Liderança


Conteúdo Popular

Conteúdo com mais curtido em 03-08-2012 em todas as áreas

  1. 4 pontos
    Não, você não leu errado! A frase é exatamente esta! Seus músculos não são seus! "Mas o que isso significa?" - você deve estar se perguntando neste momento. Muito simples. O que, na verdade, esta sentença quer dizer é que (se você ainda não sabe) nossa musculatura – obtida a duras penas na academia – não faz parte de nossa gênica. E vale a pena ressaltar que me refiro a músculos de verdade, não aqueles ridículos depósitos de óleo que, infelizmente, temos visto por aí ultimamente... De volta ao assunto, vamos esclarecer a questão: Quando nascemos, as informações genéticas contidas no núcleo de cada célula de nosso corpo, nos dão as características que apresentaremos ao longo de nossa vida. Evidentemente, ao longo do período de duração de nossas vidas, há uma enorme influência de estímulos oriundos do meio em que vivemos. Este é um mecanismo que é conhecido como princípio de adaptabilidade. Às características que herdamos através da herança genética, damos o nome de genótipo, ou seja, são peculiaridades inatas, determinadas por nossos genes. Isto inclui desde a cor de sua pele, olhos e cabelos até detalhes de sua idiossincrasia. Em contrapartida, apresentamos características que adquirimos ao longo de nossa vida, ou seja, influenciadas pelo meio. A esta notável capacidade damos a denominação de fenótipo. Se, por exemplo, você tem a pele clara, mas se expõe com alguma freqüência ao Sol, ela certamente se tornará mais escura conforme você aumenta este tempo de exposição. Tudo bem até aí, mas e quanto aos meus músculos, como não podem ser "meus"? Isso soa absurdo se você, evidentemente, interpretar o enunciado da frase ao pé-da-letra. O que de fato quero dizer é, caso pratique alguma tipo de atividade resistida como a musculação – e provavelmente se você se deu ao luxo de ler até aqui, com certeza se inclui neste grupo – certamente possui uma musculatura mais desenvolvida que o normal. Pois bem! Estes músculos que você conquistou, não importa o tempo que você os cultiva, não fazem parte da sua estrutura gênica ou, em outras palavras, são apenas característica fenotípica. O estímulo que você regularmente proporciona através dos exercícios é que mantém o tamanho e a força da sua musculatura. Esta, portanto, não será mantida na ausência de estímulo, ou seja, do treinamento. SEUS MÚSCULOS SÃO RESPOSTA AO TREINAMENTO! Caso interrompa este estímulo, seu corpo gradualmente utilizará todo o excesso (excesso sim, porque o organismo não precisa de músculos além do necessário) e este será convertido em energia. Uma das coisas que nosso organismo – através do nosso metabolismo – mais sabe fazer é manter um estado de equilíbrio energético. Este estado é conhecido como homeostase. É obtido através de uma cadência de reações bioquímicas comandada eminentemente pelo fígado. Todas estas vias metabólicas contribuem para induzir o organismo a um estado onde ocorra o máximo de equilíbrio. Músculos em excesso, característica extra genética – a não ser, é claro, que você trabalhe-os com freqüência – são uma espécie de “luxo” para o organismo e custam muito caro pela sua simples manutenção. Qual é então, a mensagem escondida atrás de toda esta explanação preliminar? Muito embora a visão evolucionista moderna, através da teoria epigenética, nos revele que há ínfimas modificações advindas do meio, ou seja, alterações fenotípicas podem – em caráter irrisório – levar a mudanças na expressão gênica e, desta forma, influir no genótipo do indivíduo, isto não é garantia de se fixar tais alterações. Sabemos hoje que o fenótipo é expressão da soma genótipo + ambiente, mas ainda não há provas conclusivas da herança dos caracteres adquiridos. E quanto a memória muscular? A vantagem desta capacidade (todos nós a temos) é que, por ser também um mecanismo de adaptabilidade, assegura que nos preparemos mais rapidamente frente a estímulos a que já fomos expostos. Em outras palavras, quanto mais tempo foi aplicado o estímulo, mais facilmente você recobrará as aptidões perdidas ao ser novamente submetido a este após um período de inatividade. Isso se apresenta como uma notável estratégia de sobrevivência, adquirida em função de milhões de anos em nossa história evolutiva. É muito comum ouvirmos uma ou outra pessoa dizer: “Nossa, quando você ficar velho todos estes músculos vão murchar” – Isto é óbvio, não serão só os músculos que irão “murchar”. Todo o organismo entrará em declínio - isto é fato - mas certamente é possível assegurar uma velhice plena e saudável a partir de que semeamos hoje. Treinamento deve ser pensado, nesta perspectiva, como uma opção pessoal consciente, não como uma ditadura. Treinar por meses a fio, com dedicação religiosa, não se traduz como uma atividade temporária. No entanto, há pessoas que treinam SOMENTE com a intenção de estar bem durante algum período específico, no qual seja importante exibir uma boa aparência. Normalmente estas pessoas não conseguem manter sua forma, pois abandonam ou diminuem a freqüência dos treinos. Queixam-se da obrigação de continuar levantando pesos para manterem a forma! Outras ainda arriscam o clichê: “Se você parar de treinar, despenca tudo!” – e estão cobertos de razão, despencará mesmo! Ainda bem, por que isto é que nos diferencia dos demais! Não treinamos para manter músculos, isto é apenas um detalhe! Treinamos pelo prazer de treinar; os músculos são conseqüência! Provavelmente, quando chegar o dia em que a engenharia genética ofereça condições de mudanças corporais sem esforço, ninguém mais valorizará o esforço que empregamos nos dias atuais para estar em forma. É importante criarmos uma associação entre o treino e a necessidade de manter os músculos grandes e fortes, porém, ainda mais importante é fazer deste expediente uma ideologia, um hábito que faça parte de nossas vidas. Se nos prendermos a simples idéia de que é NECESSÁRIO treinar para manter o que conquistamos, estaremos nos tornando escravos do estímulo. Ora, não é muito mais interessante unirmos o útil ao agradável? Não foram exaustivamente comprovados pela comunidade científica – e continuam sendo – os benefícios da prática da musculação? Não se prenda a inflexível ditadura da NECESSIDADE do treinamento. Transforme esta necessidade, se você ainda a vê desta forma, numa prática prazerosa e agradável. Desta maneira você terá uma longa e, mais importante, saudável trajetória no esporte. “Aquilo que não nos mata, nos torna mais fortes” (Friedrich Nietzsche) BONS TREINOS E ATÉ A PRÓXIMA!
  2. 3 pontos
    Trene meno e fassa mena istera... Fike meno tempo na cadimia... come mai... E fassa arla de portogeis!
  3. 2 pontos
    Visitante

    Proibir ou Não Proibir

    Diariamente somos bombardeados por informações sobre suplementos alimentares, que este mata, que aquele faz mal, que outros estão proibidos, porém é importante esclarecer uma coisa: Segundo a Anvisa, suplemento alimentar é o alimento que serve para complementar com vitaminas e minerais a dieta diária de uma pessoa saudável, onde a ingestão a partir da alimentação for insuficiente ou quando a dieta precisar de suplementação. São considerados suplemento alimentar vitaminas e minerais isolados e associados e produtos fontes naturais de vitaminas e minerais. Os ditos suplementos alimentares pela população, como repositores hidroeletrolíticos e energéticos, alimentos protéicos, aminoácidos ramificados, etc. para uso estético e para performance da atividade, de acordo com a ANVISA são denominados alimentos para praticantes de atividade física. Sou a favor da boa alimentação, e desta sempre equilibrada, pois até quando feita em excesso pode fazer mal. E vamos pensar: SERIA OS DITOS SUPLEMENTOS ALIMENTARES MAIS PERIGOSOS QUE O CIGARRO? OU QUE O ÁLCOOL? Porem estes produtos são vendidos normalmente, inclusive os importados, afinal cigarro do Paraguai é um produto importado. Lembre agora de óbitos causado por álcool e/ou cigarro e agora o número de óbitos por uso de suplementos alimentares. Concordo com tal proibição desde que se explique seu verdadeiro por que, qual o real motivo para isso. Existe sim uma substância estimulante nestes "suplementos" e já foi comprovado. No entanto todos os veículos de informação colocam que tais “suplementos” proibidos "PODEM" fazer mal, ou seja, existe a possibilidade de fazer bem também uma vez que há neste sentido o benefício da dúvida. Falam do apelo publicitário, mas todo produto é cercado por marketing, isso é negócio, ou você acha que as cores amarela e vermelha de uma famosa rede de fast-food foram escolhidas porque são bonitinhas? Nada disso, essas cores induzem a fome. Então deve-se proibir que as pessoas façam uso desse serviço? Afinal o uso de tais alimentos (hambúrgueres, Milk-shakes, refrigerantes) podem nos tornar obeso e com isso trazer uma séries de comorbidades. Falam das promessas destes “suplementos” que nem sempre são verdadeiras porém na própria televisão acontece o tempo todo. Sugere-se que determinado medicamento ao ser ingerido, sua dor de cabeça sumirá como em um passe de mágica, será verdade? Não funciona comigo e com muitas outras pessoas que conheço, por isso vamos proibir sua comercialização? Promessas são feitas e nem sempre são cumpridas, vide políticos mas este é um outro assunto. É fato também que professores de educação física em academias e centro de treinamentos "prescrevem" suplementos e até mesmo "dietas", isso é função dos nutricionistas e nutrólogos. Este último um médico com entendimento sobre nutrição, no entanto ENDOCRINOLOGISTA também não deveria prescrever "dietas", mas o fazem e ninguém fala nada, prescrevem fórmulas mágicas a base de inibidores de apetite, substância essa também proibida. Até mesmo cardiologistas prescrevem dietas para seus clientes. E para finalizar o “suplemento” L-Carnitina voltou a ser negociado no Brasil, porém somente uma empresa foi liberada a comercializá-la, muito estranho não acham? Então não custa pensar: SERÁ QUE NÃO SERIA MAIS INTERESSANTE PROIBIR A HIPOCRISIA DO PAÍS?
  4. 2 pontos
    Heraldo Costa

    Relato De Cutting + Aej + ec

    rio de Janeiro, 17-07-12 relato de treino dieta: 80% treino...fui para a acabdemia hoje a noite e treino foi intenso...15 minutos de aquecimento(moderado) e logo após treino com os ferros cheguei a sentir vertigens hoje...treino muito puxado...bebi agua constantemente.... depois fiz mais 35 minutos de aerobico moderado (ate 9,2 km/h) ______________________________________________________ fora isto tenho uma conquista para contar pra galera do forum..talvez e espero que isto sirva de inspiração para muitos aqui: faz 3 anos que eu ganhei de minha mae uma blusa da bad boy de MMA preta...porém a blusa sempre ficava larga em mim pos o tamanho dela era G de forma grande mesmo... ganhei a blusa e adorei a mesma, porém quando usei a blusa "sambava" em mim deixei ela guardada e falei para mim mesmo "só vou por a mesma quando eu sentir que ela ta colada no corpo ou começando a colar no mesmo pois bem...hoje se passaram 3 anos...e a blusa ficou lá, no guarda roupa esquecida. minha mae veio aqui em casa agora a noite disse para mim: -vc sabe que dia é hoje heraldo? eu disse: -sei sim, dia que meu pai morreu!!! fazem 4 anos que perdi o meu pai mas nao quis lembrar muito disso nao...quando abri o guarda roupa e fui botar um short para ir treinar, eu vi a blusa da bad boy lá, no cabide...eu a peguei e pus no corpo...ELA TAVA COLADA JÁ 3 anos se passaram para por essa camisa...e a 4 anos que perdi meu pai eu considero isto uma conquista e dedico esta conquista a ele...que sempre foi o meu maior amigo nesta terra ao lado de minha mae ate me emociono com essa coisas...pq ate eu colocar ela nao foi mole nao...muitos planejamentos de treino, muitos frustados, muitos que nao deram certo...reformular, tentar se superar e hoje...sao 3 anos...e a vitoria veio espero que todos leiam reflitam, e nao desistam dos seus objetivos na musculação..é dificil e arduo, porem quando se conquista, é uma gloria e muito gratificante abçs e amanha tem AEJ
  5. 1 ponto
    Rage.

    Relato Purus Labs - Halovar

    Boa pessoal, Estou a quase um ano com um Halovar no aguardo para o Ciclo, acabei adiando devido a um problema no pulso, porém segunda feira começo o ciclo com ele. Vamos aos meus dados: Idade: 23 anos Peso: 80 Kg B.F.: Em torno de 15% ~ 20% Dieta: 06:30 300g Massa Integral 200g de Frango ou Carne de Gado 1 Caps. Full Dose 1 Caps. Halovar 09:30 ~ 10:00 4 Fatias de Pão Integral 150g de Ricota (ou Carne) 12:30 ~ 13:00 65g Hipercalórico (Universal Real Gains) 45g de Aveia 1 Scoop Whey (Champion Nutrition ou VPX) 15:40 ~ 16:00 (Pré Treino) 300g Massa Integral 200g de Frango ou Carne de Gado 17:15 (Treino) Pós Treino 60g Dextrose 50g Whey (Champion Nutrition ou VPX) 1 Caps. Halovar 19:30 (Um pouco ruim, pois nesses horários não consigo comer nada sólido) 65g Hipercalórico (Universal Real Gains) 45g de Aveia 1 Scoop Whey (Champion Nutrition ou VPX) 22:30 ~ 23:00 2 Doses de Caseína Micellar TPC Ainda não decidi, porém provavelmente: Tamoxifeno 20mg/dia, por uns 20/30 dias e mais um Hemotest, Firedrol ou Tribulus. Suplementação da TPC: Muscle Pharm Assault MuscleTech Creackic (se chegar, se não uma creatina nacional) Labrada HicaMAX (se chegar) Whey e Caseína (MuscleTech, VPX ou Champion Nutrition) Hipercalórico (Real Gains) Treino divido ABCDE, duas vezes por semana um Treino de Abdominais A) Peito Supino Reto 3x10 2x15(30") Cross Over 4x10 Supino Inclinado Articular 3x12(40") Crucifixo Máquina 4x10 Voador (c/ Drop) 3x10 + Drop até a falha Deltoides + Perna Remada Alta Aberta 3x10 2x15(30") Crucifixo Inverso 4x10 Elevação de Ombros Multi Força 5x10 Flexão de Joelhos Vertical 4x10 Flexão de Joelhos Sentado 3x15(40") Flexão Plantar Vertical 4x12 C) Costas Puxada Pela Frente (aberta) 3x10 2x15(30") Remada Baixa Pronada 4x10 Remada Baixa Triângulo 3x12(40") Puxada Pela Frente(o-o) G 4x10 Pull Down (c/ Drop) 3x10 + Drop até a falha D) Trapézio + Perna Desenvolvimento Máquina 3x10 2x15(30") Elevação Lateral 4x10 Elevação Frontal -□□- 3x12 Extensão de Joelhos Bi 5x10 Adução Quadril 5x10(50") Leg Regulável 45° 4x12 E) Bíceps e Tríceps Rosca Scott 3x10 2x15(30") Triceps Cross w 3x10 2x15(30") Rosca Alternada 4x10 Triceps Corda 4x10 Rosca Concentrada 3x10 Tríceps Uni Testa 3x10 A partir de segunda eu já começo o relato, qualquer dúvida ou sugestão estarei sempre acompanhando o tópico. Espero bons ganhos com o Halovar (não milagres! hehehe).
  6. 1 ponto
    Em 2002 após competir no NPC Nationals (um dos três shows onde os americanos podem conseguir seu Pro Card) e ficar em décimo lugar, sendo esse um período muito difícil, Bill Wilmore estava decidido a abandonar o esporte. Foi quando entrou em contato com o então desconhecido Hany Rambod. Hany ainda não era tão famoso, mas já havia conseguido dar o Pro Card para Quincy Taylor e Idrise Ward-El. Assim que se tornou treinador de Wilmore, Rambod foi rápido em suas mudanças. Orientou Bill a treinar pernas e braços (decididamente seus pontos fracos), duas vezes por semana. Rany também convenceu Bill a treinar costas mais seriamente. Os dorsais eram seu ponto forte, por isso Wilmore raramente os treinava pesado. Com os avanços trazidos em suas pernas e braços mais a densidade e largura adicionados às suas já espetaculares costas, Wilmore pulou de décimo para segundo lugar em um ano no Nationals, perdendo o título e seu Pro Card para Matt DuVal. No ano seguinte, Wilmore trazia braços e pernas maiores e uma condição ainda melhor, mais seca. Mesmo assim acabou em segundo lugar novamente, desta vez de forma extremamente controversa, superado por Chris Cook. Em 2005, finalmente, Bill superaria Leo Ingran e Desmond Miller para conseguir seu Pro Card. Em sua carreira como profissional, Bill ainda não emplacou uma vitória, mas é um dos mais regulares nos últimos anos conseguindo quatro qualificações para o Olympia e ótimas colocações em shows de renome como New York Pro e Europa Super Show. Além das pernas, seus braços eram um ponto fraco, assim que Wilmore se tornou profissional. Um considerável aumento no volume e frequência nos treinos foi a solução encontrada. Outro fator apontado por Bill foi ter reduzido as cargas utilizadas e melhorado a qualidade das contrações. A busca pelo pump também é uma constante nos treinos de Wilmore. Sempre vemos nas revistas americanas artigos como “Braços com Lee Priest” ou “Tenha panturrilhas como as de Mike Matarazzo” ou “Alcance pernas como as de Branch Warren”. Obviamente esses atletas são dotados de excelente genética nesses grupos musculares. Qualquer coisa que Lee Priest fizer, até mesmo se barbear, vai fazer com que seus bíceps cresçam. O que se deveria procurar, e é aí que esse texto cai como uma luva, são artigos de treinos com atletas que transformaram um grupo muscular fraco em ponto forte. Por isso sempre é interessante ler artigos sobre os treinos de costas de Jay Cutler, de ombros e braços de Branch Warren etc. Uma vez li um texto sobre os treinos de costas de Fouad Abiad que foi muito enriquecedor. Dessa maneira, considerando que a maioria dos leitores (assim como eu, infelizmente) não é dotada de extremo potencial genético, estaremos conseguindo informações valiosas para poder melhorar nossos físicos. BUSQUE O PUMP! Dentro deste contexto, fico impressionado com a quantidade de atletas que relatam melhoras tanto em volume quanto em qualidade em seus braços quando eles abaixam as cargas e aumentam um pouquinho as repetições, visando melhorar a qualidade de contração. Jay Cutler sempre diz isso – quando o assunto é braço (bíceps/tríceps), tudo se baseia no pump e na sensação de uma contração forte. Bill Wilmore não é diferente. Ele prega que devemos contrair fortemente o bíceps a cada repetição, enquanto realizamos um movimento perfeito e controlado. O exercício preferido de Willmore para o bíceps é a rosca direta. Ele diz que logo na primeira série seus bíceps já se enchem de sangue e o pump é instantâneo. A respeito da rosca direta, Bill ainda aconselha que se use as diversas variações deste exercício, pegada fechada, aberta, barra reta, barra w etc. O segundo exercício nas rotinas de Wilmore é a rosca concentrada. Ele eventualmente utiliza uma variação no cross-over, usando os dois braços simultaneamente. Mais uma vez, as repetições são realizadas de maneira controlada e a contração de pico é segurada por dois ou três segundos. Já na parte final do treino Wilmore emprega o uso de alguma variação da rosca scott – seja com halteres, uma barra w ou na máquina, esse é um exercício importante em sua rotina de treinos. Fechando o treino, para enfatizar os braquiais e braquiorradiais, Bill realiza a rosca martelo. Ele inicia a série contraindo os dois braços simultaneamente, no final da série, quando já está começando a ficar complicado, ele começa a fazer o movimento de forma alternada, a fim de conseguir realizar algumas repetições a mais – notem que mesmo assim ele procura fazer o exercício em excelente forma, sem balançar ou usar impulso. Atletas profissionais como Bill Wilmore são dotados de ótima genética e têm todas as condições para desenvolverem físicos extremos. Nem todo mundo está destinado a chegar aos 53cm de braço nessa vida, mas seguindo esses conselhos certamente podemos conseguir aqueles centímetros a mais que farão toda a diferença! Retirado da revista: Musculação e Fitness, nº86, 2011.
  7. 1 ponto
    ninga

    Hormonio de Crescimento

    Somente em consultório médico. E saiba, gh só injetavel. Esses produtos que se dizem gh são enganações.
  8. 1 ponto
    O que dá bons ganhos são dieta e treinos certos. Esse isopure sempre ouvi falar muito bem mas não sei se ele é indicado para um pos treino, lembro que a galera usava ele aqui pra substituir pequenas refeições em dietas de restrição de carbos.
  9. 1 ponto
    Anklyn

    Evolução (Musculação em Casa)

    O legal é que da pra notar que isso é so o começo, que ele ainda pode ficar mto melhor, isso sim eh evoluçao, mais uma vez ta de parabens!!
  10. 1 ponto
    Taerone

    ETHIKA !

    bah ignorem o lance, ele chegou anos depois que o markus ja havia dito que não tinha mais no estoque detalhe que eu fui ficar sabendo que ele era da ethika muito tempo depoisssssss quando ele ja ia me enviar uns suplementos de cortesia, depois de ja ter trocado muito ideia aqui conheci o markus aqui no papo do dia a dia do forum, assim como outros usuarios mais assiduos e obviamente criamos uma camaradagem mutua, que não tinha nada relacionado com promoção de suplementos. alias o markus sempre foi muito humilde e honesto, alias sem fundamento, nem sei pq estamos respondendo a isso. quanto a ethika reafirmo que é muito boa, foi feita com muita transparencia e comprometimento. abraços
  11. 1 ponto
    Kabul

    to morrendo todo dia.... socoroooo

    É CINQUENTA CARALHO CINQUENTA CINQUENTA REPETE COMIGO CINQUENTA PORRA
Esta liderança está programada para São Paulo/GMT-03:00