Ir para conteúdo
Visitante Roberto-4041

Resveratrol - estudos científicos

Avalie este tópico:

Post Destacado

Visitante Roberto-4041

Sou suspeito para falar sobre o resveratrol, mas ai vão artigos de sites que não vendem o resveratrol, baseados em estudos científicos, que indicam forte possibilidade dele aumentar a performance atlética (não a massa muscular entenda-se). Como tenho site de vendas deste produto vou realizar anúncio (pago) no fisiculturismo.com.br, com sorteio de alguns frascos deste produto GRÁTIS (em breve) para quem esteja interessado em experimentar e depois relatar os efeitos. Vale lembrar que o resveratrol é, comprovadamente, poderoso antioxidante e um inibidor da aromatização da testosterona em estrogênio o que por si só já pode se de grande utilidade para quem usa anabolizantes à base de testosterona.

http://www.ufal.edu.br/unidadeacademica/fanut/pos-graduacao/mestrado-em-nutricao/defesa-de-dissertacao/dissertacoes-defendidas/nutricao-e-desenvolvimento-fisiologico/resveratrol-e-suas-implicacoes-para-a-saude

https://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/molecula-do-vinho-tinto-leva-ratos-obesos-viver-mais-melhor-4552477

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Colega, já respondi sua MP, e coloquei sua questão junto ao administrador sobre sua proposta.

Logo ele entra em contato com vc, como disse na MP que te mandei hj a noite.

Só não me pronunciei antes, pois trabalho das 13:30 às 22:30, como disse para vc na MP.

Será um prazer ler tudo que vc escreveu, para podermos discutir dentro de um contexto mais cientifico, seu produto e proposta. E se for mesmo bom, entramos num acordo.

Agora estou meio cansado e de cabeça cheia, e nada que eu leia e escreva agora tarde da noite, será produtivo.

Mas assim que puder prometo que discuto com vc o assunto com o maior prazer.

Amanhã pela manhã, que seria meu horário livre aqui no forum, preciso resolver uma importante questão pessoal antes de entrar no trabalho. E se amanhã não for possivel na parte da manhã responder a esse seu topico; prometo que o mais breve possivel leio tudo e discutimos de uma forma bem legal.

Um abraço,

Marcelo. :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante Roberto-4041

Desculpe o mau jeito inicial. Sei que muito se promete a respeito de suplementos novos mas na verdade só pouco ou nada no fim se mostra verdadeiro.

Eu falo do resveratrol com conhecimento de causa (independente de estudos ou propagandas). Estou tomando e realmente senti efeito (não exatamente no volume muscular pois faço musculação de leve) e não vou me estender mais pois senão parece propaganda.

Existe um Forum nos EUA só dedicado a este respeito:

http://www.longecity.org/forum/forum/312-resveratrol/

Vou fazer uma proposta: mando a você 2 meses de suplementação em doses elevada, de graça. Você toma e relata, se quiser, se deu algum efeito. Ai pode falar mal (ou bem). Seria bastante interessante ter o depoimento do lado de alguem que pratica o fisiculturismo.

A propósito de sua dor de cabeça, minha mãe tinha dor de cabeça regularmente desde os 20 anos (tem 63), desde que começou a tomar (2 meses) não teve mais.

Um abraço.

MESTRE disse:
Colega, já respondi sua MP, e coloquei sua questão junto ao administrador sobre sua proposta.

Logo ele entra em contato com vc, como disse na MP que te mandei hj a noite.

Só não me pronunciei antes, pois trabalho das 13:30 às 22:30, como disse para vc na MP.

Será um prazer ler tudo que vc escreveu, para podermos discutir dentro de um contexto mais cientifico, seu produto e proposta. E se for mesmo bom, entramos num acordo.

Agora estou meio cansado e de cabeça cheia, e nada que eu leia e escreva agora tarde da noite, será produtivo.

Mas assim que puder prometo que discuto com vc o assunto com o maior prazer.

Amanhã pela manhã, que seria meu horário livre aqui no forum, preciso resolver uma importante questão pessoal antes de entrar no trabalho. E se amanhã não for possivel na parte da manhã responder a esse seu topico; prometo que o mais breve possivel leio tudo e discutimos de uma forma bem legal.

Um abraço,

Marcelo. :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguns efeitos de grande valia, são apresentados e creditados ao Resveratrol, como:

- Baixo indice de doenças cardiovasculares, longevidade, aumento da performance atletica e até cura do Hipotireoidismo.

Ainda não foi Fisiologicamente definido, o modo de ação preciso que faz com que o Resveratrol nos dê uma longevidade maior, e possa tbm nos auxiliar no trato de doenças cardiovasculares. Mas testes feitos em pessoas e relatos do uso do Vinho e da propria substância, apontan para esse caminho.

MAS NÃO PODEMOS DIZER DE FORMA ALGUMA QUE ELE IRA "FAZER CRESCER MASSA MUSCULAR", e nenhuma pesquisa que ví aponta para essa questão.

O fato de aumentar a performance atletica, pode ter se originado da ideia do Resveratrol causar segundo alguns relatos e pesquisas, um aumento das Mitocondrias.

A Miopatia Mitocondrial, pertence a um grupo raro de doença onde podemos citar a síndrome de Kearns-Sayre.

Portadores dessa disfunção, podem segundo relatos de pesquisas, se beneficiar do Resveratrol.

Para entendermos, podemos levar ao fato de que nossas Mitocondrias são mesmo as usinas de força de nossas celulas.

Quando o ATP(AdenosinaTrifosfato) eh quebrado para se liberar calor e energia, obtemos o ADP(AdenosinaDifosfato). O ADP eh novamente recuperado pela nossa Mitocondria em ATP, para que novamente possa ser quebrado liberando denovo assim calor e energia.

Nossa Mitocondria para isso, usa produtos caloricos(Gordura, Carboidrato e as vezes a Propria Proteina), que são os Cetonicos usados para a recuperação do ATP.

A velocidade que as MITOCONDRIAS recuperam o ATP, vem de um hormonios vindos da Glandula Tireoide, onde podemos citar a TIROXINA, tbm chamada tetraiodotironina (T4).

Umas das funções da Tiroxina, eh a de aumentar do número e tamanho das mitocôndrias, possibilitando assim maior disponibilidade de ATP para as celulas.

Quando temos maior quantidade de Tiroxina, podemos dizer que temos um Metabolismo Basal maior.

Voltando agora ao Resveratrol, no ponto onde se diz que ele um porporciona um AUMENTO DAS MITOCONDRIAS, e ao mesmo tempo que ele cura o HIPOTIREOIDISMO. Leva-se a crer que o modo de ação do Resveratrol, NO QUE SE TRATA DE "AUMENTAR A PERFORMANCE ATLETICA", seria por se tratar de um SIMPLES aumento da estimulação da Glandula Tireoide, onde iria disponibilizar maior Tiroxina, aumentando a quantidade de Mitocondrias.

Mas ao aumentar-mos a Tiroxina, aumentamos o Metabolismo, fato que aumenta tbm a grau de "OXIDAÇÃO DAS PROTEINAS".

A Oxidação das Proteinas, eh um grande problema aos praticantes de Musculação; pois os tipos fisicos de uma pessoa com Metabolismo alto, eh de origem de um tipo Fisico onde se GANHAR MASSA MUSCULAR EH DIFICIL E CUSTOSO.

PORTANTO, SERÁ QUE O RESVERATROL, QUE MUITOS DIZEM SER AUMENTAR A "PERFORMANCE ATLETICA", NÃO ESTARIA FAZENDO ISSO A CUSTAS DE UM AUMENTO DE TIROXINA??? ONDE POR ESTIMULAR A TIREOIDE E TRATAR O HIPOTIREOIDISMO(como dizem que trata mesmo), ESTARIA AUMENTANDO ASSIM NOSSO METABOLISMO CAUSANDO UM AUMENTO DA OXIDAÇÃO DAS PROTEINAS, E PREJUDICANDO NOSSO CRESCIMENTO MUSCULAR???

-Essa pergunta ainda eh precoce para ser respondida, pois tal produto ainda eh novo e desprovido de estudos a nivel histologico e fisiologico satisfatorio ao nosso Esporte Fisiculturismo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
MESTRE será então que esse Resveratrol teria o mesmo objetivo do uso do T3 ou T4 de forma exógena ?

Tbm cheguei a essa mesma conclusão Gui.

No geral do corpo, esse processo funciona desde o Hipotalamo, que estimula o Hipofise, que por sua vez ira estimular a Tireoide.

Eh um eixo de produção hormonal parecido com o eixo de produção do GnRH->LH->Testosterona

Só que esse eh TRH->TSH->T3/T4

Do Hipotalamo vem a produção do Hormônio Liberador de Tireotropina(TRH).

O TRH na Hipofise promove a liberação do Hormonio Estimulador da Tireoide(TSH), que por sua vez induz a Tireoide a produzir T3 e T4.

O Resveratrol em algum desses pontos acaba interferindo:

- Ou a nivel do Hipotalamo se ligando aos receptores do Hipotalamo responsáveis pela produção do TRH.(como o Clomifeno ou o Tamoxifeno no caso de Eixo da Testosterona).

- Ou se fazendo passar pelo TSH induzindo diretamente a Tireoide(como no caso do HCG no eixo da Testosterona).

- Ou até mesmo o proprio Resveratrol pode agir no nosso corpo induzindo nossas Mitoconcrias diretamente como o T4 por exemplo.

Mas como o resveratrol eh TOTALMENTE desprovido de estudos cientificos mais detalhados, fica ainda impossivel de saber seu modo correto de ação.

A unica coisa que podemos saber, eh que ele realmente aumenta o Metabolismo atravez da estimulação das Mitocondrias; fato que poderia ser bom em alguns aspectos e ruim em outros.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nosso amigo "Roberto", que era o mesmo usuário "Resveratrol", e que ainda possui um nick aqui que não foi excluido com o nome de "paulo190766".

Bom, nosso colega que havia criado 3 nicks, e que dois foram apagados pois na verdade só precisamos de um aqui, postou colocações pseudamente cientificas a respeito do seu produto, disse que ia fazer brindes e anunciar aqui no forum, e não mais apareceu.

O Nick ativo dele ainda no forum, "paulo190766".

Agora não sei porque ele sumiu depois de ter falando tanto e me mandado cerca de 5 MP´s no mesmo dia. :-?

Bom, o conteúdo cientifico está ai colocado a disposição para ser discutido, e agora depois de mim e do "Gui" termos analisado o produto, sua formulação e ação mais fisiologicamente detalhadas; podemos dar incio a uma discussão em nivel mais elevado.

A espera da volta do amigo "paulo190766",

Marcelo. :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sumi apenas estava em viagem. Acredito que a melhor maneira de verificar se o resveratrol funciona e em que sentido é se fazendo um teste.

Acredito que o fato de o resveratrol aumentar o número de mitocondrias não tem a ver com o estimulo de qualquer hormônio. A principal forma de ação do resveratrol é estimulando o gene SIRT1. Este gene, que é ativado quando por exemplo temos uma redução na ingestão diária de calorias, e põe em ação todo um processo de reparação do organismo, tornando-o mais resistente aos fatores externos que o envelhecem e causam doenças. Uma das formas dessa ação é o aumento do número de mitocondrias. Assim o organismo fica mais eficiente em usar a sua principal fonte de energia a glicose (uma das promessas do resveratrol é na cura da diabetes tipo 2). Isto, a meu ver, levaria o organismo a poupar mais proteínas (massa muscular) e a acumular menos gordura. O que é quase certo é que o resveratrol aumenta a resistência física e a longevidade (já comprovado no estudo feito) mas talvez, também, aumente a massa muscular ao poupando proteinas. Está ainda tudo muito verde em termos de pesquisas.

Ai vai mais um artigo:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0101-28002015000100106&script=sci_arttext&tlng=pt

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
GUILSILVA disse:
Essa substância é vendida como suplemento alimentar e tem registro no MS ?

O produto ainda não é produzido no Brasil e é importado dos EUA. Lá tem aprovação pelo FDA e é considerado um suplemento alimentar: https://www.amazon.com/100-Pure-Resveratrol-Antioxidant-Trans-Resveratrol/dp/B01CD3UVAK

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem um artigo interessante sobre a teoria do mitocôndrial do envelhecimento que diz como vamos ficando cada vez com um menor número de mitocôndrias ao ficarmos mais velhos. Está em inglês e passei a tradução via tradutor do google abaixo. Quero ver se final de semana traduzo e ponho o link traduzido no forum:

ARTIGO EM INGLÊS

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3123408/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Resveratrol disse:

Hipertrofia X aumento do número de mitocôndrias (o resveratrol aumenta este número):

Vc está trocando as bolas de uma forma tendenciosa à vc.

Quando temos um aumento de muscular(hipertrofia), temos claro um aumento de mitocondrias no tecido muscular que foi hipertrofiado.

Mas isso não quer dizer que aumentando apenas o numero de Mirocondrias, irá por sua vez Hipertrofiar o tecido muscular.

São coisas bem diferentes. :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim com a hipertrofia é acompanhada por um aumento de mitocôndrias.

O aumento de mitocôndrias pode ou não levar a hipertrofia necessáriamente (ou pode?).

Estou aberto a novas colocações a respeito. Não sou o dono da verdade e acho que ninguém é aqui e tudo o que falo, quando não tenho certeza, digo que é a minha opinião (verificar o que disse sobre se o aumento de mitocôndrias levavar a hipertrofia).

No entanto continuo achando que uma coisa está bem relacionada com a outra (notar que é uma opinião e estou aberto a que me digam o contrário).

Para o crescimento muscular é necessária a síntese de proteinas (através dos aminoácidos) esta síntese gasta energia (ATP) que é a mitocôndria que fornece.

Por algum motivo a hipertrofia é acompanhada por um aumento de mitocôndrias.

Não sei ao certo pois não sou especialista mas seria interessante pesquisar a respeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"A sobrecarga metabólica dos exercícios também contribui para a hipertrofia da fibra muscular principalmente devido ao estimulo para o aumento do volume e número das mitocôndrias, e ao acúmulo de glicogênio e água. "

Extraido do artigo do Doutor José Maria Santarem Sobrinho

Quem tiver interesse poderia mandar um e-mail au autor do artigo:

cecafi@dim.fm.usp.br

para saber se um simples aumento do número de mitocôndrias leva a hipertrofia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe nos comentários

Você pode postar agora e se registrar em seguida. Se você já tem uma conta, entre agora para postar pela sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   O link foi incorporado automaticamente.   Exiba como um link normal

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Amanda Mayrinck Hallak
      Desde a antigüidade, o vinho esta ligado à evolução da medicina. Usado como remédio por curandeiros e religiosos na arte da cura, o vinho se torna a mais antiga prescrição médica documentada.
      Usado por varios nas mais diversas funções tais como: desinfetante na cura de feridas, medicamento, veículo para outras drogas e componente de uma dieta saudável o vinho destaca sua importância em varias situações.
      Porém, a partir do final do século XIX, a visão do vinho como medicamento começou a mudar. O alcoolismo foi definido como doença e os malefícios de seu consumo indiscriminado começaram a ser estudados. Nas décadas de 70 e 80, o consumo de álcool foi fortemente atacado por campanhas de saúde pública exaltando as complicações de seu uso em excesso. Entretanto, várias pesquisas científicas bem conduzidas têm demonstrado que, consumido com moderação, o vinho traz vários benefícios à saúde.
      Estudos evidenciam um consumo moderado de vinho para ressaltar seus efeitos benéficos. Entretanto existe uma dificuldade em ressaltar o que seria este consumo sensato. Valores recomendados entre entre 30g a 60g de consumo diário são divergidos em vários países. Alem também de outros fatores que influenciam estes limites: sexo, idade, constituição física, patrimônio genético, condições de saúde e uso de outras substâncias (drogas, medicamentos etc). Em linhas gerais, um homem pode consumir até 30 g de álcool por dia. Para as mulheres, por diversas razões (menor tolerância, menor proporção de água no organismo etc) recomenda-se até 15 g por dia. A diferença entre consumo moderado e exagerado pode significar a diferença entre prevenir e aumentar a mortalidade.
      Na atividade física o vinho esta sendo usado por alguns atletas para ajudar na vasodilatação. Isto pode ser justificado pelo fato de algumas pesquisas terem mostrado o mecanismo molecular que explica a ação do vinho na saúde das veias e artérias.
       

       
      Os estudos, que foram realizados em ratos, visavam estudar os efeitos dos polifenóis presentes no vinho. Eles são um grupo de substâncias químicas que, graças à produção de monóxido de carbono (CO) têm efeito vasodilatador. A equipe conseguiu comprovar que um tipo específico de polifenól, a delfinidina, desencadeia uma série de reações que no final provoca o relaxamento vascular, segundo explicou o autor do estudo, Matthieu Chapolin. Desta maneira, as veias do corpo têm menos chances de ficarem entupidas e, conseqüentemente, o risco de doenças cardíacas diminuí.
      Vale ressaltar a importância de algumas substancias que o vinho possui. Além do álcool ele apresenta diversas substâncias antioxidantes em sua composição. Entre os mais de 1000 compostos encontrados no vinho, os polifenóis (flavonóides, taninos, catecinas, resveratrol etc) são os mais estudados.
      Os polifenóis, derivados de várias plantas, são os antioxidantes mais encontrados em nossa dieta. De acordo com sua origem, apresentam diferentes estruturas químicas. Atualmente, vários estudos têm demonstrado que o resveratrol, um antioxidante natural presente em vinhos tintos e brancos, está associado com os efeitos benéficos do vinho na doença coronária. Além disso, em laboratório, o resveratrol tem mostrado efeito protetor contra o câncer, embora estes resultados ainda não tenham sido demonstrados na prática clínica. Também controversa é a hipótese de que os flavonóides parecem mostrar um efeito protetor contra doenças cardiovasculares, atuando sobre o LDL (colesterol ruim).
      Como foi dito repetidas vezes, o consumo moderado parece ser o caminho para a felicidade. Muito ainda precisa ser entendido sobre os reais efeitos, benéficos e maléficos, do vinho sobre a saúde antes de torná-lo a panacéia universal para as moléstias do mundo moderno. Entretanto, em pouquíssimas situações, um remédio pôde ser tão infinitamente agradável e prazeroso.
    • Por Rafafguima
      Fui a uma consulta com um nutrólogo com o objetivo de crescer.
      Tenho 37 anos, 1,91m, 95kg e 13%BF.
      Depois de pedir vários exames que renderam mais de 20 páginas de laudo, ele me retorna por e-mail com uma dieta e uma prescrição de manipulados com duas receitas. Sendo uma de vitaminas e minerais e a outra de diversas substâncias que creio serem esteroides naturais.
      A receita em questão é:
      Rhodiola rosea 400mg Mucuna 300mg Mag glicil glutamina 100mg Cyanotis vaga 200mg Turkesterona 300mg Resveratrol 200mg Tomar 1 flaconete 8/8h por 60dias
      Detalhe que o laboratório em que fiz a primeira cotação me cobrou R$ 1.620,00 por essa fórmula.
      Alguém tem experiência com essas substâncias? O preço é esse mesmo? Vale o investimento? Existe colateral?
      Valeu!
×
×
  • Criar Novo...