Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Carbo = Hipertrofia?


DBRITTO
 Compartilhar

Post Destacado

Olá a Todos,

Estava dando uma lida em alguns posts e observei que alguns usam a expressão Carbos e outros Carbos Complexos.

A impressão que me deu é que os carbos complexos é que são os principais responsaveis pela hipertrofia, ou entendi tudo errado?

Malto e Dextrose são carbos de alto indice glicemico, certo? e devem ser ingeridos depois do treino, pois isto ajuda na recuperação, auxiliando na hipertrofia, é isto?

E os Carbos Complexos são pães, massas, batatas e frutas, responsaveis pela economia de proteinas e consequentemente, com a economia de proteinas os musculos crescem!

É isso mesmo ou escrever às 00:40pm deixou o meu cérebro meio maluco?

Abraços,

DBRITTO,

______________________

Só os Fortes Vencerão!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


  • Respostas 22
  • Criado
  • Última resposta

Membros mais ativos neste tópico

Comigo o que mais deu certo foi us cabos dos hipercaLoricos.,..

Ele quis dizer que os carboidratos de IG alto foram os que mais fizeram efeito com ele...

Quanto a pegunta sua esta meio sem nexo, por falta de alguns conceitos basicos...

Mais carboidratos sao indispensaveis para o processo de hipertrofia sim, sempre consumindo os de IG alto ao acordar e depois do treino, e de IG baixo ao longo do dia :wink:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nussa, que bagunça de informações!

Bom, vou colar uma explicaçãozinha sobre os carbos, ok?

Abraço.

CARBOIDRATOS:

Os carboidratos são a fonte principal de energia do corpo humano que é capaz de armazená-lo nos músculos e no fígado sob a forma de glicogênio. Por isso é importante que tenhamos sempre os músculos glicogenados para realizar uma atividade física, pois, a Segunda alternativa de combustível que o corpo se vale na falta do glicogênio é a massa muscular magra e, só depois, da gordura corporal. Mas o carboidrato em excesso pode virar gordura corporal se não for absorvido como glicogênio. Mas qual é a dose ideal? Muitos fatores influenciam nisso. O tipo de carboidrato consumido é um deles: complexo ou simples. Carboidratos complexos são aqueles que possuem longas seqüências de moléculas de átomos de carbono e hidrogênio ligados entre si e por isso são digeridos mais lentamente, promovendo uma liberação mais gradual de energia e permitindo uma assimilação mais eficaz de glicogênio, tendendo menos ao acúmulo de gordura e mais ao de glicogênio. Carboidratos simples são formados por 2 ou 3 moléculas de C e H ligadas e por isso sua digestão é rápida, não permitindo muitas vezes que o organismo absorva tamanha quantidade em tão pouco tempo, tendendo ao extra não assimilado o destino de virar gordura corporal. Outro fator é o chamado índice glicêmico do carboidrato. Este índice está diretamente relacionado ao impacto que cada carboidrato exerce no hormônio insulina ao ser ingerido (uma vez que este hormônio regula a taxa de açúcar no sangue, sendo interessante manter esta taxa sob controle, sem grandes variações -carboidratos simples elevam rapidamente a insulina provocando variações bruscas na taxa de açúcar, tendendo ao acúmulo de gordura, vontade de comer doce, descontrole emocional e uma série de outros fatores negativos para uma dieta. Carboidratos complexos por sua vez tem o efeito inverso: elevam lentamente a insulina mantendo a taxa de açúcar estável, permitindo um maior controle sobre a fome.). Excluindo-se o fator pós-treino de musculação, onde um alto nível de liberação de insulina é desejado (uma vez que a insulina forca a absorção de mais glicogênio e aminoácidos pelas células), por estar o organismo apto a absorver rapidamente grandes quantidades de aminoácidos e glicogênio devido á necessidade de reparação rápida da musculatura e reposição rápida de glicogênio muscular, não é aconselhável manter ao longo do dia altas e bruscas variações de insulina sendo interessante mantê-la o mais estabilizado possível. Pois assim mantém-se a taxa de açúcar do sangue estável, alem do apetite sob controle evitando o acúmulo de gordura. Os carboidratos simples possuem maior índice glicêmico (IG), os complexos maiores IG em uma tabela com valores pré-determinados onde a sacarose é o valor máximo de 100 e a gordura o mínimo de zero. Quanto menos industrializado o carbo, menor seu índice glicêmico devido á presença maior de fibras. Assim o arroz integral tem menor IG que o arroz branco e por sua vez causa menor variação de insulina, mantendo a taxa de açúcar mais estável e tendendo menos seu carboidrato a virar gordura e mantendo uma sensação de saciedade maior (uma vez que suas fibras além de manterem estável a taxa de açúcar, ocupam maior volume no trato digestivo.). Então se aconselha ao longo do dia um consumo de pequenas refeições mais freqüentes de carbos com o menor IG possível e pós-treino de musculação o consumo de carbos de alto IG (simples-frutas, dextrose ou complexos-maltodextrina), criando uma possibilidade de maiores acúmulos de glicogênio, menores acúmulos de gordura e otimizando a recuperação muscular.O carbo deve ser também evitado antes de dormir pois além de virar gordura irá influir negativamente na secreção natural do hormônio de crescimento (GH) que ocorre durante o sono e é vital para não só a recuperação muscular mas para o funcionamento de todo corpo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessimo estudo...

Muito conflitante, pouco cientifico...

Quando minha prova de fisiologia do exercicio chegar, vou postar ela inteira, juntamente as respostas!

Uma pergunta foi justamente a +- a seguinte, "Porque recomendar a ingestao de carboidratos e nao aumentar a ingestao de proteinas nos diferentes tipos de exercicio"

Deu uma folha frente e verso de resposta...

Eu ainda nao achei na literatura relaçao de cho com gh..

:cry:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito interessante a explicação do Sherazade, aliás a cada visita neste fórum eu aprendo muito. A propósito, tive uma dúvida sobre essa explicação: nela vc diz que os carboidratos complexos (menor IG) armazenam-se como glicogênio de forma mais eficaz que os simples (alto IG). E no final vc diz que depois da musculação, recomenda-se ingestão de carboidratos com alto IG para melhor absorção de glicogenio, não seria melhor então ingerir os de baixo IG pois são melhores para armazenar-se como glicogenio? Desculpe a ignorância :x

Vocês conhecem algum FAQ ou coisa do tipo sobre conceitos básicos de nutrição? É para leigos mesmo, pois não entendo muitos dos termos técnicos que vcs utilizam aqui

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar


Madrugão suplementos

Não jogue dinheiro fora

Compre suplementos bem mais baratos com o cupom de desconto do FISIculturismo.com.br

Clique aqui para obter seu cupom



×
×
  • Criar novo...