Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'culturismo'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 5 results

  1. fala galera!! Ontem fui abordado por uma pessoa renomada no mundo do fisiculturismo aqui da minha cidade (Brasília) e me deixou empolgado e apreensivo ao mesmo tempo! Como de praxe, na academia levantando meus pesinhos ele veio até mim e me falou sobre participar do estreantes IFBB-DF, e 25 dias depois o campeonato brasiliense... na mesma hora marcamos uma avaliação e conversou comigo sobre participar, dando idéias, e me enviando contatos de treinadores( ele não pode ser pois é árbitro da federação) ... como já venho há alguns meses estudando sobre EAS(nunca ciclei), poses... e desde 2008, quando comecei treinar, sempre estudei a fundo sobre nutrição e musculação, confesso que estou pra meter a cara.. o Único porém é a questão financeira... sei que o esporte exige muito e já gasto muitoooo com ele, sou pai recente e confesso que dindin não sobra!! Gostaria de receber dicas dos atletas aqui envolvidos no site, saber se montando um diário de relatos tipo fórum, as informações cruzadas, citações de nutricionistas... debates e passo a passo , conseguiria chegar lá..
  2. É pessoal, estamos em pleno 2013 e o que mais vemos hoje em dia são revoluções tecnológicas ou novas descobertas sempre a fim de encurtar o caminho do sucesso no que se trata de musculação e construção de um corpo digno de admiração, não é mesmo? Hoje é quase um crime falar que o treino durou mais de 1h no ginásio, treinar 2 vezes ao dia como fazia Arnold é coisa passada, obsoleta. Suplementos são empurrados goela abaixo do povo pelas midias sociais, e cada hora aparece um mais milagroso do que o outro. E as drogas? Parece que o bodybuilding 2000 se tornou uma guerra mais química do que física. A entrada avassaladora dos peptídeos tem tirado aquele espírito de gana que costumávamos ver em Lou Ferrigno, Colombu, e por aí vai... Outra coisa que tem me tirado o sono é o tal do GH15. Eu mesmo acompanho seus posts e particularmente acho-os muito, mas muito úteis e construtivos. Mas não são todos que estão preparados para tal leituras, principalmente os acomodados que só querem um motivo para dizer "Tá vendo, sem drogas não dá pra se desenvolver e etc". Realmente, se você quer um corpo de palco, os hormônios farão parte de sua jornada, assim como de qualquer atleta profissional de alto nível. Ou voce acha que Usain Bolt corre como um cavalo por pura genética? A chave é nos encaixarmos em nossa realidade. Phill Heath não precisa fazer uma dieta rígida fora de pre-contest pois suas drogas inibem a recepção e acúmulo de gordura. Ok!! Mas e você? Para se ter um corpo digno, forte, não é necessário o abuso ou até mesmo o uso de drogas. Mas aí que entram os princípios antigos que cada vez mais andam esquecidos no mundo atual onde comodismo e preguiça são valores da sociedade moderna. Arnold treinava 3-4 horas por dia no ginásio, se ele não ''sentia'' o músculo direito, voltava e fazia tudo denovo!!! Algúem já viu o Fernando Sardinha treinando pernas? Aquilo parece suicídio, mas é na realidade uma grande paixão pelo esporte, pelo desafio e superação a cada repetição. A alimentação faz parte dos seus resultados, e ponto final. Dane-se se o Jay Cutler está comendo pizza e sorvete, você não tem o mesmo suporte que ele, então para ter um corpo decente, precisa se sacrificar. Sinceramente, se você quer crescer, foque no básico e pare com essas merdas do seculo 21. Um suplemento de proteína de qualidade está de ótimo tamanho caso você não tenha condições de comprar ou obter outros!! Isso não é desculpa !! Dentro do ginásio, existem muitas premissas e a cada dia muitas novas regras. Acredite um pouco em seu instinto (claro que , nao sendo um paspalho). Procure levar o músculo treinado no dia a exaustão total na maioria dos angulos possiveis. Coma igual um animal!!! Descanse decentemente!!! Esses são os principios básicos da hipertrofia para se ter um corpo fora do comum. Agora , se voce quer subir no palco, aí sim as coisas mudam. Mas esta não é a realidade da maioria que quer apenas melhorar seu aspecto físico. Acreditem em vocês, amigos.
  3. Umas das coisas que eu mais admiro no fisiculturismo, além de corpos bem trabalhados e construídos, é a verdadeira paixão que os atletas têm pelo esporte que praticam. Porém existem algumas atitudes, que desestimulam os atletas como, por exemplo, a inexistência de vontade esportiva e olhos bem abertos, voltados para a valorização, estímulo e crescimento do nosso esporte. Vejo entidades, setores influentes que não influenciam positivamente no sentido da valorização, dignificação e crescimento do nosso esporte. E quem é atleta sabe muito bem disso. Quando alguns atletas grandes são vistos em lugares públicos, muitas pessoas os apontam e falam: “olha lá um bombado!” Outros dizem: “esses caras aí só sabem puxar ferro e ficar na academia o dia inteiro.” E tem aqueles que dizem: “esses caras sarados, não tem a menor cultura.” E tem gente que fala assim: “seu eu tomar uns anabólicos fico igual ou até melhor do que aquele ali.” Estas pessoas que pensam desta forma, não sabem que para se alcançar um físico como o de um fisiculturista, é necessário ter dedicação aos treinos, disciplina na dieta, genética privilegiada e também muito estudo para adquirir conhecimento ao longo de muitos anos de treino. Sem isso, fica difícil atingir tal nível. De modo que é muito fácil sair falando, “tomou isso e aquilo e ficou grande”. Umas das coisas que vejo é que os atletas pegam o seu salário, — que muitas vezes vem suado, — e investem tudo na preparação dos campeonatos. Quando na verdade acredito que deveriam aplicar seus ganhos em alguma coisa mais sólida. Afinal aqui no Brasil não se tem incentivo nenhum, para o nosso esporte. Já ouvi várias histórias sobre os extremos a que os atletas se submetem. Alguns atletas chegam até a vender seus próprios carros para terem mais recursos financeiros. Então vamos lá. Acredito que para o campeonato, o atleta deve investir uma soma considerável em dinheiro, numa boa preparação física. Esses gastos incluem: a dieta, suplementação, algumas vezes viagens até internacionais e tudo mais o que necessitam para chegar em boas condições para o dia D. Afinal, ninguém quer fazer feio. E na maioria das vezes todos esses gastos são custeados pelo próprio atleta, e ainda tem a despesa de inscrição no campeonato que vão disputar, e quando o atleta vence o que ele ganha? A resposta é: UM POTE DE WHEY PROTEIN, um muito obrigado e ainda ouve pelo alto-falante alguém que não colocou nenhum centavo para fazê-lo chegar até ali dizer: “Esperamos vê-lo na próxima temporada.” Ora essa... Falando francamente: ganhar um pote de WHEY de prêmio, É DESRESPEITO ao atleta que na pior das hipóteses representa a dedicação ao que há de positivo dos nossos jovens, representa não ingressar no mundo das drogas, representa um universo de hábitos saudáveis, e representa se possível o Brasil no exterior, quando conseguem e se conseguem sair do país para competir la fora. Já conversei com vários atletas amigos meus, e muitos me disseram que não competem mais por esses motivos. Não competem justamente porque não tem o incentivo para continuarem a competir. O atleta se esforça se prepara e investe às vezes até um dinheiro que não tem, e não ganha nada. Isso é sem duvida desestimulante! E isto já vem acontecendo há muitos anos e não vejo nada ser feito para mudar, melhorar, corrigir. Penso que se houvesse algum projeto conjunto entre as federações e as empresas de suplementos que patrocinam os campeonatos, as premiações e apoios poderiam ser melhores e mais estimulantes! Não quero dizer que se pague 10 mil reais para o primeiro colocado. Vamos lembrar que todos ganham, ou melhor, quase todos: as federações, o corpo de arbitragem, as empresas que mostram suas marcas, e seus produtos no dia do evento. Mas pergunto: E os atletas? O que ganham eles? Acho que vocês já sabem a resposta. Penso que já está mais que na hora dos atletas receberem um prêmio justo nos campeonatos. E não apenas um pote de WHEY. Que palhaçada! Qualquer um pode comprar um pote de WHEY PROTEIN nas lojas por aí. Lembro que os atletas são os verdadeiros protagonistas das competições, pois sem eles não haveriam os campeonatos. Está mais do que na hora de os campeonatos serem mais bem organizados. Várias e várias vezes eu estive presente em diversas competições e vi os atletas entrarem no palco e esperarem por sua música para iniciar suas apresentações e cadê a música? Simplesmente sumiu, e o atleta faz as poses sem música, ou usa uma outra qualquer, e com isso acabam prejudicados, pois não utilizam a música, ensaiada preparada dias e dias antes, para sua apresentação individual. Ou seja, o atleta não é apoiado e respeitado e assim não tem condições de apresentar o melhor do seu trabalho. Como pode? Em plena era do MP3 do “Blue ray” acontecer uma coisa dessas? Isso não deveria ocorrer jamais. Outro ponto importante é a iluminação na hora das apresentações. Sem uma boa luz não se vê os competidores direito, ou seja, o palco muitas vezes acaba sendo iluminado apenas em um ponto, ou mais na frente ou atrás, de modo que se o atleta vai pra frente ele fica na luz e se vai pra traz fica no escuro e desaparece. O público acaba não vendo direito os detalhes dos competidores, e pior, talvez até nem mesmo os árbitros a bem da verdade conseguem ver. O palco todo deve estar sempre bem iluminado para que os atletas mostrem todo o seu potencial. Bem, sobre os apresentadores... alguns deles, em dado momento, acabam por lançarem ao público, por conta própria, brindes, como camisetas, bonés e outras coisas. Acho que lugar de apresentador é atrás da bancada chamando as categorias e posteriormente anunciando os campeões. Eu nunca vi os apresentadores do Mr. Olympia ficarem jogando brindes para o público. Penso que seria bacana tentar seguir o exemplo dos profissionais, porque eles fazem os eventos bem feitos. Mas... alguém vai dizer: “Nós aqui somos amadores e não temos recursos como eles têm.” Ok concordo com isso, mas todos sabemos que sempre da para fazer melhor. Os eventos poderiam e deveriam ser realizados de maneira que não apenas o publico que curte a musculação e os fisiculturistas fossem prestigiados. E sim o público em geral. E com isso poderiam surgir quem sabe, até novos interessados em patrocinar os atletas, os campeonatos. E desta forma o esporte seria mais bem visto pela sociedade. Infelizmente é do nosso conhecimento que alguns competidores ainda desrespeitam os lugares que são oferecidos para os eventos, e colocam as suas mãos sujas de “pro tan” nas paredes brancas. E isto não é nada bom para a imagem do fisiculturismo, ou seja, mancha o esporte. Especialmente para quem cede, empresta estes espaços, que na verdade devem ser muito bem preservados, para que todos os campeonatos sempre tenham lugares de qualidade para serem realizados. E se contarmos com lugares de qualidade nas apresentações, o nível do espetáculo será cada vez melhor. Entretanto, sobre as federações, entendo que poderia haver sistemática de eleições. Como qualquer outro meio, universidades, cidades, estados países. Credos religiosos. Até os papas são eleitos...! Uma eleição de tempos em tempos seria muito bem vinda, para trazer novas pessoas, com novas idéias. Uma eleição onde seriam escolhidos novos visionários. Homens capazes de contribuir ainda mais para o crescimento do nosso esporte. Aqui na realidade, aqui no presente, em 2009, idealizo um futuro de reconhecimento aos atletas e ao fisiculturismo brasileiro. Espero que daqui a 5, 10 ou 20 anos, em 2029 eu possa ver os atletas serem mais respeitados e admirados pela nossa sociedade pelos patrocinadores e também pelas outras modalidades de esporte. E sonho que no futuro os atletas possam viver do esporte. Despeço-me de vocês desejando um, feliz natal e um 2010 com muita hipertrofia nas relações sociais!
  4. until
    Categorias:Fitness coreográfico femininoMaster masculino únicaJuvenil até 21 anos única Culturismo feminino única Culturismo clássico até 1,80m e Acima de 1,80m Body shape até 1,75m e Acima de 1,75m Fitness model feminino única Físico atlético feminino única Sênior até 70kg, 80kg,90kg e acima de 90kg Fitness model masculino - Até 1,74m e acima de 1,74m Wellness até 1,58m, até 1,63m e Acima de 1,63m Overall sênior Overall wellness Inscrições de 01 a 23 de Novembro de 2015 Valor: R$100,00 Técnicos isentos de taxa de inscrição e-mail: tinotreiner@hotmail.com Informações:(13) 997010807 ou 33717275
  5. Vendo Revistas Antigas de Musculação e Artes Marciais. Documento Histórico da Era de Ouro do Fisiculturismo Brasileiro. São revistas dos anos 70 e 80 editadas e publicadas no Brasil. Mr Vigor, Musculação Desportiva, Músculos e Força, Combat Sport, KIAI, etc... Entre em contato para saber quais edições e os preços de cada uma delas, algumas são de coleção vendidas somente o pacote desde o número 1!
×
×
  • Create New...