Ir para conteúdo
fisiculturismo
fisiculturismo

Cansado de whey protein de baunilha, chocolate ou morango? Que tal abacaxi, banana e coco?

Quase todos os musculadores que levam os treinos a sério consomem whey protein. E os sabores mais comuns de whey protein são: baunilha, chocolate e morango.

A repetição desses sabores tradicionais por anos a fio pode enjoar. Experimentamos um sabor inusitado: Caribbean Cooler (nome de um drink). É uma mistura de abacaxi, banana e coco elaborada pela Syntrax para a whey Nectar. É uma whey protein gostosa, sem dúvida, mas sentimos falta de um pouco mais do coco no sabor.

E você? Encararia um sabor diferente como este ou prefere ficar no tradicional?

Saiba mais

Álbum de Imagens (8)

  • https://fisiculturismo.com.br/uploads/monthly_2017_02/IMG_9624.JPG.f668e7d341f575a8b6fbc21036009a30.JPG
  • monthly_2017_02/IMG_9625.JPG.c5ed300c718b6292e4cc839ab6e75e5b.JPG
  • monthly_2017_02/IMG_9620.JPG.7a6dee048e369227da312cf012f3ea44.JPG.580752700721692c46ae16b18a437b11.JPG

Editado por fisiculturismo



Comentários

Comentários Destacados

Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


  • Conteúdo Similar

    • Por Lomun
      qual site posso achar whey barato de alguma marca boa que entregue em SP?
    • Por bonepreto
      Eu treino há 1 ano e tenho aqui em casa bcaa, creatina, glutamina e whey (todos em pó).
      E queria saber se é bom usar os 4 ao mesmo tempo e se for, queria saber quando tomar eles(Pré treino ou pós treino ou ambos)
      Obrigado
    • Por Leena Fabrini
      Num estudo de 2007, verificou-se que o leite hidrata melhor do que água ou do que bebidas esportivas. O leite é rico em nutrientes e funciona melhor como pós-treino (ou como base para um shake protéico) do que a água.
      Colocando-se 2 copos de leite num shake de whey, teremos 24 g de carboidratos e 16 g extras de proteína, dos quais 80% é caseína (cerca de 13 g).
      A pesquisa mostra que, após os treinos, quando se ingere caseína com whey, melhora-se o crescimento muscular, e que se bebendo leite aumenta-se a síntese de proteínas, que é justamente o que faz os músculos crescerem.
      Além disso, o leite aumenta os níveis de insulina no pós-treino, que é exatamente um dos seus objetivos, não é?!
      Então, beba leite após treinar!
      Fonte: BROWN, Jordana. Water Vs. Milk, Revista Flex, março de 2010, pp. 116.
    • Por Gtkpad
      Comprei um whey isolado da brn Foods e gostaria saber se devo tomar e se vai ser eficaz, não conheço a marca e comprei sem pesquisar. Alguém já tomou e pode me dizer se é bom?
      http://www.netshoes.com.br/produto/100-whey-isolada--brn-foods-900g-E55-0148-799?campaign=gglepqpla&gclid=Cj0KCQiAlpDQBRDmARIsAAW6-DNV_s62GJg50BtId2cz3-3Y6U_agvF-y8KJ7hYBqs4f74WZsweJZMQaAi8MEALw_wcB
       
    • Por fisiculturismo
      Há pouco tempo a resposta para a pergunta "onde comprar whey protein ou outros suplementos mais barato?" seria muito simples de ser respondida: importar de uma loja norte-americana online, claro. Mas os tempos mudaram. E muito.
      No Brasil tudo é caro, muito caro. É o velho e maldito custo Brasil que nunca é equacionado por nenhum governo (tributos elevadíssimos, infraestrutura precária, legislação trabalhista antiquada, educação deficitária, e assim por diante). Os brasileiros costumam fazer a festa nas lojas de Miami nos EUA e da Ciudad del Este no Paraguai.
      Com os suplementos alimentares a regra é a mesma. E a internet permitiu a importação direta de suplementos alimentares. Durante anos os brasileiros compraram muitos suplementos no exterior a preços muito mais baixos do que no Brasil. Lojas como a Health Designs, BodyBuilding.com, iHerb, VitaCost, dentre outras, fizeram a alegria dos brazucas.
      Mas e agora? O dólar está batendo a casa dos R$ 4,00 (quatro reais). O governo desequilibrou completamente as contas públicas para vencer as eleições e deixou a fatura para a população pagar. A crise da China piora ainda mais a situação da moeda brasileira. E para completar, a Receita Federal está tributando praticamente todas as encomendas de suplementos vindas do exterior (antigamente era o contrário, dificilmente eram tributadas).
      Será que ainda vale a pena importar suplementos, tais como a whey protein? Fizemos uma simulação com um dos suplementos alimentares mais procurados no Brasil, a 100% Whey Gold Standard da Optimum Nutrition. Escolhemos, no Brasil, a loja Corpo Perfeito e, nos EUA, a loja Health Designs, para fins de comparação. Os preços comparados se referem à data da publicação desta matéria (31/8/2015). Os valores em dólar foram convertidos para Real usando o valor do câmbio da data da publicação (US$ 1 = R$ 3,90).
      Quadro Comparativo:
        Brasil
      EUA
      Valor do produto:
      R$ 179,10
      * selecionado o pagamento via boleto bancário
      R$ 97,33
      * computado o desconto de R$ 19,47
      Frete:
      Grátis
      * compra acima de R$ 100,00
      R$ 65,55
      * escolhida a opção mais barata (IPA Interational Priority Airmail) e incluídos os R$ 12,00 que os Correios passaram a cobrar em 2/6/2014.
      Tributos:
      * embutidos no preço inicial
      R$ 90,52
      * 60% de Imposto de Importação que incidem no valor do produto somado ao valor do frete
      Valor Total:
      R$ 179,10
      R$ 253,40
      Diferença:
      - R$ 74,30
      + R$ 74,30
      Print da Tela de Simulação de Compra no Brasil:
      Print da Tela de Simulação de Compra nos EUA:
      Observando-se o quadro comparativo, chega-se à conclusão de que, no dia de hoje, não mais compensa a importação de whey protein ou de outros suplementos alimentares (talvez ainda compense a importação de suplementos mais leves, tais como vitamina C, multivitamínicos, etc). O valor final da whey protein importada é muito superior ao valor da mesma whey protein vendida no Brasil. Quem diria, outros tempos.
      Não bastasse isso, há notícia de que as encomendas internacionais estão demorando muito mais tempo para serem liberadas pela Receita Federal. Numa importação direta que fizemos no ínicio do ano, os suplementos demoraram mais de 3 (três) meses para chegar.
      É bom anotar que a maioria dos suplementos alimentares vendidos no Brasil são importados (grande parte das whey protein), e que a renovação do estoque com a nova realidade cambial pode implicar em alteração da tabela comparativa. Pode ser que os preços no Brasil fiquem ainda mais caros e novamente superem os preços dos EUA. Só o tempo irá dizer.
      E os produtos nacionais? Ficarão mais competitivos? No caso específico da whey protein, como se trata de matéria-prima importada, dificilmente os fabricantes não irão repassar os reflexos do câmbio no valor do produto final.
      Fique atento, sempre faça as contas antes de decidir pela importação ou não de suplementos alimentares. Hoje não há mais uma resposta pronta e rápida. Pode ser que, para determinados produtos, a compra no Brasil seja a melhor opção.
      100% Whey Gold Standard no Brasil
      100% Whey Gold Standard nos EUA
×
Esta popup será fechada em 10 segundos...