibras do tipo I e uma consequente hipertrofia da mesma.

Concordo que o trabalho com um volume maior de repetições não deve ser dispensado porém, discordo em este tomar muitos dias de um treinamento para hipertrofia pois este caráter não estará muito presente neste tipo de treino.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Porém, em exercícios máximos com altas cargas, com níveis baixos e médios de repetições, as unidades motoras com fibras do tipo I que são relativamente mais fracas não ficarão descansando! Entrarão também no processo de contração já que a carga que você colocou está exigindo força máxima, ocorrendo o recrutamento de unidade motoras de fibras do tipo I e uma consequente hipertrofia da mesma.

Concordo que o trabalho com um volume maior de repetições não deve ser dispensado porém, discordo em este tomar muitos dias de um treinamento para hipertrofia pois este caráter não estará muito presente neste tipo de treino.

Remember, when the force of a repetition becomes too great for the type I fibers, the type II fibers must be recruited to continue moving the weight. Even if the repetition range is high, if the force of the last few reps is sufficient (which it should be if a reasonably heavy weight is taken to failure), the type II fibers will be recruited.

Corroborando com o que o Personal disse.

Higher rep ranges may target the slow-twitch muscle fibers, which are seen as less conducive to growth, more so than the lower rep ranges, however training these fibers will increase overall growth. Training in a higher rep range gives the tendons a break from heavier weights. It also increases recovery by bringing more blood into the muscle. And it increasing the mitochondrial content of the muscle, which is a limiting factor of growth.

Nesse artigo o autor fala basicamente que caso ocorra um plateau tanto em força como hipertrofia, para utilizar-se de um ciclo de de repetições altas para gerar uma intensidade diferenciada, um aumento em quantidade de mitocôndrias, uma recuperação do tendão no pré-treino com repetições baixas, assim ocorrendo relativa melhora da vascularização otimizando a recuperação devido a melhor irrigação no músculo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Porém, em exercícios máximos com altas cargas, com níveis baixos e médios de repetições, as unidades motoras com fibras do tipo I que são relativamente mais fracas não ficarão descansando! Entrarão também no processo de contração já que a carga que você colocou está exigindo força máxima, ocorrendo o recrutamento de unidade motoras de fibras do tipo I e uma consequente hipertrofia da mesma.

Concordo que o trabalho com um volume maior de repetições não deve ser dispensado porém, discordo em este tomar muitos dias de um treinamento para hipertrofia pois este caráter não estará muito presente neste tipo de treino.

Personal,

Realmente em trabalhos com baixos e médios níveis de repetições e altas cargas, as fibras tipo I serão também muito exigidas no aspecto da hipertrofia miofibrilar. O que estou querendo dizer é que por essas fibras

terem uma menor capacidade de hipertrofia, pessoas que tenham uma predominância desse tipo de fibra deveriam também realizar séries que propiciem um maior tempo de tensão com boa cadência e entre 1 min e 1min30segs( e não apenas até 50 segs) já que com maiores tempos de tensão se estará estimulando não apenas a hipertrofia miofibrilar, mas também a sarcoplasmática e, como essas pessoas têm uma maior dificuldade de hipertrofia exatamente em função de possuir predominância de fibras tipo I, deveriam também desenvolver um trabalho que estimulasse também a hipertrofia sarcoplasmática, com tempos de tensão um pouco maiores, séries entre 10 e 12 RM, e um maior nº de séries.

Um abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar





×
×
  • Criar novo...