Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Enzicoba X Buclina


Monstro®
 Compartilhar

Post Destacado


Brother, fui na farmácia e o farmacêutico me indicou Buclimax no lugar da Buclina por ser mais forte e não conter somente o Cloridrato de Buclizina, mas possuí outros elementos q tb auxiliam no ganho de peso, ou pra quem malha massa muscular, ele disse tb q o Cobaglobal é o melhor de todos.... Estou tomando Buclimax à 3 dias qdo terminar a caixa eu posto aqui pra ver se ganhei alguma coisa... Valew?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 anos depois...

BUCLINA

Dicloridrato de buclizina

Forma farmacêutica e de apresentação

Cartucho contendo 20 comprimidos

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição

Cada comprimido contém:

Dicloridrato de buclizina 25mg

Excipiente q.s.p. 1 comprimido

Contém: amido, polividona, estearato de magnésio, talco, glicolato amido sódico, dióxido de titânio.

INFORMAÇÃO AO PACIENTE

Ação esperada do medicamento

BUCLINA é um medicamento que possui em sua fórmula uma substância chamada dicloridrato de buclizina. Esta substância age no organismo promovendo o estímulo do apetite.

Cuidados de conservação

BUCLINA deve ser guardado em sua embalagem original e protegido da luz e umidade e evitando-se o calor excessivo.

Prazo de validade

BUCLINA tem um prazo de validade de 24 meses a partir da data de fabricação, desde que mantido em condições ideais de conservação.

Ao comprar qualquer medicamento verifique o prazo de validade. Não use remédio com prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado, você poderá prejudicar sua saúde.

Gravidez e lactação

O uso de BUCLINA durante a gravidez e lactação está contra-indicado. Informe imediatamente ao médico se houver suspeita de gravidez durante ou após o uso da medicação. Informe ao médico se estiver amamentando.

Cuidados de administração

O comprimido de BUCLINA deve ser ingerido com água antes das refeições. Siga a orientação de seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Interrupção do tratamento

Não interrompa o tratamento nem troque de medicação sem o conhecimento de seu médico, pois isto poderá prejudicar o tratamento de sua doença.

Reações adversas

Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis com o uso de BUCLINA, em especial sintomas como sonolência diurna, principalmente no início do tratamento. Informe seu médico sobre quaisquer outras reações desagradáveis atribuíveis à medicação.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Ingestão concomitante com outras substâncias

BUCLINA não deve ser ingerido juntamente com bebidas alcoólicas. Informe seu médico caso esteja fazendo uso de outros medicamentos, principalmente antidepressivos, anti-histamínicos, hipnóticos, antiespasmódicos e outros.

Contra-indicações

BUCLINA está contra-indicado durante o período de gestação e amamentação.

Precauções

Em pessoas mais sensíveis, BUCLINA pode provocar sonolência. Assim, estes pacientes devem evitar dirigir veículos ou operar máquinas perigosas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Características

BUCLINA encerra em sua fórmula o cloridrato de buclizina, um derivado piperazínico com ações orexígena, anti-histamínica e antiemética. A buclizina possui acentuado efeito orexígeno, à semelhança de alguns outros anti-histamínicos. O mecanismo dessa ação estimulante do apetite não está ainda bem determinado, mas parece ser devido a um efeito hipoglicemiante e conseqüente estimulação do centro do apetite, no hipotálamo. Sua leve ação sedativa contribuiria também para reforçar o efeito orexígeno. A buclizina possui ainda um discreto efeito antimuscarínico central.

Indicações

BUCLINA é indicado como estimulante do apetite.

Contra-indicações

Na posologia recomendada, não existem contra-indicações específicas. Tendo em vista a inexistência de dados referentes ao efeito sobre a gestação, o uso de BUCLINA é desaconselhado em mulheres grávidas e lactantes.

Precauções e advertências

Em pacientes especialmente sensíveis, o leve efeito sedativo do dicloridrato de buclizina pode potencializar a ação de substâncias depressoras do sistema nervoso central, inclusive bebidas alcoólicas. Nessa eventualidade, o paciente deve evitar dirigir veículos e operar máquinas perigosas

Interações medicamentosas

· Possibilidade de potencialização dos depressores do sistema nervoso central (hipnóticos, anestésicos, álcool etc.)

· Possibilidade de mascarar testes diagnósticos cutâneos com extratos alergênicos.

· Levar em conta os riscos de adição do efeito atropínico, em caso de associação com outras substâncias anticolinérgicas (anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos).

Reações adversas

Às vezes pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do tratamento.

Posologia e modo de usar

Via oral

Adultos: 1 comprimido meia hora antes do almoço e 1 comprimido meia hora antes do jantar.

Crianças de 6 a 12 anos:

Meio comprimido meia hora antes do almoço e meio comprimido meia hora antes do jantar.

Superdosagem

Não foram descritos casos de intoxicação com cloridrato de buclizina até o presente. A superdosagem acidental ou voluntária pode teoricamente provocar sinais e sintomas de intoxicação atropínica, cuja gravidade depende da dose e das condições do paciente.

A conduta terapêutica na intoxicação por anticolinérgicos inclui emese provocada, lavagem gástrica com solução a 4% de ácido tânico, administração de carvão ativado, e eventual uso de fisostigmina (ou neostigmina), benzodiazepinas, noradrenalina, respiração assistida e hidratação, na dependência dos sintomas.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Lote, fabricação e validade: VIDE RÓTULO E/OU CARTUCHO

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

São TOTALMENTE DIFERENTES, e esta uma confusão grande nesse topico.

Buclina eh buclisina que eh um Orexigeno(remedio para abrir o apetite) e tenta abrir o apetite.

ENZICOBA EH APENAS COBAMAMIDA, que serve como auxiliar na ajuda da sintese proteica, e eh uma coenzima da vitamina B12, ela não eh classificada diretamente como Orexigeno.

AGORA O COBAVITAL OU COBAGLOBAL, SAÕ OREXIGENOS(remedio para abrir o apetite) DA MESMA LINHA DA BUCLINA.

O PRINCIPAL AGENTE ATIVO DELES EH A CIPROEPTADINA QUE TBM EH OREXIGENO E TENTA ABRIR O APETITE NA MESMA LINHA DA BUCLISINA, E AMBOS TBM CONTEM COBAMAMINA TBM, DAI QUE PODE TER SURGIDO A CONFUSÃO

Comparar Cobavital com Buclina, AI SIM ESTA CORRETO pois são orexigenos os dois.

NESTE CASO EU FICARIA COM O COBAVITAL OU COBAGLOBAL QUE SÃO IGUAIS.

NUNCA ACREDITE NA CONVERSA DO VENDEDOR DA FARMACIA, ELES NÃO SABEM NADA ALEM DE APLICAR INJEÇÃO E DE QUE OS REMEDIOS FICAM NA PRATELEIRA EM ORDEM ALFABETICA.

AS VEZES NEM O FARMACEUTICO DA FARMACIA FALA COISAS CERTAS, JÁ VI ABSURDOS HOMERICOS DITOS POR AMBOS.

CLARO QUE EXISTEM BONS FARMACEUTICOS, MAS O BALCONISTA EH APENAS UM PEGADOR DE REMEDIOS DA PRATELEIRA.

fui!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 anos depois...

malho a 2 anos e tenho biotipo ectomorfo, tinha 62kg quando comecei a malhar e chegei em agosto de 2010 a 73,5kg, deste então não conseguia ganhar mais nada de peso, nem massa muscular ou gordura, nem tomando bomba. tomei duas caixas de dianabol nesse tempo e não fez nada, a não ser um monte de espinhas e uma bela dor no figado, pesquisando encontrei o enzicoba e resolvi tomar, tomo 2 comprimdos antes de dormir ( ignorei a indicação da bula), e ja aumentei para 76,5kg em pouco mais de 2 meses.

Da um sono terrível na primeira semana, mas depois passa, e também não da muita fome como dizem não, continuo com a mesma fome e a mesma dieta de antes. Porém o ganho de peso foi bem cosideravel. Farei uma avaliação para ver se foi de massa magra ou gordura, o que aparentemene olhando no espelho foi de massa muscular.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 9 meses depois...

Help!

Hoje fui à várias farmácias e em nenhuma delas eu encontrei o Enzicoba. Liguei para a Farmasa, laboratório que fabrica, e a att me disse que a empresa decidiu não mais fabricá-lo.

Alguém sabe o motivo pela desitencia?

Será que existe outro medicamento similar, sem que seja esses outros como o Cobavital, Cobaglobal? Pois o Enzicoba possui apenas Cobamamida, sendo assim não me dava sono, diferente desses outros que possuem o Cloridrato de Ciproeptadina.

Existe algum que funcione da mesma forma que o Enzicoba, mesmo não tendo Cobamamida na formula?

Fui a farmacia de manipulação e não me quiseram vender sem receita. Fiquei p@#t, pois o Enzicoba não exigia receita!

Alguém pode me esclarecer?

Valeu, abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...

Besouro, eu também fui atrás do enzicoba na farmácia, e o cara que trabalha disse que não tinha mais! Que pararam de fabricar, daí eu pedi o cobavital, e ele me veio com carnabol! To tomando há uma semana, até agora, tudo tranquilo não me deu sono, depois posto aqui, se tive algum resultado. Tenho 1,90 e 88kg! 20 anos. abço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar

×
×
  • Criar novo...