Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'hepatotoxidade'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 2 results

  1. A alta hepatoxidade dos esteróides é um dos mitos mais divulgados sobre esteróides, e um dos que causa mais medo entre os usuários, e como veremos, sem nenhum fundamento científico. Muito desse mito também é divulgado por artigos sobre esteróides, e quase sempre se referências confiáveis, como a afirmação de que o hemogenin é um esteróide que pode provocar câncer de fígado [1]. "Nós temos dito há anos que se você tomar esteróides 17AA 9alfa-alquelados), você acabará por ficar com problemas de fígado. Nunca combine 17 AA, jamais ir além de 50mg/ dia, nunca vá mais de 4 semanas, etc Tudo isso é uma porcaria! Como eu e você veremos através de alguns estudos, hoje, você verá que esteróides 17AA podem ser hepatotóxicos, mas não ao grau que você pensaria. Para fazer um esteróide hepatóxico, é necessário apenas uma pequena alteração de uma molécula de esteróide; uma ligação forte que não podem ser prontamente quebrada por enzimas no fígado. Esta pode ser uma ligação na posição 17, ou mesmo na posição 1 (como na primobolan ou proviron). Porque o fígado não pode facilmente quebrar os esteróides antes ele é liberado na corrente sanguínea, o que também resulta na esteróides por via oral para se tornar mais bio-disponível. Podemos ver que o fígado tem de trabalhar mais para quebrar estes esteróides. As enzimas no sangue e tecidos facilmente metabolizar outros esteróides tais como a testosterona.Comumente, este aumento na atividade do fígado tem sido visto como um processo prejudicial, mas como você verá, este aumento é, em si, é irrelevante. O fígado é o filtro do corpo humano - pode descobrir o que fazer com qualquer coisa. O único verdadeiro problema surge quando a pessoa mantém seu fígado em plena explosão por longos períodos de tempo." [2] As quatro mais comuns manifestações graves de toxicidade hepática induzida por esteróides são colestase intra-hepática, peliose hepática, adenoma hepatocelular e carcinoma hepatocelular. Colestase intra-hepática refere-se a uma condição em que o fígado não pode mais adequadamente transportar e metabolizar biliar (obstrução do ducto biliar). Isso pode coincidir com icterícia, ou amarelamento da pele e os olhos como bilirrubina constrói nos tecidos do corpo. Colestase é geralmente resolvido com a cessação imediata do uso de esteróides. Peliose hepática é uma condição rara e muito grave, caracterizada por cistos cheios de sangue no fígado. Adenoma hepatocelular é um tumor raro do fígado não-malignas (não cancerosos). Embora em alguns casos, não requerem intervenção adicional que não seja a abstinência do uso de esteróides, hepatocelular ademona pode levar a vida em risco de sangramento ou insuficiência hepática. O carcinoma hepatocelular se refere ao câncer de fígado malignos. Esta última consequência e talvez o mais grave de uso de esteróides só foi documentada em um previamente saudável usuário recreativo de esteróides [1]. Entre os diversos estudos, os casos relatados de usuários de esteróides com problemas hepáticos é quase sempre raro e muitas vezes a culpa dos esteróides é duvidosa. Alguns casos conhecidos e comprovados sobre a hepatoxidade dos esteróides se referem ao abuso por longos períodos de tempo, como o da menina japonesa de 14 anos que apresentou lesões no fígado após ser submetida a tratamento com oximetolona (hemogenin) com 30mg por dia durante 6 anos [3]. Existe também relatos de atletas alemães que entre os anos 60 e 80 que usaram altas doses de turinabol (100-150mg/dia) e não tiveram problemas relacionados à hepatoxidade [4]. Em 1999, pesquisadores tentaram provar que a hepatotoxicidade dos esteróides é exagerada [5].Neste estudo, 15 dos participantes eram fisiculturistas usando esteróides e 10 eram não-esteróides fisiculturistas. Dados foram comparados a 49 pacientes com hepatite viral e com 592 estudantes de medicina sedentários e praticantes de atividade física. Todos os bodybuilders mostraram aumentos do aspartato aminotransferase (AST), cinase aminotransferase (ALT) e creatina alanina (CK), enquanto gama-glutamiltranspeptidase (GGT) estavam na gama normal. Em comparação, os pacientes com hepatite mostraram aumento da ALT, AST e GGT enquanto que o grupo controle de estudantes de medicina apresentaram níveis aumentados de CK. A partir deste, os investigadores sugeriram que é a correlação entre AST, ALT e GGT que mostra disfunção hepática verdadeira. Tenha em mente, podemos apenas imaginar que os 15 usuários de esteróides estavam usando 17 AA esteróides, e não sabemos que doses que foram utilizadas., Mas o senso comum nos diz que os resultados são provavelmente relevantes. [2] Então o que podemos concluir de tudo isso? Primeiro, 17 AA esteróides são hepatotóxico em doses elevadas tomadas durante um tempo longo. Por outro lado, os ciclos curtos e dosagens pequenas parecem estar perfeitamente seguras, sem necessidade de proteções hepáticas como silimarina, etc. Eu sugiro que doses máximas devem ser 500mg a 900mg por dia. Eles devem ser reciclados para talvez 8 semanas, e se necessário um intervalo de 3 meses a partir deles deve ser dado. Usando as técnicas acima mencionadas, o fígado pode ser saudável para um longo período de tempo. Simplificando, a histeria em torno da "hepatoxidade" dos esteróides, é baseada principalmente na sabedoria popular. [1] https://forums.steroid.com/anabolic-steroids-questions-answers/450672-liver-health-william-l.html#.UPxW-CeABMg .html (W. Llewellyn) [2] http://forums.steroid.com/showthread.php?269806-Hepatoxicty-Fact-or-Fiction#.UPxW-CeABMg (Roy Harper) [3] J Gastroenterol 2000;35(7):557-62, Multiple hepatic adenomas caused by long-term administration of androgenic steroids for aplastic anemia in association with familial adenomatous polyposis. Nakao A, Sakagami K, Nakata Y, Komazawa K, Amimoto T, Nakashima K, Isozaki H, Takakura N, Tanaka N. [4] W. Llewellyn, Anabolics 2006. [5] Clin J Sport Med 1999 Jan;9(1):34-9, Anabolic steroid-induced hepatotoxicity: is it overstated? Dickerman RD, Pertusi RM, Zachariah NY, Dufour DR, McConathy WJ. DUDU Haluch, tradução e adaptação
  2. Bom queria que todo brasileiro olhasse esse texto , tudo seria mas facil , mas infelizmente o pais que vivemos ... Hoje em dia eu estou vendo muita gente "descobrindo" uma doença (geralmente no fígado.) e aliando ao uso de hormônios esteroides anabolizantes. Primeiros temos que definir o que é esteroide, e o que é anabolizante. Porque o que eu vejo são professores pós graduados falando besteira. Esteroide é um grupo de medicamentos compostos solúveis em gordura. Que usam basicamente o colesterol como formador dentro do organismo. Anticoncepcional feminino, é esteroide, entre outros milhares de fármacos. Anabolizante é TUDO e qualquer coisa que promove o crescimento de massa muscular magra. Desde o arroz e feijão, até mesmo a agua. Tudo que faz parte no processo de hipertrofia, síntese proteica e etc. Ou seja uma pessoa falar que você toma anabolizante, lógico que você toma, tomamos desde a mamadeira quando éramos bebês. Dentro da classificação de esteroides anabolizantes, possuímos outras classificações. Existem mais de 30 tipos, cada um com seu funcionamento específico e seus efeitos fisiológicos específicos, mas isso é assunto pra outra hora. Pois bem, vamos aos fatos. Atletas fazem uso de tais substâncias desde pelo menos 1960 (Isso com certeza, pois eu arrisco dizer que desde a segunda guerra já faziam.) Alguns desses atletas, principalmente os mais antigos, estão vivos, e a maioria morreu em idades avançadas. Até hoje os que abusam mais, não morrem cedo, tem uma vida normal, tem filhos, família. Isso falando da maioria. Isso a parte, a vida de atleta de alto rendimento nunca foi saudável, mas o fato é: ELA AINDA É MAIS SAUDÁVEL DO QUE A MAIORIA DAS PESSOAS SEDENTÁRIAS. A verdade dói não é? É muito mais fácil culpar uma área que tem conhecimentos limitados para dar a desculpa do seu abuso de álcool, narcóticos, calmantes e analgésicos durante anos. Sabe qual a diferença de 1960 e hoje? Antes as pessoas não usavam tais fármacos, e nem tinham a alimentação e o estilo de vida que as pessoas tem hoje. Dai me vem normalmente um famoso, como o caso da Ex-BBB Maria, com câncer no fígado atribuindo o fato ao uso de Esteroides Anabolizantes. Afinal é muito mais bonito falar que usou pro carnaval e se arrependeu, do que admitir que é um drogado e alcoólatra. Primeiro, tumor no fígado, cirrose hepática, ou câncer, não se cria de um dia pro outro. Isso provém de um histórico longo de agressão hepática, então todo mundo que da essas entrevistas falando que usou apenas por "2 meses." e adquiriu uma doença, é balela! Segundo, esteroides anabolizantes em sua vasta maioria não tem alto grau de hepatoxicidade, isso é propriedade apenas dos esteroides orais, os injetáveis são menos tóxicos ao seu fígado do que um comprimido de 500mg de Paracetamol. E você ai, usando Dorflex 2x por dia falando mal da "Maria do BBB." Terceiro, sim, atletas (atletas que tem conhecimento e sabem o que estão fazendo, conhecem as causas e os colaterais, ou os que tem assessoria de quem conhece.) Não tem esses problemas todos que a mídia fala que existem, ou que acontecem com gente leiga, pois sabemos exatamente a consequência fisiológica de cada miligrama de fármacos que colocamos no nosso corpo. - Não vai hipertrofiar teu coração até explodir. - Você não vai ficar broxa (testosterona deixar broxa? Chega a ser risível um argumento desses.). - Não vai te causar peitinhos/ginecomastia (existe anti estrogênio, citrato de tamoxifeno e outras drogas criadas pra isso, evitar aromatização.). - Não vai te deixar infértil. A grande maioria dos atletas tem filhos, porém isso pode acontecer com a mulher dependendo do caso. - Sozinho, não vai destruir seu fígado. - Sozinho, não vai destruir órgão nenhum. O que vai fazer isso, é querer fazer uso de tais substâncias que já irão, (como qualquer outro fármaco) sobrecarregar a função dos seus órgãos, aliado a um estilo de vida inconsequente, com álcool, narcóticos e alimentação errada. Isso vai te levar a falência de órgãos um dia, use hormônios ou não. Cada corpo é um corpo, mas, na maioria das vezes, o que os hormônios irão fazer contigo de verdade é: - Alterarão suas taxas hormonais e você tem que ter o conhecimento de saber manipula-las a favor do seu corpo, para que tenha uma vida funcional. - Te deixarão com libido mais alta. Dependendo da pessoa isso pode ser um problema. - Mais agressivo. (Mas não muda personalidade, se você já era um psicopata antes, vai ser 10x mais psicopata. Se já era calmo, continuará calmo.) - Te deixará autoconfiante, até para questões do trabalho e dia a dia. - Poderá sim, te dar acne medicamentosa. E é por isso que a maioria dos atletas precisa tratar da pele constantemente. (Isso também pode ser controlado através das taxas de estrogênio.) - Farão com que tenha uma velhice mais saudável do que a maioria das pessoas. (O maior motivo das doenças senis é a falta de hormônios. Tanto que vários países já fazem terapia de reposição hormonal, só que no Brasil ainda é tabu, pois a indústria farmacêutica precisa vender.) - Vai te deixar viciado nesse estilo de vida. Uma vez dentro dos hormônios durante alguns anos, você não sai mais. Isso é fato, e é por isso que eu sempre falo pra pensar bem no que você quer da vida antes de entrar nesse mundo. - Se você ja possui um tumor ou uma célula cancerígena, vai acelerar o crescimento do mesmo. Isso não quer dizer que vá ter problemas. Como se não usar, não quer dizer que também não vá ter problemas. Os esteroides não estão ligados diretamente a nenhum tipo de câncer. Isso eu estou falando por alto, muito por alto, pois são TANTOS fatores que devemos cuidar dia a dia, que muitos "especialistas" não tem nem ideia. Sabe quantas taxas EU preciso tirar no meu sangue a cada 2-3 meses? Da ultima vez contabilizei 25 taxas. E todas elas são relevantes. Isso eu estou citando apenas a parte de drogas hormonais. Não cito alimentação, nem treino. Porque isso também vai influenciar diretamente no efeito que essas drogas tem no seu corpo. E sabe porque eu digo isso? Porque eu não apenas passo horas por dia estudando isso, a 10 anos. Mas porque eu vivo isso, e estou no meio de outras pessoas que também vivem isso. Outras pessoas que são estudiosas e atletas também. Atletas trocam informação a décadas, e hoje em dia com a internet, é muito mais rápido e fácil. Eu nunca vi, ninguém ter problemas relacionados ao uso direto de hormônios, se você já viu, mostre-me os corpos, a autópsia, e o certificado de óbito dizendo: Morte devido ao excesso de testosterona. Isso não existe! Mas vejo sim, morte derivada ao uso de fármacos aliados. Anti depressivos, drogas recreativas, calmantes, soníferos, diuréticos, álcool. Então tirem essa imagem da sua cabeça que fisiculturistas não são saudáveis, eles provavelmente viverão mais que você. Pois os componentes que colocamos no corpo, controlamos para que não atinja nossa saúde. Já a maioria das pessoas colocam MCdonalds, Coca Cola, Pizza, Cachorro Quente, Salgado, Biscoito, diariamente e acha que aquilo ali é "normal." E pros mais céticos. Um estudo científico foi concluído na Suécia, onde seguiram a vida de vários atletas de várias modalidades durante 30 anos. Desde quando se aposentaram até a terceira idade. Sabe qual foi a maior causa mortis? - Suicídio. A depressão pós vida de atleta é muito mais perigosa. Nossa mente precisa ser saudável para o corpo acompanhar. E eu até vejo o pessoal falando de saúde, mas quem cuida da mente? Mente também é corpo. Agora pega isso que eu falei, que é a realidade de um atleta amador como eu, que nem aparece no cenário estadual direito, e compara com um Profissional que ganha milhões de dólares por ano (e gasta também.) com o esporte. Um cara com 120kgs e percentual de gordura que muitos aqui nem se quer já viram. Esses caras tão ai, vivos, com filhos, com seus 50-60 anos. Alguns morreram precocemente. Alguns morrerão ano após ano, mas hey, como eu disse, eu falo da maioria! Então antes de falar simplesmente que a pessoa é fisiologicamente doente, que "por dentro tá podre." "que vai morrer cedo.", procura pesquisar um pouco, e compara seu estilo de vida, e sua saúde com a dela. Todo fisiculturista, competitivo ou não, é um cientista! Os problemas acontecem quando leigos querem brincar com ciência. Com o próprio corpo, sem conhecimento algum! E pra finalizar vou colocar um trecho de um artigo do meu amigo PHD em Física, atleta, e preparador, Eduardo Haluch: "o FISICULTURISMO não é só um esporte, mas uma ciência esquecida, uma ciência além da compreensão do senso comum e mesmo da maioria de seus praticantes. O BODYBUILDING não é só o esporte q explora os limites humanos de força, massa muscular e percentual de gordura, é muito mais que isso, é uma ciência que explora os limites fisiológicos e metabólicos do corpo humano, é onde muitos, dos principais hormônios do corpo humano (GH, INSULINA, IGF-1, TESTOSTERONA, ANDROGÊNIOS, ESTROGÊNIO, HORMÔNIOS DA TIREOIDE) são testados em doses nunca antes estudadas pela ciência. Mas mesmo sendo ignorado por muitos anos pela ciência acadêmica, os bodybuilders, seus treinadores, gurus e muitos profissionais heterodoxos fizeram sua própria ciência durante décadas, uma ciência a frente do seu tempo, e o sucesso e fracasso do resultado dessas experiências está no corpo de cada bodybuilder e nos quase 60 anos de uso de hormônios no esporte." via : (Ugo Oliveira, Dudu Haluch)
×
×
  • Create New...