Pular para conteúdo

Foto
- - - - -

HIPERTROFIA CARDIACA


  • Por favor, faça o login para responder
8 respostas a este tópico

#1 fernandorauh

fernandorauh

    Intermediário

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 331 posts

Postado 22 julho 2004 - 10:47

Bom ,galera, nos falamos muito em hipertrofia muscular,mas nunca nesse forum ouvi falar de hipertrofia cardiaca,sendo um ponto de suma importância, bom não vou colar artigos como a maioria do pessoal faz mas vou tentar dar uma explicada geral sobre o funcionamento cardiovascular em relação a atividade física,sendo que vou falar com minhas próprias palavras, estudei fisiologia cardiovascular pelo livro cunnigham,portanto e relacionada a veterinária,se estiver errado em alguma colocação,por favor,me corrijam.
Primeiramente sabemos que durante o exercício nossos músculos necessitam de mais sangue,maior bombeamento sanguineo, a primeira coisa a ser feita pelo coração e aumentar a freqüência cardíaca,mas teoricamente a freqüência e inversamente proporcional ao debito cardíaco,ou seja aumentando a freqüência, teoricamente diminuiria o debito cardíaco(quantidade de sangue ejetada do ventrículo esquerdo por minuto)pois o ventrículo esquerdo não conseguiria se esvaziar completamente nem se encher completamente,imaginem sua mão fechando e abrindo rapidamente,não há como encher adequadamente a cavidade,porem em um organismo saudável,ocorre aumento da função contrátil também. sendo que mesmo em freqüências altas ,devido uma contração mais forte e vigorosa ocorre aumento considerável do debito.
Explicando melhor,em repouso o ventrículo esquerdo em 60bpm, expulsaria x de sangue,sendo que animais em repouso grande quantidade de sangue fica no ventrículo esquerdo mesmo depois da contração
Já em animais em exercício por exemplo com 150bpm,ele expulsaria x +2 por exemplo, batendo nessa frequencia o ventrículo não consegue se encher do modo que se encheria em repouso,ele enche menos,mas libera mais sangue pois o aumento da contratilidade faz com que quase todo o sangue seja expelido pelo ventrículo esquerdo,ao contrario de em repouso que grande quantidade fica no ventrículo esquerdo.
Bom tudo isso ocorre durante o exercício,portanto para bombear mais sangue o coração tem que trabalhar mais,portanto ele também hipertrofia,porem a hipertrofia cardíaca e muito perigosa em determinadas escalas,existe um limite fisiológico,hipertrofia fisiológica e normal em pessoas que se exercitam,mas pode vir a ser patológica se for exagerada,para saber isso tem que se fazer um ecocardiograma para monitorar a espessura da parede do ventrículo esquerdo
Em casos extremos de hipertrofia cardíaca pode ocorrer infarto do miocárdio,insuficiência valvular ,comprometimento da válvula aortica, a hipertrofia pode ser tanto da parede pra dentro,ou para fora ou ambos,sendo que em humanos e difícil ocorrer diminuição da cavidade do ventriculo esquerdo por hipertrofia,pelo menos foi o que meu cardiologista falou.
Portanto quero alertar o pessoal para fazerem um check up anual com um cardiologista, e de suma importância verificar esses pontos,fazer um eletro,ver sua função cardíaca etc...valeu, repetindo,o que escrevi foi estudado por mim,mas e fisiologia cardíaca veterinária,portanto qualquer erro,por favor corrijam ,valeu, lembrando que o uso de anabolizantes tende a aumentar rapidamente a massa muscular,o coração não consegue se adaptar tão rapidamente,pois ele tem que bombear mais ainda,e hipertrofia mais ainda,portanto anabolizantes tendem a facilitar a hipertrofia cardiaca.

1mr

#2 Visitante_WARSTEINER_*

Visitante_WARSTEINER_*
  • Visitantes

Postado 22 julho 2004 - 11:10

de fato isso já havia me ocorrido.
o coração trabalha mais e deve aumentar de tamanho. mas não sei se no halterofilismo tem muita relevancia.
Observe que um treino correto dura uns 20 a 30 min, em média 3 vezes por semana. não sei se o coração fica tão magoado.Penso que um pouco deve aumentar, mas nada que comprometa seu funcionamento.
É preiso de mais opiniões, tomara que mais pessoas falem sobre isso. Muitos treinam e treinam mas não se preocupam com o musculo mais importante do corpo.
Parece que o Mike Mentzer morreu de complicações cardiacas, não foi?me corrijam se eu estiver errado pois eu não tenho certeza.

Abraço

#3 torque

torque

    Avançado

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 567 posts

Postado 23 julho 2004 - 03:19

Bom ,galera, nos falamos muito em hipertrofia muscular,mas nunca nesse forum ouvi falar de hipertrofia cardiaca,sendo um ponto de suma importância, bom não vou colar artigos como a maioria do pessoal faz mas vou tentar dar uma explicada geral sobre o funcionamento cardiovascular em relação a atividade física,sendo que vou falar com minhas próprias palavras, estudei fisiologia cardiovascular pelo livro cunnigham,portanto e relacionada a veterinária,se estiver errado em alguma colocação,por favor,me corrijam.
Primeiramente sabemos que durante o exercício nossos músculos necessitam de mais sangue,maior bombeamento sanguineo, a primeira coisa a ser feita pelo coração e aumentar a freqüência cardíaca,mas teoricamente a freqüência e inversamente proporcional ao debito cardíaco,ou seja aumentando a freqüência, teoricamente diminuiria o debito cardíaco(quantidade de sangue ejetada do ventrículo esquerdo por minuto)pois o ventrículo esquerdo não conseguiria se esvaziar completamente nem se encher completamente,imaginem sua mão fechando e abrindo rapidamente,não há como encher adequadamente a cavidade,porem em um organismo saudável,ocorre aumento da função contrátil também. sendo que mesmo em freqüências altas ,devido uma contração mais forte e vigorosa ocorre aumento considerável do debito.
Explicando melhor,em repouso o ventrículo esquerdo em 60bpm, expulsaria x de sangue,sendo que animais em repouso grande quantidade de sangue fica no ventrículo esquerdo mesmo depois da contração
Já em animais em exercício por exemplo com 150bpm,ele expulsaria x +2 por exemplo, batendo nessa frequencia o ventrículo não consegue se encher do modo que se encheria em repouso,ele enche menos,mas libera mais sangue pois o aumento da contratilidade faz com que quase todo o sangue seja expelido pelo ventrículo esquerdo,ao contrario de em repouso que grande quantidade fica no ventrículo esquerdo.
Bom tudo isso ocorre durante o exercício,portanto para bombear mais sangue o coração tem que trabalhar mais,portanto ele também hipertrofia,porem a hipertrofia cardíaca e muito perigosa em determinadas escalas,existe um limite fisiológico,hipertrofia fisiológica e normal em pessoas que se exercitam,mas pode vir a ser patológica se for exagerada,para saber isso tem que se fazer um ecocardiograma para monitorar a espessura da parede do ventrículo esquerdo
Em casos extremos de hipertrofia cardíaca pode ocorrer infarto do miocárdio,insuficiência valvular ,comprometimento da válvula aortica, a hipertrofia pode ser tanto da parede pra dentro,ou para fora ou ambos,sendo que em humanos e difícil ocorrer diminuição da cavidade do ventriculo esquerdo por hipertrofia,pelo menos foi o que meu cardiologista falou.
Portanto quero alertar o pessoal para fazerem um check up anual com um cardiologista, e de suma importância verificar esses pontos,fazer um eletro,ver sua função cardíaca etc...valeu, repetindo,o que escrevi foi estudado por mim,mas e fisiologia cardíaca veterinária,portanto qualquer erro,por favor corrijam ,valeu, lembrando que o uso de anabolizantes tende a aumentar rapidamente a massa muscular,o coração não consegue se adaptar tão rapidamente,pois ele tem que bombear mais ainda,e hipertrofia mais ainda,portanto anabolizantes tendem a facilitar a hipertrofia cardiaca.


fernando,

Há dois tipos de hipertrofia cardíaca em função das adaptações ao treinamento: a HIPERTROFIA EXCÊNTRICA e a HIPERTROFIA CONCÊNTRICA. A 1ª também é conhecida como coração de atleta. Ela normalmente é obtida através do treinamento AERÓBIO e tem esse nome
porque ocorre de dentro para fora das cavidades cardíacas(principalmente do ventrículo esquerdo). Isso ocorre devido às adaptações centrais proporcionadas pelo exercício aeróbio( aumento do volume sanguíneo corporal, aumento do volume de ejeção cardíaco, aumento do volume diastólico final e da fração de ejeção, diminuição da frequência cardíaca de repouso, aumento da complacência cardíaca na diástole devido ao aumento do retorno venoso(mecanismo de Frank-Starling). Essa é uma hipertrofia saudável muito comum em atletas de endurance. A 2ª hipertrofia(concêntrica) se dá de fora para dentro da cavidade cardíaca e se dá em função do aumento das paredes internas(principalmente do ventrículo esquerdo) que leva à diminuição do espaço interno do ventrículo. Isso ocorre devido ao aumento demasiado da carga de pressão ao qual o coração é submetido, principalmente quando se trabalha com cargas muito altas na musculação e utilizando-se frequentemente da manobra de Valsalva, que aumenta muito a pressão intraventricular. Notem que a 1ª hipertrofia se dá pelo aumento da carga de fluxo sanguíneo, e a 2ª pelo aumento da carga de pressão. Essa é uma hipertrofia não saudável. Ela é mais acentuada em praticantes de halterofilismo, que treinam com cargas muito altas e frequentes manobras de Valsalva. Para os praticantes de musculação, que respiram corretamente durante os exercícios e fazem pouco a manobra de Valsalva(prender a respiração com a glote fechada), esse tipo de hipertrofia também ocorre, mas em menor grau.
Um abraço.

#4 CézarD1338434129

CézarD1338434129

    Avançado

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 904 posts

Postado 23 julho 2004 - 06:23

fernando,

Há dois tipos de hipertrofia cardíaca em função das adaptações ao treinamento: a HIPERTROFIA EXCÊNTRICA e a HIPERTROFIA CONCÊNTRICA. A 1ª também é conhecida como coração de atleta. Ela normalmente é obtida através do treinamento AERÓBIO e tem esse nome
porque ocorre de dentro para fora das cavidades cardíacas(principalmente do ventrículo esquerdo). Isso ocorre devido às adaptações centrais proporcionadas pelo exercício aeróbio( aumento do volume sanguíneo corporal, aumento do volume de ejeção cardíaco, aumento do volume diastólico final e da fração de ejeção, diminuição da frequência cardíaca de repouso, aumento da complacência cardíaca na diástole devido ao aumento do retorno venoso(mecanismo de Frank-Starling). Essa é uma hipertrofia saudável muito comum em atletas de endurance. A 2ª hipertrofia(concêntrica) se dá de fora para dentro da cavidade cardíaca e se dá em função do aumento das paredes internas(principalmente do ventrículo esquerdo) que leva à diminuição do espaço interno do ventrículo. Isso ocorre devido ao aumento demasiado da carga de pressão ao qual o coração é submetido, principalmente quando se trabalha com cargas muito altas na musculação e utilizando-se frequentemente da manobra de Valsalva, que aumenta muito a pressão intraventricular. Notem que a 1ª hipertrofia se dá pelo aumento da carga de fluxo sanguíneo, e a 2ª pelo aumento da carga de pressão. Essa é uma hipertrofia não saudável. Ela é mais acentuada em praticantes de halterofilismo, que treinam com cargas muito altas e frequentes manobras de Valsalva. Para os praticantes de musculação, que respiram corretamente durante os exercícios e fazem pouco a manobra de Valsalva(prender a respiração com a glote fechada), esse tipo de hipertrofia também ocorre, mas em menor grau.
Um abraço.


torque, vc podia explicar com mais detalhes essa manobra de ValSalva, pra quem não entendeu direito, como eu, tentar evitar isso?
ou entao da tenta da uma explica em como vc sente q ta prendendo a glote?

#5 fernandorauh

fernandorauh

    Intermediário

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 331 posts

Postado 23 julho 2004 - 01:21

fernando,

Há dois tipos de hipertrofia cardíaca em função das adaptações ao treinamento: a HIPERTROFIA EXCÊNTRICA e a HIPERTROFIA CONCÊNTRICA. A 1ª também é conhecida como coração de atleta. Ela normalmente é obtida através do treinamento AERÓBIO e tem esse nome
porque ocorre de dentro para fora das cavidades cardíacas(principalmente do ventrículo esquerdo). Isso ocorre devido às adaptações centrais proporcionadas pelo exercício aeróbio( aumento do volume sanguíneo corporal, aumento do volume de ejeção cardíaco, aumento do volume diastólico final e da fração de ejeção, diminuição da frequência cardíaca de repouso, aumento da complacência cardíaca na diástole devido ao aumento do retorno venoso(mecanismo de Frank-Starling). Essa é uma hipertrofia saudável muito comum em atletas de endurance. A 2ª hipertrofia(concêntrica) se dá de fora para dentro da cavidade cardíaca e se dá em função do aumento das paredes internas(principalmente do ventrículo esquerdo) que leva à diminuição do espaço interno do ventrículo. Isso ocorre devido ao aumento demasiado da carga de pressão ao qual o coração é submetido, principalmente quando se trabalha com cargas muito altas na musculação e utilizando-se frequentemente da manobra de Valsalva, que aumenta muito a pressão intraventricular. Notem que a 1ª hipertrofia se dá pelo aumento da carga de fluxo sanguíneo, e a 2ª pelo aumento da carga de pressão. Essa é uma hipertrofia não saudável. Ela é mais acentuada em praticantes de halterofilismo, que treinam com cargas muito altas e frequentes manobras de Valsalva. Para os praticantes de musculação, que respiram corretamente durante os exercícios e fazem pouco a manobra de Valsalva(prender a respiração com a glote fechada), esse tipo de hipertrofia também ocorre, mas em menor grau.
Um abraço.[/quote]

Como disse a fisiologia que estudei é da area veterinaria,desconhecia esse mecanismo(manobra de valsava),mas tenho uma duvida,poderia me responder, a hipertrofia concentrica é realmente uma hipertrofia mas a exentrica refere-se a dilatacao cardiaca ou nao(pelo menos em patologia sim,mas estou sem meu livro agora,até porque ocorre aumento da cavidade ventricular caracteristico de dilatacao cardiaca), mas temos que considerar que muitos praticantes de musculacao fazem tambem treino de halterofilismo,utilizando cargas muito altas com poucas repeticoes,eu mesmo faco muito isso,e grande parte de fisiculturistas tambem fazem,é só ver o treino de ronnie colleman utilizando cargas altíssimas

#6 vitz

vitz

    Expert

  • Membros
  • PipPipPipPipPipPip
  • 2.769 posts

Postado 23 julho 2004 - 09:44

a hipertrofia excentrica esta mais ligada aos exercicios aerobicos onde ha um aumento benefico das cavidades possibilitando um amuneto dos volumes de ejecao.

a hipertrofia concentrica vista nos esportes de forca esta ligada a um aumento da forca de ejecao, ou seja maior pressao do fluxo sanguineo, dai algumas pessoas ficarem com a face vermelha, olhos vermelhos e terem perda de consciencia ao malhar pois alem do coracao ejetar o sangue com maior pressao ocorre a manobra de valsava(que e o momento onde se contrai o abdomen e prende se a respiracao, ou seja toda a vez que a carga esta pesado e e feito aquele esforco adicional. porem ha outra manobra similar porem ela e feita sem o travamento da glote).

a hipertrofia malefica ocorre no coracao insuficiente sendo que ela pode ter varias etiologias, porem ele consiste basicamente em uma hipertrofia feita por tecido nao contratil e dessa forma o coracao fica "frouxo" sem poder de contracao.

o aumento da frequencia cardiaca ocorre da seguinte forma: primeiro ha um aumento do volume ejetado porem caso haja permanencia do exercicio o coracao passa a se contrair mais rapido pois se ele comecasse a aumentar cada vez mais o volume ejetado ele perderia eficiencia.

todas as explicacoes foram muito resumidas e dadas de forma o mais basica possivel.

#7 fernandorauh

fernandorauh

    Intermediário

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 331 posts

Postado 23 julho 2004 - 10:24

bom,mas a minha duvida persiste,voces falam em hipertrofia exentrica e concentrica como formas de hipertrofia,porem pelo que sei existe a hipertrofia cardiaca tambem chamada de concentrica e existe a dilatacao cardiaca chamada tambem de hipertrofia exentrica,sao coisas diferentes,a hipertrofia ocorre por aumento da pressao,ja a dilatacao ocorre por aumento do fluxo sanguineo.

#8 torque

torque

    Avançado

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 567 posts

Postado 24 julho 2004 - 03:20

bom,mas a minha duvida persiste,voces falam em hipertrofia exentrica e concentrica como formas de hipertrofia,porem pelo que sei existe a hipertrofia cardiaca tambem chamada de concentrica e existe a dilatacao cardiaca chamada tambem de hipertrofia exentrica,sao coisas diferentes,a hipertrofia ocorre por aumento da pressao,ja a dilatacao ocorre por aumento do fluxo sanguineo.


fernando,

O coração,como qualquer músculo do corpo, também sofre adaptações com o treinamento. As adaptações cardíacas podem se dar de duas formas: por sobrecarga de fluxo e por sobrecarga de pressão. A sobrecarga de fluxo está relacionada ao aumento da quantidade de sangue pela circulação, aumento do retorno venoso, aumento do volume e da fração de ejeção e aumento do volume diastólico final. Esses fatores ocorrem com o treinamento AEROBIO e fazem com que haja o aumento das cavidades cardíacas seguida de hipertrofia(excêntrica) e angiogênese (formação de novos vasos) que formarão o que se chama de circulação colateral. Esse tipo de hipertrofia, também chamado de coração de atleta,
faz com que o coração tenha uma maior capacidade de bombear sangue
e uma maior capacidade de contração. O que vc chama de dilatação cardíaca é uma patologia e nada tem a ver com adaptação ao treinamento. A cardiomiopatia dilatada é caracterizada por aumento biventricular com função ventricular reduzida.É um tipo de patologia que é tratada da mesma forma que a insuficiência cardíaca congestiva. Já na
hipertrofia concêntrica, devido a sobrecarga de pressão no ventrículo esquerdo, ocorre a hipertrofia do septo e da cavidade ventricular sem que ocorra angiogênese. Fazendo uma analogia, é como se o músculo cardíaco fosse submetido a um treinamento de musculação, só que no papel dos pesos está a ação da pressão intraventricular. Nesse caso, as paredes aumentam para dentro da cavidade, diminuindo o volume de sangue dentro do ventrículo e a capacidade do coração bombear sangue,
podendo em casos mais sérios levar a um quadro de insuficiência cardíaca.


Espero ter esclarecido.
Um abraço.

#9 torque

torque

    Avançado

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 567 posts

Postado 24 julho 2004 - 03:36




torque, vc podia explicar com mais detalhes essa manobra de ValSalva, pra quem não entendeu direito, como eu, tentar evitar isso?
ou entao da tenta da uma explica em como vc sente q ta prendendo a glote?


Cézar,

Essa manobra ocorre quando se prende a respiração e a glote fica fechada, ou seja, o ar fica preso na cavidade torácica. Isso aumenta muito a pressão arterial e é um dos fatores que potencializa a hipertrofia concêntrica. Pode também gerar tonturas e síncope em função da queda de suprimento sanguíneo para o cérebro.Para evitá-la, procure respirar corretamente ( inspirar na fase excêntrica e expirar na concêntrica). Se fizer a manobra, procure fazê-la apenas nas últimas repetições da série,
mas se puder mesmo, o melhor é evitá-la, principalmente no leg press,
agachamento e levantamento terra, que trabalham grandes massas musculares e onde o aumento da pressão é ainda maior.




0 usuário(s) visualizando

0 membros, 0 visitantes, 0 utilizadores anônimos

Lipo 6