Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'gordura'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 36 results

  1. Em matéria publicada na revista FLEX, de dezembro de 2008, Joe Wuebben traz as oito maiores tolices de uma dieta e, ao mesmo tempo, explica como não cometê-las e o jeito correto de manter a boa forma. 1º erro => ser sovina no café da manhã Comer pouco no café-da-manhã pode colocar o seu organismo em estado catabólico, o que causa a perda de massa muscular, retarda o metabolismo e impede a queima de gordura. Chris Aceto, autor do livro Championship Bodybuilding and Everything You Need to Know about Fat Loss, ensina que, com a baixa taxa de açúcar no sangue aliada à falta de proteínas recentemente digeridas, o corpo parece entrar num estado catabólico, no qual os músculos são mais queimados do que construídos. Aceto aconselha a comer grande quantidade de carboidratos pela manhã, o que aumenta o nível de açúcar na corrente sanguínea, aliviando, assim, a carga sobre as proteínas e a massa muscular. Veja-se que, quando se está dormindo, a condição de jejum faz com que o organismo, à procura de energia, recorra aos músculos. O ideal, segundo o artigo, é começar o dia com 80 ou 100g de carboidratos – os de rápida digestão irão imediatamente para o sangue e aqueles que são digeridos lentamente darão energia para passar o dia – e de 30 a 50g de proteínas. 2º erro => ingerir pouca proteína Chega a ser ofensivo acreditar que é excessivo comer mais de 200g de proteína por dia. Aceto explica que “a proteína é igual a um reparador de danos – quando se vai para a academia, mesmo sendo um iniciante, a fibra muscular é danificada e o ingrediente primário para a sua reconstrução é a proteína”. A indicação da FLEX é de que o consumo de proteína precisa ser de, no mínimo, 1g por cada 1kg de nosso peso corporal todos os dias. Para hardgainers, a proporção deve ser de 1,5g a cada 1kg, por isso, a maioria dos fisiculturistas consomem, diariamente, shakes de proteína. 3º erro => exagerar no carboidratos simples Wuebben clareia que a escolha dos tipos de carboidratos deve ser feita com atenção, pois, a ingestão de muitos carboidratos simples pode resultar no aumento da gordura corpórea. A melhor opção é comer carboidratos de digestão lenta, tais como inhame, batata-doce, aveia e pães integrais. Já o consumo de carboidratos simples – pão branco, doces, açúcares – deve ser mínimo, exceto, é claro, imediatamente após o treino, quando é aconselhável ingerir entre 40 e 100g de carboidratos de rápida absorção, a fim de iniciar-se a reconstrução muscular. 4º erro => não balancear as refeições Em toda refeição, é preferível que a quantidade de proteínas esteja em equilíbrio com a de carboidratos, porque, consoante pontua Aceto, um prato constituído de carboidratos excessivos trará picos de açúcar no sangue, a diminuição de energia e barreiras à queima de gordura. De outro lado, quando a proteína encontra-se presente em grande número e ausentes são os carboidratos (por exemplo, tomar somente whey protein após a malhação), os aminoácidos não serão efetivamente absorvidos pelos músculos devido à carência de insulina. A recomendação é de que a porção de proteína seja exatamente igual a de carboidrato, um para um (1:1), com uma moderada combinação de gordura saudável. Todavia, Chris diz que “se você tem o metabolismo acelerado, sinta-se à vontade para comer mais carboidratos”. 5º erro => eliminar as gorduras É uma questão de lógica, comer gordura pode deixá-lo gordo, mas proteína e carboidrato em excesso também, logo, batatas fritas estão fora de cogitação e a boa gordura deve ser abraçada. Alimentos como ovos, salmão, carne vermelha magra e azeite de oliva são providos de “blocos de construção” para os hormônios que regulam o crescimento e a queima de gordura. É um erro eliminar por completo a gordura de uma dieta, pois o organismo está contantemente procurando gordura sadia, necessária à facilitação das mudanças positivas. A FLEX indica o consumo de uma a três gemas de ovos por dia, de carne magra uma vez ao dia – a gordura saturada encontrada num bife elevará o nível de testosterona –, de óleo de oliva em saladas, de nozes, amêndoas e amendoins. Em resumo, de 15 a 30% dos nutrientes diários devem ser provenientes da gordura saudável. 6º erro => indisciplina O fisiculturismo não é loteria; até mesmo aqueles que são agraciados geneticamente (Ronnie Coleman, Jay Cutler, Arnol Schwarzenegger) não moldaram seus físicos da noite para o dia. Isso leva tempo e, mais do que qualquer coisa, disciplina. Chris Aceto ensina que “você tem que ser disciplinado e comer corretamente todos os dias para atingir os seus objetivos e, assim, a seu tempo, o sucesso chegará”. 7º erro => comer muito antes de dormir É fato que o metabolismo torna-se mais lento à noite, já que durante o dia, as pessoas são mais ativas. E, em função disso, as calorias consumidas ao final do dia ficam propensas a serem armazenadas em forma de gordura – o que acontece verdadeira e intensamente com os carboidratos. Isso não significa que tem-se de pular a última refeição, é só se manter longe dos carboidratos antes de ir para a cama. O ideal, de acordo com Joe, é ingerir de 20 a 40g da proteína caseína (de lenta disgestão), provendo aos músculos um afluxo constante de aminoácidos durante o sono, o que manterá o anabolismo, não o catabolismo. 8º erro => não ter objetivo Em qualquer coisa que se faça, primeiramente deve-se delinear, jamais vagamente, uma meta. O objetivo precisa ser tangível, específico, claro. Com dietas não é diferente. Apenas dizer que quer ficar grande e enxuto não basta; requer-se uma dieta nutricional diferenciada. Por que os fisiculturistas devem seguir dietas diferentes antes de uma competição e fora de temporada? Não adianta fixar um objetivo de ganhar 10kg de massa muscular e comer como um passarinho. Você deve comer proteínas suficientes e fazer as outras coisas necessárias ao ganho de músculos, incluindo a quantia certa de carboidratos e gorduras, bem como de suplementos alimentares. FONTE do artigo: Revista FLEX de dezembro de 2008
  2. Então galera, desde a metade da minha adolescência eu percebi um aumento na área dos meus dois mamilos, mas nunca me incomodou. Esse ano eu comecei a malhar e a preocupação com o corpo subiu, como eu sempre fui gordinho, quis emagrecer e comecei a me preocupar mais com isso. Fui mais a fundo e descobri que o que pode ter acarretado isso foi uma disfunção hormonal e coisas do tipo. (nunca fiz uso de AE's). Atualmente eu ainda estou gordinho: Tenho 1,76m Peso 76kg BF: 17% Tenho 19 anos A minha dúvida é: Vocês acham que dá pra eu ter um resultado somente com a diminuição do meu BF? Eu não tenho condições de pagar a cirurgia, então queria alternativas pra isso, mas já vi muitos relatos de pessoas que eram MAGRAS e mesmo assim a gineco persistia. Vou anexar algumas fotos pra vocês analisarem se isso é apenas meu BF alto ou se vai ser preciso eu partir pra faca. Qualquer ajuda é bem-vinda! Ps.: Quando coloco camisa, fica praticamente imperceptível, mas tirar? JAMAIS!
  3. Olá! Tenho 20 anos, acho que 1,82 de altura e 71 de peso. Sou magro, porém tenho uma barriga de chopp considerável! Tenho treinado e comido bastante, os músculos começam a crescer, mas a barriga acompanha, o que faço? Vejam minha rotina: 08:00 Como 2 pães brancos com queijo ou manteiga, e tomo café ou leite. 9:30 treino 11:00 Feijão, macarrão, arroz, carnes, salada e ás vezes batata doce 12:00 vou trabalhar (de 12:30 ás 16:30) - No trabalho bebo água de uma em uma hora, porém não como nada, por que não faço ideia de algo saudável pra levar e que não seja desconfortável em relação aos colegas de trabalho. Quando saio do trabalho vou direto pra a faculdade. Acabo comendo uma coxinha e um pastel, com um del vale de 450ml ás 17:30 Tenho aula de 18 ás 22, como uma barra de whey ás 20 horas. Chego em casa ás 22:30 e repito o almoço. Durmo ás 23:30 Ufa, que desafio, ALGUÉM ME AJUDAA? Gostaria de perder barriga sem perder muita massa muscular, já que tenho pouca! haha TREINO: Peito e tríceps (seg e quin), Costas e bíceps (terça e sexta), Perna e ombro (Quarta e sábado) Domingo OFF
  4. Boa noite pessoal. Desculpem estar postando aqui, mas como estou com 4 frascos de spray pam (azeite de oliva extra virgem) e como não vou utilizá-los, gostaria de vendê-los a quem interessar. Estou pedindo R$25,00 em cada e o lote de 4 unidades posso fazer por R$70,00. Os interessados entrar em cntato por email: ihaido@hotmail.com ou whatsapp: (21) 998662919. Tenho fotos para enviar. Grato.
  5. Bom gente, tenho 14 anos, 1.73 de altura, e 96 quilos, Sempre fui meio gordo... Começei na academia faz 4 meses, quando eu entrei, tinha 86 quilos sendo muita gordura, ao decorrer desses 4 meses, ganhei mais força, e volume, ( ganhei mais 14 quilos ) Assim começei a dieta ''Zero Carb'' Pesei os 100 quilos num sábado, e começei a dieta na segunda. Nesses 5 dias de dieta, perdi 4 quilos, em eu braço afino um pouco. Queria saber se eu sair de um ''bulk'' e entrar direto numa dieta 0 CARB , ( Comendo só Carne de boi, linguiça, filé de frango , ovos e Refri Light ) Eu tenho muitas chances de CATABOLIZAR? Na boa, não critiquem minha idade, ou me chamem de gordo, pra ajudar dê uma dica de dieta, ou responda de eu posso catabolizar muito , Obg ;]
  6. A gordura abdominal ou visceral aumenta o risco da diabete tipo 2, a hipertensão, aumenta a gordura no sangue, o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. O problema é mais grave nos homens do que nas mulheres, mas muitas mulheres armazenam mais gordura nas vísceras após a menopausa. Uma pesquisa australiana reuniu os resultados de 35 estudos (meta-análise) e constatou que o exercício aeróbio é melhor para diminuir a gordura visceral. A maioria dos estudos acerca do treino com peso mostrou apenas pequenos efeitos. Os pesquisadores não conseguiram encontrar provas suficientes para dizer que a combinação de exercício aeróbico com musculação funcionou melhor do que o aeróbico sozinho. Eles concluíram que a intensidade moderada de exercício aeróbico – 150 minutos por semana – diminui a gordura abdominal. Fontes: Obesity Reviews, 13: 68-91, 2011 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pg. 74.
  7. Certamente você já ouviu falar em lipoaspiração, procedimento cirúrgico em que são retiradas as células de gordura do corpo. É uma técnica extremamente eficaz para eliminar gorduras, porém, é um procedimento muito caro e envolve riscos consideráveis. E lipo sem corte? Você já ouviu falar? Na realidade, não se trata de lipoaspiração, apesar do nome. Trata-se de um procedimento realizado com um aparelho não invasivo (técnica não-cirúrgica, sem corte), que emite ondas que implodem as células de gordura. As células de gordura destruídas são eliminadas pela urina. É um procedimento mais barato que a lipoaspiração e não envolve riscos à saúde. Saiba mais sobre este procedimento no vídeo abaixo: Pessoas que praticam musculação e desejam ter o corpo mais perfeito possível em termos estéticos porem adotar o procedimento de modo complementar aos treinos e dieta. A seguir, apresentamos mais detalhes sobre o procedimento de lipo sem corte: Como este aparelho é chamado? Este aparelho é chamado de BHS 135 ou simplesmente de Lipo sem Corte. Onde ele é fabricado? Este aparelho é importado, sendo fabricado na Argentina, sendo vendido para mais de 40 Países no mundo, a empresa fabricante é a Body Health. Como funciona? O aparelho emite uma onda chamada de cavitação ou ultra-cavitação, sendo considerado como um ultrassom, esta frequência em contato com a gordura faz o choque da mesma criando uma bolha de ar onde em seguida implode, liberando calor, por isso o cliente quando em procedimento deve sempre avisar que esta quente, o aparelho nunca esquenta. Quando esta sendo realizado o procedimento este aparelho tem como função de deixar tudo firme, ele emagrece (perda de medidas) muito rápido e como possui os LEDS o corpo fica firme sem flacidez. Reduz medidas? Cada ser é diferente do outro, tem pessoas que irão perder 1 cm, outros 2 cm, e também tem pessoas que possuem facilidade em perder mais de 4 cm em uma única sessão. Numa única sessão já tive cliente que perdeu 6 cm. Como são as sessões? As sessões podem ser feitas uma vez por semana, se paciente pratica esporte ou faz academia pode ser feito ate duas vezes por semana. Aonde pode ser feito as sessões (local)? As sessões podem ser feitas em duas áreas no mesmo dia, uma no abdômen e outra nos flancos ou pernas frente e posterior, ou braços e costas, o cliente e quem vai indicar onde mais lhe incomoda e assim será feito o procedimento. Duração de cada sessão? A duração de cada sessão vai depender muito do local onde esta sendo trabalhado, um local só vai ser de 20 a 30 minutos (depende tamanho da área a ser tratada), se for feito em dois local no mesmo dia será de 40 minutos a 1 hora, também dependendo do local se tiver muito gordura para ser retirada. Tem contra indicações? Este aparelho e contra indicado para mulheres grávidas, pessoas que tem marca passo, e possuem câncer. Sempre é viável fazer uma avaliação antes com o Terapeuta para evitar quais danos ou futuras complicações. O resultado é visível quando? O resultado do tratamento é visível na primeira sessão, pois é tirada as medidas antes do procedimento e logo em seguida de novo, onde o próprio paciente vê a diminuição do abdômen ou do local que foi tratado. Resultados são duradouros? Quando você perde medidas ou gordura esta gordura não volta mais, sendo só em casos extremos, como disfunção hormonal grave que poderá voltar, mas mesmos assim os resultados são duradouros. O preço deste tratamento? Depende cada caso é um preço, pois tem paciente que quer só um local para tratar e outro dois, por isso varia, em média uma sessão é de R$ 150,00 a R$ 200,00. Na clinica onde realizamos os procedimentos são feitos pacotes que podem ser mais em conta, tudo dependendo do local e área a ser tratada e também a quantidade de sessões. Tem outra forma de observar se esta tendo resultado? Quando o paciente for ao banheiro ira sentir um cheiro mais desagradável ao urinar, também após urinar não de a descarga e volte 10 minutos depois vemos uma bola de gordura em cima da água. As roupas após a primeira sessão vão cada vez ficar mais folgadas. De quanto em quanto tempo posso fazer o procedimento? Os procedimentos podem ser feitos seguidos ate que o paciente esteja satisfeito com o resultado do seu corpo. Também pode ser feito 05 seguidas e parar, como também 10 e assim por diante. Como faço para conseguir este tipo de tratamento? Os procedimentos são feitos em clínicas de estética que possuam o aparelho BHS 135. Para esta matéria, realizamos a sessão na Let's Estética. Agradecemos a todos que tornaram esta matéria possível, principalmente: Let's Estética (SCES trecho 2, Condomínio La Torre, Bloco A, sala 214, ao lado do clube ASSEJUS e próximo da ponte JK, telefone 61-3327 3281) Laerte de Assunção Hansen Jade Palma Lelê Araújo
  8. Quando se objetiva o ganho de massa muscular, além de um treinamento apropriado, faz-se necessária uma nutrição específica. No dia a dia, atendendo inúmeras pessoas com esse objetivo em comum, observamos alguns erros clássicos, que acabam comprometendo toda a busca pelo resultado esperado. A ideia desse artigo é apresentar alguns desses equívocos com uma breve discussão. 1. Aumentar desesperadamente a ingestão calórica, sem se preocupar com a qualidade das calorias ingeridas O princípio básico para se aumentar a massa muscular realmente seria ingerir mais calorias do que se gasta. No entanto, a qualidade dessas calorias é igualmente importante, visando principalmente a obtenção de massa muscular sem o indesejado acúmulo de gordura corporal. 2. Pular/omitir refeições A distribuição das calorias e dos nutrientes deve ser fracionada ao longo do dia. Fazer uma refeição a cada 3 horas é regra básica tanto para aumentar a massa muscular quanto para eliminar gordura corporal. 3. Não dedicar atenção especial para as refeições pré, durante e pós treino Antes do treinamento, a nutrição deve garantir um adequado fornecimento de energia para a execução do treinamento. Em alguns momentos, uma nutrição durante o treino (na forma de suplementos) também apresenta grande validade visando retardar a fadiga. Após o treinamento, deve-se aproveitar a “janela de oportunidades” que se abre, proporcionando ao organismo o fornecimento adequado de nutrientes que garanta um ótimo processo recuperativo e otimize a síntese protéica. 4. Evitar todo e qualquer tipo de ingestão de gordura Dentre inúmeras funções, a ingestão de gordura é fundamental para uma adequada síntese do hormônio testosterona. Recomenda-se cerca de 25 a 30% da ingestão calórica total proveniente de gorduras, sendo que destas, 2/3 deveriam provir de fontes insaturadas e apenas 1/3 de fontes saturadas. 5. Confiar em propagandas “milagrosas” de suplementos alimentares Com o avanço da indústria da suplementação alimentar, podemos arriscar a dizer que praticamente todos os dias alguma empresa em alguma parte do planeta lança um novo produto. As propagandas, muitas vezes tentadoras, levam algumas pessoas a acreditarem que naquela pílula está a solução dos seus problemas estéticos. Pode parecer óbvio, mas é sempre bom relembrar: o suplemento alimentar apenas irá auxiliar na obtenção de resultados. É impossível alguém atingir seus objetivos confiando apenas no suplemento e negligenciando a alimentação e o treinamento. A suplementação deve complementar sua dieta de acordo com suas reais necessidades. Suplemente sim, mas com inteligência! 6. Restringir totalmente a ingestão de sódio Realmente uma ingestão descomedida de sódio promove, entre outros malefícios, uma retenção hídrica indesejada. No entanto, algumas pessoas com receio desse nutriente, acabam o eliminando totalmente da dieta, o que é um grande erro. Necessitamos de sódio para diversas funções vitais, dentre elas a contração muscular. O bom senso em se utilizar quantidades adequadas fará a diferença. 7. Não comer alimentos fonte de fibras, vitaminas e sais minerais Observamos pessoas se preocuparem excessivamente com a qualidade da proteína ingerida ou com a quantidade exata de carboidrato na dieta, mas acabam se esquecendo dos cofatores do metabolismo – vitaminas e sais minerais. Sem uma ingestão adequada desses micronutrientes, o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas acaba sendo prejudicado. Não preciso nem dizer que a referida ausência atrapalharia todo o processo de ganho de massa muscular. Já as fibras, quando presentes na dieta entre 20 e 30 gramas ao dia, exercem vários benefícios, sendo importantes para a manutenção de uma boa saúde. 8. Acreditar que apenas o peito de frango é uma ótima fonte protéica O peito de frango é uma ótima fonte protéica com baixo teor de gordura. Isso faz com que algumas pessoas o utilizem praticamente como única fonte de proteínas da dieta. Alguns cortes bovinos como patinho, coxão mole, alcatra, lagarto, dentre outros, também possuem uma ótima relação de proteína/gordura, podendo ser igualmente utilizados. Peixes e ovos também possuem proteínas de grande qualidade, proporcionando maior variedade para o cardápio e facilitando a adesão a longo prazo. 9. Não manter uma ingestão protéica adequada Grande parte dos indivíduos engajados em um programa de ganho de massa muscular, já tem consciência da importância da ingestão de proteínas para obtenção de grandes resultados. Mas uma minoria se preocupa em garantir uma boa ingestão protéica em todas as refeições. De nada adianta utilizar um ótimo tipo de proteína no momento pós-treino com a melhor whey protein do mercado, e esquecer dos demais horários. Lembrando que todas as refeições do dia deverão conter quantidades adequadas de proteína de qualidade. 10. Negligenciar a hidratação Já me deparei com pessoas que investem verdadeiras fortunas nos maiores lançamentos de suplementos alimentares ao redor do mundo e que acabam fracassando na busca por seus objetivos pela ausência de uma substância gratuita em sua dieta: água. Tanto para obter aumento de massa muscular quanto para reduzir a gordura corporal, necessitamos estar bem hidratados. Ingira entre 100 e 200 ml de água por hora do seu dia, aumentando essa quantidade para cerca de 500 a 1000 ml de água/hora durante o treinamento. Esses são apenas 10 erros comuns observados em pessoas que desejam aumentar a massa muscular. Qualquer um desses erros pode impedir a obtenção dos resultados pretendidos. Para evitar equívocos como esses, procure sempre buscar informações sobre o assunto e, claro, a orientação individualizada de um nutricionista.
  9. Temos a taxa metabólica basal, uma quantidade de energia necessária para manter nossos órgãos em funcionamento. Sem ingestão de comida(energia), não sobrevivemos. Você sabia que dietas restritivas fazem com que percamos uma certa quantidade de massa de nossos órgãos? Sim, quando fazemos uma dieta restritiva, não perdemos apenas gordura e massa muscular, perdemos massa de nossos órgãos. Artigo: https://www.cambridge.org/core/journals/proceedings-of-the-nutrition-society/article/metabolic-adaptations-during-negative-energy-balance-and-their-potential-impact-on-appetite-and-food-intake/92FC7CC3D00F801FBC1B8F4A164ADECD Imagem abaixo sobre custo energético de cada órgão(lado direito da imagem) e dentre outros fatores que afetam nosso gasto e ingestão energética.
  10. Olá. Entrei na academia em agosto/04, tenho 1.80 e apenas 60kg. Desejo ganhar peso através da massa muscular e com isso comprei o hipercalórico NUTRI MASS 7000. Estou com algumas dúvidas em relação ao seu uso: em que horário eu devo toma-lo? ele ajuda aumentar o peso dando gorduras? Eu pensei em usar o BCCA, mais como eu acabei de entrar na academia achei melhor esperar mais um tempo. Se puderem me responder, eu também queria saber mais sobre o suplemento BCCA, sua utilizaçao e vantagens. Bem eh isso... Aguardo respostas...FLW
  11. tenho um percentual de gordura até baixo, mas tenho akele pequeno problema q icomoda a maior parte das pessoas... gordura localizada no abdomem... gostaria de saber um treinamento para perder essa gordura, mas q não atrapalhasse no meu objetivo maior q é ganhar massa muscular
  12. Um estudo de referência do Instituto do Câncer Dana-Farber mostrou que o exercício promove o uso e a quebra de gordura estimulando o músculo a liberar um hormônio chamado PGC-1 alfa. O hormônio recém-descoberto transforma a gordura branca no abdômen em gordura marrom, promovendo a perda de gordura total. Usar o PGC-1 alfa como um fármaco pode promover a perda de gordura de um modo semelhante ao do exercício. O hormônio não foi testado nem aprovado em humanos. Ele pode proporcionar uma nova forma de tratar a obesidade no futuro. Nesse ponto, a melhor maneira de aumentar o PGC-1 alfa é praticar mais exercícios físicos. Fontes: International Journal Obesity publicado online em 31 de janeiro e 2012 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pg. 74.
  13. Fala galera do forun, beleza ? Meu nome é Adriano e já tenho um tópico aberto aqui sobre aes, porém quis abrir esse para obter informações sobre alimentos no qual eu possa acrescentar na minha dieta. Tenho 1.77 de altura e peso 81 kg Treino 5/6 X por semana. Minha dieta e composta por 160 de proteína 160 carbo 80 gordura Divido essa quantidade em 6 refeições Queria que a galera me ajudasse no conhecimento de alimentos no qual eu possa adicionar na dieta. Valeu forte abraço.
  14. E ae pessoal, estou abrindo esse topico pois gostaria de ajuda para montar um treino para uma amiga, a qual vou ajudar nos treinos. E o seguinte, ela possui aquele biotipo "pera", isto é, em cima é magro e engorda apenas nas pernas. Como faz tempo que ela nao treina em academia, tava pensando em montar um circuitinho basico de musculaçao que envolveria pernas, pois a intençao é melhorar a musculatura além de emagrecer, entao tava pensando em colocar nesse treino exercicios pra perna no entanto tenho medo de aumentar mais ainda o membro. O que seria melhor, um treino com carga normal nas pernas ou exercicios praticamente com carga baixa nas pernas apenas para gastar um pouco de energia e acelerar o metabolismo? Alguém tem pratica com treinos para esse tipo de mulher? Abraço
  15. Não é aconselhável o uso de T3 e de T4 para pessoas que apenas visam a diminuição da gordura corporal, a não ser que esse aumento de gordura corporal esteja vinculado a problemas de hipotireoidismo ou uma tireopausa(diminuição de hormônios da tireoide causados pela idade mais avançada). Os hormônios da Tireoide são como o “acelerador” do corpo se comparado a um carro, pois eles que ditam as regras de quanta energia(“calorias”) cada célula do nosso corpo estaria autorizada a utilizar para seu funcionamento. Uma quantidade reduzida desses hormônios, que pode ser um hipotireoidismo ou uma tireopausa, leva a um consumo calórico menor, fazendo com que a pessoa possa acumular gordura com mais facilidade. T3 e T4 são hormônios liberados pela glândula Tireoide, sendo que o T3 é o que apresenta função ativa biológica 5 vezes maior do que o T4, mas a Tireoide produz T4 predominantemente em quantidades muito maiores do que a de T3. O T4 nos tecidos alvo é convertido em T3, e esse sim passa a ter papel fundamental no metabolismo do corpo1. A Levotiroxina comparada em farmácias, é na verdade o T4 sintético, que nos tecidos alvo vai se converter em T32 que é propriamente dito o hormônio ativo que atua no nosso Metabolismo. Só que essa conversão nem sempre acaba em T3 ativo para agir no nosso metabolismo, pois algumas coisas interferem nessa conversão. Em algumas situações o corpo acaba por converter o T4 no que é chamado de T3 reverso, com função biológica inativa, e essa é a forma de autodefesa do corpo, quando ele precisa poupar energia por exemplo7. Ao fazer dietas rigorosas onde a pessoa se submete a passar fome, ou quando o intervalo entre as refeições é longo e o corpo sente a necessidade de economizar energia, ele acentua a conversão de T4 em T3 reverso diminuindo assim o metabolismo corporal7. Uma das coisas que colaboram para diminuir essa conversão, é o stress e a liberação excessiva de Cortisol8, que inibem a conversão de T4 em T3 originando uma conversão de T4 em T3 reverso, alguns medicamentos como os glicocorticoides também atuam nessa conversão, resultando em uma quantidade maior de T3 reverso3. É muito comum ver pessoas do meio da musculação que praticam atividades físicas em academias, usando Levotiroxina(T4 sintético) para tentar aumentar o metabolismo afim de baixar mais facilmente o % de gordura. Mas como descrito acima, nem sempre uma quantidade grande de T4 irá resultar em uma grande quantidade de T3. Isso ocorre, pois simplesmente existem algumas pessoas que ao ingerir Levotiroxina, acabam não obtendo o resultado desejado por deficiência na conversão de T4 em T3 ativo4. Isso também ocorre em alguns dos tratamentos de hipotireoidismo tratados com Levotiroxina(T4 sintético), nesses casos é comum atualmente alguns médicos5 citarem a indicação do tratamento com T3 sintético também, que é a forma mais ativa dos hormônios da tireoide. O T3 na sua forma sintética já foi vendido nas farmácias antigamente com o nome de Cynomel, mas sua comercialização foi suspensa pela ANVISA, justamente pelo fato dos abusos do uso do medicamento por pessoas que tinham a vontade de emagrecer. Hoje apenas encontramos T3 para venda com receita em farmácias de manipulação. E no caso do uso de Levotiroxina(T4 sintético) para fins de emagrecimento onde não estiver havendo resultado, como explicado acima, e a pessoa aumentar a dose, isso poderia trazer junto com o aumento da dose do T4, todos os colaterais do produto aumentados, criando uma maior possibilidade de problemas cardíacos. Outro problema enfrentado pelas pessoas que usam Levotiroxina(T4 sintético) para diminuir a gordura corporal, é que todo T3 oriundo da conversão de T4 em T3, causa um feedback negativo sobre a Hipófise e o Hipotálamo6, oque poderia causar após a suspensão do uso da Levotiroxina um efeito rebote, onde algumas fontes apontam para uma possível tendência de aumento de peso após a Levotiroxina ser descontinuada. Outra coisa que as pessoas que usam Levotiroxina para emagrecer as vezes desconhecem, é que a Meia Vida Plasmática dela(T1/2) é longa, e estima-se que ela demore cerca de 3 a 4 semanas para atingir sua concentração em equilíbrio(Css) na corrente sanguínea, ponto onde ela poderia estar mais ativa no corpo agindo de forma mais intensa. Elaborado por Mestre fórum FISIculturismo Referências: 1 - Greenspan MF. The thyroid gland. In: Greenspan FS, Strewler GJ, editors. Basic & clinical endocrinology. 5thed. London: Prentice Hall, 1997 2 – Bula do Medicamento Puran T4 - Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda 3 - Re RN, Kourides IA, Ridgway EC, Weintraub BD, Maloof F. The effect of glucocorticoid administration on human pituitary secretion of thyrotropin and prolactin. J Clin Endocrinol Metab. 1976 4 - Equilíbrio hormonal: Como perder peso entendendo seus hormônios e metabolismo, Scott Isaacs - Novo Século Livraria e Editora Ltda, 2015 5- Dr. João Rosário Haddad - Clínica Haddad, Maringá-PR 6- Davis PJ, Davis FB. Non-genomic actions of thyroid hormone. Thyroid 1996 7 - Fisiologia Linda Costanzo - Elsevier Brasil - Tradução autorizada da edição publicada por Saunders - Elsevier Editora 2014 8 - Transtornos Alimentares e Obesidade, Maria Angélica Nunes, José Carlos Appolinario, Ana Luiza Galvão, Walmir Coutinho - Artmed Editora, 2009
  16. Olá, pessoal. Assim como hoje está sendo meu primeiro acesso ao site, logicamente este está sendo meu primeiro tópico pedindo a ajuda de vocês. Eu venho pesquisando há mais ou menos um mês sobre como dividir os macronutrientes em minha dieta, assim como a minha ingestão calórica. Não sou profissional nisso mas pratico exercícios físicos e musculação há mais ou menos 3 anos (digo abertamente que há mais ou menos um ano que criei vergonha na cara e decidi mudar). Quando consegui perder 20 kg em um mês, seja eles de água ou não, eu não sabia nem pensava em procurar saber mais de dietas. Apenas fechei a boca e segui uma dieta básica de peito de frango, batata-doce e ovos, retirando arroz e feijão, passado por meu professor da academia. Até que mudei e comecei a pesquisar mais. Então vamos aos fatos: Eu fiz um calculo sobre meu peso e altura e constatou-se que que devo consumir 3410 kcal/dia -20% (devido aos exercícios que faço de 4~5 dias/semana), sendo o total 2728 kcal/dia. Quero fazer uma dieta com os macros 40-40-20, mas estou achando a qtde. de calorias alta demais para um dia só. Sendo que tenho 1,76m de altura e 120 kg acho essa ingestão de kcal alta demais. Minha pergunta é: vocês acham que essa caloria/dia está adequada para meu tipo físico (endomorfo)? E os macros 40-40-20 seria uma boa para reduzir meu peso do jeito certo ou seria isso mesmo? Eu, quando sigo a dieta à risca, consumo em média 1900~2000 kcal/dia, podendo nem chegar a isso, mas não sinto nem um tipo de vertigem ou algo do tipo. Aguardo a ajuda de cada um de vocês e peço desculpa se minhas dúvidas viraram quase um artigo. Peço desculpas também se saí da regra do fórum, sendo que, como eu disse, é a primeira vez que acesso o mesmo. Obrigado!
  17. "O efeito metabólico da adição de massa muscular, é mal entendido e bastante exagerado. A maioria dos profissionais do fitness, dir-lhe-ão que cada quilo de músculo queima 80 a 100 calorias extra por dia, o que não é verdade. O número real é cerca de 13 calorias. Por isso, se ganhar 5 quilos de músculo, e está a “queimar” 65 calorias extra por dia… que importa? Isso é apenas um pequeno pedaço de uma refeição. As células adiposas também são mal compreendidas, a maioria das pessoas pensa nelas como sendo um tipo de tecido inerte, mas na realidade, “queimam” cerca de 4,5 calorias por quilo através da produção de adipokinas e realizando várias outras tarefas. Portanto, o tecido muscular é apenas 3x mais metabolicamente ativo que a gordura. Não é uma diferença assim tão grande. E se perder 5 quilos de gordura e os substituir por 5 de músculo, esse aumento de 65 calorias baixa agora para cerca de 42.5 calorias extra queimadas por dia, devido ao declínio metabólico causado pela perda de células adiposas. Isso não significa que adicionar massa muscular não o vá ajudar a ficar mais em forma, apenas o faz também através de um mecanismo diferente da queima de calorias, que é a repartição de nutrientes. Então, quando come, está basicamente a orientar os alimentos que ingeriu para a massa muscular limpa e a desviá-los do tecido adiposo. E, tal como muitos de vós devem saber, essa é uma das formas através do qual funcionam os EA´s. Um novo estudo verificou a veracidade dos dados sobre este tema através de novos métodos de teste. Esta investigação, publicada no The American Journal of Clinical Nutritio, afirmou que os dados anteriores em relação às calorias queimadas pelos vários tecidos e órgãos, sumarizados abaixo, listados em calorias queimadas por quilo/por dia. Isto não é novidade, é apenas a confirmação de algo que já sabíamos há muito tempo. A verdadeira questão é, quando irão os profissionais da indústria do fitness, desporto, média e o público em geral aceitar finalmente esta informação? Os novos dados expostos por este estudo, demonstram que as que se exagera o nível de declínio da quantidade de calorias gastas por pessoas com mais de 50 anos. Embora estatisticamente significativos, os números não significam realmente nada, já que as diferenças são muito pequenas. Resumo do consumo diário de calorias dos órgãos e tecidos: Fígado 200 (+50 anos = 194 Kcal) Cérebro 240 (>50 – 233) Coração 440 (>50 – 426) Rins 440 (>50 – 426) Músculo esquelético 13 (>50 – 12,6) Tecido adiposo 4,5 (>50 – 4,4) Restantes tecidos 12 (>50 – 11,6)" Referencia: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20962155 Extraído do http://www.musculacao.net/quantas-calorias-o-musculo-gasta-na-realidade/
  18. Bom galera, sou novo aqui, e quero tirar algumas duvidas, não só tirar umas duvidas mas expor aqui oque eu vou fazer... Bom, tenho 1,73 de altura e 90kg atualmente, BF eu não tenho ideia, creio eu ele estar em torno de 20,23% Já fui muito mais gordo pode ter certeza, treino a 1 ano e 6 meses sem uso de nada além de treino aliado a dieta e foco, de 2 meses pra cá usei clembuterol pela primeira vez, e acabei usando de novo a umas 2 semanas atrás, nessas 2x perdi algo aproximado de 5kg em 1 mês e pouquinho. A principio meu objetivo era "ganhar massa magra e perder gordura", porem isso é complicado de mais para alguém natural, sim eu quero crescer e sim pretendo fazer um ciclo mas depois de secar, pois acho que seria melhor do que "fazer um ciclo especifico pra isso". Bom vamos ao que interessa: Irei fazer o seguinte: usarei Puran T4 por 5 semanas, começando com 150mcg e aumentarei gradativamente até os 300mcg, pesquisei a um tempo já e vi que não é nescessario o aumento em piramide para o uso de T4, mas vou fazer assim ao menos na primeira semana pra ver qual é. e então entrarei com o clembuterol logo após a primeira semana de T4 (farei os 15 dias e pararei) Obs: Sim eu tenho conhecimento dos riscos, sei que pode acontecer algo como o "rebot" e sim eu sei que posso catabolizar e bastante, ainda mais pelo fato de eu nunca ter ciclado, então acho que posso dar adeus ao pouco de massa magra que tenho né? Alguns irão falar que não vale a pena arriscar, mas eu não ligo pra catabolizar agora, pois como eu disse, depois que secar eu focarei em crescer de verdade. Agora algumas duvidas, caso alguém já teve experiencia com o uso dos hormonios da tireoide: 1- A dosagem está boa, levando em conta que não usarei o T3 pois não acho no brasil? 2- O efeito pode ao menos se aproximar do T3 com tal dosagem? 3- O tempo (5 semanas) está bom? 4- Pensei na possibilidade de um propionato de testo junto só pra dar uma segurada no catabolismo, mas não sei. Obs: Por favor respeitem, e expressem suas opiniões de forma educada, se tiver alguma experiencia me conte, lerei com atenção, se quiser tentar me fazer não usar e por medo com histórinhas, ou pelo simples fato de você ter medo e não usou e não quer ver ninguém usar, guarda pra você. Estou plenamente ciente dos riscos e afins pois já li muito a respeito. minha dieta já ta montada e treino também, emfim... é isso
  19. Malho a um bom tempo, tenho grande tendencia a engordar, por isso, vou fazer uma dieta hipocalorica, mas quero perder o minimo possivel de massa muscular, vou continuar meu treinamento de musculação, mas objetivando a definição, pois já obtive grande ganho de massa. pergunto: 1- devo continuar com o meu combo: albumina (2colheres ao acordar e 2 antes de dormir), malto(30g antes do treino), whey proteína (30g depois do treino com 2 colheres malto), ou devo mudar alguma coisa, pois dizem que muita proteina pode acabar virando gordura ou coisa assim ,enfim iria me engordar. meu treino é: seg.A qua.B sex.c ,terça e quinta deixo para fazer abdominais e aerobicos 2-qual a medida que vcs me indicariam com os suplementos acima?ou se devo parar de tomar algum deles? grato a todos que puderem me ajudar.
  20. Fala galera! Em alguns livros têm que pra perder 1kg de gordura, é preciso gastar 3500 calorias, em outros têm que precisa gastar 7000 calorias. Alguem sabe me dizer com certeza qual o correto?? Quantas calorias se precisa gastar pra perder 1kg de gordura?? valeu!
  21. me desculpem se tiver um tópico falando sobre isso ' Tipo, eu tomo suplemento, antigamente eu só tomava depois do treino acompanhado de malto agr meu personal trainer flw pra mim tomar antes de treino junto com malto, e de noite antes de dormir junto com malto tbm pra ajudar na absorção só que não confiei mto na dica dele, pq eu tomaria whey antes do treino? pelo que eu sei é bom depois do treino acompanhado de um carbo de alto ig e de manhã eu acho eu sigo uma alimentação legal,procuro me alimentar mto beem sem besteiras, treino bem pesado 3x por semana e tomando whey só depois do treino em 3 meses consegui 7 quilos,sou endo-meso Queria saber se a dica do meu personal é booa ou não? pq não quero tomar suplemento e criar barriga Senão é boom eu aliar o whey no meu café da manhã nos dias de treino eu tomaria aliado com meu café da manhã sem malto,com pão,minha alimentação normal, e depois do treino com malto queria saber se essa combinação durante o dia iria me fazer crescer barriga?
  22. A gordura abdominal aumenta em 300% entre 25 e 65 anos – enquanto a massa muscular diminui em 20% entre 40 e 60 anos. O aumento da gordura abdominal promove a inflamação e prejudica a regulação do açúcar no sangue – ambos aumentam o risco de doença cardíaca e diabetes tipo 2. Uma revisão da literatura por pesquisadores da Universidade de Harvard concluiu que o treino com pesos reduz a gordura abdominal e a inflamação e aumenta a massa muscular. A musculação não queima tantas calorias como o exercício aeróbico. No entanto, a massa muscular é uma importante medida de controle de açúcar no sangue. O treinamento com pesos é um exercício crucial para adultos de meia-idade e mais velhos, pois preserva a massa muscular, evita o acúmulo de gordura abdominal, diminui a inflamação e promove o controle de açúcar no sangue. Fontes: Obesity Reviews, publicado online em 2 de março de 2012 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pg. 74.
  23. O Treino Intervalado de Alta Intensidade (High-Intensity Interval – HIIT) consiste, basicamente, na realização de repetições de blocos intercalados entre séries de exercícios de elevada intensidade e entre descanso. Isso proporciona aptidão física e diminuição de gordura, tão rapidamente como um treinamento aeróbico prolongado. Noutras palavras, em vez de ficar horas e horas num treino de baixa intensidade, alterna-se intervalos de intensidade moderada (ou descanso) com períodos de máximo esforço. Por exemplo: um HIIT na esteira da academia pode ser feito por meio de 45 segundos de tiro (corrida no limite máximo de velocidade que o atleta pode desenvolver) seguidos de 30 segundos de descanso, alternando-se alta intensidade e descanso por 12 minutos. Um estudo canadense conduzido por Tom Hazell mostrou que o excesso de consumo de oxigênio pós-exercício (uma medida de calorias adicionais queimadas) foi maior após o HIIT em comparação ao treinamento de resistência tradicional (intensidade constante e moderada). O gasto calórico é maior durante uma atividade aeróbica contínua em comparação com HIIT, mas, em compensação, o gasto calórico total nas primeiras 24h logo após o exercício é maior no HIIT. O HIIT é uma maneira eficaz para perder gordura corporal. Fontes: International Journal Sports Nutrition Exercise Metabolism, 22: 276-283, 2012 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pp. 70.
  24. Estou começando a treinar, pois estou 12 KG acima do peso, com bastante acúmulo de gordura abdominal. Tenho 33 anos, 1,89m, 112 kg, e estou pesquisando as melhores combinações de EA para melhores resultados, pois sempre tive problemas com a balança. Gostaria de dicas do que comprar e como tomar, ou aplicar, pois sou totalmente leigo nisso. Sempre ouvi falar de Stan e Deca, mas não tenho ideia se é certo ou não, ou como tomar. Por favor, me ajudem a não fazer besteira....
  25. e ai galerinha fera, eu to com uma duvida !(eu nao sei se aqui é o lugar certo mas vamos lá) Eu pesava 159 k e hoje estou com 107 e diminuindo. resultado da perda rapida de gordura = estrias algum de vcs conhece algum alimento ,tratamento ou coisa parecida para acabar com elas ? obrigado a todos.
×
×
  • Create New...