Ir para conteúdo
Luiz Carlos Chiesa
Luiz Carlos Chiesa

Drogas nos esportes: estimulantes, anabólicas e outras

O problema do uso de substâncias ilícitas para promoverem o aumento da performance física não é novo. Nunca em toda a história esportiva houve tanto consumo de drogas, principalmente por praticantes de modalidades não olímpicas. Paralelamente observamos na população em geral o uso descontrolado de medicamentos e drogas estimulantes e alucinógenas.

A partir da década de oitenta, houve um grande estímulo à prática de exercícios físicos, que culminou na imensa procura por academias de ginástica. A valorização da estética muscular desenvolvida ou hipertrofiada inclusive para mulheres, passou a ser bem vista e explorada pela mídia.

Existe hoje um comércio paralelo que vende drogas anabolizantes e outros ergogênicos, o qual é denunciado constantemente por matérias televisivas. A busca desequilibrada por um corpo escultural, e o baixo nível de conhecimento dos praticantes de musculação e outras atividades físicas, mantém o presente mercado negro em plena ascensão.

Devemos tomar muito cuidado no trato com as novidades que surgem no mercado de suplementos alimentares. Os produtos anunciados pelo fabricante são muitas vezes colocados como verdadeiros os efeitos que promovem sobre a performance e estética. Trazem ainda declarações de usuários e afirmações não concluídas por meio de pesquisas cientificamente desenvolvidas.

Os volumes para ingestão e os possíveis efeitos das substâncias contidas nos produtos, mesmo que indicadas para suplementação alimentar, variam de um indivíduo para outro, as recomendações terão que ser ajustadas e feitas por médico ou nutricionista, para que não haja dano ou mesmo efeito tóxico sobre o organismo.

O cuidado para não confundir substâncias dopantes, com suplementos alimentares faz-se urgente. O doping é considerado quando do uso de recursos que promovem o aumento da performance por meio de substâncias artificiais e proibidas pelos comités esportivos.

Os anabolizantes esteróides são manipulações químicas sintéticas de substâncias que promovem o anabolismo tecidual orgânico tais como a testosterona, e são usados por atletas ou praticantes de esportes de força e visam principalmente aumentar a massa muscular.

Os anabolizantes podem ser ingeridos por via oral (anabólicos alquilados) ou por via intramuscular (anabólicos ésteres)

Os pais e ou responsáveis precisam ficar atentos aos recursos que estão sendo usados no treinamento. É possível o indivíduo estar usando recursos ergogênicos dopantes, afirmando serem de procedência natural e inócuos. O uso de qualquer substância ou suplemento deve ser verificado pelos pais e pesquisado sempre junto a um nutricionista ou médico.

Abaixo encontra-se uma lista contendo algumas substâncias dopantes e as categorias ou classes a que pertencem. As mesmas só podem ser administradas por médicos e estão restritas no uso para tratamento de doenças. Algumas drogas são lícitas e nem por este motivo são menos degradantes da saúde. Fique sempre atento!!!

Drogas Estimulantes:

  • Anfetaminas;
  • cafeína em altas dosagens;
  • cocaína;
  • efedrina;
  • salbutamol e outras.


Drogas Anabólicas:

  • Nandrolona;
  • 19- norandrostenediol;
  • 19- norandrostenediona;
  • oxandrolona;
  • androstenediol;
  • androstenediona;
  • dehidroepiandosterona ou DHEA;
  • testosterona etc.

Outras:

  • Maconha;
  • álcool;
  • tabaco;
  • insulina;
  • HGH etc.

Alguns Efeitos Colaterais sobre o Organismo e Saúde:

Câncer de fígado, hipertrofia cardíaca, hipertensão arterial, dores ósseas, hipertrofia da próstata, cefaleia grave, redução grave dos níveis de colesterol HDL, aumento do colesterol LDL, morte.

Conclusão:

Os pais ou responsáveis, os profissionais de saúde e da educação física devem excluir qualquer forma de doping relacionada a elevar o rendimento no treinamento e ou visando fins estéticos.

As drogas só devem ser usadas ou administradas sob estrita recomendação médica competente.

Profissionais bem graduados e sérios, não utilizam em hipótese alguma, o doping para alto rendimento de seus alunos, esta atitude quando constatada, deve ser denunciada aos conselhos regionais e órgãos de repressão, com urgência.


Entre para seguir isso  
Entre para seguir isso  

Comentários

Comentários Destacados



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


  • Conteúdo Similar

    • Por Marombeiro769
      rapaziada, alguém sabe me dizer se durante um ciclo a pessoa fica infértil?
      desculpem-me se estiver no local errado.
    • Por juliajulia22
      Boa tarde gente. Vim relatar minha experiencia no primeiro ciclo de oxandrolona.
      Engraçado, porque sempre fui contra a anabolizantes, sou da área da saúde, me formando em nutrição, então sei exatamente como a droga e metabolizada mo organismo,  e os riscos pra saúde. Porem sou curiosa e quis testar no meu próprio corpo. Bom tenho 1,57 de altura, 55kg, 22 anos, treino desde os 15 ( mas levei mesmo a serio aos 18), sempre me alimentei bem, mas faço dieta a pelo menos 2 anos e meio. Em relação a alimentação, busco um equilibrio, como saudadevel pelo menos em 80% do meu tempo, mas sempre dou umas fugidas. Meu problema é a compulsao. As vezes tenho episódios compulsivos. Mas ja tem um tempo que estou mais controlada. Esse equilibrio e compulsão com certeza é o motivo de eu nao ter resultados. E o anticoncepcioanl também sempre usei, agora faz 4 meses que nao uso. Ja estou seguindo uma dieta preescrita por mim, com objetivo de hipertrofia muscular. Minha alimentação é baseada em, ovos, peixes, carnes magras, frutas, tuberculos como batata doce, mandioca, mandioquinha, arroz negro, de vez em quando como macarrão ( porque amo), legumes, aveia, as vezes tapioca, e de gordura azeite, oleo de coco, abacate etc. Vario muito pra nao escapar da dieta. Meu objetivo com a oxandrolona é hipertrofia. Meu bf está bem alto, mas a intenção e ganhar massa magra e em seguida baixar esse porcentual (atualmente 21%). Ja fiz muita dieta com objetivo de perder gordura e aumentar musculo. Nunca obtive resultados satisfatórios em ambos. Então resolvi primeiro ganhar músculo e depois perder.
      Estou usando a oxandrolona faz 7 dias. (capsula de 10mg. uso: 10mg as 10:00 e 10mg as 22:00) Estou sentindo meu musculo mais denso, celulite com aspecto melhor. Força aumentando mas nada de surreal. Minha disposição e libido melhoraram significativamente. Estou botando fé nessa oxan. Meu treino também preescrito por um profissional. Tenho um treino A com enfase em quadriceps. Treino B superiores e treino C com enfase em posterior e gluteos. Não vou passar os exercicios aqui porque ja escrevi muito. Meu treinos sao intensos, curtos e pesados. Em dia de superiores faço 20 a 30 min de escada. É isso, vou postando minha evolução aqui. Se eu esqueci de falar alguma coisa me avisem. Beijos 
    • Por Yantrind
      bom eu queria tirar uma dúvida já treinei a mais ou menos 2 anos  só que por conta da correria do dia a dia não pude mais então parei de fazer, comecei com 60 kg e quando parei estava com 76 kg ótimos resultados porém estou a 1 ano parado e comecei a treinar novamente a 1 mes fazendo a dieta a risca no momento estou com 82 kg 22 anos e queria saber se tem algum problema de fazer um ciclo de decaland + testenat (meu primeiro ciclo)  já pesquisei bastante a respeito sò o receio de tomar muito cedo já que comecei a treinar a pouco denovo. obs: sei que o corpo tem que ir ao limite, mas não quero mais ficar maior apenas definir
    • Por unknown19
      Queria saber a opinião de vocês sobre o uso dhea 25mg + dilatex diários pode vir a fazer mal, sei que nenhum dos dois faz milagres e muito menos sem uma boa dieta e treino. Obrigado aqueles que responderem
    • Por hulk0420
      hulk0420     0       Postado agora Fala monstros, tudo beleza?
      Entao, estou quero a opinião de vocês, e principalmente: saber aonde pode ser melhorado no ciclo que estou montando.
      Desde já agradeço a ajuda de vocês.
       
      Bem, estou querendo utilizar acetato - trembolona + Masteron (drostanolona) + enantato - testosterona. Todos da Home Brew(HB).
       
      Números
       
      Idade: 22 Anos
      Altura: 1,77cm
      Peso: 77KG
      BF: 14%
       
      o ciclo seria dividido da seguinte forma:
       
      • 1-2 Trembolona 75mg cada aplicação dividida em 3 aplicações (seg-quart-sex)
      • 3-10 Trembolona 100mg cada aplicação dividida em 3 aplicações (seg-quart-sex)
       
      • 1-10 Enantato 200mg/ 1 aplicação na seg.
       
      • 1-2 Masteron 75mg cada aplicação dividido em 3 aplicações (seg-quart-sex)
      • 3-10 Masteron 100mg cada aplicação dividido em 3 aplicações (seg-quart-sex)
       
      IMPORTANTE RESALTAR:
      •A baixa testosterona, ou seja 200mg de enantato por semana é que isso combinado com a trembolona ajuda a afinar a pele mais rápido, me corrijam se estiver errado. 
       
      •Tambem pensei na questao de estender o ciclo para 12 semanas, pois andei pesquisando que é bom diminuir as dosagens nas últimas aplicações para regularizar melhor os hormônios, me corrijam se estiver errado. 
       
      TPC:
      Ainda estou em dúvida de como se administrar o citrato de tamoxifeno, HCG(quero usar principalmente por ter pouca testosterona) e se tiver algo a mais para indicar como clomid e tribulus, se puderem opinar..
       
      Dieta:
      basicamente cortar carbo e alimentar com gorduras boas e muita proteína
       
      Suplementação:
      •Existem vários tipos de suplementos que andei pesquisando. 
      De Início vou utilizar :BCAA(pre/pos treino),WHEY(pre/pos treino),GLUTAMINA(pre/pos treino), E algum pre treino(provavelmente hemorage/ou 1mr)
      •Tenho vontade de utilizar a betalanina, já pesquisei sobre e vi que tem efeitos, mas às vezes ele demora para aparecer.
       
      Quem puder ajudar no que melhorar/alterar.
       
  • Matérias Recentes



×
Esta popup será fechada em 10 segundos...