Ir para conteúdo
  • Conteúdo Similar

    • Por Dra. Shalimar Diniz
      Refogue os temperos (alho e cebola) no azeite e acrescente o frango picado (pode pré temperar o frango c/ alho e cebola). Refogue até o frango começar a dourar; Coloque vodka ou conhaque para flambar; Acrescente o catchup, o molho de tomate, o tomate picadinho ou batido e a mostarda mexendo bem; Acrescente o champignon, cozinhe mais 2 minutinhos (se estiver muito seco acrescente um pouco de água) e desligue o fogo; Acrescente o iogurte mexendo bem e sirva em seguida; Sal e pimenta do reino à gosto. *O iogurte Paulista e o Grego têm uma consistência de creme e não tem aquele aspecto de talhado.
      Você pode usar só catchup ou só molho e variar as quantidades dependendo se prefere o molho mais forte ou mais clarinho. Também fica bom com milho ao invés de champignon.
      Observação: para ficar mais parecido com estrogonofe pode colocar ao invés de 2 potes de iogurte, 1 e ½ pote de iogurte e ½ caixinha de creme de leite light.
    • Por Dra. Shalimar Diniz
      Grelhe o frango já temperado em tirinhas ou pedacinhos pequenos (ou grelhe e corte depois); Ferva 1 copo de caldo e coloque a quinoa p/ ferver durante uns 15 minutos (ou até cozinhar e a água evaporar); Lave as folhas e tomates e coloque num pirex. Coloque os pedacinhos de frango e espalhe a quinoa cozida na salada; Azeite, sal e pimenta do reino são à gosto. Observação: fica boa a receita com um pouco de cebolinha picadinha por cima e/ou raspas de limão.
    • Por Knjaz
      Comprei hoje atum em água, pra dar uma variada na minha alimentação de peito de frango, mas tô com uma dúvida.
      100 gr de atum tem 23 gr de proteína. Tanto no almoço como no jantar como 500 gr de peito de frango, mas a travessa que eu compro não apresenta valor nutricional, então se alguém soubesse quanto de proteína tem em 100 gr de peito de frango, para que eu possa fazer a devida conversão.
      Outra coisa, aproveitando o tópico, vocês acham que 500 gr de peito de frango é muito para uma única refeição, e que seria melhor aproveitado se eu dividisse a porção em outras refeições?
      Obrigado.
    • Por Letícia Penedo
      Proteína isolada da carne bovina
      Proteína isolada da... CARNE? Sim, exatamente isso! Chega ao Brasil a quarta geração de proteínas isoladas: a proteína isolada da carne bovina.
      Historicamente, cada proteína lançada inaugurava uma nova etapa no universo do treinamento físico. Passamos da arginina e ornitina, para a proteína da soja e a albumina, em seguida para o grande “BOOM” do whey protein e agora chegamos ao CARNIVOR, a proteína isolada da carne.
      Carne vermelha e mais músculos
      O CARNIVOR foi desenvolvido após observar a experiência do ganhador do premio Arnold Classic Crown no ano de 2009, Kai Greene, que constatou um ganho de músculos mais definidos e com maior volume ao comer mais carne vermelha do que ingerir suplementos com whey protein ou caseína.
      Juntamente com esse famoso atleta bodybuilding norte-americano e graças a estudos tecnológicos avançados, a MuscleMeds desenvolveu a técnica exclusiva de purificação da proteína animal, que oferece ao consumidor altos níveis de proteína animal, sem estar associada à grande quantidade de gordura, principalmente, o colesterol, como acontece com as fontes naturais de proteínas animais.
      Concentração de aminoácidos
      A proteína isolada de carne presente no CARNIVOR é 350% mais concentrada em aminoácidos, que são destinados à construção muscular, apresentando 0% em gordura e 0% de colesterol.
      Enquanto o consumo de proteína é essencial para o crescimento muscular, é sabido que em algumas situações esse consumo em excesso pode conduzir a proteína para a formação de componentes nitrogenados, que impedem que os aminoácidos sejam direcionados a formação de músculos.
      Tecnologia anabolizante de retenção de nitrogênio – ANRT
      Preocupada em aperfeiçoar o direcionamento da proteína fornecida para o crescimento muscular, a MuscleMeds desenvolveu com exclusividade a Tecnologia Anabolizante de Retenção de Nitrogênio – ANRT.
      ANRT foi especialmente criada para a reciclagem de aminoácidos de volta à via de construção muscular, reduzindo a síntese de amônia. Tal propriedade é alcançada a partir de fatores de retenção de nitrogênio, tais como o GKG (Glutamina Alfacetoglutarato), o OKG (Ornitina Alfacetoglutarato), o AKG (Alfacetoglutarato) e o KIC (Alfacetoisocaproato), todos presentes no CARNIVOR.
      Creatina na carne vermelha
      Outra vantagem da suplementação com CARNIVOR é o maior consumo de creatina, que está naturalmente presente em altos níveis nas proteínas animais.
      A carne é a principal fonte de creatina da dieta. Cada dose de CARNIVOR fornece o dobro de creatina quando comparado a um bife, dessa forma, conseguimos otimizar o aumento do volume celular pela ação da creatina, gerando então crescimento da musculatura.
      BCAAs
      Além disso, o CARNIVOR também possui BCAA – Aminoácidos de Cadeia Ramificada –, os quais favorecem um equilíbrio positivo de nitrogênio para realização de síntese proteica (anabolismo), além de contribuírem na redução do catabolismo muscular durante o treino intenso, evitando, assim, uma possível fadiga muscular prematura.
      Oferecendo 23g de proteína da carne isolada, o CARNIVOR é uma excelente opção para quem objetiva o ganho de massa magra e não consegue atingir sua meta apenas com as fontes de proteínas de sua dieta.
      Proteína para intolerantes ao leite
      Vale também acrescentar, que a proteína da carne isolada é uma excelente saída para aqueles que apresentam alguma intolerância à proteína do leite e vivem insatisfeitos por não conseguirem um suplemento com alto valor biológico.
      Estudos internacionais recentes estão associando o aumento da acne em adolescentes ao consumo de leite. Tais estudos revelaram que não é a gordura do leite, mas sim outras substâncias, como a Vitamina D e até mesmo a própria proteína do soro do leite – Whey Protein –, que podem estar causando a acne, ou agravando este problema (Fonte: Dermatology Online Journal, volume12, number 4).
      Carnivor
      Bem-vindo à geração que inicia um novo tempo, um novo ciclo na história das proteínas! CARNIVOR, você não pode ficar de fora dessa! CARNIVOR é apresentado em pote de 908g que fornece aproximadamente 28 doses e pote de 1816g que fornece cerca de 55 doses.
    • Por fisiculturismo
      O Carnivor é um suplemento alimentar que ainda não tem concorrentes no mercado, e que tem feito grande sucesso entre aqueles que têm intolerância aos componentes do leite, de onde deriva a Whey Protein.
      Portanto, a proteína Carnivor, que é derivada da carne bovina hidrolisada, é uma alternativa à Whey Protein, suplemento alimentar mais consumido pelos praticantes de musculação na atualidade.
      Mesmo aqueles cujos organismos aceitam bem o leite e derivados passaram a usar a Carnivor como fonte de proteína com perfil de aminoácidos diverso da Whey Protein:
       
      Em nossa primeira matéria sobre a Carnivor, experimentamos o sabor Blue Raspberry, cujo gosto achamos parecido com o chiclete Ping-Pong (Carnivor: Carne Bovina Em Pó - Dá Pra Encarar?).
      Depois testamos a Carnivor de sabor Chocolate (Carnivor Sabor Chocolate). Agora tivemos a oportunidade de experimentar o Carnivor de sabor Vanilla Caramel (algo como Baunilha Caramelizada). O nome é bonito. E o sabor?
      Para quem gosta de café, esta opção de sabor é ótima. Achamos que o Carnivor Vanilla Caramel deveria se chamar Cafe Caramel. Quem não curte o gosto de café deve procurar outro sabor. Não pudemos encontrar uma pitada de baunilha no sabor, parece mesmo é um cafezinho doce.

×
×
  • Criar novo...