Jump to content

TribalWolf

Membro
  • Content Count

    2,367
  • Joined

  • Last visited


Reputation Activity

  1. Like
    TribalWolf got a reaction from fisiculturismo in FOSFATILDISERINA   
    Baixei um artigo sobre essa parada mas não acho aqui no meu PC. Tô com tanta tralha que eu tenho que me organizar... porra, músicas do Septic Death, fotos da minha cadela Sascha, não, não... Saco!
    Mas eu prometo que acho em breve...

    Mas o lance é o seguinte, resumindo, o troço é um aminoácido que faz bem pro cérebro e tem o efeito de INIBIR o CORTISOL. Para quem não sabe o Cortisol é um hormônio essencial para nosso organismo, mas que tem o indesejável efeito de ser responsável pelo CATABOLISMO.

    Faz um tempão que eu li esse artigo, mas ontem quando fui buscar minhas 100g de vitamina C por 17 pilas na farmácia de manipulação em que eu mando fazer meus venenos, vi que tinha essa porcaria lá.

    Alguém sabe mais dessa parada?
    Algúem já usou?
    Dá barato?

    Colé desse lance???
  2. Like
    TribalWolf got a reaction from fisiculturismo in O aspartame, usado em refrigerantes diet, faz mal à saúde?   
    Pois é, eu sou um viciado em Coca-Cola Light...

    Mas ouvi falar, na verdade li num uma matéria num site - que essa história é lenda urbana, tipo a que diz que os desodorantes antitranspirantes causam cancer, ou que voce pode acordar numa banheira sem um dos rins, etc...

    Será quente mesmo?!

    TW
  3. Upvote
    TribalWolf got a reaction from Guilherme Debastiani in onde vcs escondem o veneno ?   
    No mesmo lugar onde voce guarda os becks
  4. Thanks
    TribalWolf got a reaction from Sereiafit in CALORIAS NÃO EXISTEM!   
    Galera, olha só... 2003. 15 aninhos... Desculpa eu ressucitar esse tópico, mas é dos que eu mais apanhei. 
    Agora, depois de muito mais maduro, muito mais conhecimento adquirido, eu vejo que... lamentavelmente, eu estava... CERTO!!!! 
    Agora tenho base científica e um livro extremamente esclarecedor para tod@s!
    Chama-se "Porque Engordamos" do Gary Taubes e foi lançado a um par de anos no Brasil pela L&PM.
    Quem quiser que veja aqui:
    https://www.amazon.com.br/Por-que-Engordamos-Fazer-Evitar/dp/8525431494?__mk_pt_BR=ÅMÅŽÕÑ&crid=1CF32OSR0EUWT&keywords=gary+taubes&qid=1526353654&sprefix=gary+tau%2Caps%2C272&sr=8-1&ref=sr_1_1
    Minha resenha no site da Amazon (será que eu dei 5 estrelas, hein?) segue abaixo: 
    As vezes os médicos e nutricionistas não são suficientes. É preciso um JORNALISTA INVESTIGATIVO, alguém que sabe escrever e pesquisar, para colocar as coisas nos seus devidos lugares. O livro abaixo é de uma importância MONUMENTAL. Se você for ler apenas um livro na vida sobre dieta leia este. Em primeiro lugar, porque não é um livro sobre "dieta". É um livro sobre sociologia, antropologia (biológica e cultural)  e política da alimentação (parte que ele desenvolve melhor no último livro "The case against sugar", ainda não publicado por aqui). A segunda parte do livro, inclusive, "o que fazer para evitar" é até dispensável, não que não seja importante, mas existem centenas de outras obras que falam acerca disso. É a primeira parte, no entanto, que torna este livro tão fundamental. Nunca, em nada do que li antes, ninguém havia colocado uma questão fundamental. E ela está no capítulo 8 do livro, e se chama "Caso Mental". Sugestivo, não? Trata-se de denunciar um dos efeitos mais perversos da  lógica do "balanço calórico", que, além de cientificamente FALSA,  gera nas pessoas que têm tendência à obesidade um sentimento de culpa e auto-depreciação. Isso por causa de uma lógica inerente a este equivocado princípio: se o balanço calórico existe, ou estas pessoas são gordas porque comem demais (gula) ou porque fazem exercício de menos (preguiça), ou seja, há um juízo MORAL sobre o gordo... e nem preciso dizer o que isso provoca na psique das pessoas, bombardeadas com propaganda de corpos sarados, ao mesmo tempo em que bombardeadas por publicidade de tranqueiras alimentícias em geral, tirando aquele primo que faz comentários maldosos no almoço de família... Não, ninguém precisa; Não, ninguém merece!  Fala, aqui, um jurista. Trata-se de compreender um interessante mecanismo de discriminação, culpabilização da vítima, e que em nada melhora seu estado de saúde, nem física (maior parte das pessoas emagrece mas volta a engordar) nem mental (dispensando explicações).
    Calorias é uma coisa para se "contar", não? O Ocidente moderno adora medir, adora contar, é tão... científico! Não é mesmo?
    Muitos livros na minha vida me instruíram. Mas poucos  (uns 10 ou 15) me deram a sensação de "sair da matrix", de gritar Eureka, de  perceber claramente que há um antes e um depois da sua leitura. TUDO o que nos ensinaram sobre alimentação está errado. E é tão claramente... óbvio!
    PS: sobre política alimentar, na mesma linha, ver documentário do Netflix "Fed Up" (traduzido em português por "Fartos Demais", eu acho).
    PS2: continuo comendo açúcar, bebendo cerveja, quando quero, como quero, e azar! Mas ao menos sei como reduzir danos (evitar ou minimizar picos de insulina) e saber que aquela corridinha besta de 1h não vai "queimar" minhas "calorias" a mais. A propósito, esses "cooper" também estão errados, servem só para detonar as articulações do sujeito, mas isso é outro assunto, ok?
    PS3 : tudo começou há muito tempo atrás quando Lucy não procurava diamantes no céu, mas raízes, ou carne para comer. Modernamente, ou seja, de apenas uns 8.000 anos para cá, tudo mudou... Foi preciso a modernidade, com o avanço da ciência, em especial aquela livre do controle da Big Pharma e do grande capital, para nos darmos conta que nossa carga genética não teve tempo suficiente (300 gerações contra mais de 30.000 - isso que não estou contando da Lucy, mas da matemática menos otimista da origem do sapiens sapiens como parecemos hoje) para adaptar-se à vida em cidades, ao consumo de grãos, ao açúcar, e demais tranqueiras da vida "pós-neolítica". Um outro grande cara é o professor de Harvard Daniele Lieberman - paleoantropólogo, autor de "História do Corpo Humano" - este um livro bem mais denso e acadêmico, mas ainda assim fundamental também.
    ***
    Galera, eu tô brincando com essa coisa de "viram, eu tinha razão" kkkk não levem a sério (o pessoal das antigas já me conhece e deve dar o devido desconto). 
    Mas é importantíssimo o livro. 
    E importantíssima a lição: "defenda o que você acredita, ainda que contra tudo e todos. Você provavelmente estará errado, mas foda-se!"
    Paradigmas existem para serem quebrados. 
    Grande abraço!!!
    I'm back!
     
  5. Upvote
    TribalWolf got a reaction from FitCoupleHim in CALORIAS NÃO EXISTEM!   
    Galera, olha só... 2003. 15 aninhos... Desculpa eu ressucitar esse tópico, mas é dos que eu mais apanhei. 
    Agora, depois de muito mais maduro, muito mais conhecimento adquirido, eu vejo que... lamentavelmente, eu estava... CERTO!!!! 
    Agora tenho base científica e um livro extremamente esclarecedor para tod@s!
    Chama-se "Porque Engordamos" do Gary Taubes e foi lançado a um par de anos no Brasil pela L&PM.
    Quem quiser que veja aqui:
    https://www.amazon.com.br/Por-que-Engordamos-Fazer-Evitar/dp/8525431494?__mk_pt_BR=ÅMÅŽÕÑ&crid=1CF32OSR0EUWT&keywords=gary+taubes&qid=1526353654&sprefix=gary+tau%2Caps%2C272&sr=8-1&ref=sr_1_1
    Minha resenha no site da Amazon (será que eu dei 5 estrelas, hein?) segue abaixo: 
    As vezes os médicos e nutricionistas não são suficientes. É preciso um JORNALISTA INVESTIGATIVO, alguém que sabe escrever e pesquisar, para colocar as coisas nos seus devidos lugares. O livro abaixo é de uma importância MONUMENTAL. Se você for ler apenas um livro na vida sobre dieta leia este. Em primeiro lugar, porque não é um livro sobre "dieta". É um livro sobre sociologia, antropologia (biológica e cultural)  e política da alimentação (parte que ele desenvolve melhor no último livro "The case against sugar", ainda não publicado por aqui). A segunda parte do livro, inclusive, "o que fazer para evitar" é até dispensável, não que não seja importante, mas existem centenas de outras obras que falam acerca disso. É a primeira parte, no entanto, que torna este livro tão fundamental. Nunca, em nada do que li antes, ninguém havia colocado uma questão fundamental. E ela está no capítulo 8 do livro, e se chama "Caso Mental". Sugestivo, não? Trata-se de denunciar um dos efeitos mais perversos da  lógica do "balanço calórico", que, além de cientificamente FALSA,  gera nas pessoas que têm tendência à obesidade um sentimento de culpa e auto-depreciação. Isso por causa de uma lógica inerente a este equivocado princípio: se o balanço calórico existe, ou estas pessoas são gordas porque comem demais (gula) ou porque fazem exercício de menos (preguiça), ou seja, há um juízo MORAL sobre o gordo... e nem preciso dizer o que isso provoca na psique das pessoas, bombardeadas com propaganda de corpos sarados, ao mesmo tempo em que bombardeadas por publicidade de tranqueiras alimentícias em geral, tirando aquele primo que faz comentários maldosos no almoço de família... Não, ninguém precisa; Não, ninguém merece!  Fala, aqui, um jurista. Trata-se de compreender um interessante mecanismo de discriminação, culpabilização da vítima, e que em nada melhora seu estado de saúde, nem física (maior parte das pessoas emagrece mas volta a engordar) nem mental (dispensando explicações).
    Calorias é uma coisa para se "contar", não? O Ocidente moderno adora medir, adora contar, é tão... científico! Não é mesmo?
    Muitos livros na minha vida me instruíram. Mas poucos  (uns 10 ou 15) me deram a sensação de "sair da matrix", de gritar Eureka, de  perceber claramente que há um antes e um depois da sua leitura. TUDO o que nos ensinaram sobre alimentação está errado. E é tão claramente... óbvio!
    PS: sobre política alimentar, na mesma linha, ver documentário do Netflix "Fed Up" (traduzido em português por "Fartos Demais", eu acho).
    PS2: continuo comendo açúcar, bebendo cerveja, quando quero, como quero, e azar! Mas ao menos sei como reduzir danos (evitar ou minimizar picos de insulina) e saber que aquela corridinha besta de 1h não vai "queimar" minhas "calorias" a mais. A propósito, esses "cooper" também estão errados, servem só para detonar as articulações do sujeito, mas isso é outro assunto, ok?
    PS3 : tudo começou há muito tempo atrás quando Lucy não procurava diamantes no céu, mas raízes, ou carne para comer. Modernamente, ou seja, de apenas uns 8.000 anos para cá, tudo mudou... Foi preciso a modernidade, com o avanço da ciência, em especial aquela livre do controle da Big Pharma e do grande capital, para nos darmos conta que nossa carga genética não teve tempo suficiente (300 gerações contra mais de 30.000 - isso que não estou contando da Lucy, mas da matemática menos otimista da origem do sapiens sapiens como parecemos hoje) para adaptar-se à vida em cidades, ao consumo de grãos, ao açúcar, e demais tranqueiras da vida "pós-neolítica". Um outro grande cara é o professor de Harvard Daniele Lieberman - paleoantropólogo, autor de "História do Corpo Humano" - este um livro bem mais denso e acadêmico, mas ainda assim fundamental também.
    ***
    Galera, eu tô brincando com essa coisa de "viram, eu tinha razão" kkkk não levem a sério (o pessoal das antigas já me conhece e deve dar o devido desconto). 
    Mas é importantíssimo o livro. 
    E importantíssima a lição: "defenda o que você acredita, ainda que contra tudo e todos. Você provavelmente estará errado, mas foda-se!"
    Paradigmas existem para serem quebrados. 
    Grande abraço!!!
    I'm back!
     
  6. Upvote
    TribalWolf got a reaction from fisiculturismo in Nabolic Strong para mulher é melhor do que Winstrol?   
    E que tal o Stanazol da RWR?????
  7. Upvote
    TribalWolf got a reaction from Mazynha in A VERDADE SOBRE O CLEMBUTEROL!!!???   
    Bom, galera, o lance é o seguinte:

    1. Como voces sabem, fiz um ciclo de Pulmonil Gel interrompido. Nesse ciclo, eu reportei não ter perdido nada de gordura, em parte devido a minha indisciplina alimentar/aerobica. No entanto, reportei ter sentido um leve AUMENTO DA MASSA MUSCULAR. Na ocasião (checar link abaixo, quem tiver curiosidade) gozaram da minha cara, disseram que o clem só teria efeitos anabólicos em animais, até brincaram que no meu caso era bem possível mesmo, afinal, tratar-se-ia de um LOBO, etc...

    http://www.fisiculturismo.com.br/forum2 ... hp?t=41735

    Corta pra fevereiro de 2004.

    2. Dia desses tava eu na academia aquecendo e veio um instrutor saber se eu nao disporia de um tempinho para atender um mestrando em endocrinologia que estava fazendo uma pesquisa de campo.
    Prontamente concordei em ser entrevistado.

    Pois bem, o fera é mestrando em endocrinologia - aliás, o PRIMEIRO professor de EF aceito no mestrado da UFRGS em medicina. Burro ele não deve ser. Além disso, é ex-fisiculturista de campeonato, foi presidente da Federação Gaúcha e trabalha no departamento do Dr. DE ROSE, pra quem não sabe, o MAIOR especialista brasileiro em dopping, e um dos maiores do mundo, consultor do COI.

    Não estava diante de um amador.

    3. Pois então, começou a fazer as perguntas de praxe, idade, vícios, tempo de treino, etc... até chegar aonde ele queria, que era saber do uso de esteróides anabolizantes.
    Respondi que nunca havia usado.
    Passamos entao a conversar sobre suplementos e falei do PULMONIL, ele então prontamente retornou ao questionario principal, dizendo que o clembuterol ERA SIM UM ESTERÓIDE ANABOLIZANTE, de outro tipo, outra categoria diferente da dos hormonios semelhantes a testosterona mas ainda assim um ESTEROIDE.

    Ficamos discutindo por quase 2 horas (adeus treino naquele dia) onde ele tentou me provar por A mais B que tudo o que eu tinha visto/lido/ouvido aqui no fórum sobre o Pulmonil era MENTIRA que, SIM era anabolizante, talvez não tão prejudicial quanto um Winstrol ou um Dura, mas ainda assim danoso à saúde, que podia provocar uma pá de problemas de coração (arritmia cardiaca entre outros) e eu saí da entrevista assim


    Pois é, galera. Isso foi em fevereiro. Desculpa eu ter demorado a dividir com voces essa minha perplexidade, mas me deu preguiça.

    Desde então estou tentando um contato com ele por e-mail, pois ele ficou de me passar artigos sobre isso, mas por enquanto nada.

    E ai????
    O que pensar disso tudo???

    TW
×
×
  • Create New...