Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'orelha jiu-jitsu'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 1 result

  1. O jornal Correio Braziliense apresentou no dia 20 de dezembro de 2009 matéria sobre as orelhas deformadas pelo jiu-jitsu. Alguns lutadores dizem que as orelhas não deformadas são um ponto fraco e a dor pode representar a perda de uma luta, por isso esfregam a faixa nas orelhas para deformá-las. Outros dizem que a deformação é consequencia do próprio treinamento. Fato é que as orelhas deformadas já passam a ser uma característica que identifica lutadores de jiu-jitsu. Leia a matéria completa abaixo: Dia 20 de dezembro de 2009 JIU-JITSU Orelhas marcadas pelo esporte Constante atrito com o chão cria hematomas que devem ser tratados por especialistas. Lutadores dizem que deformação não significa status dentro do esporte # VAGNER VARGAS Acompanhando um treino ou uma luta de jiu-jitsu, é comum logo notar a orelha dos praticantes, muitas vezes deformada. Há quem diga que alguns lutadores provocam a lesão. Quem participa das disputas, no entanto, garante que os hematomas são naturais, consequência dos treinos e das competições. Os especialistas, no entanto, alertam para o perigo da lesão. “É muito difícil reconstituir uma orelha, mesmo com cirurgia plástica. Em alguns casos, fica tão feio que até parece que a orelha é malformada de nascimento”, destaca o otorrinolaringologista Francisco José de Paula Lima. O ideal é, ao machucar a região em um treino ou luta, procurar ajuda médica. “O local pode infeccionar e causar dor. No futuro, ele pode perder a sensibilidade, ter inflamação na pele do ouvido e outros problemas.” Acostumado a receber casos de orelhas “couve-flor” — como são popularmente conhecidas —, o também otorrino Krishnamurti Sarmento Junior diz que, em muitos casos, o paciente não quer reverter a deformação. “Atendi diversas pessoas que se orgulhavam das lesões e não queriam reconstituir a orelha. Para alguns, é como um troféu, uma conquista, algo que os identifica como lutador. Quanto mais deformada, melhor para eles”, relata. Consequência Em cima do tatame, os praticantes de jiu-jitsu garantem: orelha ‘estourada’ — como eles dizem — não é sinônimo de bom lutador. Recém-promovido à faixa marrom, Lúcio Fernandes acredita que tudo não passa de consequência do esporte. “Não tem nada a ver com a capacidade do atleta. A orelha sofre muito contato e a cartilagem não aguenta, mas há muita gente graduada que luta há muitos anos e não tem nenhuma deformação”, garante ele, que tentou treinar com protetores, mas não se adaptou. De acordo com Lúcio, muitos jovens que entram no jiu-jitsu acham que a orelha é algo importante e identifica o lutador, mas não é algo importante. “Geralmente são os mais novos que procuram até maneiras de machucar a própria orelha para parecer que é mais forte. Mas eu aconselho qualquer um que se machucar a procurar um médico”, afirma. Treinando há cinco anos, o educador físico Flávio Henrique, de 29 anos, já teve lesões, porém não ficou com nenhum hematoma. “Depois de machucar, sempre procuro colocar uma compressa de gelo. Tem também os protetores de cabeça, mas não são muito comuns, porque são caros”, informa. Felipe Carvalho, 21, é outro que não tem nenhuma deformação. Ele acredita que há maneiras de se evitar o problema. “São ossos do ofício, mas sempre procuro proteger a região durante os treinamentos. Tem gente que acha bonito, mas eu penso o contrário, acho muito feio.” Não tem nada a ver com a capacidade do atleta. A orelha sofre muito contato e a cartilagem não aguenta (Lúcio Fernandes, lutador de jiu-jitsu) Para alguns, é como um troféu, uma conquista, algo que os identifica como lutador (Krishnamurti Sarmento Junior, otorrinolaringologista) Couve-Flor O constante atrito da orelha dos lutadores com o solo e com o corpo do adversário causa hematomas entra a cartilagem e o pericôndrio - pele que reveste a orelha. As lesões acarretam em acúmulo de sangue na região, deformando a orelha, que fica parecida com uma couve-flor. Para corrigir a deformidade, é preciso drenar o sangue acumulado e colar a cartilagem a pela novamente. Porém, este processo só dá resultado se for feito logo após alesão. Casos mais antigos só podem ser revertidos com cirurgia plástica, mesmo assim, é difícil a orelha voltar ao estado original. Fonte: Jornal Correio Braziliense de 20 de dezembro de 2009 (caderno Super Esportes, fl. 4). http://www.correioweb.com.br/
×
×
  • Create New...