Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'pré-hormonal'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 6 results

  1. Fonte: http://www.facebook.com/photo.php?fbid=163198647137789&set=a.127379017386419.2576.127261374064850&type=1 Pessoal, sigo no facebook as dicas e postagens do Dr. Paulo Muzy, pelo vasto conhecimento que ele usa de forma positiva em benefício dos marombas e afins. Nesta terça ele expressou sua opinião sobre o uso de PH's e achei interessante compartilhar aqui. Vc pode consultar pelo facebook com o link acima ou ler o texto na íntegra abaixo. A febre dos pré-hormonais… Vamos falar de um caso sério? O assunto sério é o uso de “suplementos” pré-hormonais. Exatamente aquelas substancias baseadas em androstenediona, pregnenolona e seus derivados que vem presentes em produtos como arimatest, m-drol, e tantos outros. Apesar de não encontrarmos produtos nacionais com estes componentes por serem proibidos pela ANVISA observamos uma gama enorme de importados, alguns até com o nome de medicamentos, usados para incitar o uso em busca de um físico mais musculoso (como todo produto direcionado para praticantes de musculação). Eles deveriam ajudar no ganho de massa muscular, mas a confusão que fazem no metabolismo do praticante de atividade física nos traz uma sensação de que não tem serventia no mundo do esporte muito menos algum tipo de indicação e no decorrer do texto vocês entenderão porque... Pessoal, este em particular tem me preocupado bastante, porque a experiência de consultório vem confirmar algumas coisas que devido ao estudo da fisiologia eu sempre desconfiei, mas como não existiam estudos sérios a respeito do assunto, direcionados a esclarecer o real efeito do suplemento pré-hormonal no organismo humano, precisei deixar o tempo passar para depois poder formar uma opinião sobre o mesmo. E o tempo passou, bem como pacientes vieram... Pois bem, o que trago para vocês hoje são dados do nosso volume de atendimento em ordem de oferecer a vocês um pouco de informação frente ao bombardeio propagandístico que os produtos direcionados aos praticantes de atividade física, principalmente dos produtos importados, nos impõe nas lojas e dentro das academias... Este texto pode soar antipático como “mais um médico falando mal de produtos direcionados aos praticantes de atividade física”, estilo os velhos “suplementos proteicos vão fritar seus rins e seu fígado” ou ainda “manga com leite é uma mistura mortal” (essa é a mais famosa – dicas de como você pode morrer se alimentando...) (o que ainda ninguém me explicou é como a creatina ficou proibida tanto tempo enquanto cigarro e álcool continuavam fazendo suas vítimas). Primeiro que pré-hormonal não é suplemento. Se ele tem alguma função endócrina como informam, não pode ser suplemento, tem de ser classificado como medicação. Sendo medicação, devido a esta capacidade de afetar a produção de hormônios, elevando-a, então seu uso não deveria estar indicado originalmente ao esporte , mas deveria ter surgido nas prateleiras das farmácias como forma de tratar hipogonadismo (baixa função glandular) concorda? Eu nunca vi nem tive notícia de alguém que tenha se apresentado a um médico e este tenha tratado o paciente com hipogonadismo com pré-hormonais produzidos por marcas internacionais famosas de suplementação alimentar... Ainda não falamos de medicina, nem de fisiologia, falamos de bom senso: se a medicação aumenta nível hormonal, vamos dar para quem está doente também poxa vida... porque se além de “tratar” os níveis hormonais do esportista ele ainda “não faz mal como um hormônio”, que motivo mais precisamos para aposentar todos os hormônios de vez da face da terra como em toda boa evolução? Quando questionamos o fulano que nos oferece ele tem uma reação inicial de agir como um indivíduo que acabou de gritar truco, mas pede para todo mundo marcar o ponto para ele sem mostrar as cartas porque ele não mente... E a coisa é bem assim mesmo, porque quando você vai ler os componentes do produto, uma faixa muito bem constituída tampa a sua observação com os seguintes dizeres: PROPRIETARY BLEND, isto porque pelo FDA você não precisa divulgar tudo que tem no potinho... muito diferente alias da legislação da ANVISA que se colocou extremamente correta com relação a este tipo de produtos: negar sua venda no Brasil por falta de informações sobre o produto que atestem sua eficácia ou ainda a sua segurança... A segunda reação do sujeito que insiste no uso do produto é falar que vale a pena porque o fulano ganhou X quilogramas de massa corporal. Bom pessoal, isto pode acontecer por outras razões que enumero para vocês para que reflitam sobre o assunto, senão este texto vai ficar extenso e chato: 1. efeito placebo 2. falta de conhecimento sobre todos os suplementos que a pessoa em questão está usando (porque hoje, normalmente, quem pratica musculação não usa apenas um produto em ordem de aumentar a sua massa muscular...) 3. efeito reforço (este eu vou explicar porque essa é boa... o sujeito vai 2,5x por semana na academia e por indicação de alguém ele começa a usar um pré-hormonal, mas de uma forma que, a pessoa que indicou orientou que, por se tratar de ser um pré-hormonal, este sujeito não deveria ingerir álcool... logo, a sequencia de acontecimentos é a que se segue: se ele não pode beber, corta-se a noitada de quinta, sexta e sábado, e já que sobra tempo e energia, este rapaz começa a ir na academia 5 a 6x por semana – para ocupar o tempo e “aproveitar” o efeito do produto – em contraste com as 2,5x que ele ia por semana para ficar batendo papo, fazer 10min de esteira, 1 série de bíceps e ir para casa comer pizza... falando em pizza, ele começa a pegar leve na alimentação porque, afinal de contas, está se esforçando na sala de pesos, compensa evitar as porcarias e então, nada mais do que de-repente-após-5-semanas em que o sujeito não ingeriu álcool, saiu das noitadas, treinou e cuidou da alimentação o que o fez melhorar foi justo um comprimidinho... soa inteligente não é mesmo???) Minhas sinceras desculpas se você se encontrou aqui. Não quis ser rude, nem te fazer soar como chacota. Lembre-se que há tempo de mudar de atitude... mude sua atitude, mude seu físico e mude sua vida... (como eu e o Rodolfo Peres sempre falamos...). Falando das razões fisiológicas o que te falo é o seguinte: 1. imaginando que seja mesmo um pré-hormonal, lembre-se que você tem hormônios masculinos e femininos e o pré-hormonal não é uma substancia inteligente que vai virar exclusivamente aquilo que você quer... 2. se é um pré-hormonal, tudo que é regulado hormonalmente no organismo é regulado pela lei do “feedback negativo”, ou seja, se você tem demais, seu corpo para de produzir e, de verdade gente, não sabendo como fazer voltar a produção de um determinado hormônio que foi substituido, não é muito seguro brincar com isso... 3. testosterona é o que menos regula a síntese de proteína no organismo em situações em que já dispomos da nossa massa muscular programada, ou seja, se você der testosterona para uma pessoa que sofre com carência deste hormônio, com certeza se ela apresentar como sintoma uma perda muscular, isso será revertido. Mas, não pense que, estando normal com sua capacidade genética, ela vai fazer você ganhar mais massa muscular do que o programado... existem coisas como o efeito supressor muscular da insulina quando liberada em excesso, somatomedina C, MGF e miostatina que têm sido estudados arduamente porque é neles que reside boa parte do segredo do ganho de massa muscular. Agora falando de fatos: Lamento toda vez que ouço na história clínica de um paciente que se queixa sobre desempenho físico insuficiente quando ele relata o uso de “pré-hormonais”, isso porque todos, sem exceção, tinham não só sintomas de hipogonadismo como exames comprovatórios dessa hipótese. Na realidade, o que deveria ser consequência do mal uso destes acabam sendo os principais efeitos colaterais do uso destas substancias – não estamos falando de efeitos adversos (que podem acontecer), estamos falando de efeitos colaterais (que acontecem) quando se usam essas medicações. Não há portanto como estabelecer um uso sem indicação, muito menos um uso indiscriminado porque, de fato, tais substancias não tem indicações de uso, e estão aí só como mais um produto feito para arrecadar dinheiro para a indústria, não para oferecer saúde, qualidade de vida e aumento da capacidade de física e de resultados como deveria ser a obrigação moral das empresas que trabalham nesse ramo... O que devo ponderar por puro respeito à sua inteligência é que de fato alguns destes paciente atendidos poderiam já ter hipogonadismo antes de usar o produto e daí estamos associando situações pré-existentes a novos diagnósticos, agora, se assim fosse também temos que ponderar que o pré-hormonal, se funcionasse de fato, teria tratado o paciente, o que evidentemente não aconteceu porque o paciente acabou procurando um médico... e sabe o que me preocupa mais? Estima-se que apenas 25% das pessoas que usam estes suplementos notam seus efeitos colaterais nos primeiro 3 meses de uso (período na qual uma pílula de farinha faria o mesmo efeito motivador devido ao efeito placebo) ou seja, as pessoas seguem piorando sem notar não somente por um período de uso e sim por 3 meses! Ainda, destes que notam que estão com um problema, somente 50% procuram um médico enquanto os outros 50% tentam resolver o problema sozinhos ouvindo a indicação de colegas de academia sem fazer nenhuma investigação clinica ou laboratorial! Dos que vao ao médico somente 50% relatam o uso de substancias enquanto o restante tenta induzir o médico a fazer uma investigação laboratorial de forma cega com o argumento que não estão sentindo-se bem e que estão preocupados porque sempre tomaram muito suplemento! (mais uma razão para o clinico geral abominar suplementos alimentares – porque uma vez feito o diagnóstico sem o paciente contar a historia toda, ele acaba sendo levado ao raciocínio que suplementos alimentares causam uma diversidade de problema que na realidade só poderiam ser explicados de fato se o paciente contasse tudo o que usa ou já usou em busca de mais resultados...). Difícil tratar pessoas assim, não acha? Pois é... E finalizando com a minha opinião, se me permitirem; Não vale o risco, pois, mesmo que de fato os componentes se tornassem hormônios da forma desejada, o fato puro de se ter uma testosterona aumentada não resolve o enigma de ganhar músculos (até porque se testosterona resolvesse ninguém teria inventado pré-hormonais, já que o propósito é o mesmo...) E o que discuto com vocês é na realidade o bom senso comum: A coisa começa errada... a partir da situação da pessoa que acha que usar recursos hormonais vai solucionar todos os seus problemas de desempenho, mas, não tem coragem de utilizar esteroides clandestinamente, cria-se uma necessidade de se colocar algo no mercado que preencha esta lacuna. O mercado responde criando um esteroide que não é esteroide, mas que é esteróide (isso é muito louco até para mim...) onde a propaganda é justamente “aqui tem uma testosterona que não é testosterona para fazer mal, mas é testosterona para fazer o que se quer”. Eu já ouvi essa história antes: acaba sendo a clássica “fumar eu já fumei, mas não traguei”. Ponham a mão na consciência pessoal, ou melhor, na inteligência... é só usar o bom senso para não ter de usar a saúde e o bolso para pagarem pelo desespero de se atingir algo da noite para o dia... Agora falta ouvir a sua opinião... Um abraço com muita performance! (mas com muita saúde, claro)
  2. A MuscleTech lançou recentemente o suplemento alimentar Anotest. Esse suplemento alimentar com D-Aspartic Acid, Boron Citrate, L-Carnitine, Glutamine e BCAA é realmente capaz de promover algum estímulo na produção natural de testosterona? O marketing do produto parece ser um pouco exagerado. Compensa experimentar o Anotest? Existe algum outro produto que promete promover o estímulo natural de testosterona e que realmente funciona? Você indica algum para seus pacientes? Houve feedback de bons resultados? A MuscleTech tem propagandeado que suas fórmulas são baseadas em estudos promovidos em seres humanos, e não em ratos. Você sabe dizer se a fórmula do Anotest tem embasamento científico sólido?
  3. Então, to terminando um ciclo de um PH, Deca Stacker da Dark Cyde. Curti os resultados, mas to afim de continuar com um mini ciclo de alguma droga, provavelmente deca e dura, mas o conhecimento de amador que tenho é mais sobre ciclos completos, gostaria de saber se seria viável, as dosagens, se so faria a tpc depois do mini ciclo, opiniões, por favor. Obrigado
  4. Como soubemos, a insatisfação com os resultados alcançados, a busca pela perfeição e a crescente ambição em alcançarmos níveis superiores de hipertrofia muscular/definição muscular/redução de percentual de gordura, leva a indústria de suplementação a uma crescente procura pelas fórmulas ideais para satisfazer seus compradores. Neste ciclo ambicioso, onde o resultado extremo é mais relacionado com os esteróides anabolizantes do que com o treinamento e a alimentação, nasceu uma outra linha de suplementação promissora: os Pré-Hormônios, geralmente importados, e os Estimulantes de Produção/Liberação Hormonal. Baseados na ação dos esteróides anabólicos, esta espécie de suplemento promete uma maior produção e/ou liberação hormonal de Testosterona e de Hormônio do Crescimento, e seria uma escolha intermediária entre a suplementação básica e a “bomba”. O grande atrativo para o público geral é que estes tratam-se de produtos considerados legais, vendido liberadamente (no caso dos vendidos aqui no Brasil), com o julgamento pessoal de não estarmos cometendo um ato moralmente antiético, e ainda, sem os possíveis efeitos colaterais dos esteróides, mas com ação semelhante a estes. Os suplementos conhecidos no Brasil como Pré-Hormônios são classificados como compensadores protéicos, multivitamínicos e minerais, pois em sua composição nutricional só apresentam estes macro e micronutrientes. O chamado estimulante para a liberação de testosterona (ZMA - aspartato de monometionina de zinco), tem sua base nutricional no Zinco, Magnésio e Vitamina B6. Já o estimulante de produção do Hormônio do Crescimento (GH ou HGH), apresenta certa proporção de proteínas, Vitamina C, B6, Cromo e Colina. Estes suplementos são apresentados com nomenclaturas atrativas ao consumidor, como estimulantes do Potencial Genético, ou ainda em conjunto, como Combo Genético. Então na verdade não são Pré-Hormônios, mas no máximo possíveis estimulantes de produção hormonal. E deles não podemos esperar as mesmas modificações corporais esperadas dos hormônios ou pré-hormônios, pois os resultados vendidos pelas empresas desta linha de suplementos são baseados em pesquisas envolvendo a Testosterona e o hormônio do Crescimento, e não o Zinco, o Magnésio, o Cromo, e as Vitaminas B6 e C. Portanto, cria-se apenas a relação, entre o que podemos esperar dos verdadeiros hormônios (incluidos em pesquisas), e da composição química do produto nacional. Considero um pouco injusto cobrarmos do Zinco, do Magnésio e das Vitaminas o crescimento muscular, a redução de massa gorda e a definição muscular que os hormônios realizam. Que a Testosterona e o Hormônio do Crescimento são dois hormônios primários no crescimento muscular e no gasto lipídico, não resta dúvida alguma. Mas ainda existe uma distância imensa entre o que estes hormônios promovem e o que estes “anabolizantes naturais” são capazes de alcançar. Os verdadeiros Pré-Hormônios são substancias que ocorrem naturalmente no organismo, assim como são os hormônios. No caso da Testosterona, são os precursores deste hormônio principal, produzidos na glândula adrenal. Entre eles estão o Colesterol, seguido em cadeia pela Pregnenolona, a Dehidroepiandrosterona (DHEA), a Androstenediona, para ai sim ser convertida em Testosterona. Mas veja bem, esta linha de suplementação é mais promissora que à anterior, mas não pelos resultados obtidos em pesquisas experimentais, e sim por tratar-se de produtos importados, não produzidos e sem liberação para venda aqui no Brasil. Sendo assim, existem duas possíveis relações que garantem o interesse do público leigo na aquisição dos pré-hormônios importados: a crença que tudo que é importado, preferencialmente dos EUA, apresenta melhor qualidade que os produtos nacionais. Qualquer porcaria importada, tratando-se de suplementos, tem credibilidade no Brasil. Mas poucos sabem que somente os pré-hormônios (quando declarados no rótulo) e a efedrina têm venda proibida por lá, e que lá pode-se lançar e vender qualquer suplemento, desde que declare-se uma meia dúzia de vitaminas que ali estão, ocultando a real composição. E o segundo motivo que atrai o interesse de alguns menos informados, diz respeito à associação entre a proibição da venda de um produto e sua real potencialidade. Ou seja, tudo que é proibido é que dá resultado! Se os Anabolizantes são tão potentes e tem sua venda proibida, então os suplementos proibidos são os que mais se assemelham a ação dos anabolizantes. Tratando-se de pré-hormônios, e importados então! Sujeitos assim, que desejam um produto não indicado para ingerir, deveriam experimentar um ciclo de Creolina com Soda Cáustica! Segundo autores mais renomados na área do treinamento de alta intensidade (não apenas cientistas teóricos), existe um consenso que os PHs, referindo-se tão somente aos verdadeiros pré-hormonais, tendem a apresentar à longo prazo efeitos indesejados semelhantes aos próprios hormônios, de maneira mais pronunciada que os efeitos anabólicos esperados. Além de apresentarem um valor de venda altíssimo, os PHs podem apresentar efeitos androgênicos notáveis, semelhantes aos envolvidos com drogas mais efetivas, além de possível hepatotoxidade por tratar-se de comprimidos ingeridos via oral, sendo processados inevitavelmente pelo fígado. Em relação aos efeitos anabólicos, as modificações são muito pequenas, se relacionarmos ao custo financeiro que apresentam. Podem sim apresentar modificações satisfatórias em sujeitos com deficiência de produção natural de testosterona, tendo portanto ação repositora, não construtora. Agora para atletas que já fizeram uso de alguma droga verdadeiramente anabólica, a ação destes pré-hormônios poderá deixar a desejar. Agora tratando-se desta linha de suplementação vendida liberadamente no Brasil, todo e qualquer comentário favorável (como ação anabolizante primária) parece ser informação de má fé, ou simplesmente desinformação. Analisando a tabela nutricional podemos constatar que estes não passam de suplementos compensadores de baixo nível. Nem ação repositora hormonal eles apresentam. Ação hormonal verdadeira e considerável só poderá ser notada com a administração de hormônios ou seus respectivos pré-hormônios, de GH ou Testosterona. Se realizarmos uma simples comparação de composição química/nutricional entre os suplementos “chamados Pré-Hormônios produzidos no Brasil” (ou até mesmo aqueles importados e com venda liberada aqui), e os produzidos nos EUA (com venda proibida no Brasil), poderemos fortalecer ainda mais nossas convicções de que ainda está por vir (se é que uma dia existirá) um produto considerado natural e com mesmo efeito anabólico dos conhecidos esteróides anabolizantes. Estudos vão e virão, e o Treinamento Intenso, a Dieta, a Suplementação básica Construtora e o Descanso continuam à ser as estratégias mais eficazes, para quem tem paciência e consciência.
  5. A MuscleTech lançou o suplemento alimentar Anotest como sendo um estimulante natural de testosterona, antiga categoria pré-hormônio. O Anotest é anunciado como sendo um suplemento que aumenta naturalmente o hormônio testosterona, diminui o estradiol, reduz o cortisol e que aumenta a concentração de receptores androgênicos. Seguindo a nova filosofia da MuscleTech, a fórmula do Anotest não está escondida, mas é revelada com clareza (substâncias e quantidades) no rótulo do produto. Saiba mais sobre o Anotest da MuscleTech no site Bodybuilding
  6. Pessoal estava lendo sobre os produtos VPX em um fórum americano , quando em uma enquete feita por lá vi que um dos produtos mais bem falados era o 1 AD da ERGOPHARM . Por curiosidade andei verificando em outros tópicos do mesmo fórum e vi que os resultados e comentários eram mesmo favoráveis . Entrando no site da empresa : www.ergopharm.com li mais a respeito e acabei achando realmente que pode existir um fundamento . Gostaria de saber se alguém já usou por aqui , e se os moderadores podem opinar , falando em moderadores se alguém souber sobre o paradeiro do Pharmábio por favor mandem um mail para ele , pois ele com certeza pode dar uma opinião mais esclarecida . Segue abaixo a tradução feita no babelfish sobre o 1AD , quem quiser o texto original , por favor olhe no site da empresa . O FUTURO DE PROHORMONES É 1AD Na perseguição do grail holy Você está a ponto de ser introduzido ao futuro dos prohormones. É chamado 1-AD, e é sem uma dúvida o único prohormone o mais surpreendente a synthesized e vendido como um suplemento nutritivo. Deixe-nos começar ajustando algo reto. Nós não somos amadores à indústria do prohormone. No contrário, nós começamos realmente a indústria inteira do prohormone. Mas não somente isso, nós somos também responsáveis para praticamente cada inovação significativa na tecnologia do prohormone datar. O líder de ErgoPharm, químico orgânico Patrick Arnold, era a pessoa que descobriu o androstenedione e introdua lhe ao mercado em 1996. Patrick também descobriu e patenteou Androdiol® (4-androstenediol) e Norandrodiol® (19-nor-4-androstenediol), e introduziu a tecnologia do cyclodextrin à indústria do prohormone. Para os 18 meses passados Patrick tem trabalhado feverishly -- quase exclusivamente -- em um projeto. Quando as contagens de povos mais menos knowledgeable na indústria fizeram periòdicamente coxo ocasional, a esfera suja tenta em encontrar "o mais tarde," no prohormone o mais grande, Patrick mantido quiet e trabalhado no desenvolvimento de o que essencialmente poderia ser chamado "o grail holy" dos prohormones. Patrick quis este prohormone ter todos os atributos os mais críticos ao prohormone perfeito. Teve que ser: Oral Ativo Completamente Non-Aromatizable aos estrogens Extremamente potent Natural Non-toxic Após meses de scouring cada livro e jornal que poderia encontrar, including aqueles em línguas extrangeiras (isto é alemão), Patrick descobriu um composto que parecesse ser o candidato perfeito. Aquela era a parte fácil. Fêz exame então Patrick de quase um ano inteiro à figura para fora de como manufaturar o composto barata bastante para a venda como um suplemento. O laboratório de Patrick fêz exame na aparência da terra zero em Hiroshima enquanto fêz infinita a reação após a reação na perseguição da receita perfeita do manufacturing. Pledge De ErgoPharm Antes que nós introduzamos exatamente o que 1-AD é, nós queremos mencionar uma coisa rápida. Nesta indústria é frequentemente duro encontrar respostas retas a exatamente o que algo é, e como algo trabalha. O mais frequentemente, o caso é que a companhia é evasive com os fatos porque não há realmente nenhuma ciência existente que valida as reivindicações que estão fazendo. Qualquer um que ou simplesmente não compreendem a ciência ele mesmo. Ocasionalmente uma companhia tem a ciência para back-up seus produtos, mas decide-se que o consumidor é demasiado simples ocupado a aprecia os fatos. ErgoPharm é diferente. Nós produzimos os produtos que backed-up pelo fato científico duro, e nós fazemos exame do orgulho grande em colocar tudo na tabela. Nós compreendemos que não todos que compra nossos produtos tem um grau do chemistry ou da biologia, mas nós sabemos que os povos apreciam o tratamento com o respeito e o honesty. Querem saber que estão sendo ditos a história reta, mesmo se não têm o fundo para compreender cada facet da apresentação. Introduzindo 1-AD É hora de introduzir que Patrick consulta como "a realização da coroa" de sua carreira. O conhecido químico formal do composto Patrick desenvolvido é 1-androstene-3beta, 17beta-diol. Nós nicknamed este "1-AD composto" que é um acrônimo encurtado do seu conhecido químico. Sua estrutura química é: Este composto é verdadeiramente original amongst outros prohormones em uma variedade das maneiras. Deixe-nos olhar especificamente em 1-AD e o que . O poder de 1-Testosterone Você é provavelmente familiar com os prohormones de "Andro", e os prohormones de "Norandro". O converso anterior ao testosterone e o último a 19-nortestosterone. 1-AD, entretanto, não cabe em tampouco daquelas categorias. Isso é porque 1-AD se converte relativamente a um unheard de 1-testosterone chamado hormone. 1-testosterone é o que é sabido porque "um isomer da ligação dobro" do testosterone. Embora quimicamente a única diferença entre o testosterone e o 1-testosterone seja a posição da ligação dobro, pharmacologically os dois produtos são completamente diferentes. De acordo com a pesquisa feita pelo G.D. gigante pharmaceutical Searle e publicada nos 1960s, 1-testosterone realiza-se sobre 7 vezes tão myotrophic (anabolic) quanto testosterone(1). Esse makes 1-testosterone um composto phenomenally potent, surpassing mesmo a maioria de steroids anabolic sintéticos. Nenhum Aromatization 1-testosterone difere do testosterone em uma outra maneira também. Ser um androgen 5alpha-reduced (um derivative de DHT) ele simplesmente não pode aromatize aos estrogens. O mesmo vai para 1-AD próprio que — nenhuma transformação do estrogen pode ocorrer. Isto faz original 1-AD comparado a outros prohormones — que podem qualquer um aromatize diretamente, a converso a um produto que aromatizes, ou a ambos. Assim que este meio no mundo real? Significa que suas possibilidades de começar o gynecomastia (melharucos da cadela) de 1-AD são essencialmente zero, e que os efeitos laterais da retenção da água estão reduzidos vastamente comparados a outros prohormones. O Único Prohormone Verdadeiramente "Oral Ativo" Os steroids androgenic naturais não são normalmente muito ativos oral. As quantidades grandes têm que ser feitas exame oral para ver efeitos biológicos. Isto é porque a primeira passagem através do fígado causa um deactivation maciço dos compostos, primeiramente com a oxidação do 17beta-hydroxyl a um grupo 17-keto. Os químicos long há encontrado que adicionando (methyl ou ethyl) um grupo químico alkyl à posição do alfa do carbono 17, esta oxidação pode ser impedida. Entretanto, este derivatization alkyl também aumenta extremamente o toxicity do fígado. Conseqüentemente o uso de tais compostos sintètica alterados (methyltestosterone, oxymetholone, stanozolol) não é sem risco substancial. Felizmente, há outras maneiras render oral um steroid ativo, e faz assim sem fazer o composto tóxico ao fígado. Determinadas modificações estruturais podem alterar o metabolism dos steroids que fazem os resistentes à avaria do fígado. Uma destas modificações é o unsaturation (presença de uma ligação dobro) no 1-position. Um steroid que tem esta modificação estrutural e é oral ativo é o steroid anabolic Methenolone, sabido também como Primobolan. Como você pode ter observado, esta posição da ligação dobro que faz Primobolan oral ativo é mesma encontrada em 1-AD, que, pela maneira, é também oral ativo. Os steroids com esta característica particular da ligação dobro são sabidos como 1-dehydroandrostanes. Durante os 60's e os 70's alguns papéis foram publicados que descrevem o fenômeno da atividade oral visto com 1-dehydroandrostanes, including 1-testosterone e 1-AD. O que foi descoberto era que estes compostos resistem o deactivation metabolic profundamente deslocando o que é sabido como "o potencial 17-keto redox" para a formação de 17beta-hydroxyl ativo steroids(2,3). Que este meio? Significa que quando você faz exame de 1-AD, o fígado serve primeiramente ativar o composto, melhor que quebra-o para baixo e excrete o como faz com os outros prohormones e testosterone. Significa que 1-AD é "oral ativo," contudo não dá o toxicity do fígado que 17alpha-alkylation . Um hormone natural feito no corpo Uma das coisas bonitas sobre 1-AD é que além a sua atividade pharmacological impressive, é também um androgen natural feito no body(4) humano. Isto significa que não é extrangeiro a seu corpo, e que ele pode legalmente e abertamente ser vendido como um suplemento nutritivo. Além disso, a taxa 1-AD's elevada da conversão ativa após a administração oral não é justa uma "teoria" de ErgoPharm - demonstrou-se e foi publicado em um jornal revisto altamente respeitável do par. Sumário Deixe-nos uni-lo todo e ver o que 1-AD tem que oferecer: Atividade oral elevada Conversão a um hormone 700% mais potent do que o testosterone Absolutamente NENHUM aromatization aos estrogens Natural e seguro Não pode haver nenhum argumento que este é o prohormone final. Não nos acredite, lá seja-o simplesmente nenhum composto natural para fora lá dessa lata vêm perto do que 1-AD faz, assim que não se incomodam mesmo olhar. 1-AD está agora disponível nas lojas perto de você O prohormone final não é justo um sonho anymore.1AD está agora disponível nas lojas perto que de você 1-AD está somente disponível de ErgoPharm e pode ser encontrado em gyms do hardcore e em lojas do health-food através do país. Referências 1.Counsel et al., "agentes anabolic. Derivatives da 5alpha-Androst-1-ene ", J. Org. Chem., 27 (1962), 248-251 2. Galletti and Gardi, “Metabolism of 1-Dehydroandrostanes in Man”, J Steroid Biochem, 3 (1972), 933-936 3. Langecker, “Beziehungen Zwischen Substitution im Ring A und Abbau im Stoffwechsel bei Verwandten des Testosterons”, Acta Endocrin, 41 (1962), 494-506 4. Lieberman et al., J. Biol. Chem, 182 (1950), 299 5. Galletti and Gardi, “Metabolism of 1-Dehydroandrostanes in Man”, J Steroid Biochem, 3 (1972), 933-936
×
×
  • Create New...