Ir para conteúdo

Larissa Nunes

Colaborador
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Detalhes

  • Gênero
    Feminino
  • Profissão
    Nutricionista Esportivo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Qual é a origem da vontade incontrolável para comer doces? Por que as pessoas podem apresentar compulsão por doces? A seguir serão apresentadas as possíveis causas do desejo insaciável pelas guloseimas açucaradas: o hábito: comer doce todos os dias condiciona o corpo a pedir mais e mais, gerando uma dependência ao açúcar; a má alimentação: dietas ricas em carboidratos refinados gera desejo por doces; dietas restritivas: ao suprimir certos grupos de alimentos por longo período de tempo, o corpo irá precisar de energia rápida e pedirá açúcar; desequilíbrio hormonal; deficiência do mineral cromo; sedentarismo; desequilíbrio da microbiota. Ao saber que existem múltiplas causas para a compulsão alimentar por doces, você já pode avaliar seus comportamentos e saber que um profissional da nutrição é essencial para tratar o problema de forma interativa e definitiva ou duradoura.
  2. Comer de maneira saudável custa caro? Depende! A resposta depende das suas escolhas. Caso você vai opte por aqueles “produtos da moda” como os light, diet, sem lactose, sem glúten, sal do Himalaia, e assim por diante, prepare o bolso. Esses produtos são sim muito caros. Mas será que eles precisam ser a base de uma alimentação saudável? Posso afirmar que não! Alimentação saudável é baseada em feijão, arroz, frutas, verduras, legumes, tubérculos, frango, carne, peixe, ovos e por aí vai. Alimentos básicos e baratos. Tenho certeza que esses produtos não são tão caros e que você pode incluí-los na sua alimentação. 6 dicas para você economizar na alimentação saudável Apresento a seguir 5 dicas bem simples que você pode adotar para lhe ajudar muito a economizar numa alimentação saudável: prefira alimentos sazonais (frutas e legumes da estação); compre frutas e verduras em feiras (geralmente direto do produtor); aproveite as promoções em supermercados (normalmente a dias da semana com promoção no hortifruti); evite desperdícios (não compre além do que possa consumir); não invente moda, é o básico que funciona; para fechar com chave de ouro, procure um profissional da nutrição para fazer o seu planejamento alimentar e lhe auxiliar na escolha de alimentos nutritivos e de menor custo.
×
×
  • Criar novo...