Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'obesidade'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 5 results

  1. Bom, primeiramente queria deixar só um pouco da minha experiência com vocês, caso isso mude alguma coisa no resultado final, sou um cara Ex Obeso, cheguei a pesar quase 135kg com 1,75 de altura, e junto da academia mudei muito meus hábitos alimentares, minha rotina e minhas metas, sempre caminhei sozinho, nunca tive ajuda de suplementos (já explico o por que) e sempre tive amigos que me incentivavam a não emagrecer por que não precisava, nunca bebi, não gosto, nunca fumei, então só me faltava esse pequeno impulso meu pra correr atrás do resultado que eu queria. Passou algum tempo eu entrei na academia, ignorei meus 'amigos' e comecei a jornada dos treinos, 1 ano e 2 meses se passaram e eu sai dos 133,5 para os 80,6kg foi sofrido, mas eu cheguei no peso que eu tinha colocado na minha cabeça que queria chegar, o problema, veio depois, 6 meses após atingir o meu objetivo eu sempre busquei mais, cada treinador me dava uma dica de como perder barriga, como grudar a pele, homeopatia, e por ai vai, tentei de tudo porém nada surtiu um efeito que me motivasse a continuar, até que um conhecido de um amigo meu, bodybuilder, com um shape bem bacana, disse que na opinião dele, só cirurgia, nesse tempo eu me desanimei muito, mas corri atrás de saber como era o procedimento, tive conhecidos que fizeram, pagaram entre 10~15 mil em uma cirurgia dessa, nesse meio tempo minha mãe adoeceu, tive que largar meu emprego para cuidar dela (éramos só nós dois) mantive minha dieta, porém a falta de academia me rendeu 10kg pelo puro sedentarismo dentro de casa, foi quando eu descobri que eu deveria passar por duas consultas super demoradas para ser chamado, para ai sim entrar na lista/fila para fazer a abdominoplastia 'gratis' fora é claro, o povo que paga e passa na frente dessa fila, me desanimei, quase entrei numa depressão esse fim de ano em saber que não importa o que eu fizesse, teria essa barreira de 10 mil reais na minha frente. Então vim aqui, meu primeiro post perguntar pra vocês, que estão no mundo do Bodybuilding e que já viram muitos e muitos casos, se o meu, realmente seria só com abdominoplastia, se agora que minha mãe está bem melhor (e eu também depois do caso do fim de ano) e em breve pretendo já estar empregado, se há algo, que não custe esse valor absurdo que possa 'colar' a pele ao músculo novamente, desculpe se o texto ficou grande, como eu disse lá em cima precisava explicar bem para que talvez algo nesse caminho até aqui pudesse render alguma ideia. Bom é isso, agradeço todo mundo que aparecer por aqui pra deixar sua opinião, logo abaixo é unica foto que tenho depois que emagreci, tenho uma alta baixo-estima então muito raramente tiro fotos, é isso, tamo junto, tenham um ótimo fim de semana.
  2. Olá Pessoal, Tenho 27 anos, 1,88 e peso 100KGs.Treino sério desde o fim de 2010.Fui uma criança e adolescente gordo, nunca pratiquei esportes antes. Sou ex obeso, perdi cerca de 30 kilos entre 2011 e 2012,quando sai dos 120kgs pra 88.No meio de 2013 comecei bulking limpo. No entanto meu abs continua feio, e não sei se consigo resolver só com academia e dieta. Estou pensando em fazer uma abdominoplastia,mas a cicatriz tb é embaçada,pra quem nunca viu: Aqui estão as fotos do meu abs: Gostaria da opnião sincera se isso sai com treino e dieta ou só na faca... Abs
  3. Guest

    Açúcar no Shake Pós-Treino

    Hoje em dia, uma grande parte da população está obesa, e a principal razão é o alto consumo de açúcar, que é facilmente encontrado em fastfoods, refrigerantes, doces, etc. A razão para que o açúcar cause acúmulo de gordura decorre do fato de ser um carboidrato simples. Isto quer dizer que ele é digerido facilmente e causa um rápido aumento nos níveis de açúcar no sangue. Após a ingestão desta substância, o nível de açúcar na corrente sanguínea aumenta rapidamente e o nosso corpo não gosta disto. A resposta do organismo para isto é liberar o hormônio insulina, que bombeia açúcar diretamente para o seu músculo e estoca o excesso como gordura. Existem diferentes tipos de açúcar: MONOSSACARÍDIO: Exemplos: Frutose, Glucose, Dextrose, Ribose e Galactose DISSACARÍDEO: Exemplos: Lactose, Sucrose, Maltose e Trihalose. POLISSACARÍDEO: Exemplos: Amido, Celulose e Glicogênio O excesso de açúcar causa: Resistência a insulina Função imprópria do sistema endócrino Função imprópria do sistema imunológico Diabetes Hiperatividade, seguido de tontura e falta de energia. Contribui para doenças no coração Obesidade Problemas nos dentes Deficiências em vitaminas e minerais Benefícios do Açúcar para Fisiculturistas e Aspirantes Depois de um treino pesado, o seu corpo começa a destruir tecido muscular e gorduras para transformar em energia. Devido ao desgaste do treino, o seu corpo usou todas as reservas de energia. Como você acaba de ler, a ingestão de açúcar força o corpo a bombeá-lo para dentro do músculo e somente o excesso vira gordura, como o seu corpo precisa desesperadamente de qualquer tipo de energia, utilizando açúcar no pós-treino fará com que você interrompa quase que imediatamente a quebra de tecido muscular, preservando massa muscular e colocando o corpo em um estado anabólico e não catabólico. Com pouquíssimas chances de acumular gordura. Somente neste momento é altamente produtivo causar este pico de insulina. Ingerir uma mistura de açúcar de alto índice glicêmico com proteína tem mostrado ser ainda mais eficiente em causar um pico de insulina. Todos nós sabemos da importância da ingestão da proteína, mas agora você sabe que o açúcar também é, em seu shake pós-treino coloque sempre a mesma quantidade açúcar que proteína, ou mais! Mas não exagere. Não comece a comer chocolate e pirulitos no pós-treino. Procure as formas mais saudáveis de açúcar como: dextrose, maltodextrina, açúcar mascavo. Estas, além de serem práticas, podem ser facilmente misturadas com pó proteico. Lembrando que o que faz mal é o excesso, fazendo uso de açúcar no pós-treino dificilmente vai causar algum problema de saúde, como você viu é justamente o contrário.
  4. Você sabia que o sedentarismo é tão ruim para o organismo quanto o vício em cigarro ou obesidade? Muitas pessoas com rotina de trabalho sentada ficam por oito ou mais horas por dia sentadas, e essa situação de sedentarismo causa mortes precoces. Mexa-se! Um estudo publicado na revista The Lancet revela que apenas 60 (sessenta) a 75 (setenta e cinco) minutos de atividades físicas moderadas (caminhar - 5,6 km/h - ou andar de bicicleta - 16 km/h) por dia são suficientes para afastar o risco do sedentarismo. Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram 16 (dezesseis) estudo com mais de um milhão de pessoas avaliadas. Pessoas que praticam mais de 60 (sessenta) minutos de atividades físicas moderadas não apresentam qualquer risco de morte precoce pelo fato de ficarem sentadas por 8 (oito) horas por dia. Quanto aos sedentários, independentemente da quantidade de horas que ficam sentados por dia, o risco de morte precoce identificado foi de 28% (vinte oito porcento) a 59% (cinquenta e nove porcento) maior do que as pessoas fisicamente ativas. Pasmem, tais percentuais de risco de morte precoce são similares àqueles ligados ao tabagismo e obesidade. Os pesquisadores afirmam que esses 60 (sessenta) minutos diários recomendados de atividades físicas diárias podem ser divididos em 6 (seis) períodos de 10 (dez) minutos cada. Lembre-se que tal período de tempo é contato para atividades moderadas (caminhada e pedalada), para atividades mais intensas, tais como musculação pesada ou HIIT, esse período de tempo é reduzido. Fonte: ECKELUND, Ulf. Does physical activity attenuate, or even eliminate, the detrimental association of sitting time with mortality? A harmonized meta-analysis of data from more than 1 million men and women. Disponível em <http://www.thelancet.com/pdfs/journals/lancet/PIIS0140-6736(16)30370-1.pdf>. Acesso em: 31 de jul. 2016.
  5. Notícia divulgada recentemente. Oque vocês acham? O excesso de peso pode causar alterações genéticas. O estudo foi feito pelo epidemiologista genético Shaoyong Su, da Georgia Regents University, nos Estados Unidos. A ciência já sabia que a obesidade pode ser hereditária. Se os pais são obesos, as crianças sofrem um risco maior de ficarem iguais aos pais. A novidade é que a alimentação gordurosa também pode causar alterações genéticas. Ao analisar parte do genoma de 703 pessoas obesas, magras e com sobrepeso, o pesquisador percebeu que o gene LY86 sofreu uma metilação. Isso significa que houve uma mudança química no genoma, como se fosse uma forma do organismo se adaptar ao "novo" ambiente. O fenômeno aumenta o risco de a pessoa desenvolver determinados tipos de câncer e doenças cardíacas. Além disso, também pode causar resistência à insulina, uma das causas da diabetes. A partir de agora, Su fará experimentos em roedores para investigar a metilação em ratos obesos, em ratazanas grávidas e em seus filhos. Isso permitirá que o pesquisador entenda os detalhes da alteração no gene LY86, como a predisposição genética e a influência de hábitos externos. Su afirma que existem casos reais de bebês que sofreram metilação durante a gestação. Segundo o pesquisador, o fenômeno aconteceu 1944, na Holanda. Nessa época, muitos habitantes sofriam com a escassez de alimentos. Os filhos de mulheres que estavam grávidas nasciam com uma mudança genética para que eles conseguissem sobreviver nesse tipo de cenário. Quando o país superou a crise, essas crianças apresentaram um risco elevado de desenvolver diabetes, doenças cardíacas e outros problemas de saúde.
×
×
  • Create New...