Victor Dupont

O que corta o efeito da creatina? Bebidas alcoólicas, refrigerante, café?

Avalie este tópico:

25 posts neste tópico

Estou tomando creatina há quase um mês e ainda não percebi resultado algum...

Não bebi café, nem bebidas alcoólicas e nem refrigerante de cola!

Gostaria de saber quais substâncias que se eu ingerir irão cortar o efeito da creatina?

Mais precisamente, queria saber se bebidas alcoólicas, refrigerante de cola e café cortam os efeitos da creatina.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

A cafeína corta o efeito (mas há controvérsias). Lembre-se que guaraná natural, coca-cola, café, mate, alguns tipos de chás, iced tea e mais alguns outros produtos possuem cafeína, então é bom evitar! Tem gente que diz que refrigerante de guaraná não corta porque a concentração de cafeína é bem baixa, outras dizem que como tem cafeína, então deve ser evitado.

Lembrando que a cafeína corta o efeito da creatina e atrapalha a síntese de proteína. Conclui-se, então, que enquanto estiver tomando creatina, corte a cafeína o máximo que puder, e quando não estiver tomando, apenas evite.

Mas tem muita gente que acha o contrário, então é capaz de rolar discussão aqui. 8)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
A cafeína corta o efeito (mas há controvérsias). Lembre-se que guaraná natural, coca-cola, café, mate, alguns tipos de chás, iced tea e mais alguns outros produtos possuem cafeína, então é bom evitar! Tem gente que diz que refrigerante de guaraná não corta porque a concentração de cafeína é bem baixa, outras dizem que como tem cafeína, então deve ser evitado.

Lembrando que a cafeína corta o efeito da creatina e atrapalha a síntese de proteína. Conclui-se, então, que enquanto estiver tomando creatina, corte a cafeína o máximo que puder, e quando não estiver tomando, apenas evite.

Mas tem muita gente que acha o contrário, então é capaz de rolar discussão aqui. 8)

comecei hj meu primeiro ciclo de creatina e jah tem um tempo q cortei cafeh pra ir acostumando (eu nao era viciado, mas gostava de tomar umas 2-3x / dia) e qria saber quais outras fontes de cafeina pra eu evitar. Sei dos chas, chocolates, cafe (duh!).

Bom, na realidade na minha dieta axo q NADA tem cafeina, exceto uma coisa q eu nao tenho certeza: Levedo de cerveja eh poh...eh um suplemento mto bom na minha opniao q eu nao gostaria de parar de usar, mas se for necessario eu paro durante o ciclo.

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

comecei hj meu primeiro ciclo de creatina e jah tem um tempo q cortei cafeh pra ir acostumando (eu nao era viciado, mas gostava de tomar umas 2-3x / dia) e qria saber quais outras fontes de cafeina pra eu evitar. Sei dos chas, chocolates, cafe (duh!).

Bom, na realidade na minha dieta axo q NADA tem cafeina, exceto uma coisa q eu nao tenho certeza: Levedo de cerveja eh poh...eh um suplemento mto bom na minha opniao q eu nao gostaria de parar de usar, mas se for necessario eu paro durante o ciclo.

[]'s

Pow achei interessante a questao do levedo de cerveja.....estou tomando junto com a creatina.....pelo q eu saiba nao tem cafeina.......alias eu nem sabia que coca-cola, chocolate, cha....tinha cafeina naum....eu nunk vi no rotulo de coca-cola...a cafeina como ingrediente!!!

E a respeito DA BEBIDA ALCOOLICA?....corta o efeito?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
Estou tomando creatina a quase um mes e ainda naum percebi resultado algum...não bebi cafe, nem bebidas alcoolicas e nem refrigerante de cola!

Gostaria de saber quais substancias que se eu ingerir irao cortar o efeito da creatina?..

Mas precisamente qria saber se bebidas alcoolicas, refrigerante de cola e cafe cortam os efeitos da creatina.

Gostaria de saber tambem se a cefeina, refri de cola e bebida alcoolica tbm corta efeito de whey protein e malto......pois minha creatina ta acabando e vou começar a tomar whey com malto!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

caramba!!

por isso q eu tomo creatina que nem uma mula veia e num vejo diferença!! Tomo café todo dia e coca-cola de vez em qdo!!! aaaaaaaaaaaaarrrrrrrgh!!! :evil:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
caramba!!

por isso q eu tomo creatina que nem uma mula veia e num vejo diferença!! Tomo café todo dia e coca-cola de vez em qdo!!! aaaaaaaaaaaaarrrrrrrgh!!! :evil:

ahahaah

q merda

hahaah LOL

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Cervejo até onde eu sei não corta o efeito. Nescau, achocolatados e chocolate não influencia muito, pois a concentração de cafeína é baixa.

A cafeína não influencia em nada no malto, mas é atrapalha a síntese de whey protein (atrapalha a síntese de proteína), então é bom evitar a cafeína em intervalos próximos as doses de shakes hiperprotéicos.

Até onde eu sei é isso!

8)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

nem todo mundo tem resultado com creatina...

geralmente pessoas que consomem muita carne vermelha tem resultados piores que pessoas que usam frango ou peixe como alimentacao.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
Estou tomando creatina a quase um mes e ainda naum percebi resultado algum...não bebi cafe, nem bebidas alcoolicas e nem refrigerante de cola!

Gostaria de saber quais substancias que se eu ingerir irao cortar o efeito da creatina?..

Mas precisamente qria saber se bebidas alcoolicas, refrigerante de cola e cafe cortam os efeitos da creatina.

Quero saber mais sobre as bebidas alcoolicas!!!!

Cortam ou nao o efeito de creatina e whey?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Gostaria de saber tambem se a cefeina, refri de cola e bebida alcoolica tbm corta efeito de whey protein e malto......pois minha creatina ta acabando e vou começar a tomar whey com malto!!!

Quero saber mais sobre as bebidas alcoolicas!!!

Cortam o efeito de creatina e whey ou nao?

pode beber avontade?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

ae galera

na boa eu tomo creatina tem quase 3 semanas

nen fragava isso de cafeina.. agora.. eu sempre tomei café todo dia e talz

bebo cerveja uns 2 dias do fim de semana.

so q tem uma coisa.. se tomando cafe todo dia e cerveja no fds e senti muita diferença em relaçao a massa muscular q almentou e a força q almentou muito mais se eu nun tomasse cafe nen cerveja intaum eu tava igual o vin disel :P

AHWiehAWEhiouaew

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
E no açaí??

La nos ingredientes ta falando q tem xarope de guaraná,eh melhor parar de tomar?

provavelmente!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Vim parar aqui por acaso... Mas achei interessante e resolvi participar.

Me corrijam se eu estiver errado, mas na composição do Jack3d não vai Creatina Monohidratada e Cafeina??!

Ainda não consegui compreender como o a cafeína influencia nos resultados da creatina.

Obrigado a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

ressuscitou um tópico um pouco antigo hein! hehe

isso é mito cara! como vc mesmo falou do jack, a maioria dos pré treinos tem creatina e cafeína juntos!

Tem bastante coisa sobre esse assunto aqui no fórum, dá uma pesquisada...

abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

ijhSDHUASDHUADUHSAHUSADUhDAHUDAUHsdAUHHUADhusdhusdahusadDHUSADHUAsdahusdAHUsdHDSHUAdsuhhsadudsahusdHUASDHUAdhusasdHUASDHUAsdHUAhdusahsduadhusaSDHUAdshuadshuasdhuaSHUADSDAHUSDAHUsdhusaHUsdHUAhsadUHSUADHSADASHUDhUSADHUSADhusadSHUDASDUHAdHUSASDHUAdsuh

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

ressucitou ein?! kkkk ' pelo menos sabemos q ainda tem gente que pesquisa...

seguinte mano, não tem nada ver essa coisa da cafeína cortar o efeito da creatina

tome 3g de creatina e 3L de água por dia, ambos inclusive nos dias que não treinar e beba e seja feliz!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

ressucitou ein?! kkkk ' pelo menos sabemos q ainda tem gente que pesquisa...

seguinte mano, não tem nada ver essa coisa da cafeína cortar o efeito da creatina

tome 3g de creatina e 3L de água por dia, ambos inclusive nos dias que não treinar e beba e seja feliz!

3 gramas é pouco, pode tomar umas 5g.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora

Gostou? Compartilhe!
  • Conteúdo Similar

    • Por Carlos Juvenal
      Olá, gostaria de uma ajuda ao formular os componentes da minha dieta.
      Malho a 1 ano e meio, tenho 1,93cm e 88kilos, gostaria de iniciar uma suplementação para ganho de massa magra e definição muscular (Leia-se trincar abdomen hahah)
      Li em alguns tópicos e ao meu ver o uso somente de creatina seria necessário. com aquela velha saturação na primeira semana seguida dos 5g no restante do ciclo.
      Alguns outros tópicos dizem que o consumo de bcaa - creatina - oléo de cartamo - albumina também seria indicado, pois balanceia os nutrientes proteicos com a queima de gordura.
       
      Algumas outras informações: Treino de segunda a sexta : serie estilo A-B-C, com aeróbico de intensidade na serie C
                                                     Jogo basquete pelo menos 1 vez por semana
      Desculpem a inconveniência, abraços
    • Por Rodolfo Peres
      Em um passado não muito distante, a preocupação das mulheres era apenas com a balança. Estar magra, já era o suficiente. De alguns anos para cá, os padrões mudaram, e hoje o desejo em ter um físico mais "forte e definido" é crescente. Tanto que no consultório, posso seguramente estimar que no mínimo 60% dos meus pacientes é do sexo feminino. Com poucas exceções, o desejo é o mesmo: Gostaria de aumentar minhas coxas, meus glúteos, não aumentar muito a massa muscular da minha região superior e deixar meu abdômen levemente definido!
      Parece fácil. Mas não se enganem. Para conseguir esse objetivo é preciso muita determinação no treinamento, associado a uma dieta com algumas peculiaridades:
      Conter proteínas distribuídas adequadamente entre todas as refeições diárias (peito de frango, peixes magros, carne bovina magra, ovos, mix proteicos, caseína). Considero esse item o mais difícil de ser cumprido, visto a pouca variedade de alimentos proteicos que nossa alimentação usual nos oferece. Uma dica é utilizar ovos na primeira refeição; carnes no almoço e jantar; e complementar os demais horários com proteínas de absorção lenta na forma de suplementos, como caseína ou mix proteicos. Agora, caso exista a possibilidade de comer peito de frango, peixes magros, carnes bovinas magras ou claras de ovos ao longo do dia, melhor ainda! Apresentar uma correta distribuição dos carboidratos de baixo/médio índice glicêmico ao longo do dia (batata doce, mandioca/macaxeira/aipim, inhame, arroz integral, macarrão integral, pão integral) ingerindo-os em maior quantidade apenas ao acordar, logo antes e logo depois do treino. Nos demais horários, caso não se realize alguma atividade física que proporcione maior gasto energético, a ingestão de carboidratos deverá ser bem controlada. Muitas vezes, temos que ignorar nossos hábitos culturais em pró de nossas necessidades nutricionais. Como por exemplo, podemos citar alguém que trabalhe sentado após o almoço (nossa refeição principal culturalmente falando). Essa pessoa não deveria ingerir grandes quantidades de arroz, feijão, batatas, macarrão e outros alimentos fonte de carboidratos nesse horário, visto que seu gasto energético será baixo nas horas posteriores a essa refeição. Não negligenciar a ingestão de gorduras “especiais” (azeite de oliva, abacate, oleaginosas, linhaça, salmão, óleo de coco, etc), além do suporte adequado de vitaminas, sais minerais e fibras. Muitas pessoas ainda possuem medo de ingerir gorduras, mas sabe-se da importância desse nutriente na composição de um programa alimentar. A questão é saber escolher as fontes e combiná-las adequadamente com os demais alimentos. Quanto à suplementação alimentar, devemos ressaltar que o fator determinante não será o sexo, mas sim a intensidade do exercício. Ou você pensava que um homem com um treino “leve” deveria suplementar melhor do que uma mulher com um treino “forte” apenas pelo fato dele ser homem? Dentro da academia, visando grandes objetivos, não existe nada de sexo frágil!
      Agora, devemos considerar a diferença entre as intensidades nos treinamentos para a região inferior e superior. Normalmente, os treinamentos para a região inferior são mais intensos, necessitando obviamente de uma suplementação proporcional. Normalmente trabalho com mulheres, os mesmos suplementos que usaríamos com homens envolvidos em um treinamento sério. São eles: whey protein, BCAAS, glutamina, creatina, vitaminas antioxidantes, waxy maize. A questão é adequá-los de acordo com a intensidade do treino!
      Como exemplo, podemos citar uma mulher com nível elevado de treinamento para quadríceps ou posterior de coxa e glúteos. Uma sugestão de suplementação seria:
      Logo antes:
      Whey protein hidrolisado; Waxy maize; BCAAS; Beta-alanina; Glutamina. Logo antes do treino prefiro utilizar uma whey protein hidrolisada, devido a sua absorção ultra-rápida. O uso de waxy maize (amido modificado), tem apresentado grandes resultados, devido a sua absorção rápida, porém com fornecimento constante de energia durante o exercício, sem apresentar hipoglicemia de rebote. Os BCAAS são os aminoácidos mais utilizados como fonte de energia durante o exercício, apresentando-se como anti-catabólicos nesse momento. A suplementação com Beta-alanina tem se apresentado muito favorável para melhora do rendimento no treino, visto que retarda a queda dos níveis de PH sanguíneo. A glutamina, aminoácido mais abundante no plasma sanguíneo, apresenta queda em seus níveis em um treinamento mais intenso. Portanto sua suplementação prévia é uma boa medida.

      Logo após:
      Whey protein isolado; Waxy maize; BCAAS; Glutamina; Creatina; Vitamina C. Após o treinamento, prefiro o uso de whey protein isolado ao hidrolisado, visto que tem se observado melhores resultados com proteínas de absorção um pouco mais lenta nesse momento. Inclusive, muitas vezes introduzimos um pouco de caseína nesse “shake”. O uso de waxy maize auxilia na absorção de todos os demais compostos além de auxiliar na reposição de glicogênio (reserva de carboidratos). BCAAS e glutamina possuem função anti-catabólica nesse momento, devido a serem aminoácidos muito recrutados durantes o treinamento. Sua presença no “shake” pós-treino favorece muito o processo recuperativo. A creatina (muito temida por várias mulheres), quando presente em uma dieta adequada em carboidratos, não apresenta problemas quanto à retenção hídrica. A vitamina C complementa o “shake” pela sua ação antioxidante.
      Agora, a mesma mulher, realizando um treinamento com menor intensidade para a região superior, poderia se beneficiar reduzindo as quantidades ingeridas dos suplementos listados acima, ou ainda, usar apenas BCAAS antes do treino e whey protein isolado, waxy maize e creatina no pós treino. Lembrando que não existem regras! Tudo irá depender da intensidade do treinamento. Inclusive, em treinos realmente intensos, a introdução de cafeína (respeitando a tolerância individual), arginina AKG, citrulina, ácido D-aspártico, ribose, dentre outros suplementos, poderiam ser utilizados. Mas para isso, também teríamos que considerar além da intensidade do treino, a disponibilidade financeira da paciente, visto que uma suplementação como essa apresentaria um custo elevado.
      Ao realizar alguma atividade aeróbica em outro horário do dia (em jejum, por exemplo), uma sugestão seria a utilização apenas de BCAAS e glutamina logo antes e logo após o exercício. Com essa suplementação, conseguimos reduzir a quebra de proteínas musculares proporcionada pelo exercício aeróbico, mas mantendo a utilização de gordura corporal como fonte de energia. Essa dica de suplementação (BCAAS + glutamina) quando usadas antes e após o treinamento com pesos, tem grande validade para mulheres que apenas desejam manter sua massa magra enquanto reduzem o teor de gordura corporal. Um pouco de cafeína antes da atividade aeróbica também poderá ajudar tanto em maior utilização de gordura corporal como fonte de energia quanto como um maior estímulo para a performance na atividade.
      Sempre digo que a única parte do corpo da mulher que é impossível de se obter grandes resultados com um bom programa de treino/dieta é a região dos seios, devido a seu alto teor de gordura. Para isso, um bom cirurgião plástico será necessário (caso se deseje maior volume), pois com a redução do teor de gordura corporal, inevitavelmente os seios reduzem de tamanho. Inclusive, em períodos pós-cirúrgicos (colocar uma prótese de silicone nos seios), nos quais é necessário ficar um período em repouso, a dieta deverá ser mantida. A principal diferença será a redução no consumo de carboidratos (devido à ausência da atividade física), mas mantendo a ingestão de proteínas elevada, para auxiliar no processo de cicatrização.
      Essas foram apenas algumas dicas, pois para se obter grandes resultados, nada melhor do que um bom treinador e um nutricionista para periodizarem o treinamento e dieta. Recentemente, tive um grande sucesso no consultório com a paciente Lívia Gitahy, que em três meses transformou seu físico completamente. Ela foi muito bem acompanhada pelo treinador Fernando Guaitoli durante todo o período. O segredo? Treinamento e dieta levados a sério! E quanto à dieta, ela usou todos os artifícios descritos acima! Quer um resultado semelhante? Então mãos à obra!
    • Por Karol7
      Duvida galera! Altura: 180, peso atual: 79,  idade: 27, bf : 17,5
      Passei por uma cirurgia e perdi 7 kilos
      fiz um bulking de 3 meses ingerindo em torno de 3100kcal 
      recuperei tudo perdido e mais um pouco e ganhei muita massa! Agora preciso secar,  diminui minha dieta para 2,300 kcal por dia ( sim é alto mas sou atleta profissional e meu metabolismo é altíssimo, treino 6x por semana entre quadra academia, muitos desses dias 2x ( manha e tarde ) 
      Mas agora estou fora de competições por causa da lesão! 
      Começarei meu ciclo de oxan segunda feira ( 24/04 ) 10mg primeiras 3 semanas/  20mg semanas 4, 5, 6 depois 10mg na setima e deu!
      Minha pergunta é, se vcs indicam o uso de creatina junto com o ciclo de OX! 
      Mãe sim quantos mg, e durante todo o ciclo de OX? 
      Meu principal objetivo é tonificar, e perder gordura que ganhei com o bulking ( gordura prevista, mas que agora preciso perder ) 
      agradeço desde já!
       
    • Por Maximiliano Meyer
      Pessoal, estou fazendo um treino para ganho de massa muscular e para isto estou mantendo além do treino diário e da alimentação adequada a suplementação com Whey + Creatina.
      Porém tenho 1 dúvida quanto à suplementação. Faço o treino na noite, geralmente das 23 às 00. Tomo o shake antes e após. Como moro bem perto da academia o intervalo entre 1 e outro é de no máximo 60 minutos. Fiquei me perguntando se assim não estou administrando mal a ingestão dos suplementos. Por outro lado, caso eu tomasse um pela manhã e outro pela noite não sei se faria o efeito desejado.
      Alguém pode me dar uma dica quanto a isso?
       
      Obrigado
    • Por contribuinte
      Diets, mas perigosas: de acordo com uma pesquisa norte-americana, o consumo constante e por um tempo longo de bebidas sem adição de açúcar pode provocar um crescimento na circunferência abdominal de até 70%
      A funcionária pública Camila Sodré tinha "duas prateleiras" na geladeira com produtos diet: depois de uma reeducação alimentar, abandonou o hábito: "Não entram mais em casa"
      A Sociedade Médica Americana tem más notícias para quem tenta manter uma dieta equilibrada tomando bebidas sem adição de açúcar. Segundo um estudo observacional apresentado na conferência anual da Associação Americana de Diabetes, pessoas que ingerem bebidas diet a longo prazo podem ter um aumento de até 70% na circunferência abdominal.
      A pesquisa, ainda não publicada, foi feita pelo Centro de Saúde da Universidade do Texas e acompanhou 474 pessoas entre 65 e 74 anos, ao longo de uma década, levando em consideração variáveis como idade, sexo, etnia e frequência de atividade física. O resultado foi surpreendente. Do número total de indivíduos que bebeu diariamente refrigerante com adoçantes artificiais durante o estudo, todos tiveram um aumento significativo na medida da cintura, parte responsável pelo acúmulo da gordura visceral no corpo. Indivíduos que ingeriram essas bebidas duas vezes ou mais por dia chegaram a ter um acréscimo de quase 5cm no abdômen, quando comparados aos que ingeriram bebidas “regulares”.
      Uma das teorias dos pesquisadores para esse crescimento é que os adoçantes artificiais até podem tentar substituir o açúcar, mas, diferentemente da ação do produto tradicional, que contribui para a sensação de saciedade, eles interrompem esse mecanismo e terminam por estimular a ingestão de maiores quantidades. De acordo com a endocrinologista Ana Lúcia Vinagre, porém, ainda não se pode afirmar com exatidão os danos dessas bebidas. “Até que se publique um estudo científico mais profundo, comprovando que o refrigerante diet faz realmente mais mal do que o normal e as razões para isso, o açúcar ainda é pior do que o adoçante artificial”, assinala, lembrando que a quantidade de calorias e a liberação de insulina causada pela substância doce tradicional são muito maiores.
      Briga com o peso
      Para a jornalista de mídias sociais Ursula de Oliveira, 23 anos, a luta com a balança foi um dos motivos para trocar o vício do refrigerante tradicional pelo com baixo teor calorias. Segundo ela, contudo, nenhum dos médicos pelos quais passou, entre nutricionistas e endocrinologistas, fez qualquer alerta sobre possíveis danos com as bebidas. A jornalista afirma ainda que, para quem quer perder peso, os prejuízos por meio de alimentos que substituem os mais calóricos são perigosamente minimizados. “O importante para quem é gordo é sempre emagrecer. Não se está preocupado com a saúde, e você faz o que tiver que fazer para chegar ao peso desejado”, avalia.
      Já a funcionária pública Camila Sodré, 29 anos, tem noção do mal que a bebida gaseificada, mesmo sem açúcar, faz ao organismo. “Antes, na minha geladeira, tinha duas prateleiras só com refrigerante zero. Hoje, eles não entram mais em casa”, relata, mencionando que as mudanças de hábito, devido à reeducação alimentar, foram fundamentais para a perda de quase 20kg. Caso os prejuízos das bebidas artificialmente adoçadas sejam comprovados, porém, Camila reconhece que as opções para quem gosta de refrigerante ficarão muito restritas. “O que se vai fazer: consumir açúcar refinado?”, indaga.
      Apesar das dificuldades impostas pela rotina agitada da atualidade e do consumo crescente de alimentos calóricos, a moderação ainda é a melhor saída, segundo a nutricionista e professora da Universidade de Brasília Quênia Carvalho. “Não é necessária a proibição, mas sim atenção à quantidade e à frequência com que se come determinados alimentos. É preciso aprender a saborear um brigadeiro e um pedaço de bolo, no máximo, sem precisar da bandeja inteira”, sugere. De acordo com ela, a epidemia da obesidade é um assunto delicado e bastante preocupante, que não pode ter prazo de validade e se resumir aos alimentos e bebidas dietéticos. “Se funcionasse assim, a população americana já estaria com o diabetes controlado”, sustenta. Responsável pelo Departamento de Nutrição da UnB, ela garante, porém, que, com equilíbrio entre hábitos alimentares saudáveis e atividade física, é possível controlar os malefícios do açúcar.
      Três perguntas para
      HELEN HAZUDA, chefe de epidemiologia
      clínica do Centro de Saúde da Universidade do Texas, responsável pela pesquisa
      O estudo faz um alerta sobre a ingestão de bebidas diet. Qual é a sugestão mais prudente aos consumidores desses produtos?
      As evidências de que as bebidas adoçadas artificialmente têm efeitos nocivos na saúde, como ganho de peso, aumento da circunferência abdominal, aumento do risco da síndrome metabólica e diabetes tipo 2, estão crescendo, a partir de estudos humanos e em animais. À luz disso, a coisa mais sensata a se fazer é evitar essas bebidas e procurar substitutos saudáveis, como água, chá ou café.
      Já é possível afirmar que os prejuízos dessas bebidas são maiores do que os benefícios?
      Essa é uma questão que deve ser analisada com cuidado. Com base na própria pesquisa, acredito que é possível dizer que o efeito negativo das bebidas adoçadas artificialmente supera qualquer benefício que pensávamos que elas tinham até então.
      Então, qual seria a melhor coisa a se fazer para aquelas pessoas que estão tentando perder peso, mas não conseguem deixar os refrigerantes de uma vez?
      Se não consegue parar de uma só vez, talvez a melhor estratégia seja definir uma meta realista e reduzir gradual e significativamente o consumo dessas bebidas, para, futuramente, substituí-las por outras, mais saudáveis.
      FONTE:
      JORNAL CORREIO BRAZILIENSE
      www.correioweb.com.br