Carregando...
Ir para conteúdo
  1. Andressa Souza

    Andressa Souza

  2. fisiculturismo

    fisiculturismo

  • Conteúdo Similar

    • Por LadyCr0ft
      Tem como mandar fazer numa farmacia um remedio injetavel com centelha asiatica e + algumas substancias naturais q facam queimar a gordura?
      é tipo um lipostabil..... so q n sei a diferenca entre centelha asiatica e lipostabil.
    • Por fisiculturismo
      Tratamento estético sob suspeita
      Popular redutor de gordura, o lipoestabil foi proibido pela Vigilância Sanitária, que teme efeitos colaterais. Venda do remédio é ilegal
      Guaíra Flor
      Da equipe do Correio
      Destruíram o sonho dourado de nove entre dez mulheres, sem dó nem piedade. Emagrecer sem fazer esforço voltou a ser algo impossível. A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o uso do lipoestabil — nome comercial da fosfatidilcolina — no Brasil. Até a semana passada, a substância era a sensação das clínicas de estética do país. Ela acaba com a gordura localizada em questão de semanas. O efeito é similar a uma lipoescultura. Com a vantagem de ser menos dolorosa e mais barata. Basta deitar na maca e agüentar algumas picadinhas na região ‘‘problemática’’ (normalmente culotes, cintura, bumbum e barriga). A gordura se dissolve como por milagre. Dá para perder até 7 centímetros de medidas em um único mês. E o melhor: sem necessidade de suar na academia.
      Só tem um problema. Ninguém conhece o preço desse milagre a longo prazo. É fato que a gordura desaparece dos quadris e barriga. Mas não se sabe para onde ela vai. ‘‘Pode ser que ela fique acumulada no fígado ou nas artérias’’, explica Cláudio Maierovitch, diretor de medicamentos da Anvisa. ‘‘Isso aumenta as chances de uma cirrose ou infarto.’’ Outra dúvida dos especialistas é se o lipoestabil queima apenas gorduras localizadas. Teme-se que destrua também as células gordurosas que revestem órgãos vitais como o coração e o sistema nervoso central.
      ‘‘Os riscos são altos demais. Por isso, proibimos o uso do medicamento, ou de seu princípio ativo, para fins estéticos’’, afirma Maierovitch. Segundo a Anvisa, não existem estudos científicos sobre os efeitos colaterais do lipoestabil, quando injetado sob a pele. Motivo? O remédio não foi feito para isso. Originalmente, ele é utilizado no tratamento da arteriosclerose (entupimento das artérias). Nesses casos, é injetado diretamente na corrente sanguínea.
      O uso da droga para acabar com a gordura localizada não é legalizado em nenhum país do mundo. Portanto, segundo a Anvisa, quem adquire essa substância está comprando um contrabando. A multa para a clínica ou médico que fizer esse tipo de aplicação varia de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.
      RISCO
      Apesar do alerta da Anvisa, muitas mulheres arriscariam o tratamento com o lipoestabil. Entre elas, a modelo, decoradora e pedagoga Juliana Araujo, 26 anos. A jovem — de silhueta cheia de curvas — usou o produto no ano passado e repetiria a dose. ‘‘O resultado foi excelente’’, comemora. ‘‘Passei do manequim 38 para o 36 em um mês’’.
      Cada aplicação custou, em média, R$ 70. Juliana fez quatro, reforçadas por sessões de massagem estética, ultra-som e regime. ‘‘No fundo, não sei se o lipoestabil foi o único responsável pelo meu emagrecimento’’, admite. ‘‘Mas o importante é que fiquei satisfeita, não tive nenhum problema e não voltei a engordar.’’
      Depois da proibição da Vigilância Sanitária, em 8 de janeiro, o lipoestabil sumiu das clínicas de estética da cidade. Muitos médicos aprovaram a decisão. ‘‘Foi bom para acabar com o uso indiscriminado da droga’’, diz Natércia Cunha Viana, especialista em medicina estética. ‘‘Tinha muita gente sem especialização aplicando essas injeções e isso, sim, poderia afetar a saúde de um paciente.’’
      De fato, o tratamento com lipoestabil foi banalizado nos últimos meses. Até mesmo salões de beleza ofereciam as tais ‘‘injeções para queimar gordura’’. Procedimento condenado pelos especialistas, já que esses locais raramente contam com a devida higiene e capacitação profissional. Comprar a droga ilegalmente era mais fácil ainda. Bastava acessar a Internet. O preço era acessível, o frete gratuito e a qualidade do produto duvidosa. Um risco a mais para quem se submetia ao tratamento.
      Mesmo assim, milhares de pessoas experimentaram o lipoestabil no ano passado. ‘‘A maioria eram mulheres entre 20 e 30 anos’’, diz Natércia. Ela própria trabalhou com o lipoestabil durante mais de um ano, em seu consultório. Nesse intervalo de tempo, verificou apenas um efeito colateral em suas pacientes: coceira no local de aplicação. O sintoma passava após alguns dias. E não houve quem reclamasse dos resultados. A própria Anvisa não tem registros oficias sobre queixas de ex-usuárias do lipoestabil. ‘‘Mas isso não quer dizer que a substância seja inofensiva’’, alerta o diretor de medicamentos do órgão. ‘‘Como não temos certezas dos efeitos, é melhor não arriscar.’’
      Tira-dúvidas / Lipoestabil
      O que é o lipoestabil?
      É o nome comercial da fosfatidilcolina, enzima capaz de quebrar moléculas de gordura. O medicamento é usado originalmente para combater a arteriosclerose (entupimento das artérias). Há alguns anos, descobriu-se que também ajudava a acabar com a gordura localizada. O problema é que não existem estudos sobre os efeitos colaterais da substância nesses casos. Principalmente a longo prazo
      Quando ele foi proibido no Brasil?
      No dia 8 de janeiro deste ano. A resolução é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. É importante esclarecer que o uso do lipoestabil foi proibido apenas para fins estéticos.
      Como era feito o tratamento?
      Por meio de injeções. Aplicava-se a substância na região desejada, a cerca de 5 milímetros de profundidade (na camada gordurosa da pele). O número de aplicações variava de acordo com a necessidade da paciente. Normalmente, esse número variava de 4 a 15 sessões. Em cada uma delas, a paciente levava, em média, 15 picadas. O tratamento não era recomendado para pessoas obesas. O limite era seis quilos acima do peso normal.
      FONTE: Correio Braziliense (link quebrado removido)
    • Por brunomelman
      Galera
      To botando esse tópico para avisar aos interessados em Lipostabil que agora estamos lançando uma novidade no mercado, EXCLUSIVIDADE FÍSICO EM FORMA!!!
      Trata-se do produto Leciferol. Cujo princípio Fosfatidilcolina 500mg é o mesmo do LIPOSTABIL!!
      Porém, o produto é em cápsulas, além de possuir um custo infinitamente menor do que o Lipostabil Injetável.
      Bom galera , espero que gostem dessa novidade que com certeza vai explodir no Brasil !!
      Lembrem-se ... FISICO EM FORMA é o único que possui o LECIFEROL !!
    • Por ricavalim
      Fala pessoal bele...

      Seguinte: Estou começando meu ciclo com Lipostabil hoje (16/12/07)
      Irei tomar 5 ampolas sendo 1 por semana e irei fazer drenagem linfática na segunda-feira.

      Meu treino é bem regado a exercícios aeróbicos como capoeira, esteira, bike, etc.

      Hoje a noite inicio meu ciclo, amanhã cedo posto falando sobre o que senti após a primeira aplicação.

      Só irei continuar postando caso alguém se manifeste que tenha interesse em acompanhar, caso contrário nem irei postar bele

      Até amanhã quando irei falar o que senti após a primeira aplicação...

      []'s

      Ricardo Valim
    • Por Jefferson Rodrigues Rodrigues
      Boa noite galera, estou querendo começar a tomar algo para auxiliar minha perca de peso e queima de gordura, tenho muita dificuldade em perder peso e estou muito acima do peso ideal, me falaram que lipostabil e bom para perca de barriga, outros me falam que e a sibutramina, alguem pode me ajudar a montar um ciclo e indicar o produto a tomar.
       
       
      Grato.
×
×
  • Criar novo...