Jump to content

Dra. Giovana Guido

Colaborador
  • Content Count

    91
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Dra. Giovana Guido last won the day on October 8 2012

Dra. Giovana Guido had the most liked content!

About Dra. Giovana Guido

  • Rank
    Nutricionista Esportivo

Detalhes

  • Gênero
    Feminino
  • Profissão
    Nutricionista Esportivo

Recent Profile Visitors

6,871 profile views
  1. Foi como os meninos disseram... umas 8 horas... requeijão é o que mais estraga... peru, queijo em fatias, atum, frango, chester aguentam mais tempo... agora queijos cremosos estragam mais fácil... Maionese tb estraga mto fácil, então tome cuidado! Bjs.
  2. Sobre comer ovos ou arroz, vai depender de como seu corpo responde... tem gente que treina bem sem carbo antes, outras não... então faça o teste, só assim p/ saber! Sobre leite não há problema algum desde que seja desnatado, porém, leite após treino não é legal, pq a absorção dele é lenta, então melhor deixar leite p/ outros horários... pós-treino tem que ser absorção rápida... beterraba pode ser sim, sem problemas, mas ela não tem tantooo carbo não, pode até colocar mais algum carbo no pós... Bjs
  3. Todo mundo já ouviu o termo “sono da beleza”, mas isso não é só um mito? Podemos mesmo parecer mais bonitos se dormirmos mais? Parece mentira, mais sim! Dormir bem e por mais horas pode fazer com que as pessoas fiquem mais em forma e pareçam mais jovens. Um estudo que durou 7 anos com 7.022 pessoas de meia-idade encontrou que as pessoas que alegaram problemas com sono (sono muito leve, horas insuficientes, insônia, etc.) tinham mais problemas com peso e com a pele do que as que dormiam melhor. Quando você dorme menos você irá… 1- Queimar menos gordura: Sono insuficiente ou interrompido irá fazer com que você queime menos gordura enquanto repousa e durante o dia também; 2- Comer mais frequentemente: Pesquisas da American Heart Association mostram que pessoas que dormem de 4-6 horas comem 329kcal a mais do que aquelas que dormem 8-9 horas. Pessoas que dormem pouco, terão mais horas para comer e também tendem a ficar beliscando à noite/de madrugada; 3- Ter mais desejos alimentares: Sono insuficiente aumenta os níveis do hormônio grelina (que aumenta o apetite). A consequência da compulsão alimentar é a ingestão de alimentos não-saudáveis aumentando os riscos de ganho de gordura e sem benefícios à pele, unhas e cabelos. Para ter boas e longas noites de sono, confira algumas dicas: pratique exercícios diariamente pra que o corpo se canse, crie um ambiente para o sono (quarto escuro, silencioso, limpo), desligue músicas, computador e TV, tenha uma rotina (dormir e acordar nos mesmos horários), etc. Bons sonhos!
  4. Dra. Giovana Guido

    Abacate

    Assim como alimentos que eram considerados vilões e hoje são liberados para consumo (ovos, azeite, oleaginosas, chocolate, etc.), o abacate entrou nessa lista também, ou seja: pode ser incluído em seu cardápio diário! A maioria dos atletas fitness e de fisiculturismo incluem essa fruta em suas dietas, pois além de possuir baixo teor de carboidratos, ela é rica em proteínas vegetais e gorduras de boa qualidade, podendo ser incluída na dieta de qualquer pessoa ativa, até mesmo aquelas que precisam emagrecer. O abacate é realmente calórico, cada 100g da fruta tem cerca de 160 calorias, porém, seu nível de saciedade é alta, ajudando muito a manter os níveis de energia para os que treinam e reduzir apetite para aqueles que precisam emagrecer. Você pode consumir o abacate com iogurte light, leite desnatado, adoçante e limão, na forma de guacamole (polpa de abacate amassada e temperada com tomate, cebola, azeite e alho), com whey, etc. O abacate é rico em gorduras monoinsaturadas, ou seja, o mesmo tipo de gorduras que o azeite possui, sendo assim, um excelente alimento para efeitos antioxidantes, queima de gordura corporal, produção de hormônios e energia para os exercícios. Estudos mostram que dietas ricas em gorduras monoinsaturadas auxiliam na redução do colesterol ruim e triglicérides e aumento do colesterol bom. Ele é rico também em Vitamina E, potente vitamina antioxidante e protetora de células. Um consumo diário de 100g de abacate auxilia no melhor funcionamento intestinal, hidratação de pele e cabelos, redução de apetite por guloseimas, proteção ao fígado e ao coração, redução do colesterol e ácido úrico, fortalecimento do sistema imunológico, melhor produção hormonal, aumenta força/níveis de energia para treinar e ainda acelera o ganho de massa por ser um alimento saudável e calórico! Então, não perca tempo e inclua essa fruta maravilhosa em seu cardápio na forma de suco, vitamina, polpa amassada, cubinhos na salada, etc. etc. Experimente consumí-la com whey antes do treino: energia/força e potência na certa! Bons treinos! REFERÊNCIAS KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Nutrição para o treinamento de força. São Paulo. Editora Manole, 2002. BIESEK, Simone; GUERRA, Isabela, ALVES, Letícia Azen. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. Editora Manole, 2005. MAUGHAN, Ronald J.; BURKE, Louise M. Nutrição esportiva. Editora Artmed, 2004.
  5. Olha, vc pode jantar antes de treinar sim e suplementar após, acho melhor... daí vc pode fazer sua suplementação pós treino com whey e creatina + algum carboidrato, que pode ser fruta/batata/pão, algum carbo do tipo... E whey tome com água ou extrato de soja light!
  6. Proteínas de alto valor biológico na dieta A maioria dos esportistas sabe da importância da alimentação e suplementação sobre o seu rendimento, recuperação e evolução do físico. Na dieta de uma pessoa ativa, as proteínas tem papel de destaque, uma vez que são responsáveis pela recuperação muscular, ganho de massa, força e ativação do metabolismo. A qualidade dessas proteínas é um detalhe que deverá ser bem observado por quem deseja melhores resultados com a dieta, afinal, é obrigatório que as proteínas ingeridas sejam de alto valor biológico (praticamente 100% digeridas e metabolizadas pelo corpo). Um dos melhores tipos de proteínas existentes, são as proteínas lácteas. Existem 3 grupos principais de proteínas no leite: caseína; lactoalbumina; lactoglobulina. Todas elas possuem ótimo perfil de aminoácidos, ou seja, são de alto valor biológico. A caseína é de valor nutricional importantíssimo, pois é parte principal da constituição dos queijos. As outras duas citadas anteriormente são chamados proteínas do soro (subproduto resultante da fabricação de queijos e manteiga). Este soro é desidratado e pelo processo de ultrafiltragem se obtém a whey protein. A whey protein é um dos suplementos mais populares entre os esportistas e os atletas. A versão concentrada seria a versão “bruta” do produto com concentração protéica variando de 50-80%. A versão isolada é totalmente isenta de carboidratos, gorduras e lactose, chegando a uma concentração de 90% de proteínas. A versão hidrolisada possui composição semelhante, a diferença é que suas partículas são pré-digeridas. A caseína tem uma concentração de 80% de proteínas. Existem vantagens e desvantagens quando comparamos as duas proteínas, não é possível eleger uma que seja melhor. Caseína Vantagens da caseína: alto teor de glutamina, tirosina e arginina (vasodilatação/anticatabólicos); trânsito intestinal mais lento – ajudando na melhor absorção pelo organismo; possui valor biológico de 77; alto nível de saciedade. Desvantagens da caseína: não possui nível muito alto de BCAA’s; alto teor de sódio e lactose. Whey protein Vantagens da whey protein: atua na melhora do sistema imunológico; alta concentração de BCAA’s; aumenta a produção do antioxidante glutationa; facilmente aceita por pessoas portadoras de intolerância à lactose (versão isolada); estimula a produção do IGF-1 (insulina como fator de crescimento); possui valor biológico de 104. Desvantagens da whey protein: pode conter alto teor de sódio, lactose e gorduras (versão concentrada); contém pouca arginina, glutamina e fenilalanina (aminoácidos excelentes para ganho de força, recuperação e massa); a digestão é bem mais rápida, podendo minimizar absorção de alguns aminoácidos; baixo nível de saciedade. Qual é a melhor: whey protein ou caseína? Comparando as duas, podemos observar que cada uma tem suas vantagens e desvatagens, então, o ideal é incluir as duas em sua dieta e usá-las nos momentos específicos que exijam uma proteína de rápida ou lenta digestão e absorção: Ao acordar, pré-treino e pós treino: whey. Lanches intervalares e antes de dormir: caseína. REFERÊNCIAS: KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Power Eating. Human Kinetics. United States, 2007. MELTZER, Shelly; FULLER, Cecily. Eating for Sport: a practical guide to sports nutrition. New Holland. London, 2005. WOLINSKY, Ira; HICKSON JR., James F. Nutrição no Esporte e no exercício. Editora Roca. São Paulo, 2000.
  7. A beta-alanina é um aminoácido beta (outra classe de aminoácidos que não estão inclusos na síntese protéica, ganho de massa, etc.) que juntamente com a histidina é responsável pela síntese de um importante neutralizador da fadiga localizada/queimação dos músculos – a carnosina. A presença de maiores quantidades de carnosina nos músculos é capaz de evitar e até mesmo retardar a formação do vilão dos exercícios intensos - o ácido lático – que causa dor e queimação local, fazendo com que você diminua a intensidade ou até mesmo pare o exercício por não aguentar mais. Basicamente, quanto maior a quantidade de carnosina, melhor o desempenho físico. Assim, o aumento dos níveis de carnosina através da suplementação com beta-alanina, eleva a capacidade de bloquear o efeito acidificante do hidrogênio, atrasando a fadiga e melhorando a performance. Porém, a suplementação direta com carnosina não seria válida, uma vez que essa substância é facilmente quebrada no estômago e intestino, então sua suplementação não teria efeito algum, mas, suplementando beta-alanina você terá o benefício no aumento das concentrações de carnosina nos músculos e sangue. Quanto maior a concentração de carnosina nos músculos e sangue, mais facilmente o pH sanguíneo será mantido, evitando acidificação e queimação. Lembrando que a beta-alanina irá oferecer benefícios somente para pessoas com um nível intenso de treinamento em exercícios como: artes marciais, sprints, musculação pesada, spinning, corrida/ciclismo de alta velocidade, etc. Diversos estudos comprovaram que há aumento de força, performance e resistência muscular quando a suplementação com beta-alanina é feita por pelo menos 20 dias. Como suplementar? Use de 5-7g de beta-alanina em alguma refeição antes de treinar. O efeito começa a ser notado após 10-15 dias de uso e o suplemento não possui efeitos colaterais, nem contra-indicação. A beta-alanina parece ser um suplemento promissor, então uma sugestão é: alterne ciclos com creatina e beta-alanina, assim você não se acostuma a nenhuma das substâncias (o que pode reduzir seus resultados) e se mantém o ano inteiro forte, resistente e com a performance máxima! Bons treinos! REFERÊNCIAS: KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Power Eating. Human Kinetics. United States, 2007. MELTZER, Shelly; FULLER, Cecily. Eating for Sport: a practical guide to sports nutrition. New Holland. London, 2005. MAUGHAN, Ronald J.; BURKE, Louise M. Nutrição esportiva. Editora Artmed, 2004.
  8. Na verdade eu não indico o consumo de nenhum desses produtos e ainda mais usados ao mesmo tempo, pois pode te causar efeitos colaterais e se não forem acompanhados de um treino mto pesado e dieta certinha, podem nem lhe trazer resultados.A dieta ideal p/ ganhar massa e queimar gordura ao mesmo tempo é o tipo mais rígido de ser seguido: pouco carboidrato (nos horários específicos), mta proteína magra, água e gorduras boas. Sem contar uma boa suplementação com proteínas e anti-catabólicos, mas p/ isso vc precisa de orientação nutricional, ok? Algumas dicas: http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2011/08/27/como-melhorar-sua-definicao-muscular/ http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2011/05/04/como-eliminar-gordura-e-manter-seus-musculos/
  9. Alison, sobre quantidades depende mto viu.. seu peso, seu %, sua necessidade de proteínas... o ovo não é o melhor tipo de proteína p/ pós-treino... pois ele tem absorção lenta, o ideal é usar uma de absorção rápida pós treino, como whey ou proteina isolada da carne em pó. Se vc comer todos os ovos com gema vai aumentar as calorias e gordura sim, então o ideal é comer alguns ovos inteiros e algumas gemas. E no pós treino tem que ter carbo tb. Algumas dicas: http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2011/08/27/como-melhorar-sua-definicao-muscular/ http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2011/06/07/qual-a-importancia-de-comer-antes-e-apos-o-treino/ http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2010/12/08/o-que-comer-antes-do-treino/ http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2011/05/04/como-eliminar-gordura-e-manter-seus-musculos/ http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com/2010/10/12/nutricao-pos-treino/
  10. Olá, tudo bem? Olha, não costumo indicar Lipo 6, além de não gostar mto, ele está proibido, pode ser perigoso... porém, qq termogênico deve ser usado até a hora do almoço, afinal se for mto forte pode atrapalhar o sono, então o ideal mesmo é deixar por ex ao acordar e no almoço ou pré e pós treino... melhor assim, bjs.
  11. Olá! Realmente a creatina ajuda nos dois pontos que vc tocou: força e recuperação, mas eu sempre indico após o treino, pq tudo que é consumido após o treino, a absorção é melhor. A creatina não faz efeito na hora em que é tomada, seu efeito é cumulativo. Não faz mal não, desde que vc treine pesado e tome mta água. OLhe:
  12. Concordo com o Heraldo e ainda sou mais rígida: uma ou duas refeições de lixo e nada de se empanturrar, senão, não vai ter redução de gordura nunca se ficar tomando refrigerantes e porcarias... se quiser fazer 2-3 dias de lixo, melhor nem fazer dieta em minha opinião... dieta é estilo de vida e não encarada como sofrimento!
  13. Não tem uma quantidade certa, isso é mto individual e tb não costumo calcular a dieta dos meus clientes em gramas e números, tem que ir pelo histórico do seu caso e sua resposta à dieta... Mas p/ ganhar massa e definir ao mesmo tempo, qto menos carbo melhor... use-os em maior quantidade nos períodos que eles menos se acumulam como gordura: ao acordar, pré e pós treino, ok?
×
×
  • Create New...