Jump to content
  • Similar Content

    • By rafaelsarrus
      Boa tarde galera!
      Vocês acham que o Rafael Brandão, maior nome do esporte em território nacional tem alguma chance de levar o título do Arnold Classic esse ano?
      Reativei meu canal no youtube e aproveitei pra falar sobre o assunto, segue o link:
      https://youtu.be/Q4ZpRCFZJkc
      O Rafael com certeza é o maior nome do fisiculturismo nacional, mas acredito que nao seja possível ele trazer esse titulo pra casa esse ano.
      Qual a opinião de vocês?
      Abraços!
    • By fisiculturismo
      Certamente você já ouviu falar na marca de suplementos Arnold Nutrition, marca que gerou muita polêmica em nosso fórum por vincular seu nome ao famoso fisiculturista e ator de hollywood de mesmo nome:
      Hoje recebemos a notícia de que Schwarzenegger resolveu processar a marca pelo uso indevido de seu nome para vender suplementos alimentares. A notícia foi veiculada no Blog do Jornal O Globo:
      Arnold Schwarzenegger processa marca de suplementos vitamínicos | Gente Boa - O Globo.pdf
      Fizemos uma pesquisa no Tribunal Reginal Federal da Segunda Região em busca do malsinado processo, buscando como nome da parte Arnold Schwarzenegger e Nutribrands Ltda (nome da empresa que usa o nome de fantasia Arnold Nutrition), mas não encontramos nenhum processo.
      Se você tiver esses informações, informe-nos para que possamos averiguar a veracidade da notícia.
    • By fisiculturismo
      O fisiculturista Alexandre Cardoso revela alguns detalhes de sua preparação pre-contest para o campeonato de fisiculturismo Arnold Classic, abordando ergogênicos, nutrição e treinamento.
      Ergogênicos (Esteroides)
      Existe controle antidoping no fisiculturismo atualmente, por ser um esporte olímpico. A gama de substâncias é enorme, e cada atleta deve avaliar ou uso ou não dessas substâncias por sua própria conta e risco, uma vez que pode haver a suspensão do atleta.
      Nutrição
      O ponto principal é o controle da ingestão de carboidratos. É usada a dieta low carb e próximo da competição o carboidrato é zerado. Também deve ser feito o controle do sódio e da água. Há uma hiperhidratação antes do campeonato e um ou dois dias antes do campeonato não se ingere água.
      Treinamento
      Treino normal, explorando ao máximo a musculatura. Os fisiculturistas costumam fazer aeróbico em jejum e intervalados intensos. Alexandre prefere o HIIT ao AEJ.
    • By _-0S4M4.BINLADEM-_
      Olá pessoas!!
       Necessito de uma ajuda com o meu treino , pois acho ele meio fraco e não sei como posso melhora-lo , acho meio feijao com arroz ... Meu foco é biceps 
       Obs - nao faco 4x10 sempre , vou ate a falha em alguns , em alguns faço 4x15-12-10-8 e os abdominais as veses nao faço pois nao da tempo )segue:
      altura:1.80 m
      peso: 62,5
      treino : 1,5 ano(s)
      idade : 20
    • By Celso Kalaf
      A 28° Edição do Arnold Classic foi realizada na cidade de Columbus, Ohio (EUA) abrindo o calendário dos festivais Arnold Sports Festival, que agora se expande para os seis continentes (em Melbourne-Austrália, Rio de Janeiro-Brasil, Johannesburg-África do Sul, Hong Kong –China e Barcelona-Espanha).
      A edição de 2016 contou com um público estimado de 200 mil visitantes, com a participação de cerca de 20 mil atletas em 70 modalidades diferentes.
      O grande festival aconteceu no Greater Columbus Center, tendo como platéia grandes nomes do Fisiculturismo Mundial como: Dennis Wolf, Phil Heath, Jay Cutler dentre outros.
      Paralelamente ao Arnold Classic foi realizado o International Sports Hall of Fame organizado pelo Dr. Robert Goldman com a presença do Arnold Schwarzenegger. O evento reuniu celebridades ligadas ao esporte que foram homenageadas, como Johnny Bench – Hall da Fama do Baseball, Ronnie Coleman – 8 vezes Mr. Olympia, AnnMaria DeMars- primeira Campeã Americana no Mundial de Judô e mãe da campeã de UFC Rhonda Rousey, Kurt Angel – Medalha de Ouro de Wrestling e o brasileiro Royce Gracie- primeiro campeão mundial de UFC.
      Arnold Expo
      Durante o festival, ocorreu no Columbus Convention Center e no Ohio Expo Center a grande exposição fitness, com 1200 expositores, trazendo muitas novidades, principalmente em suplementação alimentar.
      Arnold Classic
      O campeonato masculino foi divido em duas categorias: até 212 libras (96,16 kg) e acima de 212 libras.
      Na categoria até 212, o grande destaque foi Hidetada  Yamagishi. O atleta japonês tem sido um dos mais ativos, com mais de 40 aparições durante sua carreira profissional de 10 anos. O primeiro japonês estrela do IFBB Pro League competiu em duas ocasiões em 2015, sendo que terminou em segundo no Arnold Classic 212 e em terceiro no Olympia 212 Showdown. Em 2014, ele subiu ao palco cinco vezes, destacado por uma vitória no Tampa Pro. Yamagishi  também terminou em quarto lugar no Arnold Classic 212 e no Olympia 212 Showdown em 2014.
      Na categoria acima de 212, a grande atração foi Kai Greene, que fez uma perfeita apresentação, subindo ao palco com um grande volume muscular associado a uma perfeita definição, não deixando chance para os outros atletas, sendo consagrado campeão da categoria e aplaudido de pé pelo público.
      1º - Kai Greene
      Kai Greene retornou a Columbus para competir no Arnold Classic pela primeira vez desde que ganhou consecutivamente os títulos de 2009 e 2010. Desde então, Greene focou principalmente no Olympia, onde ele terminou em segundo lugar, atrás de Phil Heath em 2012, 2013 e 2014.
      Greene tem oito vitórias na carreira na IFBB Pro League, incluindo vitórias no EVLs Praga Pro em 2013 e o New York Pro em 2011. Greene venceu seguidamente em Columbus em 2009 e 2010 com vitórias no Australian Grand Prix. A primeira vitória de Greene na carreira profissional foi no Colorado Pro de 2007.
      Greene competiu em mais de 20 concursos profissionais desde que recebeu o seu pro card no Team Universe Championships de 1999.
      2º - Cedric McMillan
      Cedric McMillan, um sargento do Exército Americano, parece continuar sua ascensão no ramking da IFBB Pro League abrindo sua temporada de 2016 no Arnold 2016. McMillan competiu cinco vezes em 2015, tendo se destacado por uma vitória no Golden State Pro e terminando em segundo lugar no Arnold Classic Brasil. McMillan competiu apenas uma vez em 2014, terminando em terceiro lugar no Arnold Classic. McMillan terminou em sexto em Columbus em 2013, sua primeira aparição no Arnold Classic.
      McMillan tem quatro vitórias profissionais (Europa Show of Champions em 20012, New York Pro em 2012, FIBO Power em 2013, Golden State Pro em 2015) desde que recebeu o seu pro card no Team Universe Championships de 1999.
      3º - Josh Lenartowicz
      Josh Lenartowicz tornou-se um atleta a prestar atenção no circuito IFBB Pro League quando ele obteve vitórias consecutivas em dois finais de semana: na temporada do San Marino Pro  2015 na Itália e em seguida venceu, uma semana depois, no Ferrino Legacy 2015 na Califórnia, quando o “Big Josh” (grande Josh) competiu nos EUA pela primeira vez. A vitória no IFBB Pro League, que qualificou Lenartowicz para o Mr. Olympia 2016, veio logo após Lenartowicz terminar em um respeitável nono lugar no disputadíssimo Arnold Classic Autralia 2015. O residente de Melbourne fez sua estreia no Australian Grand Prix em 2014. Essa foi sua primeira aparição no Arnold Classic.
      4º - Justin Compton
      Justin Compton, que é formado em tecnologia de engenharia industrial pela Morehead State University, se estabeleceu como uma das maiores estrelas no IFBB Pro League quando ele terminou em terceiro no Arnold Classic 2015 e Arnold Classic Australia 2015. Com 27 anos e tendo competido desde que tinha 18, Compton recebeu o seu pro card quando ele venceu na categoria peso-pesado no NPC National de 2012. Em 2013, Compton fez sua estreia no pro com um esforçado quinto lugar no disputadíssimo Wings of Strengt Chicago Pro.
      Em 2014, Compton venceu seu primeiro título pro, tendo honras no Europa Show of Champions em Orlando.
      5º - Branch Warren
      Um dos competidores mais populares da história do Arnold Classic, Branch Warren retornou para Columbus pela décima vez. Warren (1,70 m e 114 kg) registrou as duas maiores vitórias da sua carreira na famosa etapa Veterans Memorial ,quando ele venceu na sequência os títulos do Arnold Classic em 2011 e 2012, e tentou pela terceira vez obter um terceiro título no Arnold Classic. Em 2015, Warren competiu em quatro concursos, incluindo uma vitória no inaugural  Europa Atlantic City. Warren é casado com a competidora de Fitness International Trish Warren. O casal tem uma filha, Faith.
      6º - Juan Morel
      Juan “Diesel” Morel fez a sua tão esperada estreia no Arnold Classic em 2016, depois de ter se estabelecido como uma das estrelas de mais sucesso do IFBB North American Championships desde que recebeu o seu pro card no IFBB North American Championships de 2011. Morel obteve sua  vitória mais importante da sua carreira internacional quando ele venceu o New York Pro  de 2015.
      Morel também venceu no Toronto Pro 2014 e a Europa Battle of Champions Hartford 2012. Enquanto essa foi sua estreia em Columbus, Morel não é estranho no palco do Arnold, tendo competido duas vezes no Arnold Classic Europe e duas vezes no Arnold Classic Brasil, onde ele terminou em segundo lugar em 2014.
      Fitness International
      Na categoria Fitness, as atletas se apresentam com uma coreografia onde é necessário fazer apresentações com exercícios que demonstrem habilidades de força e flexibilidade.
      1º Oksana Grishina – Pela terceira vez consecutiva, Oksana, que venceu também em 2014 e 2015, venceu a categoria Fitness Internacional com sua elegância, força, precisão e presença de palco, que impõem sua presença em qualquer concurso fitness com a sua arte performática própria.
      Figure e Bikini International
      Nessas duas categorias as atletas se apresentam com pouca massa muscular e definição na medida certa, sendo que na categoria Bikini elas também são avaliadas pelo desfile.
      Figure
      1º – Latorya Watts
      A atleta de Las Vegas, que terminou em quarto lugar no Figure International em 2015, conquistou o 1º lugar em 2016 com uma  genética cintilante que proporcionou qualidade para as sua estrutura e forma musculares, após vencer brilhantemente em 2015 o Figure Olympia em 2015.
      Bikini
       1º - India Paulino
      Após ter vencido em Columbus em 2013, India Paulino, da Flórida, que venceu mais quatro concursos do IFBB Pro League em 2015, reafirmou sua posição de destaque na categoria vencendo a categoria Bikini International no Arnold Classic Columbus.
      CLASSIFICAÇÃO GERAL
      Arnold Classic 212
      1º Hidetada Yamagishi - 2016 Arnold Classic 212 Champion 2º Jose Raymond 3º David Henry 4º Guy Cisternino 5º Kyung Won Kang 6ºCharles Dixon Arnold Classic
      1º Kai Greene - 2016 Arnold Classic Champion 2ºCedric McMillan 3º Josh Lenartowicz 4º Justin Compton 5º Branch Warren 6º Juan Morel Fitness International
      1º Oksana Grishina - 2016 Fitness International Champion 2ºWhitney Jones 3º Bethany Wagner 4º Myriam Capes 5º Regiane da Silva 6º Tanji Johnson Figure International
      1º Latorya Watts - 2016 Figure International Champion 2º Camala Rodriguez-McClure 3º Gennifer Strobo 4º Candice Lewis-Carter 5º Cydney Gillon 6º Heather Dees Bikini International
      1º India Paulino - 2016 Bikini International Champion 2º Justine Munro 3º Janet Layug 4º Angelica Teixeira 5º Courtney King 6º Michelle Sylvia Veja todas as fotos da cobertura nos álbuns da Fan Page do FISI no Facebook:
       
×
×
  • Create New...