Jump to content
Sign in to follow this  
fisiculturismo

Whey Protein Versus Proteína Da Carne Bovina Carnivor

Rate this topic

Recommended Posts

Dr. Pietro Maronezzi,

Há relativamente pouco tempo, creio que há menos de 1 ano, a marca MuscleMeds lançou o suplemento alimentar Carnivor.

A propaganda é bem chamativa e exalta o produto como sendo um dos melhores suplementos alimentares protéicos para musculadores.

Pergunto: no shake pós-treino é melhor usar a tradicional Whey Protein ou a Carnivor? Por quê?

Share this post


Link to post
Share on other sites

boa! bela iniciativa essa área "Consulta ao Nutricionista Dr. Pietro Maronezzi"

veio a calhar tenho uma dúvida que preciso tirar com um profissional da área...

valeu!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Dr. Pietro Maronezzi

Boa Tarde, galera! Essa é uma dúvida frequente para quem malha pesado! O whey protein é muito conhecido por todos, pois é o suplemento mais utilizado no mundo, e há algum tempo muita gente já sabe de onde vem e como se toma! Ele é um suplemento de rápida absorção, aparecendo em suas variaveis concentrada, hidrolisada, isolada, microfiltrada, cada uma com um tempo de velocidade de abçorção diferentes! Toma- se imediatamente antes e logo após o treino de MUSCULAÇÃO!

Quanto ao Suplemento de carne em pó, tem retirado a sua gordura sobrando apenas a PROTEÍNA, ÁMINOÁCIDOS E CREATINA (creatina que não existe no whey protein), mesmo parecendo não ser dessa forma, ele tem rápida absorção e pode ser ulitizado assim como o whey antes e depois, sendo uma ótima fonte de PROTEÍNAS. Alguns atletas de ponta ou semi-atletas (pessoas empenhadas em um treino de alta performance + dieta e suplementação, para ganho de massa muscular) adicionam pequenas doses desse suplemento ao Whey Protein, para ter Proteínas diferentes, e gostam bastante dos resultados!

Valeu galera!!!

Bons treinos e Boas refeições!

Pietro Maronezzi

Nutricionista Esportivo

CRN8- 5925

ACESSE :

www.pietromaronezzi.com.br

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostei muito da dica!! Vou misturar os dois. Qual seria a proporção ideal? Metade de Whey Protein e metade de Carnivor?

Já existe algum outro produto concorrer da Carnivor? Este produto está sedo vendido com preço muito salgado no Brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

não existe nenhuma outra marca que faz a proteína da carne!!!

na verdade a anvisa por exemplo não liberaria a produção de uma aqui no Brasil!!!

outra coisa muito boa na Carnivor, é seu balanço nitrogenado que melhora o Pump do treino!!! igual a Nitrotech da Muscletech!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigos, apenas ressaltando aqui que o WP tem um bom número de estudos e avaliações científicas quanto a suas propriedades nutricionais e efeitos, tanto ergogêncios quanto funcionais. O professor Dr. Sgarbieri tem vários artigos publicados e interessantes.

O Carnivor (marca de uma proteina isolada da carne) ainda conta apenas com o marketing e especulações de cunho publicitário, ainda não li nenhum artigo científico. A quantidade de creatina é natural, pois sabemos que produzimos esta amina endógena, contudo não vejo concentrações ergogênicas no dito produto.

Lembro que ambos produtos são produzidos a partir de resíduos que seriam destinados a descarte (soro do queijo para WP e miúdos ou restos de carne sem valor comercial no varejo para o Carnivor).

Bem, acho que é um produto novo que vem pra somar, não creio que para substituir.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também não sei porque essa ideia que o carnivor vem para substituir, sem dúvida vem para somar. Embora que com esse c x b fico com minha alcatra.

Share this post


Link to post
Share on other sites

duvida: se wey é de rapida abssorção, pq tomar antes do treino.. ?

pq nao uma caseina ou hiperproteico??????

wp tem quantidades e qualidades muito semelhantes ao nosso musculo...por isso acho dificil ele ser substituido...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estudos mostram que o consumo de Whey antes do treino aumenta a liberação de M-tor, causando uma melhor sintese proteica do que outros tipos de proteína...

a mais indicada seria a Iso por ter uma maior quantidade de Leucina em sua formulação, mas nada que a utilização separada não resolva o problema!!!

a Solaris estudou a Carnivor no laboratório, foi chamado um especialista em carne e foi dito que o processo de estração ainda não é muito seguro, por exemplo poderia trazer jundo a "doença da vaca loca" claro que a informação foi me passada meio nas coxas pelo dono da empresa!!! não sei se confere, acho um pouco dificil, mas que sua extração ainda deve evoluir muito, isso é um fato!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

obrigada -body muscle, então suplementar (leucina ou EAA ou bcaa) antes do treino faria o mesmo efeito!!! custo x beneficio!!!

é isso?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dr, é uma boa solução usar carnivor em refeições em que não temos possibilidade de comer comida solida (por exemplo carne de frango ou peru)?

se sim nesse caso qual é delas é de menor absorção e qual recomenda para esta situação? a proteina de carne isolada ou a concentrada?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By fisiculturismo
      O Carnivor é um suplemento alimentar que ainda não tem concorrentes no mercado, e que tem feito grande sucesso entre aqueles que têm intolerância aos componentes do leite, de onde deriva a Whey Protein.
      Portanto, a proteína Carnivor, que é derivada da carne bovina hidrolisada, é uma alternativa à Whey Protein, suplemento alimentar mais consumido pelos praticantes de musculação na atualidade.
      Mesmo aqueles cujos organismos aceitam bem o leite e derivados passaram a usar a Carnivor como fonte de proteína com perfil de aminoácidos diverso da Whey Protein:
       
      Em nossa primeira matéria sobre a Carnivor, experimentamos o sabor Blue Raspberry, cujo gosto achamos parecido com o chiclete Ping-Pong (Carnivor: Carne Bovina Em Pó - Dá Pra Encarar?).
      Depois testamos a Carnivor de sabor Chocolate (Carnivor Sabor Chocolate). Agora tivemos a oportunidade de experimentar o Carnivor de sabor Vanilla Caramel (algo como Baunilha Caramelizada). O nome é bonito. E o sabor?
      Para quem gosta de café, esta opção de sabor é ótima. Achamos que o Carnivor Vanilla Caramel deveria se chamar Cafe Caramel. Quem não curte o gosto de café deve procurar outro sabor. Não pudemos encontrar uma pitada de baunilha no sabor, parece mesmo é um cafezinho doce.

    • By fisiculturismo
      Já faz um bom tempo que o ilustre desconhecido Félix Bonfim bombou na internet apresentando laudos de whey que demonstravam que os produtos forneciam mais ou muito mais carboidratos do que o prometido nos rótulos, e, às vezes, muito menos proteínas. Isso nos motivou, em setembro de 2013, a sugerir que o INMETRO regulasse o mercado com um selo de qualidade (Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares).
      Há pouco tempo, foi a vez da entidade PROTESTE apresentar laudos de whey, mais uma vez apontando divergências entre os rótulos e os produtos entregues por diversas marcas, inclusive marcas tidas como de excelente qualidade no mercado (PROTESTE Avalia Whey Protein e Reprova Muitos Suplementos).
      E agora, finalmente, a ANVISA deu as caras e decretou a proibição de venda de lotes de diversas wheys, cujas análises da própria agência reguladora revelaram que os rótulos estavam sendo falseados, isto é, os valores nutricionais anunciados não eram entregues pelos produtos.
      Segue a lista de lotes de whey proibidos pela ANVISA:
      Super Nitro Whey NO2 – American Line Suplements  3W – Fast Nutrition Whey Protein Optimazer – Cyberform Whey NO2 Pro Baunilha – Pro Corps Whey NO2 Pro – Pro Corps Whey 5W Pro – Pro Corps Ultra Pure Whey Isolate Whey - Nutrilatina Age Superior Extreme Whey Protein - Solaris Extreme Whey Protein – Solaris 100% Ultra Whey – Ultratech Supplements Bio Whey Protein – Performance Whey NO2 Creatine - Peter Food 100% Whey Xtreme – X-Pharma Super Whey 100% Pure – IntegralMedica Super Whey 3W – IntegralMedica Fisio Whey Concentrado NO2 - Fisio Nutry Designer Whey Protein - D.N.A. Muscle Whey Proto NO2 - Neo Nutri Whey Protein 3W – D.N.A. Isolate Whey – Neo Nutri Nossa maior decepção foi com a whey isolada da Nutrilatina AGE, que é considerada uma marca de excelente qualidade. Infelizmente não tivemos acesso aos laudos para saber o motivo exato das proibições, tais como percentual de erro na informação sobre carboidratos e na informação sobre proteínas. Consta informação no sentido de que algumas wheys apresentavam até soja em sua composição, o que não era informado no rótulo.
      Faça sua parte, compartilhe essas informações para prevenir a compra de produtos da baixa qualidade e para forçar a indústria a oferecer produtos honestos.
      Fonte: Anvisa proíbe a venda de 20 tipos de Whey Protein, Correio Braziliense.
    • By Rafael Dickinson
      ae to pensando em parar a suplementacao com albumina... a albumina q eu compro (nutrilatina) ta 37 reais sendo q o whey da atletica ta 38... to pensando em no pos treino continuar com meu whey da universal e de manha e antes de dormir suplementar com whey nacional tipo atletica, probiotica, etc...
      minha duvida eh a seguinte, o whey antes de dormir tbm ajuda na producao de GH? sobre ter proteina durante o sono, eu tomaria antes de dormir o whey com leite q tem lactose e deixa a absorcao mais lenta e eu teria proteina durante o sono pq a caseina eh de lenta basorcao... sera q eh uma boa? c nao vou mandar umas 2 colheres de albumina antes de dormir junto com whey
      da um help ae pessu
      []'s
    • By Steve-O
      Ae galera, eu sempre levo 30g de whey protein na garrafinha da bicicleta, daí logo que termino o treino eu boto uns 200ml e água e mando ver!
      Queria saber se esse método ta certo ,lembrando que meu objetivo é hipertrofia.
      O pessoal fala muito de uns shakes ae, será que eles nao seriam uma boa pra min? Voces conhecem alguma página que ensina umas receitas nutritivas que possam me ajudar?
      Valeu!!!
      __________________
       
      A PEDIDOS, ESSE TÓPICO FICA FIXO PELO TEMPO QUE QUISEREM...
      DAVIKING
      []'S
    • By fisiculturismo
      Matéria Sensacionalista: 14 de 15 Wheys Reprovadas?
      Mais uma notícia bombástica foi veiculada pela mídia contra a indústria de suplementos alimentares. Segundo as notícias veiculadas pelos grandes meios de comunicação, o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) teria reprovado 14 wheys. Considerando-se que houve análises de 15 wheys, pode-se pensar que o resultado foi lastimável, desesperador, ou, pior ainda, que nenhuma whey presta. Veja a matéria que foi transmitida no Fantástico da Rede Globo, no domingo 24/8/2014:
      http://globotv.globo.com/rede-globo/fantastico/v/inmetro-testa-marcas-de-whey-protein/3584722/
      Nossa comunidade já desconfiava da péssima qualidade de alguns suplementos alimentares e já pedia a análise dos suplementos alimentares pelo INMETRO há mais de 10 anos (desde agosto de 2004: https://fisiculturismo.com.br/forum/topic/36837-análise-de-suplementos-nutricionais-pelo-inmetroentrem/).
      No entanto, ao dar publicidade aos resultados dos testes realizados pelo INMETRO, entendemos que as matérias veiculadas pela mídia foram exageradamente sensacionalistas. Produtos reprovados no teste não são, necessariamente, ruins. Muitos produtos de excelente qualidade foram considerados reprovados.

      Itens Analisados pelo INMETRO
      Os testes realizados anteriormente (Félix Bonfim e PROTESTE) consideraram, tão-somente, a quantidade de proteínas e a quantidade de carboidratos dos produtos, fazendo comparação entre os valores apresentados nos rótulos e valores efetivamente presentes nos produtos. Ao avaliar as wheys, o INMETRO trouxe análises inéditas, quais sejam: tipo de fonte de proteína, presença de cafeína e rotulagem.
      Alguns produtos reprovados tiveram excelente desempenho nas quantidades de proteínas e carboidratos, mas reprovaram por conter cafeína. Ou reprovaram por conter menos carboidratos. Ou pelo fato de o rótulo não apresentar as casas decimais determinas pelo sistema de uniformização. Na sua opinião, uma whey deve ser considerada reprovada por conter cafeína? Por conter menos carobidratos? Por não ter casas decimais uniformizadas no rótulo? Leia a matéria completa e saiba o motivo pelo qual nós aprovamos a maioria das wheys reprovadas pelo INMETRO.
      Analisaremos cada um dos resultados da avaliação das wheys para que possamos fazer os comentários pertinentes, de modo que os números e conclusões sejam consideramos de maneira crítica, sem sensacionalismos.
      Wheys que Foram Avaliadas
      A seguir, listamos os produtos que foram avaliados pelo INMETRO:
      100% Whey Protein da EAS 100% Whey Protein da Body Action 100% Pure Whey da Pró-Profissional Line (Probiótica) Super Whey 100% Pure da Integral Médica Extreme Whey Protein Refil da STN Steel Nutrition Iso Whey Protein da Solaris Whey Protein da Voxx Whey Dyn da Dynamic Lab Total Whey NO2 da Maxx Titanium Whey Protein Glutamax da DNA Ultra Whey Pro da Universal Supreme Whey da Met-Rx Just-Whey da SportPharma Whey Protein da New Millen Perfect Whey da Nature's Best





      Quantidade de Proteínas - Mais de 10 Gramas por Dose

      O primeiro parâmetro de avaliação se refere à quantidade de proteína presente no produto, conforme o art. 8°, inciso I, da Resolução ANVISA RDC-18, isto é, se cada dose do produto fornece pelo menos 10 gramas de proteína. Todas as wheys analisadas passaram neste teste.

      Entendemos que este parâmetro de avaliação é desnecessário. Todos os produtos avaliados indicam no rótulo quantidade superior a 10 gramas de proteína. Bastaria avaliação de conformidade com o rótulo como parâmetro. Nenhuma whey avaliada forneceu menos de 20 gramas de proteína (aproximados) por dose.



      Quantidade Real de Proteínas versus Quantidade Indicada no Rótulo

      Este é o parâmetro mais relevante. Muitos laudos de whey anteriores apontaram quantidades de proteínas muito inferiores àquelas prometidas nos rótulos. A margem de tolerância para aprovação foi pautada em 20%, para mais ou para menos, conforme Resolução ANVISA n° 360.

      Nesta avaliação foram reprovadas as wheys das marcas Solaris (-31,02%) e Voxx (-28,31%), com quantidades absolutas de proteína por dose em quantidade inferior a aproximados 5 gramas. Interessante notar que 10 das 15 wheys avaliadas apresentaram quantidade de proteína menor do que a prometida. A maioria das marcas se valeu da margem de erro para baixo.

      Das 5 wheys que apresentaram quantidade de proteínas em quantidade superior àquela indicada no rótulo, vale mencionar como destaque a EAS 100% (+6,97%), a STN Steel Nutrition (+5,05%) e a Universal (+5,03%).

      Portanto, no principal item de avaliação de whey, somente duas marcas foram reprovadas. Todas as demais foram aprovadas, desde que respeitada a margem de tolerância de 20% a menos de proteína.

      A maior margem de erro tolerada (-12,31%) foi apresentada pela Pró-Professional Line (Probiótica), o que sequer representa 2 gramas de proteínas a menos por dose.



      Quantidade Real de Carboidratos versus Quantidade Indicada no Rótulo

      Menos importante do que a conformidade de proteínas, a quantidade de carboidratos é relevante para os musculadores que estão em fase de cutting. Neste parâmetro de avaliação, respeitada a margem de erro aceitável de 20% para mais ou para menos, a grande maioria das whey foi reprovada.

      Somente foram aprovadas as wheys das marcas Body Action (+11,24%), Max Titanium (-16,92), DNA (-11,66%) e Met-Rx (-19,20%).

      Discordamos radicalmente deste parâmetro de avaliação. Os consumidores que compram suplementos hiperprotéicos como whey não querem consumir carboidratos pelo suplemento, mas proteínas. Por isso, entendemos que quanto menor a quantidade de carboidratos, melhor.

      Com esse raciocínio em mente, consideramos como aprovadas, além das wheys já mencionadas, as proteínas das marcas EAS (-50,14%), STN Steel Nutrition (-50,98%) e Universal (-37,94%).

      Este parâmetro de avaliação deve ser considerado com muito cuidado. Normalmente, os rótulos de whey indicam quantidades muito pequenas de carboidratos. Desse modo, se um rótulo indica uma quantidade de 2 gramas de carboidratos, e se o teste apontar 1 grama, a diferença percentual é de enormes -50%, todavia, 1 grama a mais ou a menos na dieta é irrelevante.

      Os resultados mais assustadores foram relacionados às wheys das marcas Solaris (+257,43%) e Voxx (+300,53%). Todavia, ao se observar os valores de carboidratos por dose que os testes apontaram, como valores reais, não há nada alarmante. São 3,5 gramas (Solaris) e 4,5 gramas (Voxx). Não são quantidades significativas.

      Merece atenção especial o caso da marca Nature's Best, reprovada por conter +52,46% de carboidratos sobre o valor declarado no rótulo. Trata-se de marca cuja reputação no mercado é muito elevada. A quantidade real de carboidratos por dose é de 2 gramas. Nada assustador.

      Também é interessante notar que as wheys aprovadas das marcas Maxx Titanium (-16,92%) e DNA (-11,66%), apesar de terem o rótulo em conformidade com o conteúdo, são suplementos hiperprotéicos com elevada quantidade de carboidratos por dose. Cada dose da Maxx Titanium apresenta 10 gramas de carboidratos, enquanto que cada dose da DNA apresenta 11 gramas de caboidratos, ou seja, quantidades maiores de carboidratos do que das marcas reprovadas.

      Por esse motivo, esse parâmetro de avaliação deve ser considerado com extremo cuidado. Um produto reprovado pode conter muito mais proteínas e muito menos carboidratos do que um produto que foi aprovado. Analise os números de modo crítico, considerando aquilo que é relevante para a sua dieta.

      Certamente que produtos reprovados neste parâmetro de avaliação são muito melhores, em termos nutricionais, do que suplementos que foram aprovados.

      Portanto, considerando este parâmetro, não reprovamos nenhuma whey avaliada. Apesar de alguns números percentuais serem muito elevados, a diferença de carboidratos em números absolutos por dose é muito pequena. É certo que 1 ou 2 gramas a mais de carboidratos numa dose de suplementação alimentar não fará nenhuma diferença na dieta de um musculador.





      Tipo de Proteína Usada na Fabricação

      Este é um critério de avaliacão inédito. Nenhum outro laudo anterior apurou a fonte de proteína empregada no produto. Infelizmente a avaliação se limitou a verificar se o produto continha whey ou outro tipo de proteína, sem considerar os tipos de whey e percentuais na composição (concentrada, isolada ou hidrolisada).

      Das 15 wheys avaliadas, somente 1 levou chumbo grosso neste teste. Reprovou a whey da DNA por conter, além da proteína do soro do leite, proteína proveniente do trigo e da soja.

      Este é um dado muito relevante, certo que a whey é uma proteína de elevadíssimo valor biológico (e muito cara), enquanto que as proteínas do trigo e da soja têm menor valor biológico (e são mais baratas). Os testes não indicaram os percentuais de proteína whey, trigo e soja presentes no produto.

      Não há qualquer defesa para a marca que anuncia whey e vende proteína de trigo e de soja. Segundo a DNA, houve erro na impressão do rótulo, e serão feitas as correções. Acredite se quiser.



      Presença de Cafeína

      Este critério de avaliação é risível, na nossa humilde opinião. A grande maioria dos musculadores toma suplementos estimulantes, os chamados pré-treino, cuja dose de cafeína por dose, comumente, chega a 600 miligramas. Apenas a título de exemplo, a dose recomendada de cafeína do suplemento termogênico Thermo Cuts Black da Absolute Nutrition é de 660 miligramas.

      O INMETRO reprovou as wheys da EAS, Pró-Professional Line, STN Steel Nutrition, Maxx Titanium e SportPharm por conterem menos de 2,61 miligramas de cafeína. Com todo respeito, isso parece piada. Ainda que se afirme que existem pessoas que não podem consumir cafeína, a quantidade da substância por dose é tão pequena que passa desapercebida pelo organismo.

      A quantidade mínima de cafeína nos suplementos pré-treino e termogênicos costuma ser superior a 100 miligramas, isto é, quantidade aproximadamente 40x superior à maior dose de cafeína encontrada nas wheys testadas. Logo, isso não deveria ser objeto de preocupação.

      O que pode deixar o consumidor com a pulga atrás da orelha é o motivo pelo qual há cafeína num suplemento de whey. Seria uma falta de isolamento adequado do processo produtivo na unidade fabril? Isso sim é preocupante, porque pode acarretar no acréscimo de impurezas no produto.





      Rotulagem Adequada

      Neste item foi avaliado se o suplemento alimentar apresentava no rótulo informações corretas sobre quantidade de calorias, proteínas, carboidratos, gorduras (totais, saturadas e trans), fibras e sódio.

      A maioria das wheys foi reprovada por haver "divergência de expressão de casas decimais". O laudo não é muito claro quanto ao tema, mas parece que, por exemplo, numa declaração que deveria ter sido feita em miligramas, por exemplo, as marcas apresentaram as quantidades medidas em gramas.

      Este é mais um parâmetro que nós consideramos secundário, burocrático e sem nenhuma razoabilidade para se reprovar um produto. A declaração por casas decimais diversas das determinadas pelo Sistema Internacional de Unidades não implica em declaração falsa e não prejudica o consumidor.

      A ausência de padronização, pode, apenas, dificultar a comparação entre as propriedades nutricionais dos produtos, mas está longe de tornar o produto fraudulento.

      Por este parâmetro foram aprovadas apenas as wheys das marcas Pró-Profissional Line (Probiótica), Solaris, Voxx e Met-Rx. Trata-se de mera divergência entre a unidade de medida declarada e a unidade de medida exigida pela normatização burocrática, o que pode ser facilmente solucionado pelas marcas.



      Conclusão: Aprovamos 12 de 15 Wheys Avaliadas

      Considerando os testes do INMETRO com as observações que fizemos nos tópicos anteriores, podemos afirmar que reprovamos apenas as wheys: Iso Whey Protein da Solaris (quantidade de proteína inferior à declarada) Whey Protein da Voxx (quantidade de proteína inferior à declarada) Whey Protein Glutamax da DNA (usa trigo e soja como matéria-prima) As demais aprovamos, por serem produtos hiperprotéicos que atendem às necessidades dos musculadores que buscam suplementar a alimentação com proteínas. Ignoramos quantidades absolutas mínimas a maior ou a menor de carboidratos, a mínima presença de cafeína e a distorção de casas decimais nos rótulos.
      Existe muito preconceito e inveja da sociedade em geral contra pessoas de físico vigoroso (pessoas malhadas, saradas, rasgadas, bombadas, fortes, musculosas, gostosas, etc), e esse preconceito acaba recaindo contra os suplementos alimentares (que alguns ainda chamam de bomba). A grande mídia bombardeia a suplementação alimentar, ao invés de trazer esclarecimentos e informações livres de números deturpados.
      Se você acha que a matéria veiculada pelo Fantástico com base no estudo do INMETRO é sensacionalista, e que a maioria das wheys avaliada deveria ter sido considerada adequada para o consumo, ao invés de ter sido reprovada, compartlhe esta matéria para esclarecer a questão na sua rede de contatos sociais.
      Fonte: Relatório Final Sobre a Análise de Suplementos Proteicos para Atletas - Whey Protein, Inmetro.
×
×
  • Create New...