Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Rompendo fibras musculares


nick23

Post Destacado

Bom primeiramente, gostaria de dizer que não sou nenhum educador físico ou profissional da área. Porém estudo bastante para aperfeiçoar meus treinos de forma que sempre reparo na forma de execução carga dos outros praticantes de musculação. 

 

Todos que buscam hipertrofia muscular, consequentemente, buscam um rompimento de fibras musculares, para que com a devida nutrição e descanso possam chegar a seu objetivo. Bom venho aqui expor algum conhecimento que venho aprimorando a respeito da melhor forma para romper fibras musculares. Como disse sempre reparo os praticantes de musculação executando o movimento nos exercícios e sempre reparo que as pessoas buscam sempre a maior carga possível com o objetivo fim de conseguir a maior exaustão do músculo.

 

Todos nós sabemos que carga leve não traz bons resultados. Mas será que somente a carga alta é responsável pelo desenvolvimento muscular almejado por todos ?

 

Ai então eu ao ver essas pessoas, reparo que muitas executam de forma errônea fazem 5 repetições ou menos, devido a sobrecarga e muitas vezes vejo garotos principlamente disputando quem pega mais no supino e outros exercicios. 

 

Eu dos meus 15 anos aos 17 fui assim também, sempre tentando zerar maquinas, ao ponto de que com meus 19 já tive duas leões. 

 

Por esse motivo comecei a mudar então meu treino a respeito da carga, primeiramente gostaria de citar os fatores que acredito que podem alterar a intensidade do treino e consequentemente romper mais fibras musuculares buscando a hipertrofia musuclar. São eles: Execução do exercicio, tempo de descanço entre séries, quantidade de execuções e carga. Quantro pontos fundamentais que tenho visto que é de fundamental importância, e que nem todos pensam assim, pois bem, ao se fazer algum exercicio de musculação, não se adianta fazer um treino com muitos pesos, sem que se tenha a devida execução do mesmo, ou o devido número de repetições, muitos fisiculturistas que treinam nesse principio de fazer com a carga máxima possivel, se machucam ou a se machuracam próximo de competições. Então comece a se questionar se somente o peso é importante e tente essa mudança. A dica que acho que é primordial e que muitos negligenciam é essa.

 

Abraços e bons treinos !

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 semanas depois...

  • Respostas 2
  • Criado
  • Última resposta

Membros mais ativos neste tópico

Membros mais ativos neste tópico

Dorian Yates (Mr Olympia por seis vezes) conhece apenas um caminho para treinar: pegar muito pesado.

Mas um artigo na Revista Strength & Conditioning Reserarch (Pesquisa sobre Força e Condicionamento Físico) demostrou que se pegar pesado fosse o único caminho para aumentar a massa muscular, todos os levantadores (halterofilistas) seriam mais musculosos que os fisiculturistas. Certamente não são.

Os pesquisadores demonstraram que, comparados o formato de peso pesado (70% IRM) treinado em velocidade reduzida, e o formato de peso leve (35% IRM) treinado em maior velocidade, havendo uma equivalência de volume para os dois formatos, o formato de peso mais leve daria mais tempo com tensão na carga de trabalho.

Por isso, concluem que, peso mais leve, levantado com maior velocidade, oferece um melhor estímulo para adaptação muscular do que o modelo de peso pesado. A razão é que a tensão muscular permanece por mais tempo, fornecendo força, poder e resultado no treinamento.

O que você acha disso?

Fonte: Revista Flex, abril de 2012, p. 66. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Dorian Yates (Mr Olympia por seis vezes) conhece apenas um caminho para treinar: pegar muito pesado.

Mas um artigo na Revista Strength & Conditioning Reserarch (Pesquisa sobre Força e Condicionamento Físico) demostrou que se pegar pesado fosse o único caminho para aumentar a massa muscular, todos os levantadores (halterofilistas) seriam mais musculosos que os fisiculturistas. Certamente não são.

Os pesquisadores demonstraram que, comparados o formato de peso pesado (70% IRM) treinado em velocidade reduzida, e o formato de peso leve (35% IRM) treinado em maior velocidade, havendo uma equivalência de volume para os dois formatos, o formato de peso mais leve daria mais tempo com tensão na carga de trabalho.

Por isso, concluem que, peso mais leve, levantado com maior velocidade, oferece um melhor estímulo para adaptação muscular do que o modelo de peso pesado. A razão é que a tensão muscular permanece por mais tempo, fornecendo força, poder e resultado no treinamento.

O que você acha disso?

Fonte: Revista Flex, abril de 2012, p. 66. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Madrugão suplementos

Não jogue dinheiro fora

Compre suplementos bem mais baratos com o cupom de desconto do FISIculturismo.com.br

Clique aqui para obter seu cupom



×
×
  • Criar novo...