Ir para conteúdo

Para ganhar massa nas coxas faça agachamento pesado a 90º

Leena Fabrini
  • , 1.690 visualizações
Para ganhar massa nas coxas faça agachamento pesado a 90º

Atletas envolvidos em esportes de força tal como o futebol, deveriam fazer agachamento parcial (máximo de 120 graus de descida) com carga alta, de acordo com um estudo realizado por Eric Drinkwater e seus colegas australianos.

Fisiculturistas e pessoas interessadas na formação de massa corporal nas coxas devem fazer agachamentos paralelos ao solo (descer a 90 graus), tendo em vista o aumento do trabalho total sobre os músculos da perna e da coxa.

Praticar 5 repetições é melhor do que 10 repetições com altas cargas, porque maximiza o trabalho e a sobrecarga muscular.

Realizar muitas repetições de agachamentos parciais com cargas leves ou moderadas é a maneira menos eficaz para sobrecarregar os músculos inferiores do corpo.

Para preservar a coluna vertebral, preste atenção na biomecânica do exercício. A boa técnica envolve a manutenção de uma coluna neutra e movimentação nos quadris durante o exercício.

Fontes: Journal Strength Conditioning Research, 26: 890-896, 2012 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pg. 70.


Comentários

Comentários Destacados

Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular

Postado

Nesse caso, discordo do estudo dos australianos e fico com os estudos do brasileiro Prof. Doutor Paulo Gentil, com certeza!!! Quanto maior a amplitude, maior o resultado, nesse caso, agachamento completo!!! A musculação independentemente do objetivo (estético, saúde, preparação p/ concurso público)  prepara o indivíduo para o dia-a-dia! Uma criança senta nos calcanhares quando agacha, isso é movimento natural do corpo! Além disso, quanto mais profundo o agachamento, maior é a ação dos posteriores de coxa, por exemplo, promovendo a co-contração muscular, contrai quadríceps, contrai posteriores de coxa também! Nada de contrair agonista e relaxar antagonista somente! Dessa forma (agachamento profundo) a estabilidade/proteção da articulação do joelho é maior! Continuando, ângulos de 90° graus aumentam as forças de compressão e cisalhamento sobre os joelhos, ou seja, aumentam o risco de lesão! Agachamento bom é agachamento profundo, completo, o praticante tem que sentar nas pernas e fazer treino de 'volume'! Nada de repetição baixa e muito peso! Quantidade não é qualidade, já diz o ditado! 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 07/01/2017 em 23:26, Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular disse:

Nesse caso, discordo do estudo dos australianos e fico com os estudos do brasileiro Prof. Doutor Paulo Gentil, com certeza!!! Quanto maior a amplitude, maior o resultado, nesse caso, agachamento completo!!! A musculação independentemente do objetivo (estético, saúde, preparação p/ concurso público)  prepara o indivíduo para o dia-a-dia! Uma criança senta nos calcanhares quando agacha, isso é movimento natural do corpo! Além disso, quanto mais profundo o agachamento, maior é a ação dos posteriores de coxa, por exemplo, promovendo a co-contração muscular, contrai quadríceps, contrai posteriores de coxa também! Nada de contrair agonista e relaxar antagonista somente! Dessa forma (agachamento profundo) a estabilidade/proteção da articulação do joelho é maior! Continuando, ângulos de 90° graus aumentam as forças de compressão e cisalhamento sobre os joelhos, ou seja, aumentam o risco de lesão! Agachamento bom é agachamento profundo, completo, o praticante tem que sentar nas pernas e fazer treino de 'volume'! Nada de repetição baixa e muito peso! Quantidade não é qualidade, já diz o ditado! 

Você tem toda razão! Em vez de limitar o movimento, melhor fazer a execução completa. Em nossa seção de exercícios recomendamos a execução completa do agachamento:

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Luan Viana
      Colocar-se embaixo da barra, apoiando-a no trapézio; Posicionar os calcanhares embaixo da barra, numa linha reta (como na barra livre); Posicionar os pés de modo neutro, natural (na largura dos ombros ou do quadril e levemente apontados para fora); Manter o abdome e a lombar contraídos durante toda a execução do movimento; Manter o olhar fixo à frente; Destravar a barra e descer com o máximo de amplitude jogando o quadril para trás naturalmente, sem ficar se apoiando na barra; Manter a força no calcanhar ou no meio do pé; Subir sem fazer o encaixe articular do joelho ou do quadril.
    • Por Luan Viana
      Pegar o peso com a coluna bem alinhada; Posicionar os pés na largura do quadril ou dos ombros, como se fosse fazer o agachamento bilateral; Posicionar a outra mão na cintura ou deixar os braços estendidos; Lançar uma perna para trás e flexionar a outra fazendo a força no calcanhar ou no meio do pé; Ao subir, deixar o joelho um pouquinho flexionado; Manter o abdome e a lombar contraídos durante toda a execução do movimento; Manter o olhar fixo à frente.
    • Por Luan Viana
      Posicionar os pés na largura do quadril ou ombro, ligeiramente apontados para fora (posição neutra e confortável); Pegar o peso no solo com a coluna alinhada; Colocar o peso embaixo do queixo (como se fosse um cálice); Descer jogando o quadril para trás e fazendo a força no calcanhar ou no meio do pé; Manter a coluna alinhada (curvaturas naturais); Manter o abdome contraído; Manter a visão para frente; Manter a curvatura da cervical neutra. Ao final, descer o peso com a coluna alinhada.
    • Por Talles Sucesso
      Posicionar a barra no trapézio (não posicionar na cervical); Colocar os cotovelos para baixo ou para frente; Fixar os pés paralelos, com abertura próxima à da largura dos ombros; Orientar a ponta dos pés ligeiramente para fora (posição mais anatômica); Manter a coluna ereta (lombar estável, em isometria); Fazer a força nos calcanhares e não na ponta dos pés; Realizar o movimento completo de descida e subida, sem descansar embaixo ou em cima.
    • Por Luan Viana
      Fazer a pegada da barra do modo mais confortável (apoiar a lombar e deixar o cotovelos voltados para baixo ou para frente); Posicionar os pés na largura dos ombros; Fixar um ponto à frente para se equilibrar; Manter a coluna ereta (fazendo isometria da lombar e do abdome); Flexionar a perna da frente concentrando a força no calcanhar e levando a outra perna atrás até encostar o joelho no chão; Fazer o movimento na vertical (para cima) e não para frente; Evitar fazer força com a pena de trás, concentrar a força na perna que está à frente.
×
×
  • Criar novo...