Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Muito dor no ombro


gregorio
 Compartilhar

Post Destacado

Olá pessoal

Treino musculação aproximadamente uns 10 anos, mas com paradas devido trabalho e estudo. Porem no final do ano passado, após ficar um tempo sem treinar, quando voltei para academia, acabei me empolgando e treinando pesado. resultado uma lesão no ombro, o qual pensava em que iria passar.Mas com o passar dos meses esta dor não desapareceu e sim foi amenizada com a parada de treino devido aos estudos, mas ao retornar a treinar esta dor voltou a persistir e com muita força. tamanha é a dor que tenho tido dificultado no meu treino, não estou conseguindo treinar peito, nem com peso leve. Na verdade esta dificil até mesmo no dia a dia para trabalhar, etc. Quando durmo a dor no ombro me incomoda.

Procurei um médico ortopedista, fiz Raio X e ultrassonografia, e graças a Deus não tive nenhuma lesão. o que mostrou foi uma pequena inflamação.

Mas passado as fisioterapias mais o remédio caríssimo para inflamação. A dor continua a mesma coisa.

Alguem já passou por isso ? Ou mesmo quem não passou mas sabe de algumas dicas, por favor me avise.

Obrigado

Gregorio

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Madrugão suplementos

Não jogue dinheiro fora

Compre suplementos bem mais baratos com o cupom de desconto do FISIculturismo.com.br

Clique aqui para obter seu cupom

Essa dor é so no ombro ou vc também sente alguma coisa na parte do deltóide e tríceps?

Quando eu era mais novo tbém forçava demais nos exercícios e nos braços de ferro com a piazada maior. Era incrível a dor que eu sentia, tinha vezes que o braço ficava em um estado que nem 1kg conseguia levantar direito. Era uma dor mais na região do deltóide e tríceps, mas sentia o ombro também. Nunca fui em médico, me limitava a ficar semanas em repouso e a dor passava.

Dependendo a lesão, só mesmo a ressonância pode indicar alguma coisa. Raios X não são muito bons para tecidos moles (na linguagem técnica), que parece ser seu caso. E Ultra som só é válido se tiver alguma lesão com boa diferenciação entre densidade de tecidos. Já a RM dá pra notar com muito mais definição qualquer mínima alteração, as vezes tem que ser empregado um contraste chamado gadolínio para elucidar melhor a lesão.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E ai, Emilson, como esta?

Obrigado pelas informações, tenho sintido muita dor no ombro e no deltóite, acredito que realmente, terei que fazer uma Ressonância Magnética, pois oos outros dois exames que fiz, ficaram a desejar.

Obrigado mesmos pelas dicas, vou marcar novamente consulta médica.

Abrç ate+

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...

Gregócio,

Tenho o mesmo problema que você, idêntico e isso é muito comum para quem gosta de treinar forte, etc. Se insistir em treinar poderá ter ruptura no tendão e o tratamento será somente através de cirurgia.

Desculpe aterrorizar dessa forma mas é a realidade! No meu diagnóstico através de Ressonância Magnética foi concluído o seguinte:

1) Acrômio tipo II causando leve compressão sobre o tendão do supra-espinhal (impacto)...

2) Pequenas alterações císticas na cabeça umeral.

3) Terço distal do tendão do supra-espinhoso com espessura preservada, notando-se pequena alterações de sinal no seu interior e discreta quantidade de líquido ao redor...

4) Pequena quantidade de líquido na bursa subescapular...

Conclusão Final: Tendinose e Peritendinopatia do terço distal do supra-espinhoso devido a impacto.

Tratamento: Repouso Total e sessões de fisioterapia com acupuntura e possivelmente algum anti-inflamatório...Foi o indicado pelo meu médico (ortopedista e traumatologista)...

- RX e Ultrassonografia não consegue enxergar o problema e no seu caso é necessário mesmo a RM. Estou com esse problema desde abril e até agora ainda não resolveu pois quando apareceu a lesão continuei treinando seguindo orientação de Instrutores de Academia sem qualificação dos quais dizem para qualquer aluno assim: Não pare de treinar pois será pior, diminua a carga que com um tempo a dor desaparece, etc. Cara não entre nessa! Procure um profissional da área!

Espero ter ajudado...

Abraço.

Mário

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 anos depois...

gregorio, em maio senti dores semelhantes, continuei a treinar e me auto medicar com antiinflamatórios, e não procurei um ortopedista!

A dor soh foi aumentando, e quando fui no médico já era tarde

Uma ultrassonografia acusou ruptura parcial de 35% do tendão do subescapular!

Estou submetido a remédios bem caros, e 6 meses de fisioterapia.

Então, pára de treinar, e evita ao MÁXIMO movimentar esse braço, volta no ortopedista e diz que as dores continuam, peça um exame mais específico e não desista enquanto não tiver um diagnóstivo CERTO. Só depois disso algum médico vai poder indicar um tratamento bom!

E cuidado com ortopedistas, hein? Em minha cidade TODOS tinham históricos de receitar tratamentos que não resolviam, remédios que não curavam, e alguns até agravavam as lesões de seus pacientes. Não sei se por má fé, falta de conhecimento, preguiça de estudar o caso, ou o que.

Sei que agora surgiu um ortopedista confiável e que está sendo muito eficiente em seus diagnósticos e nos tratamentos que ele indica.

Então procura saber mais sobre o ortopedista, e como o tratamento indicado pelo primeiro não funcionou, procura outro.

E boa sorte.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar

×
×
  • Criar novo...