Carregando...
Jump to content

Ombro com lesão: continuo malhando?

Rate this topic


Recommended Posts

PESSOAL,

tenho uma lesão no ombro esquerdo que tende a piorar quando pego pesado no Supino (mais de 100kg)....

Exemplo: Pego 120KG hoje... passo 2 meses sentindo o marquito rotador (ombro)... aquela dorzinha que quando movimento o ombro, doe...

ai diminuo peso... faço supino na barra estabilizada (maquina de agachamento).... e talz... e diminui bastante... passo 3 meses assim...

Ai vou lá denovo... começo a aumentar o peso... 70, 80, 90, 100, 110, 120.... dor de novo....

Sei q deveria fazer resonancia.. fisioterapia.... parar de malhar um tempo e talz... SÓ Q NÃO VOU FAZER ISSO! RSRSRS

Então vamos ao que interessa:

Quero continuar malhando peito sem FUDER meu ombro...

O que vcs aconselham no sentido de treinamento?

-muita repetição? usar halteres? ou qq tecnica?

Quero uma treinamento onde eu não fique com o musculo do peito estaguinado... quero q ele cresça... fadigue e etc.

Andei olhando um exercicio para fortalecer o maquito rotador... devo fazer ele?

Há algum medicamente propicio para essa inflamação na cartilagem?

Meu treino é assim:

3 exercicio para peito (supino reto, crucifixo, inclinado)

3 exercicio para ombro (desenvolvimento trás, levantamento de halteres lateral e crucifixo invertido)

3 exercicio para triceps (triceps no pulley, francez, paralela)...

Descanso de 72hs entre treino de peito..

ou para curtir

Link to post
Share on other sites

ontem foi dia de treino de PEITO

-Comecei fazendo o alongamento....

-Depois os 02 exercicios bem leve para fortalecimento do manguito rotador (conforme video)

-Diminui de 120kg para 60kg no supino reto

-Fiz crucifixo na maquina (antes fazia com halteres)

-Substituir o supino inclinado pelo supino com pega invertida

NÃO FIZ EXERCICIO DE OMBRO

-depois fiz a sequencia normal de TRICEPS

resultado: Sentir menos dor que antes... mas em compensação hoje a dor tá bem menor.

Fiz algo errado? ficou faltando algo?

E pelo amor de Deus (não me fale em ir ao medido, fisioterapeuta e pajé)... como disse antes, vou cuidar dessa lesao sem parar de malhar e sem fisioterapia...

Link to post
Share on other sites

kkkkkkkkkk, pow para com isso cara. Não tem vantagem nenhuma em você ficar sem a ajudar especializada de um profissional. Eles estão ae pra fazer isso mesmo, esse é o trabalho deles, ou você tem medo de médico? hahaha ;P

Ele pode ajudar a curar isso de vez, ou você é masoquista e gosta de sofrer a vida toda? :). Pense bem amigo.

Abraços

Link to post
Share on other sites

Acho que a questão aqui não é medo de médico, e sim da análise que ele possa lhe passar. Digamos que você faça uma ressonância e detecte SLAP LESION ou rotura de algum tendão, ou tenossinuvite (inflamação do tendão e da bainha que o envolve). E ele lhe sentencie a uma operação no ombro; sei bem o que é isso, pois ano passado, em abril, o ortopedista que eu fui bateu os olhos no laudo e na lata falou que eu tenho que operar os dois ombros...e aí, como eu fico??? Treino há 20 anos e sei bem o inferno que é o pós-operatório de uma cirurgia de ombro, são meses de fisioterapia, mesmo assim com risco de o ombro nunca mais ficar como antes, e nesses meses você não pode nem pensar em pisar numa academia!!!!! É foda, prefiro pegar mais leve em determinados exercícios e conviver com dor do que passar um ano inteiro olhando academia pelo lado de fora e vendo o meu trabalho muscular ir todo embora.

Link to post
Share on other sites
Marombeiro da Ilha disse:
Acho que a questão aqui não é medo de médico, e sim da análise que ele possa lhe passar. Digamos que você faça uma ressonância e detecte SLAP LESION ou rotura de algum tendão, ou tenossinuvite (inflamação do tendão e da bainha que o envolve). E ele lhe sentencie a uma operação no ombro; sei bem o que é isso, pois ano passado, em abril, o ortopedista que eu fui bateu os olhos no laudo e na lata falou que eu tenho que operar os dois ombros...e aí, como eu fico??? Treino há 20 anos e sei bem o inferno que é o pós-operatório de uma cirurgia de ombro, são meses de fisioterapia, mesmo assim com risco de o ombro nunca mais ficar como antes, e nesses meses você não pode nem pensar em pisar numa academia!!!!! É foda, prefiro pegar mais leve em determinados exercícios e conviver com dor do que passar um ano inteiro olhando academia pelo lado de fora e vendo o meu trabalho muscular ir todo embora.

Traduziu tudo.... é sustamente isso!

Minha preocupação é justamente essa

Everton Santos disse:

Faaala brother, por coincidência, postei uma matéria aqui no FISI falando justamente sobre isso e dando umas dicas... dá uma olhada, pode ajudar:

 

Acabei de ler.... muito bom o artigo...

Sobre dores no ombro... Supino inclinado com halteres seria melhor?

Link to post
Share on other sites

Cara, é uma boa testar o supino com halteres. Não precisa usar os 45º habituais de inclinação, eu uso uma inclinação bem mais baixa, quase plana mesmo, para facilitar o início do movimento e acho mais confortável para meus ombros. Faça testes, esse é o ponto chave.

Vai postando aqui o que testou e como foram as respostas.

ou para curtir

Link to post
Share on other sites

DUAS SEMANAS APÓS LESÃO Q NÃO CONSEGUIA NEM LEVANTAR O BRAÇO ESQUERDO:

Mudei teu treino...

1. Sempre antes de malhar Peito e Costa (dias diferentes)... sempre gasto meia hora fazendo Alongamento, Aquecimento, e os 2 exercicios para fortalecimento do manguito rotador que encontrei na net.

2. Antes de treinar, coloco 40% da carga que vou pegar e faço 21 repetições para aquecer bem o músculo e as articulações.

3. Estou fazendo todos os exercicios de peito com halteres... não estou deixando o cotovelos na altura do ombro (eles ficam uns 35 graus).

-comecei no primeiro dia com 20kg de cada lado... ontem (meu ultimo treino) já deu para puxar 30kg de cada lado no reto e 25kg no inclinado.

4. apos o treino de peito nao estou mais fazendo Ombro... estou dando um tempo (não sei se tou certo em fazer isso)

5. Dia seguinte é COSTA. Mesma coisa no pré do peito (30 min de alogamento, aquecimento, manguito e etc)

6. Não estou fazendo a Puxada alta atraz para não força o ombro. (tambem não sei se tou certo nisso).

7. Não estou fazendo exercicios para trapezio apos COSTA. (tambem não sei se tou certo nisso).

8. Estou dormindo com peito para cima na cama (antes, as vezes dormia sobre o ombro)

9. Não estou tomando nenhum medicamento. Comprei ontem o Animal Flex que ainda vai chegar

RESULTADO

Estou 50% melhor da dor.

Daqui a 2 semanas relato as melhoras...

Obrigado a todos pelas ajudas!

Link to post
Share on other sites

terminou a terceira semana de treino após lesão.

Fazendo todos os cuidados acima mencionados...

Ombro 80% curado...

Peso: Igual

Mais uma semana... no mesmo ritmo e carga...

Na quinta semana... começarei a aumentar aos poucos a carga e fazer os exercicios de ombro interno (que estou fazendo agora) e os externos (que parei de fazer por causa da dor.

Pegar pesado no Peito? NEM PENSAR AGORA!

Usar barra fixa no Peito? NEM PENSAR AGORA!

Estou focando no fortalecimento interno e externo do ombro, para daqui há 3 meses poder (aos poucos) aumentar carga no peito...

Outra coisa, aqueles exercicios de fortalecimento interno do ombro que passei no inicio desse topico... venho aumento a carca aos poucos... de 1 em 1kg... a medida que vai ficando facil...

Qualquer auxilio é bem vindo!

Link to post
Share on other sites
  • fisiculturismo changed the title to Ombro com lesão: continuo malhando?

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Similar Content

    • By Luan Viana
      Deitar sobre um colchonete; Posicionar as mãos ao lado do corpo, mais ou menos na linha média do tórax; Manter a cabeça em posição neutra; Manter o tronco, quadril e pés sempre alinhados; Posicionar os pés na largura do quadril para mais conforto; Fazer a extensão do cotovelo, sem fazer o encaixe articular; Descer tudo, bem próximo ao chão, sem encostar nele.
    • By Luan Viana
      Posicionar as mãos na barra na largura dos ombros; Subir o corpo com a coluna reta; Manter os joelhos com uma pequena flexão; Trazer a barra próximo ao queixo, levantando bem os cotovelos e contraindo voluntariamente os ombros e bíceps; Descer a barra alongando a musculatura até embaixo, sem relaxar os ombros, que devem permanecer contraídos.
    • By Talles Sucesso
      Alinhar os halteres ligeiramente mais abertos do que a linha dos ombros (os punhos devem estar alinhados com os cotovelos no ângulo de 90º); Manter o tronco e quadril encostados no banco (curvatura natural da coluna); Fixar os pés no solo; Flexionar os cotovelos para baixo com o máximo de amplitude possível (descer os halteres além da linha do tronco) e na linha média do tórax; Estender os cotovelos ao máximo mantendo os halteres paralelos (sem encostar os halteres ao final e sem realizar o encaixe articular).
    • By Talles Sucesso
      Deitar no banco apoiando completamente o tronco, o qual deve se mantido ereto e apoiado durante toda a execução; Manter os dois pés no solo; Pegar a barra com as mãos na largura aproximada dos ombros; Manter os cotovelos fechados; Descer a barra próximo ao diafragma (alinhar a mão e o cotovelo ao vetor do centro de gravidade); Subir a barra com o máximo de amplitude, sem fazer o encaixe articular;
    • By Luan Viana
      Ajustar as polias na posição alta; Pegar as polias no centro do equipamento e dar um passo à frente; Posicionar os pés de modo ântero-posterior (um pé à frente e outro atrás) ou paralelos, com leve flexão dos joelhos; Inclinar levemente a coluna para frente e manter o tronco ereto; Manter os cotovelos semiflexionados (não fazer o encaixe articular) e voltados para trás; Flexionar o peitoral levando as mãos até a linha média do tórax, tocando ou quase tocando as mãos; Estender ao máximo na volta.
×
×
  • Create New...